Prayer Creates and Sustains Cell Ministry

By Pastor Moises Valentin, founder and lead pastor of Nuevo Amanecer, Los Angeles, California, www.facebook.com/NewAwakeningtm/

More than six years ago, I was blessed to visit one of our churches in the city of Santa Barbara, California. They had been developing an important ministry to help migrants and low-income communities for more than three years.

As I watched them working hard to reach out to others in need, questions arose in my heart that I could not silence; I approached the founder of the program and asked her: How did this ministry start? How do you sustain this mission? And how does the commitment and passion of the volunteers who serve tirelessly week after week continue?

Smiling, she replied: “We only started this ministry because God wanted it, and the ministry came to us through prayer; The only way to sustain this mission is on our knees, crying out to God for direction and provision.”

I remembered this story as I considered the relevance of prayer in the development of our cell ministry. How good it is to understand that when we pray, we place ourselves in the purposes and ways of God rather than in the ways of our desires and strategies. Put more simply, we do not pray to twist the hand of God and force him to do our will. Rather, we pray to discover and move towards the ways and will of God. And the reason we meet in from house to house is because God wanted it this way. After all, the Christian church began as a house based ministry. We are so thankful that through prayer, we’ve re-discovered the exciting truth of cell ministry.

We need to continually come back to the fact that the only strategy to direct and sustain the work of God in our communities is prayer. Because only through this spiritual exercise, we discover God’s desires and plans and what he is doing  in our neighborhoods. If we’re going to join his purpose and received his grace and provision, we must unite to God’s heart through prayer.

Let us continue to pray and join the mission of God in our communities.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

A oração cria e sustenta o ministério de células

Por Pastor Moises Valentin, fundador e pastor líder de Nuevo Amanecer, Los Angeles, Califórnia, www.facebook.com/NewAwakeningtm/

Mais de seis anos atrás, tive a bênção de visitar uma de nossas igrejas na cidade de Santa Bárbara, Califórnia. Eles desenvolveram um importante ministério para ajudar migrantes e comunidades de baixa renda por mais de três anos.

Enquanto os observava trabalhando arduamente para ajudar outras pessoas necessitadas, surgiram questões em meu coração que não pude silenciar; Eu me aproximei da fundadora do programa e perguntei a ela: Como esse ministério começou? Como você sustenta esta missão? E como o compromisso e a paixão dos voluntários que servem incansavelmente semana após semana continuam?

Sorrindo, ela respondeu: “Nós só começamos este ministério porque Deus quis, e o ministério veio até nós por meio da oração; A única maneira de sustentar esta missão é de joelhos, clamando a Deus por direção e provisão. ”

Eu me lembrei dessa história ao considerar a relevância da oração no desenvolvimento de nosso ministério de células. Como é bom entender que, quando oramos, nos colocamos nos propósitos e caminhos de Deus, em vez de nos caminhos de nossos desejos e estratégias. Simplificando, nós não oramos para torcer a mão de Deus e forçá-lo a fazer nossa vontade. Em vez disso, nós oramos para descobrir e seguir em direção aos caminhos e à vontade de Deus. E a razão de nos encontrarmos de casa em casa é porque Deus quis assim. Afinal, a igreja cristã começou como um ministério baseado em casa. Somos muito gratos porque, por meio da oração, nós redescobrimos a emocionante verdade do ministério de células.

Precisamos continuamente voltar ao fato de que a única estratégia para dirigir e sustentar a obra de Deus em nossas comunidades é a oração. Porque somente por meio desse exercício espiritual, descobrimos os desejos e planos de Deus e o que ele está fazendo em nossa vizinhança. Se vamos nos unir ao seu propósito e receber sua graça e provisão, devemos nos unir ao coração de Deus por meio da oração.

Vamos continuar a orar e nos unir à missão de Deus em nossas comunidades.

Spanish blog:

La oración…

Por Pastor Moises Valentin, fundador y pastor principal de Nuevo Amanecer, Los Angeles, Califórnia, www.facebook.com/NewAwakeningtm/

Hace mas de seis años, tuve la bendición de visitar una de nuestras iglesias en la ciudad de Santa Bárbara, California. Ellos venían desarrollando un ministerio importante de ayuda a migrantes y comunidades de bajos recursos por mas de tres años.

