Sharing Wisdom (Español abajo)

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

I don’t know about you, but sometimes I feel overwhelmed by the amount of information at our fingertips.  With our phones, tablets or computers, we can find information on anything in less than a second.  Instead of this prompting me to read, study or listen more, I freeze up. I wait to hear a friend, pastor or leader share with me something that has been a benefit to them.  Lately, I have been sharing about the most recent book I listened to on audio with those I meet with and hope to encourage. (It is Holier Than Thou by Jackie Hill Perry… so good!)

After thinking about this a while, it became a challenge to me.  What am I reading, watching and listening to and am I passing on to others that I lead?  Have I been growing as a leader or have I stopped?  How am I pursuing wisdom on a daily basis?   

With the flood of information that we live in, we have the opportunity to aid those we coach to grow in wisdom and understanding.  Here are some ideas:

  • Scripture – Email out a verse you read and why it moved you, then ask for others to share their take.
  • Podcasts – Share a link with a great podcast that you heard.
  • Blog – Text out a fantastic blog that inspired you.
  • Book – Tell your leaders about how a book you read changed your perspective.  
  • Video – Tag your leaders in a post on a great video that challenged you.
  • Meeting – When you are meeting with a leader ask them what they are reading or listening to!

Proverbs 4:7 (NLT) says, “Getting wisdom is the wisest thing you can do! And whatever else you do, develop good judgment.”  Let’s be wise and not only keep what we have for ourselves, but invest it in those we shepherd.  People are looking at what is out there and if we don’t help them to find the rose among the thorns, they may seek the wrong things.  

So what are you reading or watching?!?!  I’d love to see!  Write in the comments below some of the content you have enjoyed recently.  Let’s grow together. 

Escritura – Envie por e-mail um versículo que você leu e por que ele o comoveu, depois peça a outras pessoas que compartilhem sua opinião.

Korean blog (click here)

Portuguese:

Compartilhando Sabedoria

Por Michelle Geoffrey, pastor de célula em  www.celebrationchurch.org

Não sei você, mas às vezes me sinto sobrecarregada com a quantidade de informações ao nosso alcance. Com nossos telefones, tablets ou computadores, podemos encontrar informações sobre qualquer coisa em menos de um segundo. Em vez de isso me levar a ler, estudar ou ouvir mais, eu congelo. Eu espero ouvir um amigo, pastor ou líder compartilhar comigo algo que tenha sido um benefício para eles. Ultimamente, tenho compartilhado sobre o livro mais recente que ouvi em áudio, com aqueles com quem me encontro e espero encorajar. (Holier Than Thou [É mais sagrado do que você – tradução livre] por Jackie Hill Perry… bom demais!)

Depois de pensar nisso por um tempo, tornou-se um desafio para mim. O que estou lendo, assistindo e ouvindo e estou passando para os outros que lidero? Tenho crescido como líder ou parei? Como estou buscando a sabedoria diariamente?

Com a enxurrada de informações em que vivemos, temos a oportunidade de ajudar aqueles que treinamos a crescer em sabedoria e compreensão. Aqui estão algumas ideias:

  • Podcasts – Compartilhe um link com um ótimo podcast que você ouviu.
  • Blog – Envie um texto para um blog fantástico que o inspirou.
  • Livro – Conte aos seus líderes como um livro que você leu mudou sua perspectiva.
  • Vídeo – Marque seus líderes em um post sobre um ótimo vídeo que o desafiou.
  • Reunião – Quando você estiver se reunindo com um líder, pergunte o que ele está lendo ou ouvindo!

Provérbios 4:7 (NTLH) diz: “Para ter sabedoria, é preciso primeiro pagar o seu preço. Use tudo o que você tem para conseguir a compreensão.” Sejamos sábios e não apenas mantenhamos o que temos para nós mesmos, mas o invistamos naqueles que pastoreamos. As pessoas estão olhando para o que está lá fora e se não as ajudarmos a encontrar a rosa entre os espinhos, elas podem procurar as coisas erradas.

