Blog

Worship Details

By Joel Comiskey, check out  coaching 

In Groups that Thrive, Jim Egli and I didn’t ask how long the group worship lasted. We simply asked those taking the survey if worship through singing is a part of their normal meetings. So how much worship should be included? We advise asking the Holy Spirit to be your guide. Some groups might want to have meetings with extended times of worship. These times might include other elements like taking communion as a group and praying for one another and your community.

Many leaders feel inadequate to lead worship singing in the group because they think they have to sing like Chris Tomlin or be an expert guitar player. The reality is that God looks at our heart as we sing to him. I’ve experienced group worship times when the members choked out a joyful noise (with an emphasis on noise). But beyond the singing is God himself who dwells in the praises of his people. And he loves to hear worship and respond by revealing his sweet presences. Matt Redman’s famous chorus rings true, “I’m coming back to the heart of worship, and it’s all about you; it’s all about you.” Worship is all about Jesus.

Although spontaneous unplanned worship is wonderful, the best group worship requires diligent planning. The facilitator or member should pick a few songs before the group begins. Print out the words of the songs and then distribute the sheets to everyone in the group. Those who know the songs really well won’t need the sheets, but many will need them.

You don’t need a guitar player to lead worship. You can create a playlist on a smart phone and hook it up to a simple speaker. Many groups use YouTube to supply background singing while the group follows the words on the song sheets. Simple, quality alternatives– that don’t take too much time and effort—are everywhere on the internet.

The person leading worship should give an exhortation to begin the worship time. “Remember that God is looking at your heart,” they might say. “Reflect on the words of the songs while you’re singing and know that above all else, you’re pleasing God.” A simple exhortation like this makes a huge difference in the atmosphere.

It’s a good idea to allow times of silence between songs and following the time of worship singing. Both during and after worship, allow people to pray out loud. Often in Scripture, God manifested his presence through worship, and it’s vitally important to hear from him during this time.

Help your group to become sensitive to God while asking him to show you how to reach non-Christians. Put him first in your group, and he’ll give you a new, dynamic atmosphere that will edify the saints and evangelize unbelievers.

The key is to allow time to focus on who God is and to thank him for all that he has done. Time spent in worship points people to our faithful and generous God and opens them up to hear him and receive all that he is offering to them.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Detalhes da Adoração

Por Joel Comiskey

Em Groups that Thrive (Grupos que Prosperam, em tradução livre), Jim Egli e eu não perguntamos quanto tempo a adoração do grupo durava. Simplesmente perguntamos àqueles participando da pesquisa se a adoração através do louvor fazia parte de suas reuniões normais. Então, quanto de adoração deve ser incluída? Aconselhamos pedir que o Espírito Santo seja seu guia. Alguns grupos podem querer ter reuniões com períodos de adoração prolongados. Esses momentos podem incluir outros elementos, como tomar a comunhão como um grupo e orar uns pelos outros e pela sua comunidade.

Muitos líderes se sentem inadequados para liderar o louvor e adoração no grupo porque acham que têm que cantar como Chris Tomlin ou ser um especialista na guitarra. A realidade é que Deus olha para o nosso coração enquanto cantamos para Ele. Eu experimentei momentos de adoração em grupo quando os membros exprimiram um barulho alegre (com ênfase em barulho). Mas além do canto está o próprio Deus que habita nos louvores de seu povo. E Ele ama ouvir a adoração e responder revelando sua doce presença. O famoso refrão de Matt Redman soa verdadeiro: “Eu estou voltando ao coração da adoração, e é tudo sobre você; é tudo sobre você”. A adoração é toda sobre Jesus.

Embora a adoração espontânea não planejada seja maravilhosa, a melhor adoração em grupo requer um planejamento diligente. O facilitador ou membro deve escolher algumas músicas antes do grupo começar. Imprima as palavras das músicas e depois distribua as folhas para todos no grupo. Aqueles que conhecem as músicas muito bem não precisarão das folhas, mas muitos precisarão delas.

Você não precisa de um guitarrista para liderar a adoração. Você pode criar uma lista de reprodução em um smartphone e conectá-la a um alto-falante simples. Muitos grupos usam o YouTube para fornecer músicas em segundo plano enquanto o grupo segue as palavras nas folhas das músicas. Alternativas simples e de qualidade– que não demandam muito tempo e esforço– estão em toda parte na internet.

A pessoa que conduz a adoração deve dar uma exortação para começar o momento de adoração. “Lembre-se de que Deus está olhando para o seu coração”, ela pode dizer. “Reflita sobre as palavras das músicas enquanto você está cantando e saiba que, acima de tudo, você está agradando a Deus”. Uma simples exortação como essa faz uma enorme diferença na atmosfera.