Mientras los observaba trabajando arduamente para alcanzar al prójimo en necesidad, surgió en mi corazón preguntas que no pude callar; me acerqué a la fundadora del programa y le pregunté: ¿Cómo comenzó este ministerio? ¿Cómo sostiene esta misión? y ¿Cómo cautiva el compromiso y la pasión de los voluntarios que semana a semana, sirven incansablemente? Sonriendo, ella me respondió: solo comenzamos este ministerio porque Dios así lo quiso y nosotros lo descubrimos a través de la oración; la única manera de sostener esta misión es de rodillas, clamando a Dios por dirección y provisión. 

Recordaba esta historia, mientras consideraba la relevancia de la oración en el desarrollo de nuestros ministerios celulares. Que bueno es entender que cuando oramos, nos ubicamos en los propósitos y caminos de Dios antes que en los caminos de nuestros deseos y estrategias. En palabras mas simples, no oramos para torcer la mano de Dios y forzarlo a hacer nuestra voluntad, oramos para descubrir y movernos hacia los caminos y voluntad de Dios, es por esto que nos reunimos en las casas, porque Dios así lo quiso, así comenzó la historia de su iglesia y solamente en el ejercicio de nuestras oraciones descubrimos esta verdad.

Que relevante es que entendamos, que la única estrategia para dirigir y sostener la obra de Dios en nuestras comunidades es la oración. Porque solo a través de este ejercicio espiritual, descubrimos los deseos y planes de Dios, descubrimos lo que Dios esta haciendo en nuestros vecindarios y si nos unimos a esta causa, alcanzamos su gracia y provisión, porque solo así, dejamos nuestras misiones y nos unimos a la misión de Dios.

Sigamos orando, descubriendo y uniéndonos a la misión de Dios en nuestras comunidades.

Let face-to-face meetings come back!

By Mario Vega, www.elim.org.sv

The new coronavirus pandemic forced the churches to carry out their services through the Internet. People soon became accustomed to participating in virtual worship, prayers, and preaching. This resource served its purpose of meeting spiritual needs, but also proved to be much more comfortable for the participants. Things have gotten to the point where many are wondering whether it is still necessary to attend actual meetings, whether in homes or in church buildings.

What is at stake is not just the use of a channel for spiritual formation. Most crucially, the way we learn and remember is changing. Growth in faith is not just an intellectual exercise. We must remember that the transformation of a person there is much more than conviction. People change when their senses and emotions are involved. Spiritual experiences are built on unique places and conditions. The place, the time, the people present, the sounds, the reactions of others are an important part of the transformative experience. Remember, for example, the conversion of Saul.

In contrast, in the virtual world, everything happens on the same flat surface of the screen. That is why it is difficult for us to remember where we said or heard something. When the experience is face-to-face, the environment, with its noises and interruptions, records the learning experience more permanently. We will surely forget what we heard or saw on a screen; instead, we will preserve the memory of those things that we associate with a specific place, with certain textures, and with a specific human warmth. For this reason, we must continue to desire and plan for face-to-face cells and celebrations.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Deixe as reuniões presenciais voltarem!

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

A nova pandemia de coronavírus obrigou as igrejas a realizarem seus cultos pela Internet. As pessoas logo se acostumaram a participar de cultos virtuais, orações e pregação. Esse recurso serviu ao propósito de atender às necessidades espirituais, mas também se mostrou muito mais confortável para os participantes. As coisas chegaram a um ponto em que muitos se perguntam se ainda é necessário assistir às reuniões reais, seja em casas ou em edifícios de igrejas.

O que está em jogo não é apenas a utilização de um canal de formação espiritual. Mais crucialmente, a maneira como aprendemos e lembramos está mudando. O crescimento na fé não é apenas um exercício intelectual. Devemos lembrar que a transformação de uma pessoa ali é muito mais do que convicção. As pessoas mudam quando seus sentidos e emoções estão envolvidos. As experiências espirituais são construídas em lugares e condições únicas. O lugar, a hora, as pessoas presentes, os sons, as reações dos outros são uma parte importante da experiência transformadora. Lembre-se, por exemplo, da conversão de Saul.

