Cells and Church Planting: Spreading the Gospel to the Nations

By Mario Vega, www.elim.org.sv

When the Elim church made its transition to the cell model in 1986, El Salvador was in the midst of a civil war. The first leaders were formed with a local vision, that is the purpose was to strengthen the church and see it grow numerically. Church members embraced this new vision as a true privilege and passionately committed themselves to reaching others for Jesus and developing them as disciples.

But, due to the social conditions that existed, a considerable number of Salvadorans decided to emigrate to other countries in search of safety. Among them were many of our leaders. Upon reaching their destination cities, they could no longer be passive in a traditional church. So, they continued their habit of meeting in a house and inviting other people. That first cell multiplied, and then again. This is how our first branch churches abroad began to emerge.

Currently, most of our churches are outside of El Salvador and have spread throughout Canada, the United States, Mexico, Guatemala, Honduras, Nicaragua, Costa Rica, Ecuador, Australia, Spain, Belgium, Italy, Switzerland, and Romania. All these churches were planted by passionate leaders who, in most cases, have become their pastors. The passion for making disciples has gone hand in hand with church planting, and we give all glory to God for what he has done.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Células e Plantação de Igrejas: Levando o Evangelho às nações

Mario Vega, www.elim.org.sv

Quando a Igreja Elim fez a sua transição para o modelo celular, em 1986, El Salvador estava bem no centro de uma guerra civil. Os primeiros líderes de células foram forjados com uma visão local, ou seja, o propósito era fortalecer a igreja e seu crescimento numérico. Os membros da igreja abraçaram esta visão como um verdadeiro privilégio e comprometeram-se apaixonadamente a alcançar outras pessoas para Jesus, fazendo discípulos.

Mas as condições sociais daqueles tempos fizeram com que um número expressivo de salvadorenhos decidissem emigrar para outros países em busca de segurança. Entre estes emigrantes estavam muitos dos nossos líderes. Ao chegarem em seus destinos, eles não conseguiam mais viver de forma passiva em suas igrejas locais. Portanto, eles continuaram a promover reuniões em suas casas e convidar pessoas para suas reuniões. Aquelas primeiras células se multiplicaram, vez após vez. Foi assim que nossas igrejas em outros países começaram a surgir.

Atualmente a maioria das nossas igrejas está localizada fora de El Salvador e estas igrejas espalharam-se pelo Canada, Estados Unidos, México, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Costa Rica, Equador, Austrália, Espanha, Bélgica, Itália, Suíça e Romênia. Todas essas igrejas foram plantadas por líderes apaixonados, que na maioria dos casos tornaram-se seus pastores. A paixão por fazer discípulos tem andado de mãos dadas com a plantação de igrejas, e nós damos toda a Glória a Deus, por tudo o que Ele mesmo tem feito.

Spanish blog:

Las células y la plantación de iglesias

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Cuando la iglesia Elim hizo su transición al modelo celular, en 1986, El Salvador se encontraba en plena guerra civil. Los primeros líderes fueron formados con una visión local, el propósito era fortalecer la iglesia y verla crecer numéricamente. Los miembros de la iglesia adoptaron el trabajo como un verdadero privilegio y se entregaron con pasión a la tarea de alcanzar a otros para Jesús y desarrollarlos como discípulos.

Pero, por las condiciones sociales que se vivían, un número considerable de salvadoreños decidieron emigrar a otros países en búsqueda de seguridad. Entre ellos iban muchos de nuestros líderes. Al llegar a sus ciudades de destino, ya no pudieron tener una actitud pasiva en una iglesia tradicional. De manera que continuaron con su hábito de reunirse en una casa invitando a otras personas. Esa primera célula se multiplicó, y luego otra vez. Fue así como comenzaron a surgir nuestras primeras iglesias filiales en el extranjero.

En la actualidad, la mayor parte de nuestras iglesias se encuentran fuera de El Salvador y se han extendido por Canadá, Estados Unidos, México, Guatemala, Honduras, Nicaragua, Costa Rica, Ecuador, Australia, España, Bélgica, Italia, Suiza y Rumania. Todas esas iglesias fueron plantadas por líderes apasionados que, en la mayor parte de casos, se han convertido en sus pastores. La pasión por hacer discípulos ha ido al lado de la plantación de iglesias, pues ésta es el resultado de aquella.

Leave a Reply

Your email address will not be published.