Prayer is More Than a Method

Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

“What the Church needs to-day is not more machinery or better, not new organizations or more and novel methods, but men whom the Holy Ghost can use — men of prayer, men mighty in prayer. The Holy Ghost does not flow through methods, but through men. He does not come on machinery, but on men. He does not anoint plans, but men — men of prayer.” ― E.M. Bounds, Power Through Prayer

This is one of my favorite quotes, yet, I seem to forget it all too often.  I plan and prepare, plan and prepare, then plan and prepare even more.  This year, it seems that all of the planning and preparation seems to have fallen to the wayside.  And I look up to the sky and finally ask, “What are Your plans?  How do You want me to prepare?”

Often in cell ministry, we are looking for the next best thing, trying to find bells and whistles to attract church members to join or reach people in our community.  But the real question is, how much time are we spending seeking THE PLAN MAKER?  We look for the anointing and long for His leading, but fall short on how much we are seeking Him in prayer, and seeking to be men and women of prayer.

As leaders, here are a few things we can do to be men and women of prayer:

  • Find prayers in the Bible that Jesus (Matthew 6:9-13), Paul (Ephesians 3:14-21), or Moses (Exodus 33:15-18) prayed and make them your own. 
  • Set reminders on your phone and computer to stop throughout the day and pray.
  • Pick a day each week for prayer and fasting – Ask your group to join you and pray for each other and the needs of the group.
  • At your next group meeting, spend time in prayer and show others how they can pray.

As we do this, then others that we lead will see the difference and may join in. My hope is that we as leaders can rise up in prayer and be mighty men and women that are known not for how eloquently we spoke or creative we could get, but instead, we are remembered because we sought the Lord through prayer.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Oração é Mais do Que Métodos

Por Michelle Geoffrey, pastora de célula na www.celebrationchurch.org

“O que a Igreja precisa hoje não é de maquinário ou maquinário aperfeiçoado nem de novas organizações ou de mais e melhores métodos, mas de homens que o Espírito Santo possa usar – homens de oração homens poderosos na oração. O Espírito Santo não flui por intermédio de métodos e sim por meio de homens. Ele não desce sobre maquinário, mas sobre homens. Ele não unge planos e sim homens – homens de oração.” – E.M. Bounds, Poder Pela Oração

Essa é uma das minhas frases favoritas, ainda assim, eu me pego esquecendo-a com frequência. Eu planejo e preparo, planejo e preparo, então planejo e preparo ainda mais. Esse ano parece que todo planejamento e preparo foi por água abaixo. E eu olho pro céu e finalmente pergunto, “Quais são os Teus planos? Como Tu queres que eu me prepare?”

Frequentemente em ministério em célula, nós estamos olhando para a próxima grande coisa, tentando encontrar os sinos e apitos que atraem os membros da igreja para se juntar e alcançar as pessoas em nossa comunidade. Mas a pergunta de verdade é quanto tempo nós estamos gastando procurando o FAZEDOR DE PLANOS? Nós procuramos por unção e desejamos Sua liderança, mas deixamos a desejar quanto nós estamos procurando-O em oração e procurando ser homens e mulheres de oração.

Como líderes, aqui estão algumas coisas que nós podemos fazer para sermos homens e mulheres de oração:

  • Encontre orações na Bíblia que Jesus (Mateus 6:9-13), Paulo (Efésios 3:14-21), ou Moisés (Êxodo 33:15-18) oraram e faça delas suas próprias orações. 
  • Coloque lembretes no seu telefone e computador para parar ao longo do dia e orar.
  • Escolha um dia cada semana para orar e jejuar – Peça seu grupo que se junte a você e orem juntos por cada um e pelas necessidades do grupo.
  • No seu próximo encontro de grupo, gaste tempo em oração e mostre aos outros como eles podem orar.

Enquanto nós fazemos isso, outros que nós lideramos virão a diferença e pode ser que se juntem a nós. Minha esperança é que nós como líderes possamos nos levantar em oração e sermos poderosos homens e mulheres que são conhecidos não por quão eloquentemente nós falamos ou quão criativos podemos ser, ao contrário, nós seremos lembrados porque nós buscamos o Senhor através da oração.