Em contraste, no mundo virtual, tudo acontece na mesma superfície plana da tela. É por isso que é difícil lembrarmos onde dissemos ou ouvimos algo. Quando a experiência é presencial, o ambiente, com seus ruídos e interrupções, registra a experiência de aprendizagem de forma mais permanente. Certamente esqueceremos o que ouvimos ou vimos em uma tela; em vez disso, vamos preservar a memória daquelas coisas que associamos a um lugar específico, a certas texturas e a um calor humano específico. Por isso, devemos continuar desejando e planejando células e celebrações presenciais.

Spanish blog:

Que vuelvan las reuniones presenciales

por Mario Vega, www.celulas.org.sv

La pandemia del nuevo coronavirus obligó a las iglesias a realizar sus servicios a través de la red de Internet. Las personas pronto se acostumbraron a participar de alabanzas, oraciones y predicaciones virtuales. El recurso alcanzó su propósito de suplir las necesidades espirituales, pero, además, mostró ser mucho más cómodo para los participantes. Las cosas han llegado al punto en que muchos se preguntan si continúa siendo necesario asistir a las reuniones reales, sean en las casas o en los edificios de las iglesias.

Lo que está en juego no es solamente el uso de un canal para la formación espiritual. Lo que es más crucial es que se está cambiando la forma de aprender y recordar. El crecimiento en la fe no es solamente un ejercicio intelectual. En la transformación de una persona hay mucho más que el convencimiento. Las personas cambian cuando están implicados sus sentidos y sus emociones. Las experiencias espirituales se construyen sobre lugares y condiciones únicas. El lugar, la hora, las personas presentes, los sonidos, las reacciones de otros son parte importante de la experiencia transformadora. Recordemos, por ejemplo, la conversión de Saulo.

En cambio, en el mundo virtual, todo ocurre en la misma superficie plana de la pantalla. Por eso nos cuesta recordar adónde dijimos u oímos algo. Cuando la vivencia es presencial el entorno, con sus ruidos e interrupciones, graba de manera más permanente la experiencia de aprendizaje. De seguro olvidaremos lo que oímos o vimos en una pantalla; en cambio, conservaremos el recuerdo de aquellas cosas que relacionamos con un lugar concreto, con ciertas texturas y con un calor humano específico. Por esa razón, debemos continuar privilegiando, en la medida de lo posible, las células y celebraciones presenciales.

Holiness Evangelism

By Joel Comiskey, check out Joel’s latest book, Living in Victory

Have you ever connected holiness with evangelism? Scripture does: The writer of Hebrews says, “Make every effort to live in peace with everyone and to be holy; without holiness no one will see the Lord” (Hebrews 11:14).

People believe when they see changed lives. When they witness a  person transformed by the gospel, they are attracted to Jesus. The opposite is also true. Hypocrisy in the church is one of the key reasons for people to resist Christianity.  Those who say they believe and live like the devil are a scourge to the Christian faith. They turn off many to the gospel. 

This month, we’ve been exploring how Covid-19 has helped us to press pause, do a deep dive of reflection, and then to press play again. How has Jesus been working in your life during these months? As I coach pastors, one of my reflection questions is, “What is the one area that you are most constantly asking God to change in your life?” We talk and pray about those areas in the ongoing sessions. 

God has granted me the opportunity to study and visit some of the largest cell churches in the world. Many of these churches featured weekend retreats, usually called Encounter with God retreats. The purpose of these retreats is to break the bondages and strongholds of sin in a person’s life so that he or she can walk in spiritual freedom. I believe that God uses retreats and camps to work deeply in our lives. But there is also a danger in living today on yesterday’s one-time experience.

We need to walk in daily repentance. Jesus wants to set us free daily from bondages and strongholds. He said, “Everyone who sins is a slave to sin. Now a slave has no permanent place in the family, but a son belongs to it forever. So if the Son sets you free, you will be free indeed.” (John 8:34-36). And the good news is that Jesus is always right there to help us to deeper. He desires to continually set us free.

