You Can Be a Better Listener

By Joel Comiskey, check out, Groups that Thrive

Imagine yourself going to a doctor’s office in great physical discomfort. Instead of helping you with your ailments, the doctor begins to complain about his own infirmities, sharing story after story from his own life. You nod your head, trying to act like you’re listening, while inwardly you’re crying out, “You’re suppose to focus on me. I’m paying for your attention!” This scenario is absurd because people expect doctors to focus on their individual problems.  Yet, often we’re filled with ourselves rather others. Two truths can help you do a better job of listening:

Preparation

One of my worst coaching experiences happened when I was unable to focus on the leader. My family lost its family health plan, and I was struggling with feelings of anger with the person who forgot to renew it. The next day, I had a one-on-one appointment with one of my leaders. I wanted to focus on him, but I kept coming back to myself and my needs because I hadn’t untangled my thoughts, cares, and worries. The meeting was a disaster.

Before you can really listen to someone, you must prepare your heart. Since you face the same problems, difficulties, and fears your leaders face, you’ll need a special touch from God in order to focus on the leaders’ needs and not your own. “When you find yourself trapped in self-analysis—defending, judging, feeling annoyed… your job is to get yourself unhooked. You’ve got to push all of that internal confusion out of the way…” 

The only way you can fully separate yourself and focus on your leaders is through prayer and meditation. Only when you untangle yourself through the Spirit of God can you fully listen to the needs your leaders.

Empathy (compassion, understanding)

When someone unburdens his or her soul, it’s the time for you to bear that burden and to communicate sympathy, rather than memorized Bible verses. One of the best healing tools is just to listen. “Joan, I can relate to your fears and doubts brought on by your friend’s cancer. When my brother faced brain cancer, I felt those same fears. I wrestled for days,  wondering why God would allow it. But then God showed me . . .” The scales of past wounds will peel away and the new creature in Christ will appear as the cell group ministers through empathetic listening.

I just finished reading the book Hit Refresh by Satya Nadella, the CEO of Microsoft. He’s turned Microsoft into a growing, vibrant company. Nadella attributes much of his success to having a special needs child who needs full-time care. He and his wife have learned empathy at home, which has translated into empathy with workers and customers. Nadella has learned how to listen with empathy and other companies are more willing to work with Microsoft rather than against them.

Preparation and empathy will really help you become a better listener at home, with your leaders, and your small group.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Você Pode Ser um Ouvinte Melhor

Por Joel Comiskey

Imagine-se indo ao consultório de um médico com grande desconforto físico. Em vez de ajudá-lo com suas doenças, o médico começa a reclamar de suas próprias enfermidades, compartilhando histórias e mais histórias de sua própria vida. Você balança a cabeça, tentando agir como se estivesse ouvindo, enquanto interiormente está gritando: “Você deveria se concentrar em mim. Estou pagando por sua atenção!”. Esse cenário é absurdo porque as pessoas esperam que os médicos se concentrem em seus problemas. No entanto, muitas vezes estamos cheios de nós mesmos, em vez de prestar atenção nos outros. Duas verdades podem ajudar você a ouvir melhor:

Preparação

Uma das minhas piores experiências de coaching aconteceu quando eu não consegui me concentrar no líder. Minha família perdeu seu plano de saúde e eu estava lutando com sentimentos de raiva com a pessoa que se esqueceu de renová-lo. No dia seguinte, eu tive uma consulta individual com um dos meus líderes. Eu queria me focar nele, mas continuei voltando para mim mesmo e para as minhas necessidades porque não havia desvencilhado meus pensamentos e preocupações. A reunião foi um desastre.

Antes que você possa realmente ouvir alguém, você deve preparar seu coração. Como você enfrenta os mesmos problemas, dificuldades e medos que seus líderes enfrentam, você precisará de um toque especial de Deus para se concentrar nas necessidades dos líderes e não nas suas. “Quando você se encontra preso na autoanálise (defendendo, julgando, sentindo-se aborrecido)… Seu trabalho é se desanimar. Você tem que empurrar toda essa confusão interna para fora do caminho…”

A única maneira pela qual você pode se separar completamente e se concentrar em seus líderes é através da oração e da meditação. Somente quando você conseguir se desembaraçar através do Espírito de Deus, você poderá ouvir totalmente as necessidades de seus líderes.

