99 Sheep

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

Every time I mention taking attendance in cell groups to the leaders I support, they fall asleep.  It is not the fun and exciting part of cell ministry.  We love seeing people come to know Christ, get baptized, and make disciples.  Those are the exciting items on a meeting’s agenda.  Submitting names on a roster is a snooze fest, right?!?!

How do we know who is coming to a group or has stopped coming?  Where do the groups meet?  Who needs to multiply?  How many people are being discipled?  Has a group stopped meeting?  Keeping attendance lets the pastors and leaders know the condition of the flock and so much more.  When the leaders give input, it lets the pastors know how the groups are working and what changes or updates need to be made.

Jesus took a count in the New Testament.  In Luke 15:4, He says, “Suppose one of you has a hundred sheep and loses one of them. Doesn’t he leave the ninety-nine in the open country and go after the lost sheep until he finds it?”  How will we know if one is missing if we don’t keep count? 

Tips to take attendance:

  • Keep it simple – Leaders can text/email the names of those who attended, fill out a paper form, or use specific church software, but whatever you do, make sure that it is easy for the leaders or co-leaders. They are more likely to share that information if you keep it simple.
  • Shared Ministry – Not everyone is administrative.  If a leader struggles with reporting who was in their group, let them find someone else in the group to give the account.
  • Respond – When cell leaders give their pastors their attendance, be sure to thank them and ask about specific members or prayer concerns within their group.
  • Evaluate – Regularly (I do it quarterly), pull the numbers together, and see how the groups have grown or where they may need help.  Find out the averages to know which groups have room for more members and share what is happening with the leaders.

If nothing else, this a great reminder from Hebrews, “Have confidence in your leaders and submit to their authority, because they keep watch over you as those who must give an account. Do this so that their work will be a joy, not a burden, for that would be of no benefit to you.” (13:17) 

How do you take attendance?  What have you learned from knowing these details about your cell groups?

Korean blog (click here)

Portuguese Blog:

Ovelha 99

Michelle Geoffrey, Pastora de Células na igreja www.celebrationchurch.org

Os líderes de célula que eu supervisiono parecem cair no sono cada vez que eu falo sobre controle de frequência nas reuniões das células. Não é a parte divertida e emocionante do ministério celular. O que a gente ama é ver as pessoas se achegarem a Cristo, serem batizadas e fazerem novos discípulos. Estes são os pontos altos na agenda das reuniões. Ficar preenchendo dados em um formulário é muito chato, não é?!?!

Como faremos para saber quem está frequentando os grupos ou parou de frequentar? Como saberemos onde os grupos estão se encontrando? Como saber quantas pessoas estão sendo discipuladas? Como poderemos saber se um grupo simplesmente parou de se encontrar? O controle de frequência possibilita aos pastores e líderes conhecer como está o rebanho e muito mais. Quando os líderes informam os dados, isso traz informação aos pastores sobre como os grupos estão funcionando e o que precisa ser mudado ou adaptado.

Certa vez Jesus falou sobre uma contagem no Novo Testamento. Em Lucas 15:4 Ele disse: “Qual, dentre vós, é o homem que, possuindo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e vai em busca da que se perdeu, até encontrá-la?”. Como saberemos que há uma faltando, se não fizermos a contagem?

Dicas para o controle de frequência:

  • Seja simples – Os líderes podem enviar por mensagem ou email os nomes de quem estava presente, podem fazer isso utilizando um formulário ou ainda um software específico, mas seja como fizer, certifique-se de que é algo simples para os líderes e colíderes. É muito mais provável que eles enviem as informações se elas forem bem simples.
  • Tarefa compartilhada – Nem todos gostam de tarefas administrativas. Se um líder tem dificuldades com o controle de frequência, permita que eles encontrem alguém no grupo que possa fazer isso por eles.
  • Responda – Quando os líderes enviarem as informações, certifique-se de agradecer e fazer perguntas sobre membros específicos ou motivos de oração de seus grupos.
  • Faça uma avaliação – Proceda uma avaliação (eu faço a cada quatro meses), consolide os números e verifique quais grupos cresceram e quais grupos estão precisando de ajuda. Descubra quais são os valores médios para poder avaliar se algum grupo deveria ser redistribuídos. Compartilhe suas conclusões com seus líderes.

