Blog

The Different Types of Discipleship in the Cell Church (Español Abajo)

By Abe Huber. Abe is married to Andrea Huber and they have three children: Priscilla, David, and Daniel. Abe has his B.A. from Columbia Bible College (now Columbia International University). Abe is the lead pastor of Paz Church in Sao Paulo and the international director of the MDA association of churches (cell-based with an emphasis on discipleship). author, pastor, and founder of the MDA movement

It is so beautiful to see a church where people are genuinely discipled. We have to realize, however, that there are different levels of member maturity and responsibility. That is why I believe in the importance of having different types of discipleship in a cell church. I want to share with you five different types of discipleship.

1. The Follow Up Discipleship for the New Believer

We have a follow-up book for the disciple with lessons to teach the fundamental truths of the Christian faith to the new converts. All new members and new believers are encouraged to be part of a cell group. The cell group leader will then provide someone from the same cell group to study the Word, pray and help the new believer understand and practice the Biblical truths taught in the follow-up book.

2. The Discipleship of the Cell Group Member

The primary way to disciple the cell group member is through truly shepherding them. The cell group leader receives training to have a shepherd’s heart and give his life for the sheep. He will then train his apprentices to have the same shepherds heart: know the sheep by name, intercede for them, visit them, and guarantee their spiritual well-being.

3. A More Intense Discipleship for Certain Cell Group Members

Certain members will temporarily need more intense discipleship for one or more of these reasons:

  • To help him win the victory over a sinful habit.
  • To help deal correctly in a relationship.
  • Maybe to grow spiritually, and the leadership team of the cell group will then provide someone to disciple him.

For this more intense discipleship to have positive results:

  • Those wanting more in-depth help must have a teachable spirit with the right attitude.
  • This more intense discipleship is temporary until the issue has been resolved or the person wants to enter into deeper discipleship.

4. Profound Discipleship for the Apprentices.

Who are the apprentices?

  • All the members who are being trained to be disciplers (going through the discipler’s track).
  • All the disciplers in that cell group.
  • All the disciplers trained to be cell group leaders (going through the cell leader’s track).

This discipleship is done one on one and in group settings. This discipleship is done on a regular and long-term relationship basis, but without legalism and with much flexibility.

5. Profound Discipleship for the Cell Group Leaders

This discipleship is done individually by the cell leaders’ coach/supervisor and in group settings. This discipleship is done on a regular and long-term relationship basis, but without legalism and with much flexibility. It’s a long-term investment in God’s precious sheep.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Liderança para todos

Escrito por Abe Huber. Abe é casado com Andrea Huber e o casal tem 3 filhos: Priscila, David e Daniel. Abe terminou seu bacharelado na Columbia Bible College (o nome atual é Columbia International University). Abe é o pastor principal da Igreja da Paz em São Paulo e é o Diretor Internacional da Associação das Igrejas MDA (Igreja Celular com ênfase em discipulado)

É muito lindo poder observar uma igreja onde as pessoas são realmente discipuladas. Entretanto, precisamos entender que há diferentes níveis de maturidade e responsabilidade entre os membros da igreja. É por esta razão que eu acredito na importância de haver diferentes tipos de discipulados na igreja celular. Eu quero compartilhar com vocês 5 tipos diferentes de discipulado.

1. O discipulado de acompanhamento do Novo Convertido

Nós temos um livro de acompanhamento do discípulo, com lições que ensinam as verdades fundamentais da fé cristã aos novos convertidos. Todos os novos membros e novos convertidos são encorajados a participar de uma célula. O líder da célula providencia alguém da própria célula para estudar a Palavra e orar com o novo convertido, ajudando-o a entender e praticar as verdades bíblicas ensinadas no livro de acompanhamento.

2. O discipulado do membro da célula

A principal maneira de discipular o membro da célula é verdadeiramente pastoreando esta pessoa. O líder da célula recebe treinamento para ter o coração de um pastor e dar sua vida pelas ovelhas. Ele então treinará seus aprendizes a ter o mesmo coração de pastor: conhecer as ovelhas pelo nome, interceder por elas, visitá-las e garantir seu bem-estar espiritual.