Empatia (compaixão, compreensão)

Quando alguém desabafa sua alma, é hora de você carregar esse fardo e se comunicar com simpatia, em vez de apenas falar versículos memorizados. Uma das melhores ferramentas de cura é apenas ouvir. “Joan, posso me relacionar com seus medos e dúvidas trazidos pelo câncer de sua amiga. Quando meu irmão enfrentou um câncer no cérebro, senti os mesmos medos. Eu lutei por dias, me perguntando por que Deus permitiria isso. Mas então Deus me mostrou…”. As escamas das feridas do passado serão descascadas e a nova criatura em Cristo aparecerá à medida que a célula ministra através de uma escuta empática.

Acabei de ler o livro Hit Refresh de Satya Nadella, o CEO da Microsoft. Ele transformou a Microsoft em uma empresa crescente e vibrante. Nadella atribui muito do seu sucesso a ter uma criança com necessidades especiais que precisa de cuidados em tempo integral. Ele e sua esposa aprenderam sobre empatia em casa, o que se traduz em empatia com os trabalhadores e clientes. Nadella aprendeu a ouvir com empatia e outras empresas estão mais dispostas a trabalhar com a Microsoft do que contra elas.

A preparação e a empatia vão realmente ajudá-lo a se tornar um melhor ouvinte em casa, com seus líderes e seu pequeno grupo.

Spanish blog:

Puedes ser un mejor oyente

Por Joel Comiskey

Imagínate yendo al consultorio de un médico con gran incomodidad física. En lugar de ayudarlo con sus dolencias, el médico comienza a quejarse de sus propias enfermedades, compartiendo historia tras historia de su propia vida. Asientes con la cabeza, tratando de actuar como si estuvieras escuchando, mientras que por dentro estás gritando: “Se supone que debes concentrarte en mí. ¡Estoy pagando por tu atención! “Este escenario es absurdo porque la gente espera que los médicos se centren en sus problemas individuales. Sin embargo, a menudo nos concentramos en nosotros mismos en lugar de otros. Dos verdades pueden ayudarte a hacer un mejor trabajo al escuchar:

Preparación

Una de mis peores experiencias de entrenamiento ocurrió cuando no podía concentrarme en el líder. Mi familia perdió su plan de salud familiar, y luchaba contra los sentimientos de ira con la persona que olvidó renovarlo. Al día siguiente, tuve una cita personal con uno de mis líderes. Quería concentrarme en él, pero seguí volviendo a mí misma y a mis necesidades porque no había desenredado mis pensamientos y preocupaciones. La reunión fue un desastre.

Antes de que realmente puedas escuchar a alguien, debes preparar tu corazón. Dado que enfrenta los mismos problemas, dificultades y temores que enfrentan tus líderes, necesitará un toque especial de Dios para enfocarte en las necesidades de los líderes y no en las tuyas. “Cuando te encuentras atrapado en el autoanálisis, defendiendo, juzgando, sintiéndote molesto … tu trabajo es desengancharte. Tienes que empujar toda esa confusión interna fuera del camino … “

La única manera de separarte completamente y enfocarte en tus líderes es a través de la oración y la meditación. Solo cuando te desenredes a través del Espíritu de Dios puedes escuchar completamente las necesidades de tus líderes.

Empatía (compasión, comprensión)

Cuando alguien libera su alma, es el momento de que tú lleves esa carga y comuniques simpatía, en lugar de los versículos bíblicos memorizados. Una de las mejores herramientas de curación es simplemente escuchar. “Joan, puedo relacionarme con tus miedos y dudas provocados por el cáncer de tu amigo. Cuando mi hermano se enfrentó a un cáncer cerebral, sentí esos mismos temores. Luché durante días, preguntándome por qué Dios lo permitiría. Pero entonces Dios me mostró. . . ”Las escamas de las heridas pasadas se despegarán y la nueva criatura en Cristo aparecerá como los ministros del grupo celular a través de la escucha empática.

Acabo de terminar de leer el libro Hit Refresh (presiona refrescar) de Satya Nadella, CEO de Microsoft. Ha convertido a Microsoft en una empresa en crecimiento y vibrante. Nadella atribuye gran parte de su éxito a tener un niño con necesidades especiales que necesita atención a tiempo completo. Él y su esposa han aprendido la empatía en el hogar, lo que se ha traducido en empatía con los trabajadores y los clientes. Nadella ha aprendido a escuchar con empatía y otras compañías están más dispuestas a trabajar con Microsoft en lugar de en contra de ellas.