Então o que você está lendo ou assistindo?!?! Adoraria ver! Escreva nos comentários abaixo alguns dos conteúdos que você gostou recentemente. Vamos crescer juntos.

Spanish:

Compartiendo Sabiduría

Por Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

No sé ustedes, pero a veces me siento abrumada por la cantidad de información que tenemos al alcance de la mano. Con nuestros teléfonos, tabletas o computadoras, podemos encontrar información sobre cualquier cosa en menos de un segundo. En lugar de que esto me impulse a leer, estudiar o escuchar más, me congelo. Espero escuchar a un amigo, pastor o líder compartir conmigo algo que les haya beneficiado. Últimamente, he estado compartiendo sobre el libro más reciente que escuché en audio con aquellos con los que me reúno y espero alentar. (Es más santo que tú, de Jackie Hill Perry… ¡muy bueno!)

Después de pensar en esto por un tiempo, se convirtió en un desafío para mí. ¿Qué estoy leyendo, viendo y escuchando y estoy transmitiendo a otros que dirijo? ¿He estado creciendo como líder o me he detenido? ¿Cómo busco la sabiduría a diario?

Con la avalancha de información en la que vivimos, tenemos la oportunidad de ayudar a aquellos a quienes entrenamos a crecer en sabiduría y comprensión. Aquí hay algunas ideas:

  1. Escritura: envíe por correo electrónico un versículo que leyó y por qué lo conmovió, luego pida a otros que compartan su opinión.
  2. Podcasts: comparta un enlace con un gran podcast que haya escuchado.
  3. Blog: envíe un mensaje de texto con un fantástico blog que lo inspiró.
  4. Libro: cuénteles a sus líderes cómo un libro que leyó cambió su perspectiva.
  5. Video: etiquete a sus líderes en una publicación en un excelente video que lo desafió.
  6. Reunión: cuando se reúna con un líder, ¡pregúntele qué está leyendo o escuchando!

Proverbios 4:7 (NTV) dice: “¡Lo que realmente importa es que cada día seas más sabio y que aumentes tus conocimientos, aunque tengas que vender todo lo que poseas.” Seamos sabios y no solo guardemos lo que tenemos para nosotros, sino invirtámoslo en aquellos a quienes pastoreamos. La gente está mirando lo que hay ahí fuera y si no les ayudamos a encontrar la rosa entre las espinas, pueden buscar las cosas equivocadas.

Entonces, ¿qué estás leyendo o viendo?!?! ¡Me encantaría ver! Escriba en los comentarios a continuación algunos de los contenidos que ha disfrutado recientemente. Crezcamos juntos.

Quivering Up

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

I remember a particular cell group in which a timid lady shared her prayer request.  As she spoke, her bottom lip quivered, and I could tell there was much more to the request than what she was saying.  The leader was focused on the entire group and wasn’t fully facing the member, so she quickly moved onto the next person.  After the group, I spoke with the lady and she broke down.  She was overwhelmed with the current challenges her life was offering at the time.  The leader and I stopped and prayed with her again.

I am sure there have been many times that I have done the exact same thing that the leader did by missing the moment for ministry.  The members of my group hoping for me or someone else just to notice their pain or frustration.  The church attendee wondering if anyone really cares when they are asked, “How are you?”  I have kept going, like a good leader, staying on course.  How many quivering lips or crinkled foreheads have I overlooked?  Isn’t this what we are supposed to be observing?  Aren’t we called to help those in need?

Philippians 2:4 says it so well, “Instead of each person watching out for their own good, watch out for what is better for others.”  Instead of just being a structured group or church leader, we can lead others to be real ministers, to see people and hear their burdens.  We have the opportunity to raise up Christ-like disciples.  How can we do this?

  • STOP – When we ask someone how they are doing, stop to hear their response.
  • LOOK – Keep our eyes open during services and group meetings to see who needs extra attention.
  • LISTEN – As people are speaking with us, let’s truly listen to what they are saying and not just on our response.


Throughout Jesus’s ministry, He did these things.  He knew what was coming and what a limited time He had, yet, He stopped, looked around and listened closely.  As ministers of His Gospel, let’s commit to do the same.

