The Church in Times of Trouble

By Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil, www.celulas.com.br

Throughout history, since Jesus founded his church, there have been  hardships such as persecutions, diseases, pestilences, and so forth. Christ’s church has never given up or been conquered.

The disciples, on one occasion, went through a storm on the sea, and Jesus was at the stern in the boat, sleeping on a cushion (Mark 4:38-41. The disciples were terrified and woke Jesus up asking Him, “Teacher, don’t you care if we drown?” After He rebuked the wind and stilled the waves, he said to his disciples, “Why are you so afraid? Do you still have no faith?” They were terrified and asked each other, “Who is this? Even the wind and the waves obey him!”

In these days of fear of Coronavirus we should not be disturbed and afraid. Jesus is in our boat! Sometimes it feels like He is asleep and doesn’t care. We might intellectually believe that Jesus is in control of every situation, but sometimes fear takes over. The Master wanted his disciples to exercise their faith, so he allowed a storm to come up to see how they would respond. As it turned out they were slow learners, like many of us today.

The Master’s teaching methods are similar today. Only as we exercise our spiritual muscles does our faith grow strong. Let us not be afraid of difficult times. They are good for us and help us increase our faith.

Hardships also bring us back to consider and analyze our priorities. Jesus gave the movement called Church only one order or command, “Make disciples of all nations”. He did not tell us make attractive and fancy programs to lure people into a building to “Worship” God, etc. In this times of coronavirus the Church is underground. No fancy meetings, just indoor family gatherings.

Social media is helping Christ’s church to maintain contact with fellow believers. Also in this time of distress, many new doors are opening to the gospel. People are much more willing to listen when the church offers a clear alternative to fear and panic. Jesus is the one who continues to rebuke the wind and calms the waves. This is the time to win people and make them disciples of Jesus Christ.

Let’s get back to simplicity. Jesus was simple. We have the gift of complication. Let’s use the different channels of social media to offer peace and hope to our unsaved friends. Let’s get back to what really matters. Make Disciples!

Help us God!

Robert

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

A Igreja em tempos difíceis

Por Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil, www.celulas.com.br

Ao longo da história, desde que Jesus fundou sua Igreja, houve dificuldades como perseguições, doenças, epidemias e assim por diante. A igreja de Cristo nunca desistiu ou foi derrotada.

Os discípulos, em uma ocasião, passaram por uma tempestade no mar, e Jesus estava na popa do barco, dormindo sobre um travesseiro (Marcos 4: 38-41). Os discípulos ficaram aterrorizados e acordaram Jesus perguntando a Ele: “’Mestre, não te importas que morramos?’ Ele se levantou, repreendeu o vento e disse ao mar: ‘Aquiete-se! Acalme-se!’ O vento se aquietou, e fez-se completa bonança. Então perguntou aos seus discípulos: ‘Por que vocês estão com tanto medo? Ainda não têm fé?’ Eles estavam apavorados e perguntavam uns aos outros: ‘Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?'”.

Nestes dias de medo do coronavírus, não devemos ficar perturbados nem com medo. Jesus está no nosso barco! Às vezes parece que ele está dormindo e não se importa. Podemos acreditar com nossa mente que Jesus está no controle de todas as situações, mas às vezes o medo toma conta. O Mestre queria que seus discípulos exercessem sua fé, então ele permitiu que uma tempestade se levantasse para ver como eles reagiriam. Como você pôde ver, eles aprendiam devagar, como muitos de nós hoje.

Os métodos de ensino do Mestre são semelhantes hoje. Somente quando exercitamos nossos músculos espirituais nossa fé se fortalece. Não tenhamos medo de tempos difíceis. Eles são bons para nós e nos ajudam a aumentar nossa fé.

As dificuldades também nos trazem de volta a considerar e analisar nossas prioridades.  Jesus deu ao movimento chamado Igreja apenas uma ordem/comando: “Façam discípulos de todas as nações”. Ele não nos disse para criar programas atraentes e sofisticados para atrair as pessoas a um prédio para “adorar” a Deus, etc. Nesse período de coronavírus, a Igreja está no “subsolo”. Não há reuniões sofisticadas, apenas reuniões familiares internas.