La preparación y la empatía te ayudarán a convertirte en un mejor oyente en casa, con tus líderes y tu célula.

The healing power of listening

By Mario Vega, www.elim.org.sv v

In the JCG blogs, we’ve learned a lot about the importance of listening and learning how to listen. I have another story to tell. This happened when I was just beginning in the ministry. I was single and a very young pastor. One day one of the most faithful among the young ladies of the church came to talk with me. She began telling me how she had been sexually abused as a child. When I heard the nature of her problem, it really impacted me. It was the first time I had listened to an abuse victim.

While she continued her story I was very worried because I knew that at some point she would ask for my advice and counseling. The problem was that I did not know how to help her. It was the first time in my life that I had a case like this before me. At one point in her story she broke down in tears. That worried me even more, because I wanted to help her, but I did not know how. She continued her story, and I knew that she was about to finish and I would have to give her my advice, but I did not know how.

She finished her story, dried her tears with a handkerchief and then said: “Thank you very much for listening to me. I feel better already; I thank you for giving me your attention. I needed someone to hear me. God bless you.” Then, she got up with a smile and said goodbye to me. I was surprised not only by the drama of her story but also by the great benefit she had received by the simple act of having someone listen to her. The entire time she was talking I had not interrupted her. Often the best way we can counsel people is by diligent listening.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Poder Curativo de Escutar

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Nos blogs do JCG, aprendemos muito sobre a importância de ouvir e aprender a ouvir. Eu tenho outra história para contar. Isso aconteceu quando eu estava apenas começando no ministério. Eu era solteiro e um pastor muito jovem. Um dia uma das mais fiéis entre as moças da igreja veio falar comigo. Ela começou a me contar como foi abusada sexualmente quando criança. Quando ouvi a natureza do seu problema, isso realmente me impactou. Foi a primeira vez que ouvi uma vítima de abuso.

Enquanto ela continuava sua história, eu estava muito preocupado porque sabia que em algum momento ela pediria meu conselho e aconselhamento. O problema era que eu não sabia como ajudá-la. Foi a primeira vez na minha vida que tive um caso como este diante de mim. Em um ponto de sua história, ela desmoronou em lágrimas. Isso me preocupou ainda mais, porque eu queria ajudá-la, mas não sabia como. Ela continuou sua história, e eu sabia que ela estava prestes a terminar e eu teria que dar-lhe o meu conselho, mas eu não sabia como.

Ela terminou sua história, secou as lágrimas com um lenço e disse: “Muito obrigado por me ouvir. Já me sinto melhor; Eu agradeço por me dar sua atenção. Eu precisava de alguém para me ouvir. Deus te abençoe”. Então, ela se levantou com um sorriso e disse adeus para mim. Fiquei surpreso não só pelo drama de sua história, mas também pelo grande benefício que ela recebera pelo simples ato de ter alguém que a ouvisse. O tempo todo em que ela estava falando eu não a interrompi. Muitas vezes, a melhor maneira de aconselhar as pessoas é ouvindo atentamente.

Spanish blog:

El poder sanador de escuchar

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

En este blog se han relatado varios casos en los cuales se ha destacado la importancia de saber escuchar. Pero para reafirmar esa importancia, tengo una historia más que relatar. Esto ocurrió cuando apenas iniciaba el ministerio. Yo era un pastor muy joven y soltero. Un día llegó a platicar conmigo una de las señoras jóvenes más fieles de la iglesia. Ella comenzó a relatarme la manera en que había sido abusada sexualmente cuando era niña. Cuando escuché la naturaleza de su problema me causó un impacto. Era la primera vez que escuchaba a una víctima de abuso.

Mientras ella continuaba su relato yo estaba muy preocupado porque sabía que en algún momento ella me pediría mi consejo y asesoría. El problema era que yo no sabía cómo ayudarla. Era primera vez en mi vida que tenía uno de esos casos frente a mí. En un momento de su relato ella rompió en llanto. Eso me preocupó aún más, pues deseaba ayudarla, pero no sabía cómo. Ella continuó su relato hasta llegar al momento en que nos encontrábamos. Sabía que ella estaba por terminar y yo tendría que darle mi asesoramiento, pero no sabía cómo.