3. O discipulado mais intenso de membros específicos da célula

Alguns membros da célula vão precisar de um discipulado mais intensivo por algum tempo. Isso pode acontecer por uma ou mais destas 3 razões:

  • Para ajudá-lo a vencer um hábito pecaminoso
  • Para ajudá-lo em um determinado relacionamento
  • Para que ele cresça espiritualmente, e neste caso a liderança da célula providenciará alguém para realizar este discipulado com ele

Para que este discipulado mais intenso seja bem-sucedido, é necessário:

  • Que as pessoas que buscam este discipulado tenham um espírito ensinável e demonstrem a atitude correta.
  • Que este momento seja temporário, até que o assunto seja resolvido ou a pessoa deseje entrar em um discipulado mais profundo.

4. Discipulado profundo para aprendizes

Quem são os aprendizes?

  • Todos os membros que estão sendo treinados para serem discipuladores (estão no trilho do discipulador)
  • Todos os discipuladores da célula
  • Todos os discipuladores treinados para serem líderes de células (através do trilho do líder de célula)

Este discipulado é feito tanto um-a-um quanto em grupo. Este discipulado é feito de maneira constante e com base em um relacionamento de longo prazo, mas sem legalismo e com muita flexibilidade.

5. Discipulado profundo para os líderes de células

Este discipulado é feito pelo supervisor de líderes, tanto individualmente quanto em grupo. Também é feito de maneira constante e com base em um relacionamento de longo prazo, mas sem legalismo e com muita flexibilidade. É um investimento de longo prazo nas ovelhas preciosas de Deus.

Spanish blog:

Los diferentes tipos de discipulado en la iglesia celular

Por Abe Huber. Abe está casado con Andrea Huber y tienen tres hijos: Priscilla, David y Daniel. Abe tiene su licenciatura del Columbia Bible College (ahora Universidad Internacional de Columbia). Abe es el pastor principal de la Iglesia Paz en Sao Paulo y el director internacional de la asociación de iglesias MDA (basada en células con énfasis en el discipulado).

Es tan hermoso ver una iglesia donde las personas son genuinamente discipuladas. Sin embargo, debemos darnos cuenta de que existen diferentes niveles de madurez y responsabilidad de los miembros. Por eso creo en la importancia de tener diferentes tipos de discipulado en una iglesia celular. Quiero compartir contigo cinco tipos diferentes de discipulado.

1. El seguimiento del discipulado para el nuevo creyente

Tenemos un libro de seguimiento para el discípulo con lecciones para enseñar las verdades fundamentales de la fe cristiana a los nuevos conversos. Se anima a todos los nuevos miembros y nuevos creyentes a formar parte de un grupo celular. El líder del grupo celular proporcionará a alguien del mismo grupo celular para estudiar la Palabra, orar y ayudar al nuevo creyente a comprender y practicar las verdades bíblicas que se enseñan en el libro de seguimiento.

2. El discipulado del miembro del grupo celular

La forma principal de discipular al miembro del grupo celular es guiándolo verdaderamente. El líder del grupo celular recibe entrenamiento para tener un corazón de pastor y dar su vida por las ovejas. Luego capacitará a sus aprendices para que tengan el mismo corazón de pastor: conocer a las ovejas por su nombre, interceder por ellas, visitarlas y garantizar su bienestar espiritual.

3. Un discipulado más intenso para ciertos miembros del grupo celular

Ciertos miembros necesitarán temporalmente un discipulado más intenso por una o más de estas razones:

  • Para ayudarlo a ganar la victoria sobre un hábito pecaminoso.
  • Para ayudar a lidiar correctamente en una relación.
  • Tal vez para crecer espiritualmente, y el equipo de liderazgo del grupo celular proporcionará a alguien para discipularlo.

Para que este discipulado más intenso tenga resultados positivos:

Aquellos que deseen una ayuda más profunda deben tener un espíritu de enseñanza con la actitud correcta.

Este discipulado más intenso es temporal hasta que el problema se haya resuelto o la persona quiera entrar en un discipulado más profundo.

4. Discipulado profundo para los aprendices.

¿Quiénes son los aprendices?