Korean blog (click here)

Portuguese Blog:

Lábios trêmulos

Michelle Geoffrey, pastora de células na Igreja www.celebrationchurch.org

Lembro de uma ocasião em uma célula, em que uma senhora bem tímida compartilhou seu pedido de oração. À medida que ela falava, eu notei que seus lábios tremiam e era possível perceber que havia muito mais naquele pedido do que ela estava dizendo. A líder daquela célula estava focada no grupo como um todo e não estava olhando diretamente para aquela senhora, e passou rapidamente para a próxima pessoa. Depois da reunião, eu me aproximei e conversei com aquela senhora. Aquilo foi o suficiente para que ela se derramasse ali mesmo. Ela estava sobrecarregada com os desafios que a vida estava lhe impondo naqueles dias. Eu e a líder da célula paramos o que estávamos fazendo e oramos com ela novamente.

Tenho certeza que em muitos momentos eu agi da mesma maneira que aquela líder agiu, e desperdicei um momento importante do ministério. Os membros do meu grupo deveriam estar esperando pelo meu agir e talvez outra pessoa tenha notado sua dor ou frustração. Ou quando alguém visitou a igreja e ouviu de mim a pergunta: “Como você está?”, e me viu seguir adiante, como um líder focado, seguindo seu caminho. Quantos lábios trêmulos ou testas franzidas já passaram desapercebidas por mim? Afinal de contas, não são estes detalhes que devemos observar? Não somos chamados a ajudar aqueles que precisam de nós?   

Lemos em Filipenses 2:4 “Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros.” Ao invés de sermos simplesmente bem estruturados como grupo ou como igreja, podemos liderar outras pessoas para que se tornem verdadeiros ministros, enxergando a necessidade das pessoas e ouvindo seus problemas. Nós temos a oportunidade de levantar discípulos que sejam como Cristo é. Como poderemos fazer isto?

  • PARE – Quando perguntarmos alguém sobre como eles estão, devemos parar para ouvir sua resposta
  • VEJA – Mantenha os olhos abertos durante os cultos e durante as reuniões de célula para ver quem precisa de uma atenção especial
  • OUÇA – Devemos ouvir de verdade quando alguém fala conosco e não somente nos preocupar em responder o que está sendo dito.


Jesus agiu assim durante todo seu ministério. Ele sabia o que lhe aconteceria e estava ciente de quanto tempo tinha. Ainda assim, ele parou, viu e ouviu com cuidado. Como ministros do seu Evangelho, devemos nos comprometer e viver da mesma maneira.


Spanish blog:

Labio tembloroso

Por Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

Recuerdo un grupo celular en particular en el que una tímida señora compartió su petición de oración. Mientras hablaba, su labio inferior tembló, y me di cuenta de que había mucho más en la solicitud de lo que estaba diciendo. La líder estaba enfocada en todo el grupo y no miraba completamente al miembro, por lo que rápidamente pasó a la siguiente persona. Después del grupo, hablé con la señora y ella se derrumbó. Estaba abrumada con los desafíos que su vida le ofrecía en ese momento. El líder y yo nos detuvimos y oramos con ella nuevamente.

Estoy segura de que muchas veces he hecho exactamente lo mismo que hizo el líder al perder el momento del ministerio. Los miembros de mi grupo esperan que yo o alguien más se dé cuenta de su dolor o frustración. El asistente a la iglesia se pregunta si a alguien realmente le importa cuando se le pregunta: “¿Cómo estás?” He seguido adelante, como un buen líder, manteniendo el rumbo. ¿Cuántos labios temblorosos o frentes arrugadas he pasado por alto? ¿No es esto lo que se supone que debemos observar? ¿No estamos llamados a ayudar a los necesitados?

Filipenses 2:4 lo dice muy bien: “En lugar de que cada uno mire por su propio bien, mire por lo que es mejor para los demás”. En lugar de ser solo un grupo estructurado o un líder de la iglesia, podemos guiar a otros a ser verdaderos ministros, a ver a las personas y escuchar sus cargas. Tenemos la oportunidad de levantar discípulos semejantes a Cristo. ¿Cómo podemos hacer esto?