Ella finalizó su relato, secó sus lágrimas con un pañuelo y luego me dijo:

¾ Muchas gracias por haberme escuchado. Ya me siento mejor, le agradezco haberme dado su atención. Necesitaba que alguien me oyera. Dios le bendiga¾

Luego, se levantó con una sonrisa y se despidió de mí. Yo me quedé sorprendido no solamente por el drama de su historia sino también por el gran beneficio que ella había recibido solamente por haber sido escuchada. Solo agrego que todo el tiempo que ella estuvo hablando nunca la interrumpí. No dije ninguna palabra en realidad. Solamente la escuché.

The Power of Listening

By Pastor Shawn Stoever, Pastor of Community Groups, Cypress Creek Church, Wimberley & San Marcos, TX, www.cypresscreekchurch.com

In a world full of talking, tweeting, posting, and opinionating, the power of listening may have never been more in need. People seem to have a built-in desire to be heard, and they are willing to do whatever it takes to let their thought and feelings be known to anyone and everyone around them. Talk, vent, explode, shout to just makes sure your voice is audible above the crowd.

And then there is God. In a time when it seems His voice is so needed, in a time when we plead for Him to speak, in a time when we would love to read a blog from God Almighty himself, God is silent. Quiet. Seemingly mute. And if we are not careful, we can equate the silence with absence or apathy. But God is not gone or uncaring, He is active and engaged… just not in the way we would do it. Instead of speaking, He is listening.

  • God heard the boy (Genesis 21:17)
  • God heard their groaning (Exodus 2:24)
  • God heard them (many times in the Psalms)

And Jesus was no different, he listened over and over again. So, what if there is an example in that for us? In a world of noise, what if the real power lies in being quiet and listening. It turns out that there really is power in listening, being quiet and attentive, seeking to understand, and showing care and compassion.

Sometimes we get so busy trying to do things and fix things that we fail to slow down and listen. Mary was commended by Jesus for sitting still and listening, while Martha was admonished for belittling the power of listening and elevating her service.

Great leaders are great listeners. Emulate our Lord and Savior and spend some time listening to those around you who are hurting and lonely. Make listening a hallmark of your Community Group.

My dear brothers and sisters, take note of this: Everyone should be quick to listen, slow to speak and slow to become angry. James 1:19 (NIV)

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Poder do Ouvir

Por Pastor Shawn Stoever, Pastor de Grupos da Comunidade, Cypress Creek Church, Wimberley & San Marcos, TX, www.cypresscreekchurch.

Num mundo cheio de conversas, tweets, postagens e opiniões, o poder do ouvir pode nunca ter sido tão necessário. As pessoas parecem ter um desejo interno de serem ouvidas, e estão dispostas a fazer o que for preciso para fazer seus pensamentos e sentimentos conhecidos por qualquer pessoa e todos a sua volta. Falar, descarregar, explodir, gritar – apenas certifique-se de que sua voz seja audível acima da multidão.

E então há Deus. Num momento em que parece que Sua voz é tão necessária, num momento em que suplicamos que Ele fale, num momento em que gostaríamos de ler um blog do próprio Deus Todo-Poderoso, Deus está em silêncio. Quieto. Aparentemente mudo. E se não tivermos cuidado, podemos equiparar o silêncio com ausência ou apatia. Mas Deus não se foi ou não é descuidado. Ele é ativo e engajado… Apenas não da forma como nós o fazemos. Em vez de falar, ele está ouvindo.

  • Deus ouviu o menino… (Gênesis 21:17)
  • Deus ouviu seus gemidos… (Êxodo 2:24)
  • Deus os ouviu… (muitas vezes nos Salmos)

E Jesus não era diferente, Ele “ouviu” várias e várias vezes. Então, e se houver um exemplo nisso para nós? Em um mundo de barulho, e se o poder real reside em ficar quieto e ouvir? Acontece que realmente há poder em ouvir… estar quieto e atento, buscando compreender e mostrar cuidado e compaixão.

Às vezes, ficamos tão ocupados tentando fazer coisas e consertar coisas que falhamos em diminuir a velocidade e ouvir. Maria foi elogiada por Jesus por se sentar e ouvir, enquanto Marta foi admoestada por desprezar o poder do ouvir e elevar seu serviço.

Os grandes líderes são ótimos ouvintes. Emule nosso Senhor e Salvador … passe algum tempo ouvindo aqueles à sua volta que estão feridos e solitários. Faça do ouvir uma característica do seu Grupo da Comunidade.

“Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se.”

Tiago 1:19 NVI

Spanish blog:

El poder de escuchar 

Por el Pastor Shawn Stoever, Pastor de Community Groups, Iglesia Cypress Creek, Wimberley & San Marcos, TX, www.cypresscreekchur­ch.com 

En un mundo en el que todos hablan, “tweetean”, publican y opinan, hace que el poder de escuchar jamás haya sido tan necesario. Las personas parecen tener incorporado el deseo de ser escuchadas, y están dispuestos a hacer lo que sea con tal de que sus pensamientos y sentimientos sean conocidos por todos a su alrededor. Hablar, desahogarse, explotar, gritar – solo consigue que tu voz sea más audible por encima de la multitud. 

Aquí entra Dios. En un momento en que parece que Su voz es tan necesitada, en un momento en que le rogamos que hable, en un momento en el cual nos encantaría leer un blog del mismo Señor Todopoderoso. Dios está en silencio. Tranquilo. Parecería estar mudo. Y si no somos lo suficientemente cuidadosos, podemos confundir el silencio con ausencia o apatía. Pero Dios no se ha ido y no es que sea desinteresado, Él está presente y comprometido… simplemente no lo hace en la manera en la que nosotros lo haríamos. En lugar de hablar Él está escuchando. 

  • Dios oyó al niño (Génesis 21:17) 
  • Dios quien al oír sus quejas (Éxodo 2:24) 
  • Dios los escucho (en muchas ocasiones en los Salmos) 

Y Jesús no fue la excepción, el escuchó una y otra vez. Entonces, ¿qué tal si hay un ejemplo en todo esto para nosotros? En un mundo ruidoso, que tal si el poder real yace en guardar silencio y escuchar. Resulta que si hay poder en el escuchar, siendo silencioso y atento, buscando entendimiento y mostrando interés y compasión. 

A veces estamos tan ocupados tratando de hacer y arreglar muchas cosas, que fallamos en detenernos y escuchar. María fue elogiada por Jesús por su temple y por saber escuchar, mientras que Marta fue amonestada por menospreciar el poder de escuchar. 

Los grandes líderes son grandes oyentes. Imitemos a nuestro Señor y Salvador… ocupemos más tiempo en escuchar a los que están a nuestro alrededor, a todos aquellos que sufren y se sienten solos. Haz que el escuchar sea un distintivo de tu célula. 

Mis amados hermanos y hermanas, tomen nota de esto: Todos deben estar listos para escuchar, ser lentos para hablar y enojarse. Santiago 1:19 (NVI)

 

Don’t try to be the Holy Spirit

By Steve Cordle, www.crossroadsumc.org 

Most of us in ministry talk to others because we want to communicate something helpful. But what if the most important way to help people is to listen to them?

When people tell us about an issue or problem, rather than telling them what we think they should do, the more helpful approach is to ask them questions about what God is telling them and then simply to listen. We can ask, “Have you prayed about this? What do you believe God is telling you?”

The Holy Spirit is at work in every believer, and He will guide them in just the right way. We do not know the secrets of the other person’s heart and circumstance. When we are talking, the other person is listening to us. We need to be careful not to drown out the voice of the Holy Spirit.  

Philippians 1:6 says, “being confident of this, that he who began a good work in you will carry it on to completion until the day of Christ Jesus.”

Are we confident the Lord is doing a good work in others? If so, listen first, talk later. 

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Não Tente ser o Espírito Santo

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

A maioria de nós no ministério fala com os outros porque queremos comunicar algo útil. Mas e se a maneira mais importante de ajudar as pessoas é ouvi-las?

Quando as pessoas nos falam sobre uma questão ou problema, em vez de dizer-lhes o que achamos que deveriam fazer, a abordagem mais útil é fazer-lhes perguntas sobre o que Deus está lhes dizendo e depois simplesmente ouvi-las. Podemos perguntar: “Você orou sobre isso? O que você acredita que Deus está lhe dizendo?”

O Espírito Santo está trabalhando em todos os convertidos, e Ele os guiará da maneira certa. Nós não conhecemos os segredos do coração e das circunstâncias da outra pessoa. Quando estamos conversando, a outra pessoa está nos ouvindo. Precisamos ter cuidado para não abafar a voz do Espírito Santo.

Filipenses 1:6 diz, “Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus”.