As mídias sociais estão ajudando a igreja de Cristo a manter contato com os irmãos. Também neste momento de angústia, muitas portas novas estão se abrindo para o evangelho. As pessoas estão muito mais dispostas a ouvir quando a Igreja oferece uma alternativa clara ao medo e ao pânico. Jesus é quem continua a repreender o vento e acalmar as ondas. Este é o momento de conquistar as pessoas e torná-las discípulas de Jesus Cristo.

Vamos voltar à simplicidade. Jesus era simples. Temos o dom da complicação. Vamos usar os diferentes canais das mídias sociais para oferecer paz e esperança aos nossos amigos não salvos. Vamos voltar ao que realmente importa. Faça discípulos!

Ajude-nos, Deus!

Robert

Spanish blog:

La iglesia en tiempos de problemas

Por Robert Lay, Ministerio de la Iglesia Celular Brasil, www.celulas.com.br

A lo largo de la historia, desde que Jesús fundó su iglesia, han habido dificultades como persecuciones, enfermedades, pestilencias, etc. La iglesia de Cristo nunca se ha rendido o ha sido conquistada.

Los discípulos, en una ocasión, atravesaron una tormenta en el mar, y Jesús estaba en la popa en el bote, durmiendo en un cojín (Marcos 4: 38-41. Los discípulos estaban aterrorizados y despertaron a Jesús preguntándole: “Maestro , ¿no te importa si nos ahogamos? “Después de que reprendió al viento y calmó las olas, les dijo a sus discípulos:” ¿Por qué tienen tanto miedo? ¿Todavía no tienen fe? “Ellos se aterrorizaron y se preguntaron unos a otros: “¿Quién es este? ¡Incluso el viento y las olas lo obedecen!”

En estos días de miedo al coronavirus no debemos ser molestados y asustados. ¡Jesús está en nuestro bote! A veces parece que está dormido y no le importa. Podríamos creer intelectualmente que Jesús tiene el control de cada situación, pero a veces el miedo se toma el control. El Maestro quería que sus discípulos ejercitaran su fe, por lo que permitió que se desatara una tormenta para ver cómo responderían. Al final resultó que eran estudiantes lentos, como muchos de nosotros hoy.

Los métodos de enseñanza del Maestro son similares hoy. Solo cuando ejercitamos nuestros músculos espirituales nuestra fe se fortalece. No tengamos miedo a los tiempos difíciles. Son buenos para nosotros y nos ayudan a aumentar nuestra fe.

Las dificultades también nos hacen volver a considerar y analizar nuestras prioridades. Jesús le dio al movimiento llamado Iglesia una sola orden o mandamiento: “Hacer discípulos a todas las naciones”. No nos dijo que hiciéramos programas atractivos y elegantes para atraer a la gente a un edificio para “adorar” a Dios, etc. En estos tiempos de coronavirus, la Iglesia está bajo tierra. No hay reuniones elegantes, solo reuniones familiares en interiores.

Las redes sociales están ayudando a la iglesia de Cristo a mantener contacto con otros creyentes. También en este momento de angustia, se están abriendo muchas puertas nuevas al evangelio. La gente está mucho más dispuesta a escuchar cuando la iglesia ofrece una alternativa clara al miedo y al pánico. Jesús es el que continúa reprendiendo al viento y calma las olas. Este es el momento de ganar personas y hacerles discípulos de Jesucristo.

Volvamos a la simplicidad. Jesús fue simple. Nosotros tenemos el don de la complicación. Usemos los diferentes canales de las redes sociales para ofrecer paz y esperanza a nuestros amigos no salvos. Volvamos a lo que realmente importa. ¡Hacer discípulos!

Ayúdanos Dios!

Robert

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

Leader and Coach at the Same Time

By Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil, www.celulas.com.br

In the past we have seen various types of coaching in the cell movement. There is the original five by five system, where the coach does not lead a cell. The emphasis was more administrative. The coach helped his leaders in managing the cell, taking care of numbers, methods, structure, and so forth. This system was always aiming the correct functions of the cell. There was less emphasis on caring for the leader’s life and personal needs, with more focus on administration. There were variations of this model, but the main emphasis was always on the proper function of the cell.

Later we saw the need to care more for the leader’s needs and life. We began to notice that many leader were burning out because coaching was perceived as very demanding and totally based on results. Some taught that the “The cell must multiply in such a such a time.”  There was too much pressure on the leader. As the leader got more and more attention, fewer leaders began to burn out. With more healthy leaders, the cells always began to function better.

