Cell Church Planting

By Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil, www.celulas.com.br

Jesus modeled how to plant churches. He and his disciples went through all cities and villages preaching the gospel (Mathew 9). He sent his disciples into the homes two by two (Luke 9-10). His disciples always went with him and learned from him. Later, when they became Apostles, they continued to do the same things they had learned from their Master.

In Acts 13, we read that the Holy Spirit sent out the Apostle Paul and Barnabas on a church planting mission. Paul went throughout Europe planting and establishing churches, yet he would always come back to his local church in Antioch.

We have enough biblical evidence to know how to plant churches today. Sending out missionaries in teams is the best way. The most efficient way is relational evangelism which results in church planting. It works in every part of the world because God created us as relational human beings.

In Brazil we have many examples of cell church planting. There are different ways to do it. You can multiply a cell and send it to another part of the city to start a new plant. There are cells being sent to another state, supported by the mother Church for a while, until people find jobs to support themselves. The Assemblies of God did this in Brazil for a long, long time.  They always started in homes, with lay people leading, until a congregation was formed. Later they looked for a bigger meeting place for celebrations. No wonder they are the biggest evangelical denomination today in Brazil.

There is a very successful cell Church in the North Eastern part of Brazil called the “Catedral de Louvor Maranata”(Maranatha Praise Cathedral) which has about one thousand members. They decided to send thirteen coaches with their cells to each form a new Church plant. This means they planted thirteen new churches. The coaches had between three to five cells.

The mother Church remained with about half of the members. The coaches had spiritual support by the mother Church. Today they have two thousand and five hundred members. They never would have reached this numbers if they all stayed together. This growth happened through new conversions and not by addition of members from other Churches as it often happens in big Churches that have attractive programs.

Through the pandemic, in Brazil, the cell Churches have not lost members.  Finances have remained strong and many have been converted. My own local church continues to support our missionaries in the field through partnerships we had already before the pandemic.

Church planting is the most effective way to reach people for the Kingdom. Let’s continue to plant new churches!

HELP US GOD!

Robert M. Lay

Cell Church Ministry Brazil

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Plantação de Igrejas em Células

Por Robert Lay, Cell Church Ministry Brasil,  www.celulas.com.br

Jesus modelou como plantar igrejas. Ele e seus discípulos percorriam todas as cidades e vilas pregando o evangelho (Mateus 9). Ele enviou seus discípulos para as casas dois a dois (Lucas 9-10). Seus discípulos sempre o acompanhavam e aprendiam com ele. Mais tarde, quando se tornaram apóstolos, continuaram a fazer as mesmas coisas que aprenderam com seu Mestre.

Em Atos 13, lemos que o Espírito Santo enviou o apóstolo Paulo e Barnabé em uma missão de plantação de igrejas. Paulo viajou por toda a Europa plantando e estabelecendo igrejas, mas ele sempre voltava para sua igreja local em Antioquia.

Temos evidências bíblicas suficientes para saber como plantar igrejas hoje. Enviar missionários em equipes é o melhor caminho. A maneira mais eficiente é a evangelização relacional que resulta na plantação de igrejas. Funciona em todas as partes do mundo porque Deus nos criou como seres humanos relacionais.

No Brasil temos muitos exemplos de plantação de igrejas em células. Existem diferentes maneiras de fazê-lo. Você pode multiplicar uma célula e enviá-la para outra parte da cidade para iniciar uma nova plantação. Há células sendo enviadas para outro estado, apoiadas pela igreja-mãe por um tempo, até que as pessoas encontrem emprego para se sustentar. As Assembléias de Deus fizeram isso no Brasil por muito, muito tempo. Eles sempre começaram nos lares, com a liderança de leigos, até que uma congregação fosse formada. Mais tarde, eles procuravam um ponto de encontro maior para as celebrações. Não é à toa que eles são a maior denominação evangélica hoje no Brasil.

Há uma igreja em células muito bem sucedida no Nordeste do Brasil chamada “Catedral de Louvor Maranata” que tem cerca de mil membros. Eles decidiram enviar treze supervisores com suas células para cada um formar uma nova plantação da Igreja. Isso significa que eles plantaram treze novas igrejas. Os supervisores tinham entre três a cinco células.