PARAR – Cuando le preguntamos a alguien cómo está, deténgase para escuchar su respuesta.

MIRAR: mantengamos los ojos abiertos durante los servicios y las reuniones de grupo para ver quién necesita atención adicional.

ESCUCHAR: mientras las personas nos hablan, escuchemos de verdad lo que dicen y no solo demos nuestra respuesta.

A lo largo del ministerio de Jesús, Él hizo estas cosas. Él sabía lo que venía y el tiempo limitado que tenía, sin embargo, se detuvo, miró a su alrededor y escuchó con atención. Como ministros de Su Evangelio, comprometámonos a hacer lo mismo.

Growing Out

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

What is the plan for your children?  Would you like them to go to college, get married and move out?  Are you planning to keep them in your home forever?  Most parents raise their children to find independence and emotional health.  Their hope is for them to move out at an appropriate age to live their own lives. Once they are out on their own, they are still part of the family. They come to family functions and have true fellowship with their parents.

This is the same principle for growing leaders and pastors. It is not our job to raise fat, happy dependent church members, but mature disciples.  Ephesians 4:11-15 says, “And he gave the apostles, the prophets, the evangelists, the shepherds and teachers, to equip the saints for the work of ministry, for building up the body of Christ, until we all attain to the unity of the faith and of the knowledge of the Son of God, to mature manhood, to the measure of the stature of the fullness of Christ, so that we may no longer be children, tossed to and from by the waves and carried about by every wind of doctrine, by human cunning, by craftiness in deceitful schemes. Rather, speaking the truth in love, we are to grow up in every way into Him who is the head, into Christ,”

Notice the words in these verses building up, unity, fullness, grow up.  This is how we want to develop and disciple those in the church and then send them out, just like our children.  It can feel like we are being left or abandoned, but it is just like adult children becoming who they were raised to be.  This takes a special mindset to prepare for that day to come to fruition.  See your building up of leaders to grow into the fullness of Christ as the present day Great Commission. 

As men and women emerge that have been called to plant churches and become missionaries CELEBRATE! Have a party, pray for them, invite them to continue fellowship.  Stay in unity and be an encourager. This is our mission.  This is God’s direction and plan for His church body.

Korean blog (click here)

Portuguese Blog

Crescendo

Michelle Geoffrey, pastora de células na igreja www.celebrationchurch.org

Qual é o seu plano para seus filhos? Gostaria que eles concluíssem um curso superior, casassem e tivessem sua própria família e sua própria casa? Está planejando ficar com eles em sua casa para sempre? A maioria dos pais e mães criam seus filhos de maneira que eles tenham sua independência e sejam saudáveis emocionalmente. A expectativa é de que eles saiam de casa em uma idade apropriada e passem a viver suas próprias vidas. Mesmo depois disso, eles ainda serão parte da família. Eles fazem parte das reuniões da família e confraternizam com seus pais.

Este é o mesmo princípio com os líderes e pastores que estão em formação. A nossa tarefa não é criar e “engordar” membros de igreja bem alegres e dependentes e sim discípulos maduros. Em Efésios 4:11-15 lemos: “E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo, até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo, para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro. Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo”

Note que as palavras nestes versículos falam de construção, unidade e crescimento completo. É assim que queremos formar e discipular as pessoas na igreja, e depois enviá-las ao mundo, exatamente como fazemos com nossos filhos. Talvez tenhamos a sensação de que estamos sendo abandonados, mas é exatamente como acontece com os filhos quando se tornam adultos. É preciso se preparar para que este dia aconteça. É preciso enxergar este crescimento dos líderes em todo seu potencial como o cumprimento da Grande Comissão nos dias de hoje.   

Celebre e alegre-se quando formarem-se homens e mulheres adultos que se sentem chamados a plantar igrejas e tornarem-se missionários! Faça uma festa, ore por eles, convide-os a continuar em comunhão. Permaneça em unidade e seja alguém que os encoraja. Esta é nossa missão. Esta é a direção e este é o plano de Deus para Sua igreja.