Estamos confiantes de que o Senhor está fazendo um bom trabalho nos outros? Se sim, ouça primeiro, fale depois.

Spanish blog:

No trates de ser el Espíritu Santo

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

La mayoría de nosotros en el ministerio hablamos con otros porque queremos comunicar algo útil. Pero, ¿qué pasa si la manera más importante de ayudar a las personas es escuchandolas?

Cuando las personas nos hablan sobre un tema o problema, en lugar de decirles lo que pensamos que deberían hacer, el enfoque más útil es hacerles preguntas sobre lo que Dios les está diciendo y luego simplemente escuchar. Podemos preguntar: “¿Has orado por esto? ¿Qué crees que Dios te está diciendo?

El Espíritu Santo está obrando en cada creyente, y los guiará de la manera correcta. No conocemos los secretos del corazón y las circunstancias de la otra persona. Cuando hablamos, la otra persona nos está escuchando. Debemos tener cuidado de no ahogar la voz del Espíritu Santo.

Filipenses 1: 6 dice, “estando persuadido de esto, que el que comenzó en vosotros la buena obra, la perfeccionará hasta el día de Jesucristo”.

¿Estamos seguros de que el Señor está haciendo una buena obra en los demás? Si es así, escucha primero, y habla después.

Listening and Obedience

By Ángel Manuel Hernández Gutiérrez, www.misionmoderna.com

Listening is often connected with obedience in Scripture, just like disobedience is linked with not listening. Pay attention, is the Hebrew word “casháb”, which means to listen. Saul did not want to listen, that’s why he disobeyed. His disobedience came from not wanting to listen. The word “obey” came from Latin and means “to know how to listen.” To know whether you’re obedient, ask yourself whether you’re a good listener. Because the more attentive and profound you listen, the more you’ll obey.

God said to Ezekiel, “You must speak my words to them, whether they listen or fail to listen, for they are rebellious (Ezekiel 2:7). The Lord calls the prophet to speak to his people even though they did not want to listen to him because of their rebelliousness. It is interesting that rebelliousness is associated with not wanting to listen, because both are closely related. The rebel has stopped listening or does not want to listen because it requires obedience.

The Lord told Saul through the prophet Samuel, “… Is the Lord pleased both in burnt offerings and victims, and in obeying the Lord’s words? Certainly obeying is better than sacrifices, and paying attention than the fat of rams “(1Samuel 15:22).

We obey who we listen to and rebel against those we don’t. The big question is who are we listening to? When a person is not listening to God, it’s because that person is listening to the flesh, the world, or to the devil.

Saul fell into disobedience because he heard the people over God’s instructions (1 Sam 15:24). When he heard the people, he stopped listening to God. We are  not designed to listen to two masters at one time. Listening to one means not  listening to the other.

When Eve heard the serpent, she stopped listening to God (Gen 3: 1-12). When Adam listened to Eve he also stopped listening to God. We are always listening to one voice when making decisions or acting on those decisions.

It depends on who you hear that will make the difference between good actions and bad ones. If you listen to God, your decisions and actions will lead to obedience and fruitfulness.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Ouvir e Obedecer

Por Ángel Manuel Hernández Gutiérrez, www.misionmoderna.com

Ouvir está muitas vezes ligado à obediência nas Escrituras, assim como a desobediência está ligada a não ouvir.

Deus falou a Ezequiel: “Você lhes falará as minhas palavras, quer ouçam quer deixem de ouvir, pois são rebeldes” (Ezequiel 2:7). O Senhor chama o profeta para falar ao seu povo, mesmo que não quisessem ouvi-lo por causa de sua rebeldia. É interessante que a rebeldia esteja associada a não querer ouvir, porque ambos estão intimamente relacionados. O rebelde parou de escutar ou não quer ouvir, porque isso exige obediência.

O Senhor falou a Saul através do profeta Samuel: “Acaso tem o Senhor tanto prazer em holocaustos e em sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? A obediência é melhor do que o sacrifício, e a submissão é melhor do que a gordura de carneiro” 1 Samuel 15:22.

“Prestar atenção” é a palavra hebraica “casháb”, que significa ouvir. Saul não queria ouvir, por isso ele desobedeceu. Sua desobediência veio de não querer ouvir. A palavra “obedecer” vem do latim e significa “saber ouvir”. Para saber se você é obediente, pergunte-se se você é um bom ouvinte. Quanto mais atenta e profundamente você ouvir, mais você vai obedecer.