É uma boa ideia permitir momentos de silêncio entre as músicas e seguir o tempo do louvor. Tanto durante quanto depois da adoração, permita que as pessoas orem em voz alta. Muitas vezes nas Escrituras, Deus manifestou Sua presença através da adoração, e é vitalmente importante ouvi-Lo durante esse momento.

Ajude seu grupo a se tornar sensível a Deus enquanto pede a Ele que te mostre como alcançar os não-cristãos. Coloque-O em primeiro lugar no seu grupo e Ele lhe dará uma atmosfera nova e dinâmica que edificará os santos e evangelizará os incrédulos.

A chave é permitir tempo para se concentrar em quem Deus é e agradecê-Lo por tudo o que Ele fez. O tempo gasto em adoração aponta as pessoas para o nosso Deus fiel e generoso e as abre para ouvi-Lo e receber tudo o que Ele está oferecendo a elas.

Spanish blog:

Detalles de la adoración

Por Joel Comiskey

En Groups that Thrive, Jim Egli y yo no preguntamos cuánto duró la adoración grupal en la célula. Simplemente preguntamos a los encuestados si las alabanzas formaban parte de sus reuniones normales. Entonces, ¿cuánta adoración debería incluirse? Aconsejamos pedirle al Espíritu Santo que sea tu guía. Algunas células pueden querer tener reuniones con tiempos de adoración prolongados. Estos tiempos pueden incluir otros elementos como tomar la comunión como grupo y orar por los demás y por su comunidad.

Muchos líderes se no sienten preparados para dirigir las alabanza en la célula porque piensan que tienen que cantar como Chris Tomlin o ser un guitarrista experto. La realidad es que Dios mira nuestro corazón mientras le cantamos. Experimenté tiempos de adoración grupal cuando los miembros se atragantaron con un ruido alegre (con énfasis en el ruido). Pero más allá del canto está Dios mismo que mora en las alabanzas de su pueblo, y le encanta escuchar la adoración y responder al revelar sus dulces presencias. El famoso coro de Matt Redman suena tan verdadero, “Estoy volviendo al corazón de la adoración, y se trata de ti, se trata de ti”. La adoración se trata de Jesús.

Aunque la adoración espontánea y no planificada es maravillosa, la mejor adoración grupal requiere una planificación diligente. El facilitador o miembro debe elegir algunas canciones antes de que comience el grupo. Imprima las letars de las canciones y luego distribuya las hojas a todos en el célula. Aquellos que conocen las canciones no necesitarán las hojas, pero muchos otros si las necesitarán.

No necesitas un guitarrista para dirigir la adoración; puedes crear una lista de reproducción en un teléfono inteligente y conectarla a un altavoz simple. Muchos grupos usan YouTube para proporcionar canciones de fondo mientras el grupo sigue las letras en las hojas. Las alternativas simples y de calidad, que no requieren demasiado tiempo y esfuerzo, están en todas partes en Internet.

La persona que dirige la adoración debe dar una exhortación para comenzar el tiempo de adoración. “Recuerda que Dios está mirando tu corazón”, podrían decir. “Reflexiona sobre las palabras de las canciones mientras cantas y ten seguridad de que por sobre todas las cosas, estás complaciendo a Dios”. Una simple exhortación como esta hace una gran diferencia en la atmósfera de la célula.

Es una buena idea permitir tiempos de silencio entre alabanzas. Tanto durante como después de la adoración, permita que las personas oren en voz alta. A menudo en las Escrituras, Dios manifestó su presencia a través de la adoración, y es de vital importancia saber de él durante este tiempo.

Ayuda a tu célula a ser sensible a Dios mientras le piden que les muestre cómo llegar a los no cristianos. Ponlo primero en tu célula, y él te dará una atmósfera nueva y dinámica que edificará a los santos y evangelizará a los incrédulos.

La clave es dejar tiempo para enfocarse en quién es Dios y agradecerle por todo lo que ha hecho. El tiempo dedicado a la adoración señala a la gente a nuestro Dios fiel y generoso y los lleva a escucharlo y recibir todo lo que les ofrece.

Involving the Guests in Worship

por Mario Vega, www.elim.org.sv

A common mistake in cell ministry is forgetting about the newcomers (non-Christians) and only focusing on believers. In order to evangelize more effectively, it is important that the cell meeting is open to friends and newcomers. It’s easy to think that since the newcomers do not know the songs, they will only be observers during the worship time.