Spanish Blog:

Creciendo

Por Michelle Geoffrey, pastora de células en www.celebrationchurch.org

¿Cuál es el plan para tus hijos? ¿Quiere que vayan a la universidad, se casen y se muden? ¿Planeas mantenerlos en tu casa para siempre? La mayoría de los padres educan a sus hijos para que encuentren independencia y salud emocional. Su esperanza es que se muden a una edad apropiada para vivir su propia vida.  Una vez que están solos, siguen siendo parte de la familia. Acuden a las funciones familiares y tienen una verdadera comunión con sus padres.

Este es el mismo principio para los líderes y pastores en crecimiento. No es nuestro trabajo criar miembros de la iglesia gordos, felices y dependientes, sino discípulos maduros. Efesios 4: 11-15 dice: ” Y él mismo constituyó a unos, apóstoles; a otros, profetas; a otros, evangelistas; a otros, pastores y maestros, a fin de perfeccionar a los santos para la obra del ministerio, para la edificación del cuerpo de Cristo, hasta que todos lleguemos a la unidad de la fe y del conocimiento del Hijo de Dios, a un varón perfecto, a la medida de la estatura de la plenitud de Cristo; para que ya no seamos niños fluctuantes, llevados por doquiera de todo viento de doctrina, por estratagema de hombres que para engañar emplean con astucia las artimañas del error, sino que siguiendo la verdad en amor, crezcamos en todo en aquel que es la cabeza, esto es, Cristo,”.

Fíjense en las palabras de estos versículos: edificación, unidad, plenitud, crecimiento. Así es como queremos desarrollar y discipular a los que están en la iglesia y luego enviarlos fuera, al igual que nuestros hijos. Puede sentirse como si nos dejaran o abandonaran, pero es igual que los hijos adultos que se convierten en lo que fueron criados. Esto requiere una mentalidad especial para prepararse para que ese día llegue a buen puerto. Vea su edificación de líderes para crecer en la plenitud de Cristo como la Gran Comisión del día presente. 

A medida que surgen hombres y mujeres que han sido llamados a plantar iglesias y convertirse en misioneros ¡Celebremos!  Haz una fiesta, ora por ellos, invítalos a continuar la comunión.  Mantente en unidad y se un animador. Esta es nuestra misión. Esta es la dirección y el plan de Dios para el cuerpo de su iglesia.

Prepare for the Marathon

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

So many times in the church we want quick fixes.  We see people struggling and want to find a solution.  As pastors, we want to develop programs or sermons that can move people from where they are to where we would like them to be.  We forget that following Christ and becoming who He called us to be is a life-long process.

Cell ministry is that way.  We see that people need community, fellowship and to study God’s Word; so we cast vision, raise up leaders and launch cells.  They may go well for a while, but then something happens and we get discouraged.  A leader steps down, conflict arises, members lose vision and it seems to be falling apart.  We have to remember that cell ministry, like following Christ, is a process and it takes time.  We are in a marathon, not a sprint.

Here are some suggestions to help us to stay on course:

  • Write it down and make it visible – Put your vision for cell groups somewhere you can see it daily and be reminded regularly of what God has called you to do.
  • Focus on the good – Ask people for praise reports from the groups. This will help you to see that the good they are doing is outweighing the challenges.
  • Find a coach – Even pastors need coaches. Find a fellow pastor that also has cell groups and meet with them regularly to be encouraged and problem solve together.
  • Have grace – This is not a quick solution. You and/or those around you are going to need to have grace on yourselves to know that failure is an option, but you are not giving up. 

Hebrews 12:1 says, “Therefore, since we are surrounded by such a great cloud of witnesses, let us throw off everything that hinders and the sin that so easily entangles. And let us run with perseverance the race marked out for us.” 

There is a great cloud of witnesses that have gone through building life-transforming cell ministries before you and you are running the race marked out for you. 