E lembre-se sempre de que há uma dica muito importante no livro de Hebreus: “Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros.” Hebreus 13:17

E você? Como você controla a frequência dos grupos em sua igreja? O que você tem percebido através destas informações?

Spanish blog:

99 Ovejas

Por Michelle Geoffrey, pastora de células en www.celebrationchurch.org

Cada vez que menciono la toma de asistencia en los grupos celulares a los líderes que apoyo, se quedan dormidos.  No es la parte divertida y emocionante del ministerio celular.  Nos encanta ver a la gente conocer a Cristo, bautizarse y hacer discípulos.  Esos son los puntos emocionantes en la agenda de una reunión.  Presentar los nombres en una lista es un festival de sueño, ¿verdad?

¿Cómo sabemos quién viene a un grupo o ha dejado de venir?  ¿Dónde se reúnen los grupos?  ¿Quién necesita multiplicarse?  ¿Cuántas personas están siendo discipuladas?  ¿Ha dejado de reunirse un grupo?  Mantener la asistencia permite a los pastores y líderes conocer la condición del rebaño y mucho más.  Cuando los líderes dan su opinión, les permite a los pastores saber cómo están funcionando los grupos y qué cambios o actualizaciones deben hacerse.

Jesús hizo un recuento en el Nuevo Testamento.  En Lucas 15:4, dice: “Supongan que uno de ustedes tiene cien ovejas y pierde una de ellas. ¿No deja las noventa y nueve en campo abierto y va tras la oveja perdida hasta encontrarla?”  ¿Cómo sabremos si falta una si no llevamos la cuenta? 

Consejos para pasar lista:

• Manténgalo simple – Los líderes pueden enviar un mensaje de texto/correo electrónico con los nombres de los que asistieron, llenar un formulario en papel, o usar un software específico de la iglesia, pero sea lo que sea que haga, asegúrese de que sea fácil para los líderes o co-líderes. Es más probable que compartan esa información si usted lo hace simple.
• Ministerio compartido – No todos son administradores. Si un líder tiene dificultades para reportar quiénes estuvieron en su grupo, permítales encontrar a alguien más en el grupo que pueda dar la cuenta.
• Responda – Cuando los líderes de la célula den a sus pastores su asistencia, asegúrese de agradecerles y preguntarles sobre miembros específicos o preocupaciones de oración dentro de su grupo.
• Evalúe – Regularmente (yo lo hago trimestralmente), reúna los números y vea cómo han crecido los grupos o dónde pueden necesitar ayuda.  Averigüe los promedios para saber qué grupos tienen espacio para más miembros y comparta lo que está sucediendo con los líderes.

Y sin más, este es un gran recordatorio de Hebreos: “Tengan confianza en sus líderes y sométanse a su autoridad, porque ellos velan por ustedes como quienes deben dar cuenta. Háganlo para que su trabajo sea una alegría y no una carga, pues eso no los beneficiaría”. (13:17) 

¿Cómo pasa usted la asistencia?  ¿Qué ha aprendido al conocer estos detalles sobre sus grupos celulares?

Making Biblical Disciples

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

This Summer, my family and I watched a devotional video together and my 10-year-old niece, Elizabeth, asked a Biblical question.  I started to respond to her question, but my wise brother-in-law, Dan, said, “what does the Bible say?”  It was one of those moments that sears itself into your brain because you can’t believe you didn’t think of that.  This question led to a wonderful summer of Elizabeth receiving her first “real” Bible, memorizing the names and order of the books, and learning how to find the answers to her questions.  She spent hours digging into God’s Word and finding her way on her faith journey.

This moment has haunted me.  I began to wonder how many times I have failed at making disciples.  I answered the question instead of pointing back to the Source.  If someone says, “Should I move in with my boyfriend?”  I have often tried to tell them why this is a sin, rather than simply saying, “What does the Bible say?”  How much more impactful is that?  

Jesus knew EVERYTHING when He was walking this earth.  He was better than Google! However, how did He respond to needs in most situations?

  • At the Pool of Bethesda Jesus asks the man who has been lame for 38 years, “Do you want to get well?” (John 5:1-15)
  • The disciples fear for their safety in a boat as they go through a storm and Jesus asks in Matthew 8:28, “Why are you so afraid?”
  • The disciples are discussing who Jesus is, and He responds with, “Who do you say that I am?” (Mark 8:29)

I encourage you to find some of Jesus’s questions in your quiet time this week.