On the contrary, worship can be participatory, even for friends. One way to achieve this is to sing songs that are repetitive and, therefore, easy to learn. That means saying the sentences clearly before singing them and encouraging the guests to learn them. After a couple of repetitions everyone (even newcomers) can start singing. If newcomers can sing and clap during worship, they will be more open to receive Jesus when the invitation is given.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Envolvendo os Convidados na Adoração

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Um erro comum no ministério celular é esquecer os recém-chegados (não-cristãos) e se concentrar apenas nos crentes. A fim de alcançar maior eficácia na evangelização, é importante que a reunião da célula seja aberta a amigos e recém-chegados. É fácil pensar que, como os recém-chegados não conhecem as músicas, eles serão apenas observadores durante o período de adoração.

Pelo contrário, a adoração pode ser participativa, mesmo para amigos. Uma maneira de conseguir isso é cantar músicas que são repetitivas e, portanto, fáceis de aprender. Isso significa dizer claramente as frases antes de cantá-las e incentivar os convidados a aprendê-las. Depois de algumas repetições, os amigos podem começar a cantar. Se os recém-chegados puderem cantar e bater palmas durante a adoração, estarão mais abertos a receber Jesus quando o convite for dado.

Spanish blog:

Involucrando a los invitados en la alabanza.

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Un error común en el trabajo celular es enfocar la reunión en los cristianos olvidando a los invitados. Para lograr mayor eficacia en la evangelización es importante que la reunión de la célula esté afinada para los amigos. Eso incluye la alabanza, la cual, pudiera desarrollarse sin tener en cuenta que los invitados no conocen los cantos y serán solamente observadores durante el tiempo que dura la adoración.

Por el contrario, la alabanza puede ser participativa, incluso para los amigos. Una forma de lograrlo es cantar alabanzas que sean repetitivas y, por lo mismo, fáciles de aprender. Eso supone el decir las frases claramente antes de cantar y animar a los invitados a aprenderlas. Después de un par de repeticiones los amigos pueden comenzar a cantar. Si se logra que ellos canten y aplaudan durante la adoración, no será difícil que también expresen su deseo de recibir a Jesús a la hora del llamado.

Gospeling Today Through Song

By Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

I’ve grown fond of this “gospel” definition penned by Scot McKnight: “The gospel is the saving Story of Israel now lived out by Jesus, who lived, died, was buried, was raised, and was exalted to God’s right hand, and who is now roaring out the message that someday the kingdom will come in all its glorious fury.” (Scot McKnight, The King Jesus Gospel, 2016, p. 176).

Citing the book of Acts, McKnight delineates the major portions of this definition.  Here they are:

  1. Israel’s Story
  2. Lordship of Jesus
  3. Summons people to respond (repent, place faith in Jesus, and be baptized)
  4. The gospel saves and redeems (forgiveness, the gift of the Holy Spirit, and justification)

You may consider these four lenses the next time you read the book of Acts.  Compile a list of specific scriptures that align with each point.

What does this have to do with worship and evangelism in the small group?  Great question.

A variety of ways to present the gospel is desired and needed.  If singing songs enhance your gathering regarding “gospeling today,” then proceed with haste.  Over the years, I’ve heard numerous testimonies of how God used songs to usher people into a relationship with Jesus Christ.

A final thought:  Singing songs of the gospel should enrich rather than impair the small group gathering.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Compartilhando o Evangelho Hoje Através de Canções

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Eu me apeguei a essa definição de “evangelho” escrita por Scot McKnight: “O evangelho é a história salvadora de Israel, agora vivida por Jesus, que viveu, morreu, foi sepultado, ressuscitou e foi exaltado à destra de Deus, e que agora está rugindo a mensagem de que um dia o Reino virá em toda a sua gloriosa fúria. ”(Scot McKnight, The King Jesus Gospel, 2016, p. 176).

Citando o livro de Atos, McKnight delineia os pontos principais de sua definição. Eles são:

1.  A história de Israel
2.  O senhorio de Jesus
3.  Convoca as pessoas a responderem (arrepender-se, colocar a fé em Jesus e ser batizado)
4.  O Evangelho salva e redime (perdão, o dom do Espírito Santo e justificação)

Você pode considerar essas quatro lentes da próxima vez que ler o livro de Atos. Compile uma lista de escrituras específicas que se alinham com cada ponto.

O que isso tem a ver com adoração e evangelismo no pequeno grupo? Ótima pergunta.