  • Todos los miembros que están siendo entrenados para ser discipuladores (pasando por la pista del discipulador).
  • Todos los discipuladores de ese grupo celular.
  • Todos los discipuladores entrenados para ser líderes de grupo celular (pasando por la pista del líder celular).

Este discipulado se realiza uno a uno y en grupos. Este discipulado se realiza sobre una base de relación regular y de largo plazo, pero sin legalismo y con mucha flexibilidad.

5. Discipulado profundo para los líderes del grupo celular

Este discipulado se realiza individualmente por el entrenador / supervisor de los líderes celulares y en entornos grupales. Este discipulado se realiza sobre una base de relación regular y de largo plazo, pero sin legalismo y con mucha flexibilidad. Es una inversión a largo plazo en la preciosa oveja de Dios

Empowering Disciple Makers

By Abe Huber. Abe is married to Andrea Huber and they have three children: Priscilla, David, and Daniel. Abe has his B.A. from Columbia Bible College (now Columbia International University). Abe is the lead pastor of Paz Church in Sao Paulo and the international director of the MDA association of churches (cell-based with an emphasis on discipleship). author, pastor, and founder of the MDA movement

But you are Gods chosen treasure —priests who are kings, a spiritual nation” set apart as Gods devoted ones. He called you out of darkness to experience his marvelous light, and now he claims you as his very own. He did this so that you would broadcast his glorious wonders throughout the world (1 Peter 2:9, TPT)

Based on this text and others in the Bible, I believe all Christians are called to be priests. As we can see in this verse, we as priests are called to “broadcast His glorious wonders throughout the world.” I believe that this is another way to say that all believers are called to make disciples. How can we see this become a reality in our cell groups?

As a cell group leader, I have learned from others and from personal experience some practical ways to help the cell group members get involved in making disciples. As the cell group leader cares, shepherds, and disciples the cell members, it will soon be self-evident that some members are more ready to be part of the leadership team of apprentices.

Paul told Timothy in 2 Timothy 2:2 to invest intentionally in faithful people who will be able to teach others also. The cell leader will disciple more profoundly these key people. What about the other cell members? Who is going to care for them?

As the leader meets with his apprentices, he will lovingly challenge them to help him care, shepherd, and disciple all the members. He will care for the sheep alongside his apprentices and be training them on how to disciple. After this, he will ask the apprentice to continue caring and discipling these members. This way, not only are all the members being well cared for but the apprentices are empowered to

Parallel to the one-on-one mentoring from the cell leader, the apprentice will also be preparing to be a leader through two different tracks. We have a leadership track for those traIned to be cell group leaders. But before they start doing this leadership track, the apprentices teach on how to be a disciple-maker. This teaching on how to be a disciple-maker includes some practical courses offered at church.

What is so exciting is that the apprentices are trained through the courses and the practical mentoring with their leader. They are also actually already shepherding and discipling the other cell group members. This way, all the members are well cared for, but the apprentices are empowered to make disciples.

It is essential to remember a big secret: “Healthy sheep will truly reproduce.”  Why am I saying this? As everyone in the cell group is well cared for, soon the members start reproducing, and the cell group grows. Now the apprentices are ready to lead new cell groups, and many become the new apprentices.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Empoderando fazedores de discípulos

Abe Huber, autor, pastor e fundador do movimento MDA

“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; vós, sim, que, antes, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia.” 1 Pedro 2:9-10

Com base neste e em outros textos da Bíblia, eu creio que todos os Cristãos são chamados para o sacerdócio. Como podemos ver nestes versículos, como sacerdotes somos chamados a “proclamar as virtudes daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz”. Eu creio que esta e uma outra maneira de dizer que todos os crentes são chamados a fazer discípulos. Como podemos ver isto se tornar realidade em nossas células?

Como líder de célula, eu aprendi com outras pessoas e a partir da minha própria experiência, algumas maneiras práticas de ajudar os membros da célula a envolver-se na tarefa de fazer discípulos. À medida que o líder cuida, pastoreia e discipula os membros da célula, rapidamente será óbvio que alguns dos membros estão cada vez mais prontos para fazer parte da equipe que se prepara para o aprendizado da liderança.