Spanish blog:

La oración es más que métodos

Por Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

“Lo que la Iglesia necesita hoy no es más o mejor maquinaria, no son nuevas organizaciones o más y novedosos métodos, sino hombres a quienes el Espíritu Santo puede usar: hombres de oración, hombres poderosos en oración. El Espíritu Santo no fluye a través de métodos, sino a través de los hombres. No viene en maquinaria, sino en hombres. No unge planes, sino hombres, hombres de oración. – Bounds (Límites) de E.M., Poder a través de la oración

Esta es una de mis citas favoritas, sin embargo, parece que la olvido con demasiada frecuencia. Planifico y preparo, planifico y preparo, luego planifico y preparo aún más. Este año, parece que toda la planificación y preparación parece ha quedado en el camino. Y miro hacia el cielo y finalmente pregunto: “¿Cuáles son tus planes? ¿Cómo quieres que me prepare?

A menudo, en el ministerio celular, estamos buscando lo mejor, tratando de encontrar campanas y silbatos para atraer a los miembros de la iglesia a unirse o llegar a las personas de nuestra comunidad. Pero la verdadera pregunta es, ¿cuánto tiempo pasamos buscando AL PLANIFICADOR? Buscamos la unción y anhelamos su dirección, pero nos quedamos cortos en cuánto lo buscamos en oración, y en cuanto buscamos ser hombres y mujeres de oración.

Como líderes, aquí hay algunas cosas que podemos hacer para ser hombres y mujeres de oración:

  • Busca oraciones en la Biblia que Jesús (Mateo 6: 9-13), Pablo (Efesios 3: 14-21) o Moisés (Éxodo 33: 15-18) hicieron y hazlas tuyas.
  • Establece recordatorios en tu teléfono y computadora para que te detengan durante el día y ores.
  • Elige un día cada semana para orar y ayunar. Pide a tu célula que se una a ti y oren por los demás y por las necesidades del célula. 
  • En tu próxima reunión celular, pasa tiempo en oración y muestra a los demás cómo pueden orar.

Al hacer esto, aquellos que lideremos verán la diferencia y podrán unirse. Espero que nosotros, como líderes, podamos levantarnos en oración y ser hombres y mujeres poderosos que no sean conocidos por la elocuencia con la que hablamos o porque somos creativos, pero en cambio, seamos recordados porque buscamos al Señor a través de la oración.

And The Lord Answered

Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

As I write this blog, my heart is breaking. It is breaking because my country is in turmoil. We are facing a disease deeper and deadlier than the Coronavirus. We are living in a place where people are judged by the color of their skin. As leaders, how do we fight against this travesty?  As Christians, we need to love others unconditionally.

Most of us would say that we love everyone, but we need to ask Jesus to examine our hearts. We need to be intentional with our words and actions, both in inviting people to the celebration service as well as the cell group.  

My only solace over the last couple of weeks is Job 38:1, “And the Lord answered Job….” I think about those words and my eyes fill with tears. God responded to Job with such grace and authority. How humbling that moment must have been for Job. He had been looking and longing to hear from God in his horrible circumstances and persisted until he received an answer. I don’t think it was the answer Job thought he wanted, but it was what he needed. The Lord’s response is all we need.

We all have questions. There is so much we don’t understand. No one has gone through life unscathed, and those moments are what we can reflect upon as leaders and remember to walk in humility and love others – as Christ loved. During Christ’s life on this earth, He was frustrated by those that claimed to know His Father but didn’t obey His Father. 

As Christians, we must love everyone. When we truly love someone, we sympathize, we mourn and we fight for them. As leaders, we must look to understand those that are not like us and invite them into our group.

I challenge you as a leader to look at your cell group and your church. Make sure that everyone has the same socioeconomic status. Would someone feel comfortable if their skin was darker or lighter than yours? If so, be the catalyst for change.

God’s response to Job, I believe, is to show us that through all of the disease, sin, storms and confusion, He is not shaken. We can trust that he is faithful and his plan will come to pass. In Job 38:2, God says, “Who is this that obscures my plans with words without knowledge? Brace yourself like a man; I will question you, and you shall answer me.” 

May we be the kind of leaders that will listen and obey the Lord’s command in Micah 6:8, “…and what does the Lord require of you but to do justice, and to love kindness, and to walk humbly with your God.”

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Senhor respondeu

Michelle Geoffrey, Pastora de células na Celebration Church, www.celebrationchurch.org

Eu estou escrevendo este artigo com meu coração despedaçado. Meu coração está neste estado porque o meu país está em meio a um turbilhão. Estamos encarando uma doença muito mais profunda e mortal do que o Corona vírus. Vivemos em um local onde as pessoas são julgadas pela cor da sua pele. Enquanto líderes, como podemos lutar contra este engano? Se somos cristãos, precisamos amar uns aos outros incondicionalmente.