More recently, we discovered that one leader can care or coach leaders that have  multiplied from his or own cell. In our experience each leader/coach, should not have more than three cells to coach. It can be less, but rarely more. So, at the same time a leader leads his cell, he cares for leaders that multiplied from him. This will not overload the leader/coach because he has a deep relationship to his ex-intern, who is now a leader.

This does not call for many extra official meetings, but problems will be solved mush easier based on prior identification and communication. This has another advantage. You don’t “lose” a leader. In the previous system,  the best leaders became coaches and did not lead cells anymore.

Once you have ten leader/coaches and each coaching three cells you can have a superintendent or area pastor over them. So, this superintendent will pastor ten leader/coaches with thirty cells.

There are many churches in Brazil using this system now, with much success!

Help Us God!

Robert M. Lay, Cell Church Ministry Brazil

Korean blog (click here)

Portuguese blog: 

Líder e treinador ao mesmo tempo

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

No passado, vimos vários tipos de treinamento no movimento celular. Existe o sistema original cinco por cinco, em que o treinador não lidera uma célula. A ênfase era mais administrativa. O treinador ajudava seus líderes no gerenciamento da célula, cuidando de números, métodos, estrutura e assim por diante. Este sistema estava sempre visando as funções corretas da célula. Havia menos ênfase no cuidado com a vida e as necessidades pessoais do líder, com mais foco na administração. Havia variações desse modelo, mas a ênfase principal estava sempre no bom funcionamento da célula.

Mais tarde, vimos a importância de cuidar mais das necessidades e da vida do líder. Começamos a perceber que muitos líderes estavam se esgotando porque o treinamento era percebido como algo muito exigente e totalmente baseado em resultados. Alguns ensinavam que “a célula deve se multiplicar em tal momento”. Havia muita pressão sobre o líder. À medida que o líder recebia cada vez mais atenção, menos líderes começaram a se esgotar. Com líderes mais saudáveis, as células passaram a funcionar melhor.

Mais recentemente, descobrimos que um líder pode cuidar ou treinar líderes que se multiplicaram a partir de sua própria célula. Em nossa experiência, cada líder/treinador não deve ter mais de três células para treinar. Pode ser menos, mas raramente mais. Assim, ao mesmo tempo em que um líder lidera sua célula, ele se importa com os líderes que se multiplicam dele. Isso não sobrecarregará o líder/treinador porque ele tem um relacionamento profundo com seu antigo líder em treinamento, que agora é um líder.

Isso não exige muitas reuniões oficiais extras, e os problemas serão resolvidos com mais facilidade com base na identificação e comunicação anteriores. Isso tem outra vantagem. Você não “perde” um líder.  No sistema anterior, os melhores líderes se tornaram treinadores e não lideravam mais as células.

Depois de ter dez líderes/treinadores e cada um deles treinar três células, você poderá ter um superintendente ou pastor de área sobre eles. Portanto, esse superintendente cuidará de dez líderes/treinadores com trinta células.

Existem muitas igrejas no Brasil usando esse sistema agora, com muito sucesso!

Ajude-nos, Deus!

Spanish blog: 

Líder y supervisores al mismo tiempo

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

En el pasado hemos visto varios tipos en la manera de supervisar en el movimiento celular. Existe el sistema original de cinco por cinco, donde el supervisor no dirige una célula. El énfasis fue más administrativo, el supervisor ayudó a sus líderes en el manejo de la célula, cuidando los números, los métodos, la estructura, etc. Este sistema siempre apuntaba a las funciones correctas de la célula. Hubo menos énfasis en cuidar la vida y las necesidades personales del líder, con un mayor enfoque en la administración. Hubo variaciones de este modelo, pero el énfasis principal siempre estuvo en la función adecuada de la célula.

Más tarde vimos la necesidad de preocuparnos más por las necesidades y la vida del líder. Comenzamos a notar que muchos líderes se estaban agotando porque el entrenamiento se percibía como muy exigente y totalmente basado en los resultados. Algunos enseñaron que “la célula debe multiplicarse en tal tiempo”, había demasiada presión sobre el líder. A medida que el líder recibió más y más atención, menos líderes comenzaron a agotarse. Con líderes más saludables, las células siempre comenzaron a funcionar mejor.