Korean blog (click here)

Portuguese Blog:

Prepare-se para a Maratona

Michelle Geoffrey, Pastora de Células na igreja www.celebrationchurch.org

Muitas vezes nós buscamos soluções imediatas. Vemos as pessoas sofrendo e queremos achar uma solução. Em nossos ministérios pastorais, queremos desenvolver programas que rapidamente possam levar pessoas de onde estão para onde queremos que elas estejam. Esquecemos que seguir a Cristo e tornarmo-nos a pessoa que Ele nos chama a ser é um processo de uma vida inteira.

O ministério em células é assim também. Nós percebemos que as pessoas precisam de comunhão, companhia, e precisam estudar a Bíblia; então, disseminamos a visão, levantamos líderes e iniciamos células. Elas até podem ir bem por um tempo, mas então algo acontece e nos sentimos desencorajados. Um líder desiste, aparecem conflitos, os membros perdem a visão, e tudo parece que está desmoronando. Precisamos sempre lembrar que o ministério em células, assim como o seguir a Cristo, é um processo que demanda tempo. Estamos correndo uma Maratona e não uma corrida de velocidade.

Estas são algumas sugestões que podem nos ajudar a manter o curso do processo:

  • Coloque as coisas por escrito e faça com que fiquem visíveis – Escreva sua visão e planeje uma forma para que as células possam visualizar frequentemente e serem relembradas do que Deus os chamou a fazer.
  • Foque sua atenção nas coisas boas – Peça que as pessoas escrevam relatórios de vitórias e conquistas alcançadas nas células. Isto vai ajudar a perceber que as coisas boas são maiores do que os desafios.
  • Ache um discipulador/coach – Até os pastores precisam de discipuladores/coaches. Descubra um colega pastor que também trabalhe com células e encontre-se com ele regularmente, obtendo encorajamento e resolvendo problemas e desafios em conjunto.
  • Busque graça em sua vida – Este processo não é uma solução imediata. Você e as pessoas ao seu redor precisam buscar graça em suas vidas e lembrar que falhar não é uma opção e vocês simplesmente não vão desistir.

Hebreus 12:1 nos diz: “Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta.”

Há uma grande nuvem de testemunhas, que antes de você, já dedicaram suas vidas à construção de ministérios em células, transformando vidas. Você está correndo a corrida que Deus planejou para você.

Spanish blog:

Prepárate para el maratón

Por Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

Muchas veces en la iglesia queremos soluciones rápidas.  Vemos a la gente luchando y queremos encontrar una solución.  Como pastores, queremos desarrollar programas o sermones que puedan mover a las personas desde donde están hasta donde nos gustaría que estuvieran.  Olvidamos que seguir a Cristo y llegar a ser lo que Él nos llamó a ser es un proceso de toda la vida.

El ministerio celular es así.  Vemos que la gente necesita comunidad, compañerismo y estudiar la Palabra de Dios; así que lanzamos una visión, levantamos líderes y lanzamos células.  Puede que vayan bien durante un tiempo, pero entonces ocurre algo y nos desanimamos.  Un líder se retira, surgen conflictos, los miembros pierden la visión y parece que todo se desmorona.  Tenemos que recordar que el ministerio celular, al igual que seguir a Cristo, es un proceso y lleva tiempo.  Estamos en un maratón, no en un sprint.

He aquí algunas sugerencias para ayudarnos a mantener el rumbo:

  • Escríbalo y hágalo visible – Ponga su visión para los grupos celulares en algún lugar donde pueda verlo diariamente y que le recuerde regularmente lo que Dios le ha llamado a hacer.
  • Enfóquese en lo bueno – Pida a la gente informes de alabanza de los grupos.  Esto le ayudará a ver que el bien que están haciendo es mayor que los desafíos.
  • Encuentre un supervisor – Incluso los pastores necesitan supervisores.  Encuentre un colega pastor que también tenga grupos celulares y reúnase con ellos regularmente para ser alentados y resolver problemas juntos.
  • Tenga gracia – Esta no es una solución rápida.  Usted y/o los que lo rodean van a necesitar tener gracia en ustedes mismos para saber que el fracaso es una opción, pero que no se van a dar por vencidos. 