No texto de 2 Timóteo 2:2, vemos que Paulo instou Timóteo a investir intencionalmente em pessoas fiéis que por sua vez instruiriam a outros. O líder da célula discipulará estas pessoas chave de uma maneira mais profunda. Mas e os outros membros da célula? Quem vai cuidar deles?

À medida que o líder se reúne com seus aprendizes, ele vai carinhosamente desafiá-los a ajudá-lo a cuidar, pastorear e discipular todos os membros. Ele vai cuidar de suas ovelhas em conjunto com seus aprendizes e os treinará sobre como discipular. No próximo passo ele vai convidar os aprendizes a continuar cuidando e discipulando os demais membros da célula. Desta forma, não apenas todos os membros estarão sendo cuidados, mas os aprendizes estarão sendo empoderados. 

Além da mentoria um-a-um que receberá do líder da célula, o aprendiz também estará se preparando para a liderança através de dois caminhos distintos. Temos um trilho de liderança para as pessoas que estão sendo treinadas para serem líderes de célula. Mas antes mesmo de iniciar este trilho de liderança, os aprendizes aprendem sobre como tornarem-se fazedores de discípulos. Este ensino inclui alguns cursos práticos oferecidos pela igreja.

A parte mais emocionante é que os aprendizes são treinados tanto pelos cursos quanto pela mentoria com seu líder. Na prática eles já estão pastoreando e discipulando os outros membros da célula. Desta maneira, todos os membros são cuidados mas os aprendizes são empoderados a fazer discípulos.

É fundamental lembrar de um grande segredo: “Ovelhas saudáveis certamente se reproduzirão”. Por que estou dizendo isso? Porque quando todos na célula são cuidados, os membros logo começarão a se reproduzir e a célula crescerá. Neste ponto, os aprendizes estão prontos a liderar novas células e muitos outros se tornarão aprendizes.

Spanish blog:

Empoderar a los hacedores de discípulos

Por Abe Huber, autor, pastor y fundador del movimiento MDA

Pero ustedes son linaje escogido, real sacerdocio, nación santa, pueblo que pertenece a Dios, para que proclamen las obras maravillosas de aquel que los llamó de las tinieblas a su luz admirable (1 Pedro 2: 9, NVI).

Basado en este texto y otros en la Biblia, creo que todos los cristianos están llamados a ser sacerdotes. Como podemos ver en este versículo, nosotros, como sacerdotes, estamos llamados a “difundir sus gloriosas maravillas por todo el mundo”. Creo que esta es otra forma de decir que todos los creyentes están llamados a hacer discípulos. ¿Cómo podemos hacer que esto se convierta en una realidad en nuestros grupos celulares?

Como líder de un grupo celular, he aprendido de otros y de mi experiencia personal algunas formas prácticas de ayudar a los miembros del grupo celular a involucrarse en hacer discípulos. A medida que el líder del grupo celular cuida, pastorea y discipula a los miembros de la célula, pronto será evidente que algunos miembros están más preparados para ser parte del equipo de liderazgo de aprendices.

Pablo le dijo a Timoteo en 2 Timoteo 2: 2 que invirtiera intencionalmente en personas fieles que también pudieran enseñar a otros. El líder de la célula discipulará más profundamente a estas personas clave. ¿Qué pasa con los otros miembros de la célula? ¿Quién los va a cuidar?

Cuando el líder se reúna con sus aprendices, los desafiará amorosamente para que lo ayuden a cuidar, pastorear y discipular a todos los miembros. Él cuidará de las ovejas junto con sus aprendices y los capacitará sobre cómo discipular. Después de esto, le pedirá al aprendiz que continúe cuidando y discipulando a estos miembros. De esta manera, no solo se cuida bien a todos los miembros, sino que los aprendices están capacitados para hacerlo.

Paralelamente a la tutoría individual del líder de la célula, el aprendiz también se preparará para ser un líder a través de dos vías diferentes. Tenemos una pista de liderazgo para aquellos capacitados para ser líderes de grupos celulares. Pero antes de comenzar a hacer esta pista de liderazgo, los aprendices enseñan cómo ser un hacedor de discípulos. Esta enseñanza sobre cómo ser un hacedor de discípulos incluye algunos cursos prácticos que se ofrecen en la iglesia.