A maioria de nós possivelmente diria que amamos a todos, mas precisamos pedir que Jesus examine os nossos corações. Precisamos agir intencionalmente em tudo que dissermos e fizermos, tanto quando convidamos pessoas para os cultos de celebração quanto para as células.  

Meu único consolo nas últimas semanas tem sido o texto de Jó 38:1, “Depois disto, o SENHOR, do meio de um redemoinho, respondeu a Jó …” Penso nestas palavras e meus olhos se enchem de lágrimas. Deus respondeu a Jó de uma forma graciosa, entretanto com muita autoridade. Como aquele deve ter sido um momento de humildade para Jó. Há muito ele buscava ouvir a Deus em meio às suas horríveis circunstâncias, e assim persistiu até que teve sua resposta. Penso que não foi a resposta que Jó desejava, mas certamente foi a resposta que ele precisava. A resposta do Senhor é tudo o que precisamos.

Todos nós temos questionamentos. Há tanto que não podemos compreender. Ninguém passa pela vida sem sofrimentos, incólume, e esses são os momentos sobre os quais, como líderes, podemos meditar e relembrar a nós mesmos de andar em humildade e amar ao próximo, como Cristo amou. Durante sua vida na terra, Ele se sentiu frustrado com as pessoas que diziam amar ao Pai, mas não obedeciam ao seu Pai.

Os Cristãos devem amar a todos. Quando realmente amamos alguém, temos empatia, nós compartilhamos o luto e batalhamos por estas pessoas. Como líderes, precisamos buscar entender aqueles que não são como nós e convidá-los a fazer parte do nosso grupo.

Desafio você, em seu papel de líder, a observar sua célula e sua igreja. Um grupo de pessoas com o mesmo padrão socioeconômico. Você estaria confortável se a cor da pele destas pessoas fosse mais escura ou mais clara do que a sua? Caso seja verdade, seja você o catalisador de mudanças.

Eu creio que a resposta de Deus para Jó nos mostra que mesmo em meio a toda doença, pecado, tempestades e confusão, Ele não se abala. Nós podemos confiar que ele é fiel e Seu planos não serão frustrados. No texto de Jó 38:2, Deus diz: “Quem é este que escurece os meus desígnios com palavras sem conhecimento? Cinge, pois, os lombos como homem, pois eu te perguntarei, e tu me farás saber.”

Podemos sim, ser o tipo de líderes que ouvirão e obedecerão à ordem do Senhor que está no Livro de Miquéias, capítulo 6, verso 8: “Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o SENHOR pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus.”

Spanish blog:

Y el Señor respondió

Por Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

Mientras escribo este blog, mi corazón se está rompiendo. Se está rompiendo porque mi país está en crisis. Nos enfrentamos a una enfermedad más profunda y mortal que el coronavirus. Estamos viviendo en un lugar donde las personas son juzgadas por el color de su piel. Como líderes, ¿cómo luchamos contra esta situación? Como cristianos, debemos amar a los demás incondicionalmente.

La mayoría de nosotros diría que amamos a todos, pero necesitamos pedirle a Jesús que examine nuestros corazones. Necesitamos ser intencionales con nuestras palabras y acciones, tanto al invitar a las personas al servicio de celebración como al grupo celular.

Mi único consuelo en las últimas semanas es Job 38: 1, “Y el Señor respondió a Job …” Pienso en esas palabras y mis ojos se llenan de lágrimas. Dios respondió a Job con tanta gracia y autoridad. Qué humillante debe haber sido ese momento para Job. Había estado esperando y deseando saber de Dios en sus horribles circunstancias y persistió hasta que recibió una respuesta. No creo que fuera la respuesta que Job pensó que quería, pero era lo que necesitaba. La respuesta del Señor es todo lo que necesitamos.

Todos tenemos preguntas, hay tanto que no entendemos. Nadie ha pasado por la vida ileso, y en esos momentos podemos reflexionar como líderes y recordar caminar con humildad y amar a los demás, como lo hizo Cristo. Durante la vida de Cristo en esta tierra, se sintió frustrado por aquellos que afirmaban conocer a su Padre pero no lo obedecían.

Como cristianos, debemos amar a todos. Cuando realmente amamos a alguien, simpatizamos, lloramos y luchamos por ellos. Como líderes, debemos tratar de comprender a aquellos que no son como nosotros e invitarlos a nuestro grupo.