Hebreos 12:1 dice: “Por lo tanto, ya que estamos rodeados de una nube tan grande de testigos, despojémonos de todo lo que nos estorba y del pecado que tan fácilmente nos enreda. Y corramos con perseverancia la carrera que nos ha sido señalada”. 

Hay una gran nube de testigos que han pasado por la construcción de ministerios celulares transformadores de vida antes que tú y estás corriendo la carrera marcada para ti.

Let’s Do This!

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

Over the last two years, we have had a few “ups” in cell groups at Celebration.  Unfortunately, it seems we have had far greater “downs.”  We have lost pastors, lost leaders, lost groups, and in some ways lost hope.  How do we plan for a New Year in ministry, when everything seems to be adrift? What is coming next?  Will we have more losses?  When will things seem to stabilize?  How can we move forward?

All of these questions are part of life that we cannot control.  We know the One who is in control, and we know that His plans are good for us and will bring Him glory, but we do not know what tomorrow will bring.  I realized that over the last two years, I shifted my focus from raising leaders, evangelizing, and making disciples to looking around at all I couldn’t do or control.

The irony in that is it is exactly what our loving Father reminds us over and over again NOT to do:

  • Matthew 6:34 – “Don’t worry about tomorrow.”
  • Proverbs 3:5 – “Trust in the Lord with all your heart, lean not on your own understanding.”
  • Isaiah 41:10 – “Fear not for I am with you.”

And the list goes on…

I have taken my eyes off of the One who I can trust and have looked around at the carnage of my circumstances.  We tell those we counsel that they can have hope and we share our stories of faith, but over the last two years we have been stretched in new ways that may have caused us to question our own wisdom and control.  Guess what!!?!?   That is OK.

This year, I can no longer look at what the news is saying or what email or text message is telling me who has Covid19 or who is stepping down.  This year, I want my motto to be “Let’s do this!”  Not me and another person, but my Creator and I.  “Let’s do this, Jesus,” is my heart’s cry.

I am going to look at what I can control:

  • I can control my prayer life
  • I can control my focus
  • I can control how much I share my faith with others
  • I can control who I am inviting to my cell group
  • I can control the amount of encouragement my leaders are receiving from me

What can you control?  How have you been holding back?  In what areas, do you need to say, “Let’s do this?”

The rest is in His hands.  After all, His will is good, acceptable and perfect for me and YOU. (Romans 12:2)

Korean blog (Click here)

Portuguese Blog

Vamos prosseguir!

Michelle Geoffrey, Pastora de Células na igreja www.celebrationchurch.org

Ao longo dos últimos dois anos, tivemos alguns pontos positivos nas células da igreja Celebration. Infelizmente, parece que tivemos um número ainda maior de pontos negativos. Perdemos pastores, líderes, células e de alguma forma parece que perdemos esperança. Como podemos planejar um novo ano em nosso ministério quando tudo parece estar à deriva? O que acontecerá a seguir? Teremos ainda mais perdas? Quando as coisas vão finalmente se estabilizar? Como podemos passar a caminhar à frente novamente?

Todas estas perguntas são da parte da nossa vida sobre a qual não temos controle. Nós conhecemos Aquele que está no controle, e sabemos que seus planos para nós são bons e serão para Sua glória, mas não sabemos o que o amanhã nos trará. Eu percebi que nos últimos dois anos eu mudei meu foco, e ao invés de formar líderes, evangelizar e fazer discípulos, passei a olhar para tudo aquilo que eu não podia fazer e não podia controlar.

A ironia em tudo isso é que estas coisas são precisamente aquilo que o nosso Amoroso Pai nos lembra vez após vez para NÃO fazermos:

  • Mateus 6:34 – “… não vos inquieteis com o dia de amanhã…”
  • Provérbios 3:5 – “Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.”
  • Isaías 41:10 – “não temas, porque eu sou contigo…”

E a lista continua …

Eu desviei meus olhos Daquele em quem posso confiar e passei a olhar ao meu redor, para a verdadeira carnificina da minha situação. Nós ministramos para as pessoas que nos procuram que elas devem ter esperança e compartilhamos nossas histórias de fé, mas ao longo dos últimos dois anos passamos por coisas que nos fizeram questionar nossa própria sabedoria e nosso controle. E sabe de um coisa!!?? Isto é normal!