Más recientemente, descubrimos que un líder puede cuidar o entrenar a los líderes que se han multiplicado desde su propia célula. En nuestra experiencia, cada líder / supervisor no debe tener más de tres células para supevisar. Puede ser menos, pero rara vez más. Entonces, al mismo tiempo que un líder dirige su célula, se preocupa por los líderes que se multiplicaron de él. Esto no sobrecargará al líder / supervisor porque tiene una relación profunda con su ex interno, quien ahora es un líder.

Esto no requiere muchas reuniones oficiales adicionales, pero los problemas se resolverán más fácilmente en función de la identificación y comunicación previa. Esto tiene otra ventaja, no “pierdes” un líder. En el sistema anterior, los mejores líderes se convirtieron en supervisores y ya no lideraron células.

Una vez que tenga diez líderes / supervisores y cada uno atendió tres células, puede tener un superintendente o un pastor de área sobre ellos. Entonces, este superintendente pastoreará diez líderes / supervisores con treinta células.

¡Hay muchas iglesias en Brasil que usan este sistema ahora, con mucho éxito!

Ayúdanos Dios!

Robert M. Lay, Ministerio de la Iglesia Celular Brasil

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

Filling the Earth with Disciples

By Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil, www.celulas.com.br

In the fifth century the church movement started by Jesus Christ died out, and we saw a return to the Old Testament institutional model. The Old Testament was a centralizing institution. It was a come  movement. Come to Israel, come to Jerusalem, come to the Temple to find God. Everything was pointing to the center, House of God, Priests, Law, and so forth.

When Jesus came he turned everything upside down. He introduced the  go into all the world  movement. Nothing was centralized anymore. His message was not limited to a geographical place, Israel, anymore. Now the Gospel should be spread to all the world. God did not dwell in a House, Temple, anymore. Every believer now is the Temple of the Holy Spirit. There is no centralized priesthood any more. Every believer is a Priest right now.

This return to a centralized institution was a big trap of the devil to paralyze the outward movement initiated by Jesus Christ. The church, then, lost its impetus to go to all the world.

The system used by Jesus to take his message out to all the world was making disciples.  He demonstrated this with His own group, relational community life, investing His life in their lives for a good period of time, until they were ready to multiply into others what they experienced with him.

How can we fill the earth with disciples? Only by going back to the lifestyle and system that Jesus clearly demonstrated. Every house a church and every member a priest, who multiplies himself making disciples. Lets go back to the example Jesus gave us. I’m referring to relational cell community that transforms baby Christians into disciples, who make disciples, who make disciples until we fill the Earth with disciples of Jesus Christ.

Help us God!

Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Enchendo a Terra com Discípulos

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

No século V, o movimento da igreja iniciado por Jesus Cristo desapareceu e vimos um retorno ao modelo institucional do Antigo Testamento. O Antigo Testamento era uma instituição centralizadora. Foi um movimento de vir. Venha a Israel, venha a Jerusalém, venha ao Templo para encontrar Deus. Tudo apontava para o centro, Casa de Deus, Sacerdotes, Lei, e assim por diante.

Quando Jesus veio, virou tudo de cabeça para baixo. Ele introduziu o movimento ide por todo o mundo. Nada mais era centralizado. Sua mensagem não estava mais limitada a um local geográfico, Israel. Agora o evangelho devia ser espalhado por todo o mundo. Deus não habitava mais em uma casa ou templo. Agora todo convertido é um templo do Espírito Santo. Não há mais sacerdócio centralizado. Todo crente é um sacerdote.

Esse retorno a uma instituição centralizada foi uma grande armadilha do diabo para paralisar o movimento externo iniciado por Jesus Cristo. A Igreja, então, perdeu seu ímpeto de ir a todo o mundo.

O sistema usado por Jesus para levar Sua mensagem a todo o mundo estava fazendo discípulos. Ele demonstrou isso com Seu próprio grupo, a vida relacional da comunidade, investindo Sua vida nas vidas deles por um bom período de tempo, até que eles estivessem prontos para multiplicar em outras pessoas o que experimentaram com Ele.

Como podemos encher a terra de discípulos? Somente voltando ao estilo de vida e sistema que Jesus demonstrou claramente. Toda casa sendo uma igreja e todo membro um sacerdote, que se multiplica fazendo discípulos. Vamos voltar ao exemplo que Jesus nos deu. Estou me referindo à comunidade de células relacionais que transforma bebês cristãos em discípulos, que fazem discípulos, que fazem discípulos até enchermos a Terra com discípulos de Jesus Cristo.