Jesus used simple questions and conversations as teaching moments.  He didn’t just give the Sermon on the Mount and expect the disciples to gain a full understanding.  He showed them how to pray, perform miracles, cast out demons, and so much more while walking along the road and over dinner.

If we want to make true disciples, we need not give people our answers to their questions but instead, lead them to the Word.  Psalm 119:105 says, “Your word is a lamp for my feet, a light on my path.”  Notice it tells us that the Word is the guide, not the leader, pastor, or friend. Let’s be like Jesus and direct people to God and his Word. 

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Fazendo discípulos como a Bíblia ensina

Michelle Geoffrey, Pastora de Células na igreja Celebration, www.celebrationchurch.org

Neste verão, eu e minha família estávamos assistindo um vídeo devocional juntos quando minha sobrinha Elizabeth, de 10 anos, fez uma pergunta bíblica. Eu comecei a responder, mas fui interrompida quando Dan, meu sábio cunhado, disse: “O que a Bíblia diz sobre isso?”. Foi um daqueles momentos que fica gravado em nossa memória, pois você se pergunta como é que não pensou naquela resposta! Aquela pergunta se transformou em um verão maravilhoso em que a Elizabeth ganhou sua primeira Bíblia “de verdade”, memorizou os nomes e a ordem dos livros da Bíblia e aprendeu a achar as perguntas para suas respostas. Ela passou horas “escavando” a Palavra de Deus e encontrando seu próprio caminho em sua jornada de fé.

Aquele momento passou a me aterrorizar. Eu passei a me questionar quantas vezes eu falhei em fazer discípulos. Eu respondi perguntas, ao invés de apontar para a Fonte. Quando alguém me pergunta: “Será que devo me mudar e ir morar com meu namorado?”, eu normalmente tento explicar por que isso é pecado, ao invés de simplesmente dizer: “O que a Bíblia diz sobre isso?”. Isso tem muito mais impacto!

Jesus sabia DE TUDO quando Ele estava na terra conosco. Ele era melhor do que o Google! Entretanto, como Ele respondia às necessidades na maioria das vezes?

  • No tanque de Betesta, Jesus pergunta a um homem que era aleijado há 38 anos, “Você quer ser curado?” (João 5:1-15)
  • Os discípulos estavam temendo por suas vidas em um barco, em meio a uma tempestade e Jesus pergunta, em Mateus 8:28. “Por que vocês estão com tanto medo”.
  • Os discípulos estão discutindo sobre quem Jesus é, e Ele respondeu assim, “Quem as pessoas dizem que eu sou?” (Marcos 8:29)

Eu gostaria de incentivá-los a achar algumas outras perguntas de Jesus em seus próprios momentos devocionais esta semana.

Jesus utilizava perguntas simples e conversas como momentos de ensino. Ele não ficou apenas no Sermão da Montanha e aguardou até seus discípulos adquirissem todo o conhecimento. Ele os ensinou a orar, a fazer milagres, expulsar demônios e muito mais, enquanto caminhava e comia com eles.

Se quisermos fazer discípulos verdadeiros, não devemos simplesmente entregar nossas próprias respostas às perguntas que nos fizerem, mas sim encaminhar as pessoas à Palavra de Deus. O Salmo 119:105 nos ensina: “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.” Note que o texto nos ensina que a Palavra é o mapa, o guia, e não o líder, o pastor ou mesmo o amigo. Vamos então fazer como Jesus e direcionar as pessoas a Deus e à sua Palavra.

Spanish blog:

Haciendo discípulos bíblicos 

Por Michelle Geoffrey, pastora de células en www.celebrationchurch.org

Este verano, mi familia y yo vimos un video devocional juntos y mi sobrina de 10 años, Elizabeth, hizo una pregunta bíblica.  Empecé a responder a su pregunta, pero mi sabio cuñado, Dan, dijo: “¿qué dice la Biblia?”.  Fue uno de esos momentos que se te graban en el cerebro porque no puedes creer que no se te haya ocurrido.  Esta pregunta dio lugar a un maravilloso verano en el que Elizabeth recibió su primera Biblia “de verdad”, memorizó los nombres y el orden de los libros y aprendió a encontrar las respuestas a sus preguntas.  Pasó horas indagando en la Palabra de Dios y encontrando el camino de su fe.