Este ano, eu não posso mais olhar para o que o noticiário está me dizendo ou ficar procurando nas mensagens de email ou sms quem contraiu Convid19 ou quem está deixando o ministério. Este ano meu lema será “Vamos prosseguir!” Não simplesmente eu e outras pessoas, mas o meu Criador e eu. “Vamos prosseguir, Senhor Jesus”, é o clamor do meu coração.

Eu vou olhar para as coisas que estão sob meu controle:

  • Eu posso controlar a minha vida de oração
  • Eu posso controlar qual é o foco da minha vida
  • Eu posso controlar o quanto eu compartilho a minha fé com outras pessoas
  • Eu posso controlar quem eu convido para a minha célula
  • Eu posso controlar a quantidade de encorajamento que estou dando aos meus líderes de células

O que você pode controlar? Que tipo de coisas você tem deixado de fazer? Em quais áreas da sua vida você também precisa dizer, “Vamos prosseguir” ?

O resto está nas mãos dEle. Afinal de contas, a vontade dEle para VOCÊ é boa, agradável e perfeita. (Romanos 12:2)

Spanish blog:

¡Hagámoslo!

Por Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

En los últimos dos años, hemos tenido algunos “altibajos” en los grupos celulares de la iglesia Celebration. Desafortunadamente, parece que hemos tenido “bajas” mucho mayores. Hemos perdido pastores, líderes, grupos y, de alguna manera, perdido la esperanza. ¿Cómo planeamos un Año Nuevo en el ministerio, cuando todo parece ir a la deriva? ¿Qué viene después? ¿Tendremos más pérdidas? ¿Cuándo parecerá que las cosas se estabilizarán? ¿Cómo podemos avanzar?

Todas estas preguntas son parte de la vida que no podemos controlar. Conocemos a Aquel que está en control, y sabemos que Sus planes son buenos para nosotros y le traerán gloria, pero no sabemos lo que traerá el mañana. Me di cuenta de que en los últimos dos años, cambié mi enfoque de criar líderes, evangelizar y hacer discípulos a mirar a mi alrededor todo lo que no podía hacer o controlar.

La ironía es que es exactamente lo que nuestro amoroso Padre nos recuerda una y otra vez que NO hagamos:

  • Mateo 6:34 – “No os preocupéis por el día de mañana.”
  • Proverbios 3:5 – “Confía en el Señor con todo tu corazón, no te apoyes en tu propia prudencia”.
  • Isaías 41:10 – “No temas porque yo estoy contigo”.

Y la lista continúa…

He apartado mis ojos de Aquel en quien puedo confiar y he mirado alrededor la carnicería de mis circunstancias. Les decimos a los que asesoramos que pueden tener esperanza y compartimos nuestras historias de fe, pero en los últimos dos años nos hemos visto presionados en nuevas formas que pueden habernos hecho cuestionar nuestra propia sabiduría y control. ¿¡¿¡¡Adivina qué!!?!? Es correcto.

Este año, ya no puedo mirar lo que dicen las noticias o qué correo electrónico o mensaje de texto me dice quién tiene Covid19 o quién se va. Este año, quiero que mi lema sea “¡Hagámoslo!” No yo y otra persona, sino mi Creador y yo. “Hagámoslo, Jesús”, es el grito de mi corazón.

Voy a ver lo que puedo controlar:

  • Puedo controlar mi vida de oración
  • Puedo controlar mi enfoque
  • Puedo controlar cuánto comparto mi fe con los demás
  • Puedo controlar a quién estoy invitando a mi grupo celular
  • Puedo controlar la cantidad de aliento que mis líderes reciben de mí

¿Qué puedes controlar? ¿Cómo te has estado conteniendo? ¿En qué áreas necesita decir: “Hagamos esto”?

El resto está en Sus manos. Después de todo, Su voluntad es buena, aceptable y perfecta para mí y para USTED. (Romanos 12:2)