Jesus desires to work within us as we recognize our sin, confess it and receive His cleansing. Hebrews 9:14 tells us that “the blood of Christ is able to cleanse our consciences from acts that lead to death, so that we may serve the living God!” Covid-19 has provided a unique opportunity to dive deep into God’s holiness as allow him to set us free. Here are some resources that might help:

  • My own book Encounter
  • Emotionally Healthy Spirituality by Peter Scazzero
  • Overcoming the Darkside of Leadership by Gary McIntosh and Samuel Rima

Holiness evangelism. As Jesus changes us more and more, others will see that change and believe. Let’s allow him to set us free today.

Korean blog (Click here)

Portuguese blog:

Evangelismo de Santidade

Por Joel Comiskey, confira Living in Victory

Você já conectou santidade com evangelismo? A Escritura diz: O escritor de Hebreus diz: “Esforce-se para viver em paz com todos e para ser santos; sem santidade ninguém verá o Senhor” (Hebreus 11:14).

As pessoas acreditam quando veem vidas transformadas. Quando eles testemunham uma pessoa transformada pelo evangelho, eles são atraídos por Jesus. O oposto também é verdade. A hipocrisia na igreja é uma das principais razões pelas quais as pessoas resistem ao Cristianismo. Aqueles que dizem que acreditam e vivem como o diabo são um flagelo para a fé cristã. Eles afastam muitos para o evangelho.

Este mês, estivemos explorando como Covid-19 nos ajudou a pressionar pausa, fazer um mergulho profundo de reflexão e, em seguida, pressionar play novamente. Como Jesus tem trabalhado em sua vida durante esses meses? Enquanto treino pastores, uma das minhas perguntas para reflexão é: “Qual é a área que você está pedindo a Deus mais constantemente para mudar em sua vida?” Conversamos e oramos sobre essas áreas nas sessões em andamento.

Deus me deu a oportunidade de estudar e visitar algumas das maiores igrejas em células do mundo. Muitas dessas igrejas apresentavam retiros de fim de semana, geralmente chamados de retiros de Encontro com Deus. O objetivo desses retiros é quebrar as amarras e fortalezas do pecado na vida de uma pessoa para que ela possa andar em liberdade espiritual. Eu acredito que Deus usa retiros e acampamentos para trabalhar profundamente em nossas vidas. Mas também há o perigo de viver hoje com uma experiência única de ontem.

Precisamos andar em arrependimento diário. Jesus quer nos libertar diariamente das cadeias e fortalezas. Ele disse: “Todo aquele que peca é escravo do pecado. Agora, um escravo não tem lugar permanente na família, mas um filho pertence a ela para sempre. Portanto, se o Filho o libertar, você será realmente livre. ” (João 8: 34-36). E a boa notícia é que Jesus está sempre ali para nos ajudar a ir mais fundo. Ele deseja nos libertar continuamente.

Jesus deseja trabalhar dentro de nós ao reconhecermos nosso pecado, confessá-lo e receber Sua purificação. Hebreus 9:14 nos diz que “o sangue de Cristo é capaz de limpar nossas consciências de atos que levam à morte, para que possamos servir ao Deus vivo!” A Covid-19 ofereceu uma oportunidade única de mergulhar fundo na santidade de Deus, permitindo que ele nos libertasse. Aqui estão alguns recursos que podem ajudar:

  • Meu próprio livro Encontro
  • Espiritualidade Emocionalmente Saudável por Peter Scazzero
  • Superando o lado sombrio da liderança, de Gary McIntosh e Samuel Rima

Evangelismo de santidade. À medida que Jesus nos muda mais e mais, outros verão essa mudança e acreditarão. Vamos permitir que ele nos liberte hoje.

Spanish blog:

Evangelismo de santidad 

Por Joel Comiskey, echa un vistazo a Viviendo en Victoria

¿Ha conectado alguna vez la santidad con el evangelismo? La Escritura si lo hace: El escritor de Hebreos dice: “Esfuércense por vivir en paz con todos y ser santos; sin santidad nadie verá al Señor” (Hebreos 11:14). 

La gente cree cuando ve vidas cambiadas. Cuando son testigos de una persona transformada por el evangelio, se sienten atraídos por Jesús. Lo opuesto también es una realidad. La hipocresía en la iglesia es una de las razones clave para que la gente se resista al cristianismo. Aquellos que dicen creer y vivir como el diablo son un flagelo para la fe cristiana. Ahuyentan a muchos al evangelio. 