Ajude-nos, Deus!

Robert Lay, Ministério Igreja em Células Brasil

 Spanish blog:

Llenando la tierra con discípulos

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

En el siglo quinto, el movimiento de la iglesia iniciado por Jesucristo se extinguió y vimos un regreso al modelo institucional del Antiguo Testamento. El Antiguo Testamento era una institución centralizadora; era un movimiento basado en el ven. Ven a Israel, ven a Jerusalén, ven al Templo a buscar a Dios. Todo apuntaba al centro, a la Casa de Dios, a los Sacerdotes, a la Ley, etc.

Cuando Jesús vino, puso todo al revés. Introdujo el ir a todo el movimiento mundial, ya nada estaba centralizado. Su mensaje ya no se limitaba a un lugar geográfico, Israel. Ahora el Evangelio debería extenderse a todo el mundo. Dios ya no habitaba en una casa, templo. Todo creyente ahora es el Templo del Espíritu Santo, ya no hay sacerdocio centralizado. Todo creyente es un sacerdote en este momento.

Este regreso a una institución centralizada fue una gran trampa del diablo para paralizar el movimiento exterior iniciado por Jesucristo. La iglesia, entonces, perdió su ímpetu para ir a todo el mundo.

El sistema utilizado por Jesús para llevar su mensaje a todo el mundo era hacer discípulos. Lo demostró con su propio grupo, la vida comunitaria relacional, invirtiendo su vida en sus vidas durante un buen período de tiempo, hasta que estuvieron listos para multiplicar en otros lo que experimentaron con él.

¿Cómo podemos llenar la tierra con discípulos? Solo volviendo al estilo de vida y al sistema que Jesús demostró claramente. Cada casa es una iglesia y cada miembro es un sacerdote, que se multiplica para hacer discípulos. Volvamos al ejemplo que Jesús nos dio. Me estoy refiriendo a la comunidad celular relacional que transforma a los bebés cristianos en discípulos, que hacen discípulos, que hacen más discípulos hasta que llenemos la Tierra con discípulos de Jesucristo.

Ayúdanos Dios!

Robert Lay, Ministerio de la Iglesia Celular Brasil

Cells on a Mission

By Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil, www.celulas.com.br

It is commonly and accurately said that our God is a missionary God. He sent out the first missionary, His Son!

And then Jesus sent out his own disciples to make other disciples of all nations, not to teach them theology and doctrine but to  teach them to obey all things he commanded to His first disciples. Each born again person has to grow into spiritual maturity through discipleship and reproduce themselves by winning other unbelievers and helping them to change values and obey the King. But we must not stop there. We need to help them live the kingdom values. This is the task that King Jesus has given us.

The new wineskin mentioned by Jesus to contain the strong new wine of His message of salvation, is community life through cell life, or Christ’s body life. This is the best place to win unbelievers and help them to obey and teach them all things the Master commanded us.

There are different ways to disciple people. But it always has to be connected to Christ’s body life. There is no such thing as a Christian who “Does his own thing” in the New Testament.

Body life evangelism is the most natural and effective way for a cell group to grow and multiply. Cells are the best breeding grounds for church planters and missionaries home and abroad. This has been our experience. Churches that keep their cells aware of their missional call of duty will become effective missionary sending bases!

Help us God!

Robert M. Lay

Cell Church Movement Brazil

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Células em Missão

 

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

 

É correto dizer que nosso Deus é um Deus missionário. Ele enviou o primeiro missionário, Seu Filho!

 

E então Jesus enviou seus próprios discípulos para formar outros discípulos de todas as nações, não para ensiná-los teologia e doutrina, mas ensiná-los a obedecer a todas as coisas que ele ordenou a Seus primeiros discípulos. Cada pessoa nascida de novo deve crescer em maturidade espiritual através do discipulado e se reproduzir ganhando outros incrédulos e ajudando-os a mudar seus valores e obedecer ao Rei. Mas não devemos parar por aí. Precisamos ajudá-los a viver os valores do Reino. Essa é a tarefa que o Rei Jesus nos deu.