Uma variedade de maneiras de apresentar o evangelho é desejada e necessária. Se as canções cantadas estimulam a sua reunião para a “evangelização de hoje”, prossiga com pressa. Ao longo dos anos, ouvi inúmeros testemunhos de como Deus usou músicas para levar as pessoas a um relacionamento com Jesus Cristo.

Um pensamento final: cantar canções sobre o evangelho deve enriquecer e não prejudicar a reunião dos pequenos grupos

Spanish blog:

El evangelismo de hoy a través de las alabanzas

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Me he encariñado con esta definición de “evangelio” escrita por Scot McKnight: “El evangelio es la historia de salvación de Israel, ahora vivida por Jesús, quien vivió, murió, fue sepultado, resucitó y fue exaltado a la diestra de Dios, y que ahora está anunciando el mensaje de que un día el reino vendrá en toda su gloriosa furia “. (Scot McKnight, The King Jesus Gospel, 2016, p 176).

Citando el libro de Hechos, McKnight delinea las partes principales de esta definición. Aquí están:

  1. La historia de Israel
  2. Señorío de Jesús
  3. Invoca a las personas a responder (arrepentirse, poner fe en Jesús y ser bautizado)
  4. El evangelio salva y redime (el perdón, el don del Espíritu Santo y la justificación)

Puedes considerar estos cuatro puntos la próxima vez que leas el libro de Hechos. Compila una lista de escrituras específicas que se alinean con cada punto.

¿Qué tiene que ver esto con la adoración y el evangelismo en las células? Excelente pregunta

Una variedad de formas de presentar el evangelio es haciendo que se vea deseable y necesario. Si cantar canciones mejora tu reunión con respecto al “evangelismo de hoy en día”, entonces procede con prisa. A través de los años, he escuchado numerosos testimonios de cómo Dios usó las canciones para guiar a las personas hacia una relación con Jesucristo.

Un último pensamiento: Cantar canciones del Evangelio debería enriquecer en lugar de perjudicar a la reunión de la célula.

The Jesus in me Greets the Jesus in You

By Jeff Tunnell

My Presbyterian minister friend & next door neighbor shared this phrase with me. He explained that his congregation used it as they entered their weekly worship services. It reverberates in my spirit whenever the topic of worship arises. The reality of Jesus living in each believer resounds when this expression is used.  Worship is everything we do from the time we arrive until the time we leave.

Naturally, or should I say, supernaturally, when we meet and greet one another in our cell group, His body assembles, and we expect His life to become obvious among us.

During the musical section of our time together, we can sing three types of song:

  1. Believers sing about God, describing Him to unbelievers, enabling them to perceive Him,
  2. Believers sing in agreement and admiration of God’s attributes (the unbeliever is simply an observer rather than a participant, even if they sing the song),
  3. Believers sing in direct worship to God, acknowledging the love and relationship that exists between themselves and their Lord.

Evangelism occurs in all three. Songs can be selected to move through this progression to include everyone. The Jesus in you will find a collective expression that makes His life and love inescapable for the unbeliever who joined you.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Jesus em mim cumprimenta o Jesus em você

Por Jeff Tunnell

Meu amigo ministro presbiteriano e vizinho da porta ao lado compartilhou essa frase comigo. Ele explicou que sua congregação usou isso quando eles entraram em seus cultos semanais de adoração. Isso reverbera em meu espírito sempre que o tópico da adoração surge. A realidade de que Jesus vive em cada crente ressoa quando esta expressão é usada. Adoração é tudo o que fazemos desde o momento em que chegamos até a hora em que vamos embora.

Naturalmente, ou devo dizer, sobrenaturalmente, quando nos encontramos e cumprimentamos uns aos outros em nosso grupo de células, Seu corpo se reúne e esperamos que Sua vida se torne óbvia entre nós.

Durante a parte musical do nosso tempo juntos, podemos cantar três tipos de música:

  1. Os crentes cantam sobre Deus, descrevendo-O aos incrédulos, capacitando-os a percebê-Lo,
  2. Os crentes cantam em concordância e admiração aos atributos de Deus (o incrédulo é simplesmente um observador e não um participante, mesmo que eles cantem a canção),
  3. Os crentes cantam em adoração direta a Deus, reconhecendo o amor e o relacionamento que existe entre eles e seu Senhor.

O evangelismo ocorre em todos os três. As músicas podem ser selecionadas para percorrer essa progressão para incluir todos. O Jesus em você encontrará uma expressão coletiva que torna Sua vida e amor inescapáveis para o incrédulo que se juntou a você.