Este mes, hemos estado explorando cómo el Covid-19 nos ha ayudado a presionar pausa, hacer una profunda reflexión y luego presionar reproducir nuevamente. ¿Cómo ha estado actuando Jesús en tu vida durante estos meses? Mientras entreno a los pastores, una de mis preguntas de reflexión es: “¿Cuál es el área que más constantemente le pides a Dios que cambie en tu vida?” Hablamos y oramos sobre esas áreas en las sesiones en curso. 

Dios me ha dado la oportunidad de estudiar y visitar algunas de las iglesias celulares más grandes del mundo. Muchas de estas iglesias presentaban retiros de fin de semana, generalmente llamados retiros de Encuentro con Dios. El propósito de estos retiros es romper las ataduras y fortalezas del pecado en la vida de una persona para que pueda caminar en libertad espiritual. Creo que Dios usa retiros y campamentos que trabajan profundamente en nuestras vidas. Pero también existe el peligro de vivir hoy de una experiencia única del ayer. 

Necesitamos caminar en arrepentimiento diario. Jesús quiere liberarnos diariamente de las ataduras y las prisiones. Él dijo: “De cierto, de cierto os digo, que todo aquel que hace pecado, esclavo es del pecado. Y el esclavo no queda en la casa para siempre; el hijo sí queda para siempre. Así que, si el Hijo os libertare, seréis verdaderamente libres”. (Juan 8: 34-36). Y la buena noticia es que Jesús siempre está ahí para ayudarnos a profundizar. Él desea liberarnos continuamente. 

Jesús desea trabajar dentro de nosotros cuando reconocemos nuestro pecado, lo confesamos y recibimos Su limpieza. Hebreos 9:14 nos dice que ” ¿cuánto más la sangre de Cristo, el cual mediante el Espíritu eterno se ofreció a sí mismo sin mancha a Dios, limpiará vuestras conciencias de obras muertas para que sirváis al Dios vivo?”. El covid-19 ha brindado una oportunidad única para sumergirse profundamente en la santidad de Dios al permitirle liberarnos. Aquí hay algunos recursos que pueden ayudar: 

  • Mi propio libro Encuentro (My own book Encounter) 
  • Espiritualidad emocionalmente sana por Peter Scazzero (Emotionally Healthy Spirituality by Peter Scazzero) 
  • Superando el lado oscuro del liderazgo por Gary McIntosh y Samuel Rima (Overcoming the Darkside of Leadership by Gary McIntosh and Samuel Rima) 

Evangelismo de santidad. A medida que Jesús nos cambia más y más, otros verán ese cambio y creerán. Permitámosle que nos libere hoy. 

The Importance of Forming Young Disciples

By Mario Vega, www.elim.org.sv

The COVID 19 pandemic is an opportunity to identify and adjust some of the elements of cell ministry. In Elim’s case, it has been helpful to understand the demographics of our team of leaders and coaches. When the meetings were reopened in the houses, we still had to follow the protection protocols of El Salvador. These protocols don’t allow those over the age of 60 to participate in the face to face meetings.  As a result, our cell system has only been able to be reactivated by 40%. This is an important sign of the average age of our leaders.

After 34 years of having made our transition to the cell model, our leadership has aged and has entered the age of risk for COVID 19. They are the people who for three decades have enthusiastically assumed the task of taking the gospel into homes and who wrote the stories of heroism that made Elim what it is today.

But the current situation shows that the generational transfer is necessary. The pandemic has shown the need to generate more young leaders and coaches. We must focus and expand the discipleship of children and youth to ensure that the legacy is passed on to the next generation.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

A importância de formar discípulos jovens

Mario Vega, www.elim.org.sv

A pandemia de COVID 19 é uma oportunidade de identificar e ajustar alguns elementos do ministério em células. No caso da Igreja Elim, tudo que aconteceu nos ajudou a entender os aspectos demográficos do nosso time de líderes e supervisores. Quando as reuniões puderam recomeçar nas casas, ainda tínhamos que seguir os protocolos de proteção de El Salvador. Estes protocolos não permitiam que pessoas acima de 60 anos participassem de encontros presenciais. Como consequência, apenas 40% do nosso sistema de células pode ser reativado. Isto é um sinal importante sobre a idade de nossos líderes.