 

O novo odre mencionado por Jesus para conter o forte e novo vinho de Sua mensagem de salvação é a vida comunitária através da vida celular, ou a vida do Corpo de Cristo. Este é o melhor lugar e meio para ganhar os descrentes e ajudá-los a obedecer e ensinar tudo o que o Mestre nos ordenou.

 

Existem diferentes maneiras de discipular as pessoas. Mas elas sempre devem estar conectadas à vida do Corpo de Cristo. Não existe cristão que “faça sua própria coisa” no Novo Testamento.

 

O evangelismo da vida do Corpo é a maneira mais natural e eficaz de um grupo celular crescer e se multiplicar. Podemos chamar isso de “Missões Domésticas”. As células são os melhores criadouros para os plantadores de igrejas e missionários em casa e no exterior. Essa tem sido a nossa experiência. As igrejas que mantêm suas células atentas ao chamado missionário se tornarão bases de envio missionárias eficazes!

 

Ajude-nos a Deus!

 

Robert M. Lay

Movimento Igreja em Células Brasil

Spanish blog: 

Células en misión

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

Se dice comúnmente y con precisión que nuestro Dios es un Dios misionero. ¡Envió al primer misionero, Su Hijo!

Y luego Jesús envió a sus propios discípulos para hacer otros discípulos de todas las naciones, no para enseñarles teología y doctrina, sino para enseñarles a obedecer todas las cosas que ordenó a Sus primeros discípulos. Cada persona nacida de nuevo tiene que crecer hacia la madurez espiritual a través del discipulado y reproducirse ganando a otros no creyentes y ayudándoles a cambiar sus valores y obedecer al Rey. Pero no debemos detenernos allí. Necesitamos ayudarlos a vivir los valores del reino. Esta es la tarea que el Rey Jesús nos ha encomendado.

El nuevo odre mencionado por Jesús para contener el nuevo y fuerte vino de Su mensaje de salvación, es la vida comunitaria a través de la vida celular, o la vida corporal de Cristo. Este es el mejor lugar y los medios para ganar a los no creyentes y ayudarlos a obedecer y enseñarles todas las cosas que el Maestro nos ordenó.

Hay diferentes maneras de discipular a las personas. Pero siempre tiene que estar conectado con la vida corporal de Cristo. No hay tal cosa como un cristiano que “hace lo suyo” en el Nuevo Testamento.

La evangelización de la vida corporal es la forma más natural y efectiva para que un grupo celular crezca y se multiplique. Podríamos llamar a esto “Misiones en el hogar”. Las células son la mejor tierra de cultivo para plantadores de iglesias y misioneros en el país y en el extranjero. Esta ha sido nuestra experiencia. ¡Las iglesias que mantienen sus células conscientes de su llamado y deber misional see convertirán en bases efectivas de envío misionero!

Ayúdanos Dios!

Robert M. Lay

Movimiento Iglesia Celular Brasil

Biblical Basis and Inspiration in Cell Ministry

By Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil, www.celulas.com.br

When we read the New Testament, we always have to keep in mind the intention of the writers, the subject matter they are dealing with, and the context of the readers.  The NT writers never wrote to large audiences, meeting in auditoriums to be read as a lecture. The writers had in mind a small group of people meeting in a house. These people knew each other, gathered for the same reason, and had a common mission. We often find the Apostles giving practical instructions to the group about how to relate to each other, how to practice the one anothers, and how to fulfill Christ’s great commission.

Besides all the other passages that give support to the cell system, one of my favorites is Romans 15:1-14. Paul gives lots of  practical recommendations about the  house church and how the people should relate to each other:

                In v.1   -Bear with the failings of the weak.

                            -Not to please ourselves.

                In v.2   -Please his neighbor for his good, build him up.

                In v.4.5 -Endurance and encouragement

                In v.5    -A Spirit of unity among yourselves

                In v.7    -Accept one another just as Christ accepted you

                In v.14  -My brothers, you yourselves are full of goodness, complete in knowledge and competent to instruct one another. (Reference to the Priesthood of all Believers).

It is evident that 1 Corinthians 12 highlights the cell as the Church. The affirmation of “ A Body, although heaving many parts, is One Body” is clear enough to understand the concept of a relational and not institutional movement. Our problem is that after Constantine our Ecclesiology slid back into the Old Testament, and since then it is based on tradition and not on New Testament principles.

Our Task is to go back and rescue the lost principles of the New Testament Church!

Help us God!