Este momento me ha perseguido.  Empecé a preguntarme cuántas veces he fallado en hacer discípulos.  He respondido a la pregunta en lugar de apuntar a la Fuente.  Si alguien dice: “¿Debo mudarme con mi novio?”  A menudo he tratado de decirles por qué esto es un pecado, en lugar de decir simplemente: “¿Qué dice la Biblia?”.  ¿Cuánto más impactante es eso?  

Jesús lo sabía todo cuando caminaba por la tierra.  ¡Él era mejor que Google! Sin embargo, ¿cómo respondió a las necesidades en la mayoría de las situaciones?

•      En el estanque de Betesda, Jesús le pregunta al hombre que ha estado cojo durante 38 años: “¿Quieres sanar?” (Juan 5:1-15) 

•      Los discípulos temen por su seguridad en una barca mientras atraviesan una tormenta y Jesús les pregunta en Mateo 8:28: “¿Por qué tenéis tanto miedo?”

•      Los discípulos discuten sobre quién es Jesús y Él responde: “¿Quién decís que soy yo?” (Marcos 8:29

Te animo a que encuentres algunas de las preguntas de Jesús en tu tiempo de silencio de esta semana.

Jesús utilizó preguntas y conversaciones sencillas como momentos de enseñanza.  No se limitó a dar el Sermón de la Montaña y esperar que los discípulos lo entendieran todo.  Les enseñó a orar, a hacer milagros, a expulsar demonios y mucho más mientras caminaban por el camino y durante la cena.

Si queremos hacer verdaderos discípulos, no tenemos que dar a la gente nuestras respuestas a sus preguntas, sino llevarlos a la Palabra.  El Salmo 119:105 dice: “Tu palabra es una lámpara para mis pies, una luz en mi camino”.  Noten que nos dice que la Palabra es la guía, no el líder, el pastor o el amigo. Seamos como Jesús y dirijamos a la gente a Dios y a su Palabra.

Making Groups Accessible

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

This week, one of my Cell Group members’ vehicles is in the shop, so she is bringing her husband to work each morning.  She loves the group and is one of the most faithful members, even with its early morning meeting time.  With the change to her schedule, she resolved to miss the group, until she realized that she could be part of the group and be in the car at the same time, just virtually.

Each group meeting is an opportunity to problem solve with those we minister to overcome obstacles to help them to be part of a cell group.  Does someone have a child home ill?  Has a work schedule changed?  Is a member moving away?  Will a family be traveling?  Over the past few years, people have become much more at ease with virtual meetings and events.  Members can feel like part of the group, even if they can’t be there in person.  There are some ways to make those participating online more included.  

Here are a few tips:

  • Check the angle of the camera to make sure that those online have a good view of everyone.
  • Ask virtual members to answer the question(s) by name.
  • If possible, share the discussion questions with those online, so they can be more ready to answer.
  • Pause to wait for responses (remember that sound travels a little slower).
  • Share the ministry with EVERYONE and let the participants have parts of the meeting. 

One of our faithful senior adult leaders was injured two years ago.  She had been facilitating the group for 10+ years and was so close to the members.  We were all heartbroken when we found out it would be best if she recovered with her daughter in another city eight hours away and would be unable to return to her home.  The sweet ladies in her group stepped up and continued to meet, but also created a way for her to phone in weekly.  This has been a lifeline for her and helped her to continue to stay connected to the church body. 

If we leverage all that we have learned over the last couple of years and try to meet the needs of those to come we can harness this new found proficiency and allow others to participate in cell groups from anywhere.  One day, maybe someone will join a cell group from the Space Station!  I hope to see photos of that!

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Tornando os Grupos Acessíveis
Por Michelle Geoffrey, pastora de células na   www.celebrationchurch.org

Esta semana, um dos veículos de um dos membros da minha célula está na oficina, então ela está levando o marido para o trabalho todas as manhãs. Ela ama o grupo e é uma das integrantes mais fiéis, mesmo com o horário de reunião matinal. Com a mudança de horário, resolveu faltar ao grupo, até que percebeu que poderia fazer parte do grupo e estar no carro ao mesmo tempo, apenas virtualmente.

