Developing a Culture that Multiplies Disciples and Cells

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Each leader and cell member should focus on their priority, which should be promoting relationships that lead to making disciples who in turn make other disciples. In this way, cell multiplication will be guaranteed. Making this a habit is only hard at the beginning. Over time, the habit becomes easier and easier to maintain. Maintaining a habit requires much less energy and effort than when it is initiated. Making it a habit from the beginning allows the rest of the way to flow naturally.

In an investigation developed by the University College of London, they researched the time it took a person to acquire a new habit. Habits formed from 18 to 254 days, depending on the type of habit. But the critical average was 66 days. In self-help circles you hear that a habit is formed in 21 days, but that is an average that science does not support and that causes people to become discouraged. You need to persevere for 66 days to acquire a new habit. The key then is perseverance.

The church helps form habits when it encourages and exemplifies behavior over and over again. This is especially important in a body like the church because there are constant changes and the baton is continually passing from one generation to another. The persevering dedication to relationships with people and the discipling of new leaders will create a cell culture of multiplication that will then flow in a very natural way.

Korean blog

Portuguese blog

Construindo uma cultura de multiplicação de células

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Todo líder e membro da célula deve se concentrar em sua prioridade, que deve ser promover relacionamentos que levem a fazer discípulos que, por sua vez, fazem outros discípulos. Desta forma, a multiplicação da célula será garantida. Tornar isso um hábito é difícil no começo. Com o tempo, o hábito se torna mais e mais fácil de manter. Manter um hábito requer muito menos energia e esforço do que quando ele é iniciado. Fazer disso um hábito desde o começo permite que o resto do caminho flua naturalmente.

Em uma investigação desenvolvida pela University College of London, eles pesquisaram o tempo que uma pessoa levava para adquirir um novo hábito. Hábitos formados de 18 a 254 dias, dependendo do tipo de hábito. Mas a média crítica foi de 66 dias. Nos círculos de auto-ajuda, você ouve que um hábito é formado em 21 dias, mas essa é uma média que a ciência não apoia e que faz com que as pessoas fiquem desanimadas. Você precisa perseverar por 66 dias para adquirir um novo hábito. A chave, então, é a perseverança.

A igreja ajuda a formar hábitos quando encoraja e exemplifica o comportamento repetidas vezes. Isto é especialmente importante em um corpo como a igreja, porque há mudanças constantes e o bastão está continuamente passando de uma geração para outra. A dedicação perseverante às relações com as pessoas e ao discipulado de novos líderes criará uma cultura celular de multiplicação que fluirá de uma maneira muito natural.

Spanish blog:

Construyendo una cultura celular de multiplicación

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Cada líder y miembro de célula debe enfocarse en su prioridad, la cual, debe ser el fomentar relaciones que conducen a hacer discípulos que a su vez generan otros discípulos. De esa manera, la multiplicación celular estará garantizada. El hábito del enfoque es algo que solo cuesta al principio. Con el tiempo, el hábito se va haciendo más y más fácil de mantener. Mantener un hábito requiere mucha menos energía y esfuerzo que iniciarlo. Fijar un hábito al inicio permite que el resto del camino fluya de manera natural.

En una investigación que desarrolló la University College of London se buscó el tiempo que a una persona le toma el hacerse de un nuevo hábito. El alcance completo se lograba en lapsos que iban desde 18 hasta 254 días, dependiendo del hábito a adquirir. Pero la media crítica fue de 66 días. En los círculos de autoayuda se escucha que un hábito se adquiere en 21 días, pero ese es un promedio que la ciencia no apoya y que genera que las personas se desalienten antes de tiempo. Se necesita perseverar durante 66 días para adquirir un nuevo hábito. La clave entonces es la perseverancia.

Cuando la iglesia repite una y otra vez determinada conducta llega a habituarse. Eso es especialmente importante en un cuerpo como la iglesia que es constantemente variable en composición y que está continuamente pasando de una generación a otra. La dedicación perseverante a las relaciones con las personas y a discipular nuevos líderes creará una cultura celular de multiplicación que luego fluirá de manera muy natural.

Leave a Reply

Your email address will not be published.