A igreja-mãe permaneceu com cerca de metade dos membros. Os treinadores tiveram o apoio espiritual da igreja-mãe. Hoje eles têm dois mil e quinhentos membros. Eles nunca teriam alcançado esses números se todos permanecessem juntos. Esse crescimento aconteceu por meio de novas conversões e não pela adição de membros de outras Igrejas como muitas vezes acontece em grandes Igrejas que possuem programas atrativos.

Através da pandemia, no Brasil, as Igrejas em células não perderam membros. As finanças permaneceram fortes e muitos foram convertidos. Minha própria igreja local continua apoiando nossos missionários no campo por meio de parcerias que já tínhamos antes da pandemia.

Plantar igrejas é a maneira mais eficaz de alcançar pessoas para o Reino. Vamos continuar plantando novas igrejas!

AJUDE-NOS DEUS!

Robert M. Lay

Ministério da Igreja em Células Brasil

Spanish blog:

Plantación de Iglesias Celulares

Por Robert Lay, Ministerio de Iglesias Celulares de Brasil, www.celulas.com.br

Jesús modelo de cómo plantar iglesias. Él y sus discípulos iban por todas las ciudades y pueblos predicando el evangelio (Mateo 9). Envió a sus discípulos a las casas de dos en dos (Lucas 9-10). Sus discípulos siempre iban con él y aprendían de él. Más tarde, cuando se convirtieron en apóstoles, siguieron haciendo lo mismo que habían aprendido de su Maestro.

En Hechos 13, leemos que el Espíritu Santo envió al apóstol Pablo y a Bernabé en una misión de plantación de iglesias. Pablo recorrió toda Europa plantando y estableciendo iglesias, pero siempre volvía a su iglesia local en Antioquía.

Tenemos suficiente evidencia bíblica para saber cómo plantar iglesias hoy en día. El envío de misioneros en equipos es la mejor manera. La manera más eficiente es el evangelismo relacional que resulta en la plantación de iglesias. Funciona en todas partes del mundo porque Dios nos creó como seres humanos relacionales.

En Brasil tenemos muchos ejemplos de plantación de iglesias celulares. Hay diferentes maneras de hacerlo. Se puede multiplicar una célula y enviarla a otra parte de la ciudad para iniciar una nueva plantación. Hay células que se envían a otro estado, apoyadas por la Iglesia madre durante un tiempo, hasta que las personas encuentren trabajo para mantenerse. Las Asambleas de Dios hicieron esto en Brasil durante mucho, mucho tiempo.  Siempre empezaban en las casas, con los miembros dirigiendo, hasta que se formaba una congregación. Después buscaban un lugar de reunión más grande para las celebraciones. No es de extrañar que hoy sean la mayor denominación evangélica en Brasil.

Hay una iglesia celular muy exitosa en el noreste de Brasil llamada “Catedral de Louvor Maranata” (Catedral de Alabanza Maranatha) que tiene unos mil miembros. Ellos decidieron enviar trece asesores con sus células para que cada uno formara una nueva Iglesia que plante. Esto significa que plantaron trece nuevas iglesias. Los asesores tenían entre tres y cinco células.

La Iglesia madre se quedó con la mitad de los miembros. Los asesores tenían el apoyo espiritual de la Iglesia madre. Hoy tienen dos mil quinientos miembros. Nunca habrían alcanzado esta cifra si hubieran permanecido todos juntos. Este crecimiento se produjo a través de nuevas conversiones y no por la adición de miembros de otras Iglesias, como suele ocurrir en las grandes Iglesias que tienen programas atractivos.

A lo largo de la pandemia, en Brasil, las iglesias celulares no han perdido miembros.  Las finanzas se han mantenido fuertes y muchos se han convertido. Mi propia iglesia local sigue apoyando a nuestros misioneros en el campo a través de asociaciones que ya teníamos antes de la pandemia.

La plantación de iglesias es la forma más eficaz de llegar a la gente para el Reino. ¡Sigamos plantando nuevas iglesias!

¡AYÚDANOS DIOS!

Robert M. Lay

Ministerio de la Iglesia Celular Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published.