Cada reunião de grupo é uma oportunidade de resolver problemas com aqueles a quem ministramos para superar obstáculos e ajudá-los a fazer parte de uma célula. Alguém tem uma criança em casa doente? O horário de trabalho mudou? Um membro está se mudando? A família vai viajar? Nos últimos anos, as pessoas ficaram muito mais à vontade com reuniões e eventos virtuais. Os membros podem se sentir parte do grupo, mesmo que não possam estar lá pessoalmente. Existem algumas maneiras de tornar os participantes online mais incluídos.

Aqui estão algumas dicas:

  • Verifique o ângulo da câmera para garantir que os que estão online tenham uma boa visão de todos.
  • Peça aos membros virtuais que respondam à(s) pergunta(s) pelo nome.
  • Se possível, compartilhe as perguntas da discussão com aqueles on-line, para que eles estejam mais prontos para responder.
  • Faça uma pausa para aguardar as respostas (lembre-se de que o som viaja um pouco mais devagar).
  • Compartilhe o ministério com TODOS e deixe que os participantes tenham partes da reunião.

Uma de nossos fiéis líderes de adultos se machucou há dois anos. Ela facilitava o grupo há mais de 10 anos e era muito próxima dos membros. Ficamos todos de coração partido quando descobrimos que seria melhor se ela se recuperasse com a filha em outra cidade a oito horas de distância e não assim não pooderia estar em casa. As queridas senhoras de seu grupo se aproximaram e continuaram a se encontrar, mas também criaram uma maneira de ela telefonar semanalmente. Isso tem sido uma bóia de salvação para ela e a ajudou a continuar conectada ao corpo da igreja.

Se aproveitarmos tudo o que aprendemos nos últimos dois anos e tentarmos atender às necessidades daqueles que virão, podemos aproveitar essa nova proficiência encontrada e permitir que outros participem de grupos de células de qualquer lugar. Um dia, talvez alguém se junte a uma célula da Estação Espacial! Espero ver fotos disso! 😃

Spanish blog:

Hacer que los grupos sean accesibles 

Por Michelle Geoffrey, pastora de células en www.celebrationchurch.org

Esta semana, el vehículo de una de las  miembros de mi grupo celular estaba en el taller, por lo que está llevando a su marido al trabajo cada mañana.  A ella le encanta el grupo y es uno de los miembros más fieles, incluso con su horario de reunión temprano en la mañana.  Con el cambio de su horario, decidió faltar al grupo, hasta que se dio cuenta de que podía formar parte del grupo y estar en el coche al mismo tiempo, sólo virtualmente.

Cada reunión de grupo es una oportunidad para resolver problemas con aquellos a los que ministramos para superar los obstáculos y ayudarles a formar parte de un grupo celular.  ¿Alguien tiene un hijo enfermo en casa?  ¿Ha cambiado el horario de trabajo?  ¿Se está mudando?  ¿Va a viajar una familia?  En los últimos años, la gente se ha sentido mucho más cómoda con las reuniones y eventos virtuales.  Los miembros pueden sentirse parte del grupo, aunque no puedan estar allí en persona.  Hay algunas maneras de hacer que los participantes en línea estén más incluidos.  

He aquí algunos consejos:

  • Comprueba el ángulo de la cámara para asegurarte de que los que están en línea tienen una buena visión de todos.
  • Pide a los miembros virtuales que respondan a la(s) pregunta(s) por su nombre.
  • Si es posible, comparte las preguntas del debate con las personas conectadas, para que estén más preparadas para responder.
  • Haz una pausa para esperar las respuestas (recuerda que el sonido viaja un poco más lento).
  • Comparte el ministerio con TODOS y deja que los participantes tomen parte de la reunión.  

Una de nuestras fieles líderes de adultos mayores se lesionó hace dos años.  Ella había estado facilitando el grupo durante más de 10 años y estaba tan cerca de los miembros.  A todos se nos rompió el corazón cuando supimos que lo mejor sería que se recuperara con su hija en otra ciudad a ocho horas de distancia y que no podría volver a su casa.  Las dulces señoras de su grupo dieron un paso adelante y siguieron reuniéndose, pero también crearon una forma de que ella pudiera llamar por teléfono semanalmente.  Esto ha sido un salvavidas para ella y la ha ayudado a seguir conectada con el cuerpo de la iglesia.  

