Keep Moving: The Importance of Exercise

By Joel Comiskey, Living in Victory

Paul said to Timothy, “For physical training is of some value, but godliness has value for all things, holding promise for both the present life and the life to come” (1 Timothy 4:8). Paul tells us that exercise does have value and that godliness should also be considered a high value for Christians who desire to be faithful followers.

Exercising regularly is essential for optimal health. God has made the body to exercise, to move around. The term couch potato describes a person who spends little or no time exercising and a great deal of time watching television. Couch potatoes sit at work, sit in their car, and then sit while watching TV. This combination of sitting and not exercising increases the risk of dying by 37 percent, according to a study of 123,216 people who were followed over a fourteen-year period.

Any exercise is better than none. Granted, the best type of exercise is strenuous enough to get the blood pumping to strengthen the heart, which includes walking, running, jogging, dancing, swimming, and just about anything that keeps the body moving. Paige Waehner, a personal trainer, writes:

If you hate gym workouts, don’t force yourself onto a treadmill. Walk, jog, or bike outdoors to enjoy the scenery. If you like socializing, consider sports, group fitness, working out with a friend or a walking club. Choose something you can see yourself doing at least three days a week. To meet the exercise recommendations, you need to do cardio three days per week. Make it easier to be motivated by choosing an activity that will be convenient for you to do that often, at least until you’ve formed the habit (www.verywellfit.com)

Running was my exercise of choice for most of my life. I ran consistently for several miles in the morning. I even trained for and completed a half-marathon. Then I developed a “runner’s hernia” (Inguinal hernia) in 2011.  The doctor who operated suggested that I trade in my running for walking. I took his advice.

Since 2011, my goal is walking 14,000 steps per day, and I usually come close to fulfilling this. When I exercise, my mind is more in tune, and I can accomplish much more for his glory. Just the opposite occurs when I sit for long periods without walking.

Most people, however, don’t need to average 14,000 steps per day. One Harvard study of nearly 17,000 women concluded that those who walked 7,500 steps or more had the lowest mortality rate. Even women who walked 4,400 steps had a lower mortality rate than those who were the least active and walked only about 2,000 steps.

Some people find trainers to guide them in the exercise process. I commend this type of commitment and all those who exercise regularly and seriously. The key is getting off the couch and getting the body moving.

While we’re on this earth and in a physical body, God desires that we keep it as healthy as possible. We can live far more victoriously when our bodies are alert, vibrant, and responding to the Holy Spirit’s direction.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Mantenha-se em Movimento: a Importância do Exercício

Por Joel Comiskey,  Living in Victory

Paulo disse a Timóteo: “Pois o preparo físico tem algum valor, mas a piedade vale para todas as coisas, tendo promessa tanto para a vida presente como para a vida futura” (1 Timóteo 4:8). Paulo nos diz que o exercício tem valor e que a piedade também deve ser considerada um valor alto para os cristãos que desejam ser seguidores fiéis.

Exercitar-se regularmente é essencial para uma saúde ideal. Deus fez o corpo para se exercitar, para se movimentar. O termo couch potato* (uma expressão para sedentário) descreve uma pessoa que passa pouco ou nenhum tempo se exercitando e muito tempo assistindo televisão. Sedentários sentam-se no trabalho, sentam-se no carro e depois sentam-se enquanto assistem à TV. Essa combinação de sentar e não se exercitar aumenta o risco de morte em 37%, de acordo com um estudo com 123.216 pessoas que foram acompanhadas por um período de quatorze anos.

Qualquer exercício é melhor do que nenhum. É verdade que o melhor tipo de exercício é extenuante o suficiente para fazer o sangue bombear para fortalecer o coração, o que inclui caminhar, correr, correr, dançar, nadar e praticamente qualquer coisa que mantenha o corpo em movimento. Paige Waehner, personal trainer, escreve:

Se você odeia exercícios em academia, não se force a uma esteira. Caminhe, corra ou ande de bicicleta ao ar livre para apreciar a paisagem. Se você gosta de socializar, considere esportes, ginástica em grupo, malhar com um amigo ou um clube de caminhada. Escolha algo que você possa se ver fazendo pelo menos três dias por semana. Para atender às recomendações de exercícios, você precisa fazer cardio três dias por semana. Facilite a motivação escolhendo uma atividade que seja conveniente para você fazer isso com frequência, pelo menos até formar o hábito  (www.verywellfit.com)

Correr foi o meu exercício de escolha durante a maior parte da minha vida. Corri consistentemente por vários quilômetros pela manhã. Até treinei e completei uma meia maratona. Então desenvolvi uma “hérnia do corredor” (hérnia inguinal) em 2011. O médico que operou sugeriu que eu trocasse minha corrida por caminhada. Eu segui o conselho dele.