34 anos depois de termos feito a transição para o modelo celular, nossa liderança envelheceu e entrou no grupo de risco do COVID 19. São estas pessoas que pelas últimas três décadas assumiram com entusiasmo a tarefa de levar o evangelho até os lares e que escreveram as histórias de heroísmo que fez da igreja Elim o que ela é hoje.

Mas a situação atual nos mostra que é preciso fazer uma transferência entre gerações. A pandemia nos mostrou que precisamos gerar mais líderes e supervisores jovens. Nós precisamos focar nisso e expandir o discipulado de crianças e jovens para termos certeza que o legado será passado para a próxima geração.

Spanish bog:

La importancia de formar discípulos jóvenes

por Mario Vega, www.elim.org.sv

La pandemia de COVID 19 es una oportunidad para identificar y ajustar algunos de los elementos del trabajo celular. En el caso de Elim, ha sido útil para conocer las características demográficas de nuestro equipo de líderes y supervisores. Al producirse la reapertura de las reuniones en las casas se siguen los protocolos de protección. Ellos determinan que las personas mayores de 60 años aún no pueden participar de las reuniones. Como resultado, nuestro sistema de células solamente ha podido ser reactivado en un 40% Este es un signo importante de la edad promedio de nuestros líderes.

Después de 34 años de haber hecho nuestra transición al modelo celular nuestro liderazgo ha envejecido y ha entrado a la edad de riesgo para el COVID 19. Son las personas que desde hace tres décadas asumieron con entusiasmo la tarea de llevar el evangelio por las casas y que escribieron las historias de heroísmo que hicieron de Elim lo que hoy es. Pero, la actual situación muestra que se hace necesario el traspaso generacional. La pandemia ha mostrado la necesidad de generar más líderes y supervisores jóvenes. Debemos enfocarnos y ampliar el discipulado de niños y jóvenes para asegurar que el legado pase a la siguiente generación.

Fruit That Remains

By Stephen Daigle, College and Young Adult Pastor at Celebration Church, www.celebrationchurch.org

What a year! 2020 won’t be forgotten and will be written about in textbooks. As I have studied the church during the 1920 Pandemic, I’m sure many years from now the church will reflect on how the church of 2020 has acted or even reacted during these times. We’ve had to be creative and find ways to ‘make it work’ with what we’ve been given. I don’t think I’ve ever been so grateful and tired of technology at the same time! 

If there is one thing I’ve observed from 2020 it’s that nothing, and I mean NOTHING, can stop the church and cell ministry. Jesus said in Matthew 16:18 that “I will build my church, and the gates of hell shall not prevail against it.” Take heart in this truth today. NOTHING can stop the advancement of the Kingdom of God!

I’ve seen God use cell ministry as the vehicle by which the church has remained and even grown over the past year. ”Pressing Pause” during Covid-19 has allowed churches to see where the roots and fruit were at. We’ve seen the ‘fruit that remains’ (John 15) coming from our consistent focus on cell ministry and cell leaders. As we continue to pivot while planning what it may look like to ‘Press Play’, we know one thing: focusing on cell ministry is the key to building the kingdom of God no matter what the circumstances. 

How are you investing in your cell leaders during this time? Have you begun to refocus on things that have taken your attention away from cell ministry? How are you specifically strategizing for focus on cell ministry and building leaders now and when you can ‘Press Play’ again?

When I think back on what we were doing pre-covid, I realize how much of our focus was distracted away from the things that were the most important and sustaining. What is going to be written about your church’s response to 2020? It’s not too late to focus and strategize on cell ministry for the days ahead. 

Spend some time right now asking the Lord for wisdom regarding your church’s focus on cell ministry. 

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Fruto que permanece

Stephen Daigle, Pastor de Universitários e Jovens Adultos na Celebration Church, www.celebrationchurch.org

Que ano é esse! 2020 não será esquecido e certamente muita coisa será escrita sobre este ano nos livros didáticos. Tenho estudado sobre a igreja durante a pandemia de 1920 e tenho certeza que muitos anos à frente a Igreja será um reflexo de como a Igreja de 2020 agiu ou mesmo reagiu durante este tempo. Nós fomos forçados a usar a criatividade e achar soluções para “fazer funcionar” com o que tínhamos. Acho que nunca fui tão grato e fiquei tão cansado da tecnologia, tudo ao mesmo tempo!