Si aprovechamos todo lo que hemos aprendido en los últimos dos años y tratamos de satisfacer las necesidades de los que vienen, podemos aprovechar esta nueva competencia y permitir que otros participen en los grupos celulares desde cualquier lugar.  Un día, tal vez alguien se una a un grupo celular desde la Estación Espacial.  ¡Espero ver fotos de eso! 😃

Sweet Dreams

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

I don’t know about you, but for me, a solid night’s sleep can be rare.  When I put my head on the pillow, I think about everything I was supposed to do that day:

  • Calling back the person looking for a cell group
  • Writing an email to a coworker
  • Encouraging a leader in a difficult season
  • Texting a friend for a coffee date
  • And a million other things…

One of my favorite verses in the Bible is Proverbs 3:24, “When you lie down, you will not be afraid; when you lie down, your sleep will be sweet.”  This verse is rich with God’s protection and provision, yet I often forget that He is there offering a peaceful night’s rest.  

When we lie down, we are most vulnerable to enemy attack.  We are in a state that it is hard to combat those who might try to harm us, and there God says that we will NOT be afraid.  How many times has fear crept into your rest?  We fear what tomorrow brings.  We fear what we can’t control.  We fear how others feel about us.  We fear failing. 

Let’s remember that while our heads are on a pillow, we can rest knowing that our God is taking care of us and we don’t have to be afraid.  He knows what tomorrow will bring (Jeremiah 29:11), He is in control (Romans 8:28), the only One who’s opinion really matters is His (Zechariah 2:8) and He won’t fail us (Psalm 13:5).  Those are the promises, we can truly rest in each evening.

As leaders, rest may seem like a faraway dream, but it is something that helps us to lead better and make better choices.  We hope that living on coffee will help carry us through, but truly, we need to make time and space for ourselves and have a good night’s sleep.  

What are some things you do on a daily basis to sleep?  How do you turn off your mind and rest in Him?

Ligar de volta para a pessoa que procura uma célula

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Bons sonhos

Por Michelle Geoffrey, pastora de célula em  www.celebrationchurch.org

Não sei você, mas para mim, uma boa noite de sono pode ser rara. Quando coloco a cabeça no travesseiro, penso em tudo que deveria fazer naquele dia:

  • Escrever um e-mail para um colega de trabalho
  • Incentivar um líder em um momento difícil
  • Mandar uma mensagem para um amigo para tomarmos um café
  • E um milhão de outras coisas…

Um dos meus versículos favoritos na Bíblia é Provérbios 3:24: “quando se deitar, não terá medo, e o seu sono será tranqüilo.” Este versículo é rico em proteção e provisão de Deus, mas muitas vezes esqueço que Ele está lá oferecendo uma noite de descanso tranquilo.

Quando nos deitamos, somos mais vulneráveis ao ataque inimigo. Estamos em um estado em que é difícil combater aqueles que podem tentar nos prejudicar, e aí Deus diz que NÃO teremos medo. Quantas vezes o medo se infiltrou em seu descanso? Tememos o que o amanhã traz. Tememos o que não podemos controlar. Tememos como os outros se sentem sobre nós. Tememos falhar.

Lembremos que enquanto nossas cabeças estão em um travesseiro, podemos descansar sabendo que nosso Deus está cuidando de nós e não precisamos ter medo. Ele sabe o que o amanhã trará (Jeremias 29:11), Ele está no controle (Romanos 8:28), a única opinião que realmente importa é a Dele (Zacarias 2:8) e Ele não falhará conosco (Salmo 13: 5). Essas são as promessas, podemos realmente descansar em cada noite.

Como líderes, o descanso pode parecer um sonho distante, mas é algo que nos ajuda a liderar melhor e a fazer melhores escolhas. Esperamos que viver de café nos ajude, mas, na verdade, precisamos ter tempo e espaço para nós mesmos e ter uma boa noite de sono.

Quais são algumas coisas que você faz diariamente para dormir? Como você desliga sua mente e descansa nEle?