Te desafío como líder a mirar a tu grupo celular y a tu iglesia. Asegúrate de que todos tengan el mismo nivel socioeconómico. ¿Se sentiría alguien cómodo si su piel fuera más oscura o más clara que la tuya? Si es así, sé el catalizador del cambio.

Creo que la respuesta de Dios a Job es mostrarnos que a través de toda la enfermedad, el pecado, las tormentas y la confusión, Él no es sacudido. Podemos confiar en que es fiel y su plan se cumplirá. En Job 38: 2, Dios dice: “¿Quién es este que oscurece mis planes con palabras sin conocimiento? Prepárate como un hombre; Te interrogaré y tú me responderás.

Que seamos el tipo de líderes que escuchan y obedecen el mandato del Señor en Miqueas 6: 8, “… y qué requiere el Señor de ustedes, sino hacer justicia, amar la bondad y caminar humildemente con su Dios.”

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

Don’t Stay Hidden

Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

Over the past few months, the cell groups at Celebration have truly become the church, like we have always hoped.   Groups have adapted to meeting virtually or by phone, checking in on each other between the meetings and praying together more.  Although this was never the way the church leadership had envisioned it, the leaders are rising up in powerful and Spirit-filled ways.  We are growing in number by being apart, but we are not always going to stay apart. 

Through the pandemic, I have been studying Acts and was especially encouraged by chapter 11.  This was a time when the church was suffering grave persecution.  Verses 19-21 say, “Now those who had been scattered by the persecution that broke out when Stephen was killed traveled as far as Phoenicia, Cyprus and Antioch, spreading the word only among Jews. Some of them, however, men from Cyprus and Cyrene, went to Antioch and began to speak to Greeks also, telling them the good news about the Lord Jesus. The Lord’s hand was with them, and a great number of people believed and turned to the Lord.” 

Right now we have been scattered, we are all sequestered to our homes, but as restrictions are lifted and we go back to the “new normal,” what are we going to do? 

As we move forward, we  cannot get too comfortable with meeting online, but take the appropriate precautions.  It is easy to get used to not having to fight traffic daily to get to work, fixing dinner while attending a group, or rolling out of bed to watch church on Sunday without brushing our hair, but we were built to live in community.  The word “community” means “a feeling of fellowship with others, as a result of sharing common attitudes, interests, and goals.”  To truly have a feeling of fellowship, we need to see each other in real life, even if that means having to get dressed to do it.

Help people to think beyond themselves and know that the church is alive and well.  Even though we are scattered, let’s look forward to the days to come when we can go out and be truly together.  The disciples adapted to the new set of circumstances, it says “the Lord’s hand was with them.”  When the time is right, don’t stay hidden away, but instead come out and have real fellowship with your cell group family, attend church in-person and spread the Gospel to those around you.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Não Fique Escondido

Michelle Geoffrey, pastor de célula na www.celebrationchurch.org

De uns meses para cá, os grupos de células na Celebration tem verdadeiramente se tornado a igreja, como nós sempre almejamos. Grupos tem se adaptado ao encontro virtual ou por telefone, checando uns aos outros entre as reuniões e orando mais juntos. Embora esse nunca tenha sido o modo como a liderança da igreja tenha visionado acontecer, os líderes estão se levantado de modo poderoso e cheios do Espírito. Nós estamos crescendo em números mesmo estando a parte, porém nós não iremos ficar sempre a parte.

Através da pandemia, eu tenho estudado Atos e fui especialmente encorajada pelo capítulo 11. Esse foi um tempo quando a igreja estava sofrendo grande perseguição. Versos 19-21 diz, “Os que tinham sido dispersos por causa da perseguição desencadeada com a morte de Estêvão chegaram até à Fenícia, Chipre e Antioquia, anunciando a mensagem apenas aos judeus. Alguns deles, todavia, cipriotas e cireneus, foram a Antioquia e começaram a falar também aos gregos, contando-lhes as boas novas a respeito do Senhor Jesus. A mão do Senhor estava com eles, e muitos creram e se converteram ao Senhor.”

Nesse momento nós temos sido dispersos, nós todos fomos sequestrados para nossos lares, porém conforme as restrições são suspensas e nós voltamos para o “novo normal,” o que nós vamos fazer?

Enquanto nós nos movemos para frente, nós não podemos ficar confortáveis demais com reuniões online, contudo tomar as precauções apropriadas. É fácil se acostumar com não ter que encarar trânsito diariamente para ir ao trabalho, fazer o jantar enquanto participa de um grupo, ou rolar para fora da cama para assistir a igreja no domingo sem pentear nosso cabelo, mas nós fomos feitos para viver em comunidade. A palavra “comunidade” significa “um sentimento de companhia com outros, como resultado do compartilhar de comportamento, interesses e objetivos comuns.” Para ter verdadeiramente um sentimento de comunhão, nós precisamos ver uns aos outros em vida real, mesmo que isso signifique ter que se arrumar para tal.