Se há algo que eu observei deste período de 2020 é que não há nada, e eu quero dizer NADA que possa parar a igreja e o ministério em células. Jesus disse em Mateus 16:18 “…edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela”. Fortaleça sua vida com esta verdade hoje. NADA pode parar o avanço do Reino de Deus!

Eu vi Deus usando o ministério em células como um instrumento através do qual a igreja permaneceu e até mesmo cresceu neste último ano. “Apertar a PAUSA” durante a Covid-19 permitiu que as igrejas vejam onde estão suas raízes e seus frutos. Nós vimos “o fruto que permanece”, mencionado em João 15, frutificando através do foco no ministério em células e nos líderes das células. Agora que estamos planejando o que pode ser “Apertar o PLAY”, nós sabemos de pelo menos uma coisa, o foco no ministério em células é a chave para construirmos o Reino de Deus, sejam quais forem as circunstâncias.

Como você tem investido em seus líderes de células durante este período? Você já começou a focar sua atenção procurando por coisas que tiravam seu foco do ministério em células? Qual será sua estratégia para manter seu foco no ministério em células e na construção de líderes agora e quando puder “Apertar o PLAY” novamente?

Quando penso no que fazíamos antes do Covid eu percebo o quanto nosso foco estava desviado das coisas que são mais importantes e que nos sustentam. O que será escrito sobre como a sua igreja respondeu ao ano de 2020? Não é tarde demais para focar no que é importante e pensar em estratégias para o ministério em células para os dias que virão.

Invista tempo agora mesmo para pedir Sabedoria ao Senhor sobre como ajustar o foco da sua igreja no ministério em células.

Spanish blog:

Fruto que perdura 

Por Stephen Daigle, pastor universitario y de jóvenes adultos en Celebration Church, www.celebrationchurch.org 

¡Qué año! 2020 no se olvidará y se escribirá en los libros de texto. Como he estudiado la iglesia durante la pandemia de 1920, estoy seguro de que dentro de muchos años la iglesia reflexionará sobre cómo ha actuado o incluso reaccionado la iglesia de 2020 durante estos tiempos. Hemos tenido que ser creativos y encontrar formas de “hacer que las cosas funcionen” con lo que nos han dado. ¡No creo que nunca haya estado tan agradecido y cansado de la tecnología al mismo tiempo! 

Si hay algo que he observado de 2020 es que nada, y quiero decir NADA, puede detener la iglesia y el ministerio celular. Jesús dijo en Mateo 16:18 que “edificaré mi iglesia, y las puertas del infierno no prevalecerán contra ella”. Anímate con esta verdad hoy. ¡NADA puede detener el avance del Reino de Dios! 

He visto a Dios usar el ministerio celular como el vehículo por el cual la iglesia ha permanecido e incluso crecido durante el año pasado. “Presionar Pausa” durante el Covid-19 ha permitido a las iglesias ver dónde estaban las raíces y el fruto. Hemos visto el ‘fruto que perdura’ (Juan 15) proveniente de nuestro enfoque constante en el ministerio y los líderes celulares. A medida que continuamos girando mientras planificamos lo que podría parecer al “Presionar Play”, sabemos una cosa: centrarse en el ministerio celular es la clave para construir el reino de Dios sin importar las circunstancias. 

¿Cómo estás invirtiendo en tus líderes celulares durante este tiempo? ¿Has comenzado a concentrarte de nuevo en cosas que han alejado tu atención del ministerio celular? ¿Cómo estás elaborando una estrategia específica para centrarte en el ministerio celular y en la construcción de líderes ahora y cuándo puedas volver a presionar el botón de “play”? 

Cuando pienso en lo que estábamos haciendo antes del covid, me doy cuenta de cuánto de nuestro enfoque se distrajo de las cosas que eran más importantes y sostenibles. ¿Qué se va a escribir sobre la respuesta de su iglesia al 2020? No es demasiado tarde para enfocarse y elaborar estrategias sobre el ministerio celular para los próximos días. 

Dedica algo de tiempo ahora mismo a pedirle al Señor sabiduría con respecto al enfoque de tu iglesia en el ministerio celular.