Spanish blog:

Dulces sueños

Por Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

No sé sobre ti, pero para mí, una buena noche de sueño puede ser rara. Cuando apoyo la cabeza en la almohada, pienso en todo lo que se suponía que debía hacer ese día:

Devolver la llamada a la persona que busca un grupo celular

Escribir un correo electrónico a un compañero de trabajo

Animar a un líder en una temporada difícil

Enviar un mensaje de texto a un amigo para una cita de café

Y un millon de cosas mas…

Uno de mis versículos favoritos de la Biblia es Proverbios 3:24, “Cuando te acuestes, no tendrás miedo; cuando te acuestes, tu sueño será dulce”. Este versículo es rico en la protección y provisión de Dios, pero a menudo olvido que Él está allí ofreciéndome una noche de descanso reparador.

Cuando nos acostamos, somos más vulnerables al ataque del enemigo. Estamos en un estado en el que es difícil combatir a aquellos que puedan tratar de hacernos daño, y allí Dios dice que NO tendremos miedo. ¿Cuántas veces el miedo se ha colado en tu descanso? Tememos lo que traiga el mañana. Tememos a lo que no podemos controlar. Tenemos miedo de lo que otros sienten por nosotros. Tememos fallar.

Recordemos que mientras nuestras cabezas estén sobre una almohada, podemos descansar sabiendo que nuestro Dios nos está cuidando y no debemos tener miedo. Él sabe lo que traerá el mañana (Jeremías 29:11), Él tiene el control (Romanos 8:28), el único cuya opinión realmente importa es la Suya (Zacarías 2:8) y Él no nos fallará (Salmo 13: 5). Esas son las promesas, en las que realmente podemos descansar cada noche.

Como líderes, el descanso puede parecer un sueño lejano, pero es algo que nos ayuda a liderar mejor y tomar mejores decisiones. Esperamos que vivir del café nos ayude a salir adelante, pero en verdad, necesitamos hacer tiempo y espacio para nosotros mismos y tener una buena noche de sueño.

¿Cuáles son algunas de las cosas que haces a diario para dormir? ¿Cómo apagas tu mente y descansas en Él?

Sharing Wisdom (Español abajo)

By Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

I don’t know about you, but sometimes I feel overwhelmed by the amount of information at our fingertips.  With our phones, tablets or computers, we can find information on anything in less than a second.  Instead of this prompting me to read, study or listen more, I freeze up. I wait to hear a friend, pastor or leader share with me something that has been a benefit to them.  Lately, I have been sharing about the most recent book I listened to on audio with those I meet with and hope to encourage. (It is Holier Than Thou by Jackie Hill Perry… so good!)

After thinking about this a while, it became a challenge to me.  What am I reading, watching and listening to and am I passing on to others that I lead?  Have I been growing as a leader or have I stopped?  How am I pursuing wisdom on a daily basis?   

With the flood of information that we live in, we have the opportunity to aid those we coach to grow in wisdom and understanding.  Here are some ideas:

  • Scripture – Email out a verse you read and why it moved you, then ask for others to share their take.
  • Podcasts – Share a link with a great podcast that you heard.
  • Blog – Text out a fantastic blog that inspired you.
  • Book – Tell your leaders about how a book you read changed your perspective.  
  • Video – Tag your leaders in a post on a great video that challenged you.
  • Meeting – When you are meeting with a leader ask them what they are reading or listening to!

Proverbs 4:7 (NLT) says, “Getting wisdom is the wisest thing you can do! And whatever else you do, develop good judgment.”  Let’s be wise and not only keep what we have for ourselves, but invest it in those we shepherd.  People are looking at what is out there and if we don’t help them to find the rose among the thorns, they may seek the wrong things.  

So what are you reading or watching?!?!  I’d love to see!  Write in the comments below some of the content you have enjoyed recently.  Let’s grow together. 

Escritura – Envie por e-mail um versículo que você leu e por que ele o comoveu, depois peça a outras pessoas que compartilhem sua opinião.

Korean blog (click here)

Portuguese:

Compartilhando Sabedoria

Por Michelle Geoffrey, pastor de célula em  www.celebrationchurch.org

Não sei você, mas às vezes me sinto sobrecarregada com a quantidade de informações ao nosso alcance. Com nossos telefones, tablets ou computadores, podemos encontrar informações sobre qualquer coisa em menos de um segundo. Em vez de isso me levar a ler, estudar ou ouvir mais, eu congelo. Eu espero ouvir um amigo, pastor ou líder compartilhar comigo algo que tenha sido um benefício para eles. Ultimamente, tenho compartilhado sobre o livro mais recente que ouvi em áudio, com aqueles com quem me encontro e espero encorajar. (Holier Than Thou [É mais sagrado do que você – tradução livre] por Jackie Hill Perry… bom demais!)