Ajude as pessoas a pensar além delas mesmas e a saber que a igreja está viva e bem. Mesmo embora nós estejamos espalhados, vamos olhar para frente para o dias que virão quando nós poderemos sair e verdadeiramente estarmos juntos. Os discípulos adaptaram para o novo contexto de circunstâncias, lemos “a mão do Senhor estava com eles.” Quando o tempo for apropriado, não fique escondido, mas ao invés disso, saia e tenha comunhão real com sua família do grupo de célula, participe da igreja presencialmente e compartilhe o Evangelho com aqueles ao seu redor.

Spanish blog:

No te ocultes

Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

En los últimos meses, los grupos celulares en la iglesia Celebration realmente se han convertido en la iglesia, como siempre hemos esperado. Los grupos se han adaptado para reunirse virtualmente o por teléfono, comunicándose entre ellos y orando más juntos. Aunque esta nunca fue la forma en que el liderazgo de la iglesia lo había imaginado, los líderes se están levantando de maneras poderosas y llenas del Espíritu. Estamos creciendo en número al estar separados, pero no siempre vamos a estar separados.

A través de la pandemia, he estado estudiando Hechos y me animó especialmente el capítulo 11. Esta era una época en que la iglesia sufría una grave persecución. Los versículos 19-21 dicen: “Ahora bien, los que habían sido esparcidos a causa de la persecución que hubo con motivo de Esteban, pasaron hasta Fenicia, Chipre y Antioquía, no hablando a nadie la palabra, sino sólo a los judíos. Pero había entre ellos unos varones de Chipre y de Cirene, los cuales, cuando entraron en Antioquía, hablaron también a los griegos, anunciando el evangelio del Señor Jesús. Y la mano del Señor estaba con ellos, y gran número creyó y se convirtió al Señor.”

En este momento nos hemos dispersado, estamos secuestrados en nuestros hogares, pero a medida que se levantan las restricciones y volvemos a la “nueva normalidad”, ¿qué vamos a hacer?

A medida que avanzamos, no podemos sentirnos demasiado cómodos con las reuniones en línea, pero tome las precauciones adecuadas. Es fácil acostumbrarse a no tener que luchar contra el tráfico a diario para ir al trabajo, preparar la cena mientras asistes a una célula o salir de la cama para ver la iglesia los domingos sin cepillarse el pelo, pero fuimos creados para vivir en comunidad. La palabra “comunidad” significa “un sentimiento de comunión con los demás, como resultado de compartir actitudes, intereses y objetivos comunes”. Para tener un verdadero sentimiento de comunión, necesitamos vernos en la vida real, incluso si eso significa tener que vestirnos para hacerlo.

Ayuda a las personas a pensar más allá de sí mismas y saber que la iglesia está viva y bien. Aunque estamos dispersos, esperemos con ansias los días por venir cuando podamos salir y estar realmente juntos. Los discípulos se adaptaron al nuevo conjunto de circunstancias, dice “la mano del Señor estaba con ellos”. Cuando sea el momento adecuado, no te quedes escondido, sino que sal y ten una verdadera comunión con la familia de tu grupo celular, asiste a la iglesia en persona y difunde el Evangelio a quienes te rodean.

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

More Than Ever

Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

In a few short days, life went from “normal” to being quarantined at home.  Everything seemed to shift in a moment. For me, I normally have a meeting with my mentor once a month, although she is always there when I reach out between our times together.  Our regularly scheduled time to meet was during the first week we were working from home and had so much to do. We decided to cancel the meeting and would resume when life got back to normal.  At the time, I was fine with this, but after a couple of weeks, my heart grew heavy. I wanted to reach out, but didn’t because I thought, “She is busy, and I don’t want to bother her.” I did not reach out.  Later that same week, she sent me a message that said, “I miss you.” My eyes filled with tears. I needed her wisdom and counsel, but I had not reached out.

This made me think about those that I lead.  Had I reached out? Did they know I was there for them?  Am I available to listen, to pray and to encourage? Now, the need to effectively communicate is more important than ever.  We have leaders and cell members that need us, and all we have to do is reach out. At this moment, people are quarantined, isolated and lonely.  Some are finding the solitude to be a blessing, but others are seeing it as a loss. Right now as leaders, we should be connecting and checking in on those we lead more than ever before.