Lo que es tan emocionante es que los aprendices se forman a través de los cursos y la tutoría práctica con su líder. En realidad, también están pastoreando y discipulando a los otros miembros del grupo celular. De esta manera, todos los miembros están bien cuidados, pero los aprendices tienen el poder de hacer discípulos.

Es fundamental recordar un gran secreto: “Las ovejas sanas se reproducirán de verdad”. ¿Por qué digo esto? Como todos en el grupo celular están bien cuidados, pronto los miembros comienzan a reproducirse y el grupo celular crece. Ahora los aprendices están listos para liderar nuevos grupos celulares y muchos se convierten en nuevos aprendices. 

Church Planting and Missions do not Need to be Overly Complicated

By Jeff Tunnell

Leaders in our cell systems will inevitably move away from the geographic boundaries of the church. My experience was that 20% of our congregation in Southern California relocated every year. This means that I found myself leading an entirely new group of people every five years into the cell church vision.  

Rather than thinking we were losing people; we adopted the attitude of sending them. We initiated a  two-year training and discipleship track to ensure each believer had the basics to launch and lead their cell. With this experience in place, those who moved away and could not locate a cell ministry in their new village/town/city would be confident to start a new cell right away. Preparing each member for leadership is what the “priesthood of all believers” is all about.  

Providing a supportive accountability process to these missionaries helped them remain connected to the home church, rather than feeling like they were on their own.

The inspiration for this practice is from Mission Elim International and Senior Pastor Mario Vega, who have multiplied churches around the world using a similar method.

Korean blog (Click here)

Portuguese blog:

Plantação de igrejas e missões não precisam ser excessivamente complicadas

Por Jeff Tunnell

Os líderes em nossos sistemas de células inevitavelmente se afastarão das fronteiras geográficas da igreja. Minha experiência foi que 20% de nossa congregação no sul da Califórnia se mudava todos os anos. Isso significa que me vi liderando um grupo inteiramente novo de pessoas a cada cinco anos para a visão da igreja em células.

Em vez de pensar que estávamos perdendo pessoas, adotamos a atitude de enviá-los. Iniciamos um treinamento de dois anos e um programa de discipulado para garantir que cada crente tivesse o básico para lançar e liderar sua célula. Com esta experiência em vigor, aqueles que se mudaram e não puderam localizar um ministério de célula em sua nova vila / povoado / cidade ficariam confiantes para começar uma nova célula imediatamente. Preparar cada membro para a liderança é o objetivo do “sacerdócio de todos os crentes”.

Oferecer um processo de prestação de contas de apoio a esses missionários ajudou-os a permanecerem conectados com a igreja local, em vez de se sentirem por conta própria.

A inspiração para esta prática vem da Mission Elim International e do Pastor Sênior Mario Vega, que multiplicaram igrejas ao redor do mundo usando um método semelhante.

Spanish blog:

La plantación de iglesias y las misiones no necesitan ser demasiado complicadas

Por Jeff Tunnell

Los líderes en nuestros sistemas celulares inevitablemente se alejarán de los límites geográficos de la iglesia. Mi experiencia fue que el 20% de nuestra congregación en el sur de California se trasladó cada año. Esto significa que me encontré liderando a un grupo completamente nuevo de personas cada cinco años hacia la visión de la iglesia celular.

En lugar de pensar que estábamos perdiendo gente; adoptamos la actitud de enviarlos. Iniciamos una vía de entrenamiento y discipulado de dos años para asegurarnos de que cada creyente tuviera lo básico para lanzar y liderar su célula. Con esta experiencia en su lugar, aquellos que se mudaron y no pudieron ubicar un ministerio celular en su nueva área/ pueblo / ciudad estarían seguros de comenzar una nueva célula de inmediato. Preparar a cada miembro para el liderazgo es de lo que se trata el “sacerdocio de todos los creyentes”.

Brindar un proceso de responsabilidad de apoyo a estos misioneros les ayudó a permanecer conectados con la iglesia local, en lugar de sentirse como si estuvieran solos.

La inspiración para esta práctica es de Misión Cristiana Elim International y el pastor general Mario Vega, quienes han multiplicado iglesias alrededor del mundo usando un método similar.