Depois de pensar nisso por um tempo, tornou-se um desafio para mim. O que estou lendo, assistindo e ouvindo e estou passando para os outros que lidero? Tenho crescido como líder ou parei? Como estou buscando a sabedoria diariamente?

Com a enxurrada de informações em que vivemos, temos a oportunidade de ajudar aqueles que treinamos a crescer em sabedoria e compreensão. Aqui estão algumas ideias:

  • Podcasts – Compartilhe um link com um ótimo podcast que você ouviu.
  • Blog – Envie um texto para um blog fantástico que o inspirou.
  • Livro – Conte aos seus líderes como um livro que você leu mudou sua perspectiva.
  • Vídeo – Marque seus líderes em um post sobre um ótimo vídeo que o desafiou.
  • Reunião – Quando você estiver se reunindo com um líder, pergunte o que ele está lendo ou ouvindo!

Provérbios 4:7 (NTLH) diz: “Para ter sabedoria, é preciso primeiro pagar o seu preço. Use tudo o que você tem para conseguir a compreensão.” Sejamos sábios e não apenas mantenhamos o que temos para nós mesmos, mas o invistamos naqueles que pastoreamos. As pessoas estão olhando para o que está lá fora e se não as ajudarmos a encontrar a rosa entre os espinhos, elas podem procurar as coisas erradas.

Então o que você está lendo ou assistindo?!?! Adoraria ver! Escreva nos comentários abaixo alguns dos conteúdos que você gostou recentemente. Vamos crescer juntos.

Spanish:

Compartiendo Sabiduría

Por Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

No sé ustedes, pero a veces me siento abrumada por la cantidad de información que tenemos al alcance de la mano. Con nuestros teléfonos, tabletas o computadoras, podemos encontrar información sobre cualquier cosa en menos de un segundo. En lugar de que esto me impulse a leer, estudiar o escuchar más, me congelo. Espero escuchar a un amigo, pastor o líder compartir conmigo algo que les haya beneficiado. Últimamente, he estado compartiendo sobre el libro más reciente que escuché en audio con aquellos con los que me reúno y espero alentar. (Es más santo que tú, de Jackie Hill Perry… ¡muy bueno!)

Después de pensar en esto por un tiempo, se convirtió en un desafío para mí. ¿Qué estoy leyendo, viendo y escuchando y estoy transmitiendo a otros que dirijo? ¿He estado creciendo como líder o me he detenido? ¿Cómo busco la sabiduría a diario?

Con la avalancha de información en la que vivimos, tenemos la oportunidad de ayudar a aquellos a quienes entrenamos a crecer en sabiduría y comprensión. Aquí hay algunas ideas:

  1. Escritura: envíe por correo electrónico un versículo que leyó y por qué lo conmovió, luego pida a otros que compartan su opinión.
  2. Podcasts: comparta un enlace con un gran podcast que haya escuchado.
  3. Blog: envíe un mensaje de texto con un fantástico blog que lo inspiró.
  4. Libro: cuénteles a sus líderes cómo un libro que leyó cambió su perspectiva.
  5. Video: etiquete a sus líderes en una publicación en un excelente video que lo desafió.
  6. Reunión: cuando se reúna con un líder, ¡pregúntele qué está leyendo o escuchando!

Proverbios 4:7 (NTV) dice: “¡Lo que realmente importa es que cada día seas más sabio y que aumentes tus conocimientos, aunque tengas que vender todo lo que poseas.” Seamos sabios y no solo guardemos lo que tenemos para nosotros, sino invirtámoslo en aquellos a quienes pastoreamos. La gente está mirando lo que hay ahí fuera y si no les ayudamos a encontrar la rosa entre las espinas, pueden buscar las cosas equivocadas.

Entonces, ¿qué estás leyendo o viendo?!?! ¡Me encantaría ver! Escriba en los comentarios a continuación algunos de los contenidos que ha disfrutado recientemente. Crezcamos juntos.