Here are a few ideas: (based on what is allowed in your community)

  • Have regular leader meetings virtually. Get everyone together to see how groups are going, share testimonies and prayer requests.
  • Invite leaders for a virtual coffee date. Spend time with each leader to see how they are doing and what you can do to encourage them
  • Send note cards in the mail to your leaders with scriptures and positivity
  • Drop off a meal or sweet treat
  • Call your leaders/members on the phone and ask questions, like: What has changed in your home recently? How are you taking care of yourself? Are you able to spend time with Jesus regularly? Ask questions and be prepared to help them come up with creative solutions.

Right now is when we have the chance to build up trust with our people and minister like never before, but some leaders have made themselves “unavailable” during this time. Instead, let’s be leaders that connect with those we lead and help them to not only to make it through this pandemic, but help them to soar above it.  They need to hear from us now more than ever.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Agora mais do que nunca

Michelle Geoffrey

Pastora de células na Celebration Church. (www.celebrationchurch.org)

Em poucos dias, a vida passou do que era “normal” para a situação de quarentena em casa. Tudo pareceu mudar instantaneamente. Para mim, o normal seria por exemplo eu ter um encontro com minha mentora uma vez por mês, mesmo sabendo que ela sempre estava disponível sempre que eu precisasse, no período entre os encontros. Nossos encontros aconteciam na primeira semana do mês. Nós trabalhávamos de casa e tínhamos muitos assuntos para conversar. Com tudo o que estava acontecendo, decidimos cancelar os encontros e voltar a nos reunir quando a vida voltasse ao normal. Quando decidimos assim, eu achei que era uma boa decisão, mas depois de algumas semanas, meu coração se agitou quanto a isto. Eu até queria entrar em contato com minha mentora mas acabei não fazendo isso. Eu pensava: “ela deve estar ocupada, não quero incomodar”. Decidi não entrar em contato. Mais tarde naquela semana, recebi uma mensagem dela: “estou com saudade”. Meus olhos se encheram de lágrimas. Eu realmente precisava da sua sabedoria e seus conselhos, mas eu não a procurei.

Esta situação me levou a meditar sobre as pessoas que eu mesma lidero. Será que eu mesma tinha buscado o contato com cada uma delas? Será que cada uma destas pessoas sabia que eu estava disponível para ser contactada? Eu continuava mesmo disponível para ouvir, orar e encorajar cada uma das pessoas que eu lidero? Neste momento a necessidade de comunicação efetiva é mais importante do que nunca. Nós temos líderes de células e membros das células que precisam de nós e tudo que precisamos fazer é buscar o contato com cada um deles. As pessoas estão em quarentena, isoladas e se sentido sozinhas. Algumas até estão se sentindo abençoadas por estes momentos de isolamento, mas muitas outras estão se sentido mal com tudo isso. Nosso papel como líderes agora é estar em contato e acompanhá-los mais de perto ainda.

Seguem algumas ideias. (Use de acordo com o que é possível e permitido na sua própria comunidade)

  • Promova reuniões frequentes com os líderes de célula. Permita que todos os líderes estejam cientes de como todas as células estão caminhando, compartilhe testemunhos e pedidos de oração.
  • Convite líderes individualmente para um “café virtual”. Invista em tempo com cada um dos líderes para se certificar de como eles estão prosseguindo e para encorajá-los na caminhada.
  • Envie mensagens, por email ou carta regular, com passagens Bíblicas e frases de encorajamento.
  • Envie um lanche ou uma sobremesa bem gostosa para seus líderes.
  • Ligue para os líderes por telefone e faça perguntas do tipo: “O que mudou na sua casa e no seu dia-a-dia? Você está se cuidando? Você continua conseguindo separar tempo para seu momento devocional?” Faça as perguntas e esteja preparado para ajudar cada líder através de soluções criativas.

Este é um momento único e podemos aproveitá-lo para aumentar nosso comprometimento e a confiança das pessoas, mas alguns líderes vão se colocar como “indisponíveis” durante este período. Ao invés disso, sejamos líderes que se conectam com suas equipes e as ajudam a não somente atravessar tudo o que está acontecendo, mas fazer isso com excelência. Nossas equipes precisam de nós como nunca.