From Leader to Church Planter

By Mario Vega, www.elim.org.sv

Leaders perform ministry tasks such as: teaching, guiding, praying, evangelizing, and caring. When those tasks are done well, they become part of a lifelong pattern. As those activities continue, the person acquires greater confidence as a minister of Jesus Christ. Over time, that person becomes a qualified worker in God’s harvest.

That’s exactly what happened with our new Elim churches. Almost all of the new branch churches in other countries grew out of the work of leaders who migrated for reasons other than church planting. Once in their new cities and countries they did not feel comfortable in traditional churches where they were only passive listeners.

They were accustomed to evangelizing and doing the work of the ministry. This is how they decided to start with a cell that later multiplied until it became a branch church. That is the natural way the church of the Lord expanded in the New Testament. The same will happen in churches where the door is open for each believer to develop their universal priesthood.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

De líder a plantador de igrejas

Para Mario Vega,  www.celulas.org.sv

Os líderes desempenham tarefas ministeriais como: ensinar, orientar, orar, evangelizar e cuidar. Quando essas tarefas são bem executadas, elas se tornam parte de um padrão para toda a vida. À medida que essas atividades continuam, a pessoa adquire maior confiança como ministro de Jesus Cristo. Com o tempo, essa pessoa se torna um trabalhador qualificado na colheita de Deus.

Isso é exatamente o que aconteceu com nossas novas igrejas Elim. Quase todas as novas igrejas filiais em outros países cresceram a partir do trabalho de líderes que migraram por outras razões além da plantação de igrejas. Uma vez em suas novas cidades e países, eles não se sentiam confortáveis em igrejas tradicionais, onde eram apenas ouvintes passivos.

Eles estavam acostumados a evangelizar e fazer o trabalho do ministério. Foi assim que decidiram começar com uma célula que mais tarde se multiplicou até se tornar uma igreja filial. Essa é a maneira natural pela qual a igreja do Senhor se expandiu no Novo Testamento. O mesmo acontecerá nas igrejas onde a porta está aberta para cada crente desenvolver seu sacerdócio universal.

Spanish blog:

El trabajo ministerial de los líderes

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Los líderes realizan labores del ministerio como: enseñar, orientar, orar, presidir, evangelizar, cuidar. Cuando esas tareas se realizan a conciencia se convierten en un aprendizaje permanente. En la medida que esas actividades se repiten, la persona adquiere mayor seguridad al ejecutarlas. Donde quiera que vaya estará capacitada para realizar la obra del ministerio.

Eso exactamente ocurrió con Elim: casi todas sus iglesias filiales en otros países surgieron del trabajo de líderes que migraron por razones diferentes a la de plantar una iglesia. Una vez en sus nuevas ciudades y países no se sintieron a gusto en iglesias tradicionales donde solo eran oyentes pasivos. Estaban acostumbrados a evangelizar y hacer la obra del ministerio. Fue así como decidieron comenzar con una célula que luego se fue multiplicando hasta llegar a ser una iglesia filial. Esa es la manera natural en que la iglesia del Señor se expandía en el Nuevo Testamento. Lo mismo ocurrirá en las iglesias donde se abra el espacio para que cada creyente desarrolle su sacerdocio universal.

The Priesthood of All Believers and Church Planting

By Joel Comiskey, free teaching videos on leading small groups 

God uses ordinary people to do extraordinary work. Jesus modeled this principle by choosing the common people of His day to become His followers. None of Christ’s disciples occupied important positions in the synagogue, nor did any of them belong to the Levitical priesthood. Rather, they were common laboring men, having no professional training, no academic degrees, and no source of inherited wealth. Most were raised in the poor part of the country. They were impulsive, temperamental, and easily offended. Jesus broke through the barriers that separated the clean and unclean, the obedient and sinful.

He summoned fisherman as well as a tax collector and zealot. Jesus saw hidden potential in them. He detected a teachable spirit, honesty, and a willingness to learn. They possessed a hunger for God, a sincerity to look beyond the religious hypocrisy of their day, and in turn they were looking for someone to lead them to salvation.