Desde 2011, meu objetivo é caminhar 14.000 passos por dia, e costumo chegar perto de cumprir isso. Quando me exercito, minha mente fica mais sintonizada e posso realizar muito mais para a glória dele. Exatamente o oposto ocorre quando fico sentado por longos períodos sem caminhar.

A maioria das pessoas, no entanto, não precisa dar em média 14.000 passos por dia. Um estudo de Harvard com quase 17.000 mulheres concluiu que aquelas que andaram 7.500 passos ou mais tiveram a menor taxa de mortalidade. Mesmo as mulheres que andaram 4.400 passos tiveram uma taxa de mortalidade menor do que aquelas que eram menos ativas e andaram apenas cerca de 2.000 passos

Algumas pessoas encontram treinadores para orientá-los no processo de exercício. Recomendo este tipo de compromisso e todos aqueles que se exercitam regularmente e com seriedade. A chave é sair do sofá e colocar o corpo em movimento.

Enquanto estamos nesta terra e em um corpo físico, Deus deseja que o mantenhamos o mais saudável possível. Podemos viver muito mais vitoriosamente quando nossos corpos estão alertas, vibrantes e respondendo à direção do Espírito Santo.

Spanish blog:

La importancia del ejercicio

Por Joel Comiskey, Viviendo en Victoria

Pablo le dijo a Timoteo: “Pues aunque el ejercicio físico trae algún provecho, la piedad es útil para todo, ya que incluye una promesa no solo para la vida presente, sino también para la venidera.” (1 Timoteo 4: 8). Pablo nos dice que el ejercicio tiene valor y que la piedad también debe considerarse de alto valor para los cristianos que desean ser fieles seguidores.

Hacer ejercicio regularmente es esencial para una salud óptima. Dios ha hecho al cuerpo para ejercitarse y moverse. El término teleadicto describe a una persona que pasa poco o nada de tiempo haciendo ejercicio y mucho tiempo mirando televisión. Las personas sedentarias se sientan en el trabajo, se sientan en su automóvil y luego se sientan mientras miran televisión. Esta combinación de sentarse y no hacer ejercicio aumenta el riesgo de morir en un 37 por ciento, según un estudio de 123,216 personas que fueron evaluadas durante un período de catorce años.

Cualquier ejercicio es mejor que ninguno. Por supuesto, el mejor tipo de ejercicio es aquel lo suficientemente intenso como para que la sangre bombee para fortalecer el corazón, lo que incluye caminar, correr, trotar, bailar, nadar y casi cualquier cosa que mantenga al cuerpo en movimiento. Paige Waehner, una entrenadora personal, escribe:

Si odias los entrenamientos en el gimnasio, no te fuerces a usar una banda sin fin. Camina, trota o anda en bicicleta al aire libre para disfrutar del paisaje. Si te gusta socializar, considera los deportes, el ejercicio en grupo, hacer ejercicio con un amigo o en un club de caminatas. Elije algo que puedas verte haciendo al menos tres días a la semana. Para cumplir con las recomendaciones de ejercicio, debes hacer cardio tres días por semana. Haz que sea más fácil estar motivado eligiendo una actividad que te resulte conveniente hacer a menudo, al menos hasta que hayas adquirido el hábito www.verywellfit.com)

Correr fue mi ejercicio preferido durante la mayor parte de mi vida. Corría consistentemente por varios kilómetros en la mañana. Incluso entrené y completé una media maratón. Luego desarrollé una “hernia de corredor” (hernia inguinal) en 2011. El médico que me operó me sugirió que cambiara correr por caminar. Seguí su consejo.

Desde 2011, mi objetivo es caminar 14,000 pasos por día, y por lo general estoy cerca de lograrlo. Cuando hago ejercicio, mi mente está más en sintonía y puedo lograr mucho más para Su gloria. Todo lo contrario ocurre cuando me siento por largos períodos sin caminar.

Sin embargo, la mayoría de las personas no necesitan promediar 14,000 pasos por día. Un estudio de Harvard de casi 17,000 mujeres concluyó que aquellas que caminaron 7,500 pasos o más tenían la tasa de mortalidad más baja. Incluso las mujeres que caminaron 4,400 pasos tuvieron una tasa de mortalidad más baja que las que fueron menos activas y caminaron solo unos 2,000 pasos.

Algunas personas encuentran entrenadores para guiarlos en el proceso de ejercicio. Elogio este tipo de compromiso y a todos aquellos que hacen ejercicio regularmente y con seriedad. La clave es levantarse del sofá y hacer que el cuerpo se mueva. Mientras estemos en esta tierra y en un cuerpo físico, Dios desea que lo mantengamos lo más saludable posible. Podemos vivir mucho más victoriosamente cuando nuestros cuerpos están alertas, vigorosos y respondiendo a la dirección del Espíritu Santo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.