Spanish blog:

Más que nunca

Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

En unos pocos días, la vida pasó de ser “normal” a estar en cuarentena en casa. Todo pareció cambiar en un momento. Yo normalmente tengo una reunión con mi mentor una vez al mes, aunque ella siempre está allí cuando me comunico entre nosotros. Nuestro horario habitual para reunirnos fue durante la primera semana que estábamos trabajando desde casa y teníamos mucho que hacer. Decidimos cancelar la reunión y reanudaríamos cuando la vida volviera a la normalidad. En ese momento, estaba bien con esto, pero después de un par de semanas, mi corazón se puso cargó. Quería comunicarme, pero no lo hice porque pensé: “Ella está ocupada y no quiero molestarla”. No me acerqué. Más tarde esa misma semana, ella me envió un mensaje que decía: “Te extraño”. Mis ojos se llenaron de lágrimas, necesitaba su sabiduría y consejo, pero no había me había acercado. 

Esto me hizo pensar en los que lidero. ¿Me había acercado? ¿Sabían que estaba allí para ellos? ¿Estoy disponible para escuchar, orar y animar? Ahora, la necesidad de comunicarse efectivamente es más importante que nunca. Tenemos líderes y miembros de células que nos necesitan, y todo lo que tenemos que hacer es comunicarnos. En este momento, las personas están en cuarentena, aisladas y solitarias. Algunos encuentran que la soledad es una bendición, pero otros la ven como una pérdida. En este momento, como líderes, deberíamos estar conectando y controlando a los que lideramos más que nunca.

Aquí hay algunas ideas: (según lo que está permitido en su comunidad)

▪️Tener reuniones virtuales regulares con los líderes. Reúna a todos para ver cómo van las células comparta testimonios y solicitudes de oración.

▪️Invite a los líderes para una cita virtual de café. Pase tiempo con cada líder para ver cómo están y qué puede hacer para alentarlos.

▪️Envíe tarjetas de notas por correo a sus líderes con escrituras y positividad

▪️Lleve una comida o un dulce a domicilio

▪️Llame a sus líderes / miembros por teléfono y haga preguntas, como: ¿Qué ha cambiado recientemente en su hogar? ¿Cómo te estás cuidando? ¿Eres capaz de pasar tiempo con Jesús regularmente? Haga preguntas y prepárese para ayudarlos a encontrar soluciones creativas.

En este momento es cuando tenemos la oportunidad de generar confianza con nuestra gente y ministrar como nunca antes, pero algunos líderes se han mostrado “no disponibles” durante este tiempo. Al contrario, seamos líderes que se conecten con aquellos a quienes lideramos y ayudemosles a no solo superar esta pandemia, pero también ayudemosles a elevarse por encima de ella. Ellos necesitan saber de nosotros ahora más que nunca.

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

Coaching to Community through COVID-19

Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

This is a different day, our world has been impacted greatly by the CoronaVirus (COVID-19) like never before.  I believe this is an opportunity for the church, especially cell groups to rise up and be who God has called them to be!  People are having to stay in their homes and are desperate for community. No matter how comfortable we are with technology, it is a tool that we can use to have community without leaving our homes.

There are so many ways that we can connect with people.  Here are a few options to help groups, members and others find community in a new way:

  • Conference Calling – www.freeconferncecall.com – Allows you to set-up a unique call number with access code.  Only one person needs to create a free account with an email and then send the rest of the group the phone number and access code.  It is easy to use especially for those that are not tech savvy.
  • Online Meetings – Google Hangout and Zoom are both free and allow you to meet online by sending out a link to your group.

There are many other ways to connect, and during this time we can coach members and leaders to think outside the box and meet together in new ways.  It may be inviting your neighbors to bring their own chair and sit 6-feet apart in the front yard or some other way to be together from a distance.

I am asking our pastors to start online groups to engage people through social media that have been hesitant to join groups before, but are now looking for community and connection with extra time on their hands.  This is the time! As leaders, let’s rise up and make this our finest hour by coaching our people to community through COVID-19.

Isaiah 6:1-2 says, “Rise up and shine, for your light has come. The shining-greatness of the Lord has risen upon you.  For see, darkness will cover the earth. Much darkness will cover the people. But the Lord will rise upon you, and His shining-greatness will be seen upon you.  Nations will come to your light. And kings will see the shining-greatness of the Lord on you.”

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Treinamento para a comunidade através do COVID-19

 Por Michelle Geoffrey, pastor de células em www.celebrationchurch.org

 Este é um dia diferente, nosso mundo foi impactado enormemente pelo Corona Virus (COVID-19) como nunca antes.  Creio que esta é uma oportunidade para a igreja, especialmente os grupos de células se levantarem e serem quem Deus os chamou!  As pessoas estão tendo que ficar em suas casas e estão desesperadas pela comunidade.  Não importa o quanto nos sintamos confortáveis ​​com a tecnologia, é uma ferramenta que podemos usar para ter comunidade sem sair de casa.