People ask me, “Joel, why are you so interested in cell church planting?” I tell them that cell groups are the perfect place to develop new leaders. Leaders are not developed and released by sitting in church on Sunday morning or worshipping in a large group. In a cell, a person can develop into a leader. Cell ministry brings out the ministry skills a person will need in a future church plant—pastoring, caring, counseling, evangelizing, and coaching. It’s the perfect microcosm to prepare a mature, future church planter

Undoubtedly, a potential church planter will seek out biblical education and grow in the knowledge of Jesus Christ. Fruitfulness on the cell level builds confidence for future church planting and allows the candidate to then make it happen. The order is clear cut:

  • Attend a cell.
  • Receive training.
  • Plant a cell.
  • Multiply the cell several times.
  • Coach the leaders who have multiplied into other groups.
  • Receive more biblical training.
  • Plant a church in the US or overseas using the same strategy.

Cell churches don’t require a huge budget, a large plot of land, modern buildings, or super-talented pastors. The cell strategy uses the houses of people all over the city as the primary meeting locations. Instead of laboring to get people out of their houses once a week for an hour-long service, it seeks to utilize those same houses to reach an entire city and nation.

Reproduction is at the heart of the cell church movement. This reproduction comes at the level of cell multiplication, but it must move into the realm of church planting because church planting is the best way to fulfill the great commission of Jesus Christ.

The beauty of a simple cell church is that it’s reproducible.

A person who has led a cell, multiplied it, and coached the daughter cell leader(s) has completed the core basics of cell church planting. Such a person is a prime candidate for future church planting—anywhere in the world.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Sacerdócio de Todos os Crentes e a Plantação de Igrejas

Por Joel Comiskey,  vídeos gratuitos  gratuitos de ensino sobre como liderar pequenos grupos

Deus usa pessoas comuns para fazer um trabalho extraordinário. Jesus modelou esse princípio escolhendo as pessoas comuns de Seus dias para se tornarem Seus seguidores. Nenhum dos discípulos de Cristo ocupou posições importantes na sinagoga, nem nenhum deles pertencia ao sacerdócio levítico. Em vez disso, eram trabalhadores comuns, sem formação profissional, sem títulos acadêmicos e sem fonte de riqueza herdada. A maioria foi criada na parte pobre do país. Eles eram impulsivos, temperamentais e facilmente se ofendiam. Jesus rompeu as barreiras que separavam o limpo e o impuro, o obediente e o pecador.

Ele convocou pescadores, além de cobradores de impostos e fanáticos. Jesus viu potencial escondido neles. Ele detectou um espírito ensinável, honestidade e disposição para aprender. Eles tinham fome de Deus, sinceridade para olhar além da hipocrisia religiosa de seus dias e, por sua vez, estavam procurando alguém que os conduzisse à salvação.

As pessoas me perguntam: “Joel, por que você está tão interessado em plantar igrejas em células?” Eu digo a eles que grupos de células são o lugar perfeito para desenvolver novos líderes. Os líderes não são desenvolvidos e liberados sentando-se na igreja no domingo de manhã ou adorando em um grande grupo. Em uma célula, uma pessoa pode se tornar um líder. O ministério de células revela as habilidades ministeriais que uma pessoa precisará em uma futura implantação de igreja – pastorear, cuidar, aconselhar, evangelizar e treinar. É o microcosmo perfeito para preparar um futuro plantador de igrejas maduro

Sem dúvida, um plantador de igrejas em potencial buscará educação bíblica e crescerá no conhecimento de Jesus Cristo. A fecundidade no nível da célula aumenta a confiança para a futura plantação de igrejas e permite que o candidato faça isso acontecer. A ordem é clara:

  • Participe de uma célula.
  • Receba treinamento.
  • Plante uma célula.
  • Multiplique a célula várias vezes.
  • Treine os líderes que se multiplicaram em outros grupos.
  • Receba mais treinamento bíblico.
  • Plante uma igreja nos Estados Unidos ou no exterior usando a mesma estratégia.