Robert M. Lay

Cell Church Movement Brazil

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Base Bíblica e Inspiração no Ministério Celular

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

Quando lemos o Novo Testamento, sempre devemos ter em mente a intenção dos escritores, o assunto com o qual estão lidando e o contexto dos leitores. Os escritores do NT nunca escreveram para grandes audiências, reunidos em auditórios para serem lidos como uma palestra. Os escritores tinham em mente um pequeno grupo de pessoas reunidas em uma casa. Essas pessoas se conheciam, se reuniam pelo mesmo motivo e tinham uma missão em comum. Muitas vezes encontramos os apóstolos dando instruções práticas ao grupo sobre como se relacionar, como praticar os “uns aos outros” e como cumprir a Grande Comissão de Cristo.

Além de todas as outras passagens que dão suporte ao sistema de células, uma das minhas favoritas é Romanos 15:1-14. Paulo dá muitas recomendações práticas sobre a igreja doméstica e como as pessoas devem se relacionar:

No versículo 1 – Suportar as falhas dos fracos.

  • Não agradar a nós mesmos.

No versículo 2 – Agradar ao seu próximo para o bem dele, a fim de edificá-lo.

No versículo 4.5 – Perseverança e encorajamento.

No versículo 5 – Um espírito de unidade entre vocês.

No versículo 7 – Aceitem-se uns aos outros assim como Cristo os aceitou.

No versículo 14 – “Meus irmãos, eu mesmo estou convencido de que vocês estão cheios de bondade e plenamente instruídos, sendo capazes de aconselhar-se uns aos outros” (Referência ao sacerdócio de todos os crentes).

É evidente que 1 Coríntios 12 destaca a célula como a Igreja. A afirmação de “Assim o corpo é uma unidade, embora tenha muitos membros” é clara o suficiente para entender o conceito de um movimento relacional e não institucional. Nosso problema é que, depois de Constantino, nossa eclesiologia voltou ao Antigo Testamento, e desde então ela se baseia na tradição e não nos princípios do Novo Testamento.

Nossa tarefa é voltar e resgatar os princípios perdidos da Igreja do Novo Testamento!

Ajude-nos, Deus!

Robert M. Lay

Movimento Igreja em Células Brasil

Spanish blog:

Bases bíblicas e inspiración en el ministerio celular

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

Cuando leemos el Nuevo Testamento, siempre debemos tener en cuenta la intención de los escritores, el tema que tratan y el contexto de los lectores. Los escritores del NT nunca escribieron a grandes audiencias, reuniéndose en auditorios para ser leídos como una conferencia. Los escritores tenían en mente un pequeño grupo de personas reunidas en una casa. Estas personas se conocían, se reunían por la misma razón y tenían una misión común. A menudo encontramos a los Apóstoles dando instrucciones prácticas al grupo sobre cómo relacionarse entre sí, cómo practicar el “uno con el otro” y cómo cumplir la gran comisión de Cristo.

Además de todos los otros pasajes que dan soporte al sistema celular, uno de mis favoritos es Romanos 15: 1-14. Pablo da muchas recomendaciones prácticas sobre la iglesia en casa y cómo las personas deben relacionarse entre sí:

En v.1 -Soportar las fallas de los débiles.

-No para complacernos a nosotros mismos.

En v.2 -Por favor, agrada a tu vecino por su bien, edifícalo.

En v.4.5 – Resistencia y ánimo. 

En v.5 -Un espíritu de unidad entre ustedes

En v.7 -Aceptaos unos a otros tal como Cristo los aceptó

En v.14 -Mis hermanos, ustedes mismos están llenos de bondad, completos en conocimiento y competentes para instruirse mutuamente. (Referencia al sacerdocio de todos los creyentes).

Es evidente que 1 Corintios 12 destaca la célula como la Iglesia. La afirmación de “Un cuerpo, aunque tiene muchas partes, es un cuerpo” es lo suficientemente clara como para comprender el concepto de un movimiento relacional y no institucional. Nuestro problema es que después de Constantino nuestra eclesiología se deslizó de regreso al Antiguo Testamento, y desde entonces se basa en la tradición y no en los principios del Nuevo Testamento.

¡Nuestra tarea es regresar y rescatar los principios perdidos de la Iglesia del Nuevo Testamento!

Ayúdanos Dios!

Robert M. Lay

Movimiento Iglesia Celular Brasil