Você obedece quem você ouve e se revolta contra aqueles que você não ouve. Os seres humanos foram projetados para ouvir. A grande questão é quem estamos ouvindo. Quando uma pessoa não está ouvindo a Deus, é porque essa pessoa está ouvindo sua carne, o mundo ou o diabo.

Saul caiu em desobediência porque ouviu as pessoas ao invés das instruções de Deus (1Sm 15:24). Quando ele ouviu as pessoas, parou de ouvir a Deus. O ser humano não foi projetado para ouvir dois mestres ao mesmo tempo. Quando você escuta um, você para de ouvir o outro.

Quando Eva ouviu a serpente, ela parou de ouvir a Deus (Gn 3:1-12). Quando Adão ouviu Eva, ele também parou de ouvir a Deus. Estamos sempre ouvindo uma voz para realizar nossas ações e tomar nossas decisões.

A diferença entre boas e más ações depende de quem você ouve. Se você ouvir a Deus, suas decisões e ações levarão à obediência e à prosperidade.

Spanish blog:

La Escucha y La Obediencia

por Ángel Manuel Hernández Gutiérrez, www.misionmoderna.com

Quién sabe escuchar a Dios, sabe escuchar a los discípulos. Pero ¿Qué es la escucha? La escucha es prestar atención para obedecer, de tal manera que no escuchar es “ser desobediente / no prestar atención”[1], La escritura dice en “Ezequiel 2:7 Les hablarás, pues, mis palabras, escuchen o dejen de escuchar; porque son muy rebeldes”. El Señor llama al profeta a hablarle al pueblo a pesar de que ellos por su rebeldía no le querían escuchar. Es interesante el hecho de que se asocie la rebeldía con el no querer escuchar, porque ambas cosas están muy relacionadas. El rebelde, o ha dejado de escuchar, o no quiere escuchar a quién tiene que obedecer. El Señor le dijo a Saul a través del profeta Samuel, “…¿Se complace el Señor tanto en los holocaustos y víctimas, como en que se obedezca a las palabras del Señor? Ciertamente el obedecer es mejor que los sacrificios, y el prestar atención que la grosura de los carneros” (1Samuel 15:22). Prestar atención, es la palabra hebrea “casháb”, que significa escuchar. Saúl no quiso escuchar, por eso desobedeció. Su desobediencia vino por no querer escuchar.

La palabra “obedecer” vine del Latín y significa “saber escuchar”. Para saber cómo está tu obediencia debes preguntarte como está tu escucha. Porque cuanto más atenta y profunda es la escucha, más perfecta es la obediencia. Obedeces a quien escuchas y eres rebelde contra aquel al que no quieres escuchar. El ser humano necesita escuchar. El ser humano no está diseñado para no escuchar a nadie, siempre está escuchando. De hecho los sordos escuchan a través de un idioma gestual. Y los ciegos o “sordos y ciegos a la vez, a través de un idioma de señales manuales. El problema está en a quién escuchas. Y lo que pasa es que cuando no estás escuchando a Dios es porque estás escuchando a otros, a tu propia carne, o al diablo. Saúl cayó en desobediencia porque escuchó al pueblo (1 Sam 15:24). Cuando escuchó al pueblo dejó de escuchar a Dios. El ser humano no está diseñado para escuchar a dos a la vez, cuando se escucha a uno se deja de escuchar al otro. Cuando Eva escuchó a la serpiente dejó de escuchar a Dios (Gen 3:1-12). Cuando Adan escuchó a Eva también dejó de escuchar a Dios. Nosotros siempre estamos escuchando una voz para acometer nuestras acciones y tomar nuestras decisiones. Depende de a quién escuches que tomes buenas acciones y decisiones. Si escuchas siempre a Dios, tus decisiones y acciones serán siempre las correctas.

Escuchar a Dios es también escuchar a nuestros líderes y pastores porque Dios habla a través de ellos. Quien no sabe escuchar a sus líderes no sabe escuchar a sus discípulos. Porque un líder escucha a sus discípulos con un oido y con el otro escucha a Dios, para poder conectar lo que Dios nos ha dicho con lo que nos dicen los discípulos. Saúl como no supo escuchar a Dios, la escucha del pueblo le llevó al error. Así que concluimos con este principio, quien sabe escuchar a Dios, sabe escuchar a los discípulos.