As igrejas em células não exigem um grande orçamento, um grande lote de terreno, edifícios modernos ou pastores supertalentosos. A estratégia de celular usa as casas das pessoas em toda a cidade como os principais locais de reunião. Em vez de trabalhar para tirar as pessoas de suas casas uma vez por semana para um serviço de uma hora, ele busca utilizar essas mesmas casas para alcançar uma cidade e nação inteiras.
A reprodução está no centro do movimento da igreja em células. Esta reprodução ocorre no nível de multiplicação celular, mas deve passar para a esfera de plantação de igrejas porque plantar igrejas é a melhor maneira de cumprir a grande comissão de Jesus Cristo.

A beleza de uma igreja em células simples é que ela é reproduzível.

Uma pessoa que liderou uma célula, a multiplicou e treinou o(s) líder(es) da célula filha completou os fundamentos básicos da plantação de igrejas em células. Tal pessoa é o principal candidato para futura implantação de igrejas – em qualquer parte do mundo.

Spanish blog:

El sacerdocio de todos los creyentes y la plantación de iglesias

Por Joel Comiskey, videos de enseñanza gratuitos sobre cómo liderar grupos pequeños

Dios usa a la gente común para hacer un trabajo extraordinario. Jesús modeló este principio al elegir a la gente común de su época para que se convirtieran en sus seguidores. Ninguno de los discípulos de Cristo ocupó puestos importantes en la sinagoga, ni ninguno de ellos perteneció al sacerdocio levítico. Más bien, eran hombres trabajadores comunes, sin formación profesional, sin títulos académicos y sin fuente de riqueza heredada. La mayoría se crió en la zona pobre del país. Eran impulsivos, temperamentales y se ofenden fácilmente. Jesús rompió las barreras que separaban a los limpios de los inmundos, los obedientes y los pecadores.

Llamó a un pescador, así como a un recaudador de impuestos y fanático. Jesús vio un potencial oculto en ellos. Detectó un espíritu de enseñanza, honestidad y voluntad de aprender. Poseían hambre de Dios, una sinceridad para mirar más allá de la hipocresía religiosa de su época y, a su vez, buscaban a alguien que los guiara a la salvación.

La gente me pregunta: “Joel, ¿por qué estás tan interesado en la plantación de iglesias celulares?” Les digo que los grupos celulares son el lugar perfecto para desarrollar nuevos líderes. Los líderes no se desarrollan y liberan al sentarse en la iglesia el domingo por la mañana o adorar en un grupo grande. En una célula, una persona puede convertirse en líder. El ministerio celular saca a relucir las habilidades ministeriales que una persona necesitará en la plantación de una iglesia en el futuro: pastorear, cuidar, aconsejar, evangelizar y entrenar. Es el microcosmos perfecto para preparar a un futuro plantador de iglesias maduro

Sin duda, un potencial plantador de iglesias buscará educación bíblica y crecerá en el conocimiento de Jesucristo. La fecundidad a nivel celular genera confianza para la plantación de iglesias en el futuro y permite que el candidato lo haga realidad. El orden es claro:

  • Asistir a una célula.
  • Recibir capacitación.
  • Plantar una célula.
  • Multiplicar la célula varias veces.
  • Entrenar a los líderes que se han multiplicado en otros grupos.
  • Recibir más entrenamiento bíblico.
  • Plantar una iglesia en los Estados Unidos o en el extranjero usando la misma estrategia.

Las iglesias celulares no requieren un gran presupuesto, una gran parcela de tierra, edificios modernos o pastores súper talentosos. La estrategia celular utiliza las casas de personas de toda la ciudad como lugares de reunión principales. En lugar de trabajar para sacar a la gente de sus casas una vez a la semana para un servicio de una hora, busca utilizar esas mismas casas para llegar a toda una ciudad y nación.

La reproducción está en el corazón del movimiento de la iglesia celular. Esta reproducción llega al nivel de la multiplicación celular, pero debe pasar al ámbito de la plantación de iglesias porque la plantación de iglesias es la mejor manera de cumplir la gran comisión de Jesucristo.

La belleza de una iglesia celular simple es que es reproducible.

Una persona que ha dirigido una célula, la ha multiplicado y ha entrenado a los líderes de las células hijas ha completado los conceptos básicos de la plantación de iglesias celulares. Tal persona es un candidato principal para la plantación de iglesias en el futuro, en cualquier parte del mundo.