Spanish blog:

El Jesús que vive en mí saluda al Jesús que vive en ti

Por Jeff Tunnell

Mi amigo ministro presbiteriano y vecino de al lado compartió esta frase conmigo. Me explicó que su congregación la usó cuando ingresaron a sus servicios de adoración semanales; esta frase viene a mi espíritu cada vez que surge el tema de la adoración. La realidad de Jesús que vive en cada creyente resuena cuando se usa esta expresión. La adoración es todo lo que hacemos desde el momento en que llegamos hasta el momento en que nos vamos.

Naturalmente, o debería decir, sobrenaturalmente, cuando nos encontramos y nos saludamos en nuestro grupo celular, Su cuerpo se reúne, y esperamos que Su vida se vuelva obvia entre nosotros.

Durante la sección musical de nuestro tiempo juntos, podemos cantar tres tipos de canción:

  1. Los creyentes cantan acerca de Dios, describiéndolo a los incrédulos, permitiéndoles percibirlo,
  2. Los creyentes cantan juntos y admiran los atributos de Dios (el incrédulo es simplemente un observador en lugar de un participante, incluso si cantan la canción),
  3. Los creyentes cantan en adoración directa a Dios, reconociendo el amor y la relación que existe entre ellos y su Señor.

El Evangelismo ocurre en los tres. Las canciones pueden seleccionarse para moverse a través de esta progresión e incluir a todos. El Jesús en ti encontrará una expresión colectiva en la  que Él hace que su vida y su amor sean imposibles de escapar  para el incrédulo que se unió a ti.

Worship Evangelism

By Steve Cordle, www.crossroadsumc.org 

Some group leaders are reluctant to worship in their meetings because they are concerned unbelievers might find it uncomfortable and strange. However, in their recent book Joel Comiskey and Jim Egli have found that authentic worship from the heart will not push unbelievers away. In fact, if you want your group to grow, worship!

From a natural perspective, this makes sense. Passion is convincing. My wife is passionate about dogs, but I never gave them much thought before I met her. But years of seeing her love for dogs has rubbed off on me; I now can identify dozens of breeds, and genuinely enjoy our dog. When unbelievers see the passion for Jesus represented in worship, they become open to the possibility that there is something real behind that passion.

From a spiritual stand point, something beyond the natural occurs when we worship. Praise and worship welcome the presence of God into the meeting. Unbelievers can become aware of Jesus’ presence, and realize their need for him.

So go ahead, worship!

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Evangelismo de Adoração

Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Alguns líderes de célula relutam em adorar em suas reuniões porque ficam preocupados que os não-convertidos possam achar isto desconfortável e estranho. No entanto, em seu recente livro, Joel Comiskey e Jim Egli descobriram que a adoração autêntica do coração não afastará os incrédulos. De fato, se você quer que seu grupo cresça, adore!

De uma perspectiva natural, isso faz sentido. A paixão convence. Minha esposa é apaixonada por cachorros, mas eu nunca pensei muito neles antes de conhecê-la. Mas anos vendo o amor dela por cachorros me afetaram; eu agora posso identificar dezenas de raças e realmente curtir nosso cachorro. Quando os incrédulos veem a paixão por Jesus representada na adoração, eles se tornam abertos à possibilidade de que haja algo real por trás dessa paixão.

De um ponto de vista espiritual, algo além do natural ocorre quando nós adoramos. O louvor e a adoração acolhem a presença de Deus na reunião. Os incrédulos podem se tornar conscientes da presença de Jesus e perceber sua necessidade por Ele.

Então vá em frente, adore!

Spanish blog:

Evangelismo de adoración

Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Algunos líderes celulares son reacios a adorar en sus reuniones, porque les preocupa que los incrédulos lo encuentren incómodo y extraño. Sin embargo, en su reciente libro Joel Comiskey y Jim Egli han descubierto que la adoración auténtica que viene desde el corazón no alejará a los incrédulos. De hecho, si quieres que tu célula crezca, adora!

Desde una perspectiva natural, esto tiene sentido. La pasión es convincente. Mi esposa es una apasionada de los perros, pero nunca les di mucha importancia antes de conocerla, pero los años de ver su amor por los perros me han contagiado; Ahora puedo identificar docenas de razas y realmente disfruto de nuestro perro. Cuando los incrédulos ven la pasión por Jesús representada en la adoración, se abren a la posibilidad de que haya algo real detrás de esa pasión.

Desde un punto de vista espiritual, algo más allá de lo natural ocurre cuando adoramos. La alabanza y la adoración dan la bienvenida a la presencia de Dios en la reunión. Los incrédulos pueden darse cuenta de la presencia de Jesús y darse cuenta de su necesidad de él.

Así que adelante, adora!