 Existem tantas maneiras de nos conectarmos com as pessoas.  Aqui estão algumas opções para ajudar grupos, membros e outras pessoas a encontrar a comunidade de uma nova maneira:

 • Chamada em conferência – www.freeconferncecall.com – Permite configurar um número de chamada exclusivo com código de acesso.  Apenas uma pessoa precisa criar uma conta gratuita com um email e enviar ao restante do grupo o número de telefone e o código de acesso.  É fácil de usar, especialmente para aqueles que não são conhecedores de tecnologia.

 • Reuniões on-line – o Google Hangout e o Zoom são gratuitos e permitem que você se encontre on-line enviando um link para o seu grupo.

 Existem muitas outras maneiras de se conectar e, durante esse período, podemos treinar membros e líderes para pensar fora da caixa e nos reunir de novas maneiras.  Pode ser um convite a seus vizinhos para trazer sua própria cadeira e sentar-se um metro e meio no jardim da frente ou de alguma outra maneira para ficarem juntos à distância.

 Estou pedindo aos nossos pastores que iniciem grupos on-line para envolver as pessoas através das mídias sociais que hesitaram em participar de grupos antes, mas agora estão procurando por comunidade e conexão com o tempo extra disponível.  Esta é a hora!  Como líderes, vamos nos erguer e fazer desta a nossa melhor hora treinando nosso pessoal para a comunidade através do COVID-19.

 Isaías 6: 1-2 diz: “Levanta-te e brilha, porque a tua luz chegou.  A grandeza brilhante do Senhor se elevou sobre você.  Pois veja, a escuridão cobrirá a terra.  Muita escuridão cobrirá o povo.  Mas o Senhor se levantará sobre você, e Sua grandeza brilhante será vista sobre você.  Nações virão à sua luz.  E os reis verão a grandeza brilhante do Senhor em você. ”

Spanish blog:

Supervisando la comunidad frente al COVID-19

Por Michelle Geoffrey, pastor celular en www.celebrationchurch.org

Este es un día diferente, nuestro mundo se ha visto muy afectado por el CoronaVirus (COVID-19) como nunca antes. ¡Creo que esta es una oportunidad para que la iglesia, especialmente los grupos celulares, se levanten y sean quienes Dios los ha llamado a ser! Las personas tienen que quedarse en sus hogares y están desesperadas por la comunidad. No importa lo cómodos que estemos con la tecnología, es una herramienta que podemos usar para tener comunidad sin salir de nuestros hogares.

Hay tantas formas en que podemos conectarnos con las personas. Aquí hay algunas opciones para ayudar a células, miembros y otros a encontrar la comunidad de una manera nueva:

• Llamadas en conferencia: www.freeconferncecall.com: le permite configurar un número de llamada único con código de acceso. Una persona solo necesita crear una cuenta gratuita con un correo electrónico y luego enviar al resto del grupo el número de teléfono y el código de acceso. Es fácil de usar, especialmente para aquellos que no son expertos en tecnología.

• Reuniones en línea: Google Hangout y Zoom son gratuitos y le permiten reunirse en línea enviando un enlace a su grupo.

Hay muchas otras formas de conectarse, y durante este tiempo podemos capacitar a los miembros y líderes para que piensen fuera de la caja y se reúnan de nuevas maneras. Puede estar invitando a sus vecinos a traer su propia silla y sentarse a 6 pies de distancia en el patio de enfrente o de alguna otra manera para estar juntos desde la distancia.

Les pido a nuestros pastores que inicien grupos en línea para involucrar a las personas a través de las redes sociales que antes dudaban en unirse a los grupos, pero ahora buscan comunidad y conexión con tiempo extra en sus manos. ¡Este es el tiempo! Como líderes, levantémonos y hagamos de este nuestro mejor momento al supervisar a nuestra gente a la comunidad a través de COVID-19.

Isaías 60: 1-2 dice: “Levántate, resplandece; porque ha venido tu luz, y la gloria de Jehová ha nacido sobre ti. Porque he aquí que tinieblas cubrirán la tierra, y oscuridad las naciones; mas sobre ti amanecerá Jehová, y sobre ti será vista su gloria. Y andarán las naciones a tu luz, y los reyes al resplandor de tu nacimiento”.

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados