Blog

From Lost to Leader

By Steve Cordle, www.crossroadsumc.org     

Rachel felt alone. She appreciated her husband and young son, but her critical and judgmental spirit pushed almost everyone else away. She knew she was alienating others, but she accepted that as the price to pay for high personal standards.

Rachel had opinions about God, but not a relationship with him. Her husband had never been part of church before, but he worked with a member of one of our church’s cell groups. The cell member prayed for them and invited them to worship for four years, until finally one week they said, “yes.” They came and become regular attenders.

One morning in worship, God’s love broke through Rachel’s protective shell and she received new life in Christ. Her husband did the same shortly thereafter.

Rachel joined a cell group and started the equipping track. She went on to become an apprentice, and then she became a group leader. Her group grew and multiplied. Rachel became the leader of the Encounter Retreat ministry and her influence grew.

She took our church’s ministry training course, and a few years later Rachel became the campus pastor of our newest campus. Through the cell system, Rachel moved from lost to leader. 

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

De Perdido a Líder

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Rachel se sentia sozinha. Ela apreciava o marido e o filho pequeno, mas seu espírito crítico e julgador afastou quase todo mundo. Ela sabia que estava alienando os outros, mas aceitou isso como o preço a pagar por altos padrões pessoais.

Rachel tinha opiniões sobre Deus, mas ela não tinha um relacionamento com Ele. O marido dela nunca fez parte da igreja antes, mas ele trabalhou com um membro de uma das células da nossa igreja. O membro da célula orou por eles e os convidou para adorar por quatro anos, até que, finalmente, uma semana eles disseram: “sim”. Eles vieram e se tornaram frequentadores regulares.

Numa manhã durante a adoração, o amor de Deus rompeu a concha protetora de Rachel e ela recebeu uma nova vida em Cristo. Seu marido fez o mesmo logo depois.

Rachel se juntou a uma célula e começou o trilho de treinamento. Ela se tornou aprendiz e depois uma líder de grupo. Seu grupo cresceu e se multiplicou. Rachel se tornou a líder do ministério de Encontros com Deus e sua influência aumentou.

Ela fez o curso de treinamento para o ministério de nossa igreja e, alguns anos depois, Rachel se tornou a pastora do campus mais novo. Através do sistema celular, Rachel passou de uma perdida a uma líder.

Spanish blog:

Encontrando al Mesías

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Amy y Ben fueron criados como judíos ortodoxos en Pittsburgh. Crecieron y fueron juntos a la misma escuela. Luego, tomaron caminos separados. Después de que se volvieron a conectar y comenzaron a salir, Amy reveló que estaba explorando la fe cristiana. Después de casarse, Amy decidió seguir a Cristo y durante veinte años, Amy intentó influir en Ben hacia Jesús, pero ningún programa de la iglesia al que asistieron pudo convencerlo.

Eventualmente, comenzaron a asistir a un grupo celular de la iglesia Crossroads y comenzaron a aprender sobre los conceptos básicos de la fe cristiana. Ben compartió sus reservas pero mantuvo una mente abierta. Comenzó a construir relaciones con otros miembros del grupo y a involucrarse en la vida de la iglesia. Finalmente, Ben tuvo una experiencia poderosa con el retiro, Encuentro con Jesús y regresó para compartir con su grupo que decidió convertirse en seguidor de Jesús.

La semana siguiente, fue bautizado en el servicio de adoración y compartió con toda la iglesia sobre su decisión. Amy ahora está siendo entrenada como líder celular. Ambos han aprendido en su grupo celular a vivir en misión. Esto los inspira a aprovechar al máximo sus años de jubilación, sirviendo tanto a niños como a ancianos en la comunidad. No es raro que compartan con su pequeño grupo una historia de cómo oraron por un cajero o compartieron el amor de Jesús con un amigo en el centro comunitario para personas mayores. Una vez contrario a la lectura de las Escrituras, Ben ahora está escuchando a Dios a través de la Biblia. Sus relaciones con el grupo celular los han ayudado a crecer hasta el punto de que están ayudando a otros a crecer en su obediencia a Dios.

Don’t Forget the Children

By Joel Comiskey, check out: Living in Victory

In 2002 a five-year-old boy named Carlos came to Marisol’s home cell group—one of the hundreds of Elim’s children’s cell group meetings in neighborhoods throughout San Salvador, El Salvador. Although he was only a child, Carlos was rebellious, disturbed the other children, and created havoc in the group. Marisol was patient and continued to invite Carlos to the group, gently correcting his discipline problems.

The other children told Marisol not to invite Carlos because his family was involved in crime. The parents of the other children also warned her that if Carlos continued to attend the group, they would not allow their children to go to the cell.

Marisol felt Carlos’s behavior was a product of his desire to attract attention, so she decided to visit Carlos’s family to know what was happening. When she arrived at Carlos’s home, she found out that his father had abandoned him and that he had grown up with his mother, who was now in prison for theft. Carlos was now living alone with his older brother and another twelve-year-old boy who was part of a violent gang. Marisol also learned that Carlos had two uncles who were killed in gang violence. Neighbors said  Carlos’s family was under a curse.

Marisol decided to stand-up for Carlos and continued inviting him to the cell. Some parents stopped sending their children, wanting to avoid exposure to him. Marisol continued praying and ministering to him, warning Carlos not to follow the example of his brothers, but to follow Jesus and the Bible. Carlos eventually received Jesus as his Savior.

Slowly, Christ began to change Carlos and as Marisol observed those changes, she allowed him to lead parts of the group. As he assumed more responsibility, his behavior changed even more. As the years passed, Carlos grew in faith and his character became more Christ-like. Eventually, he joined a youth cell and was baptized in water. Carlos is now eighteen years old. He loves Jesus, is respectful of others, and has graduated from high school, something that no other family member has ever accomplished. He currently plans on studying physical education at the University of El Salvador with the goal of becoming a P.E. teacher.

Children, like Carlos, are being transformed throughout El Salvador through Elim’s children’s cell ministry. Mario Vega, the lead pastor of the Elim Church, said, “If children are not our present focus, the church has no future.” The goal of Elim is to develop more people like Carlos and change the culture of El Salvador in the process.

Books and seminars abound on small group dynamics, multiplication, coaching, church planting, and many other cell topics. Yet, the focus usually lies on adult ministry and the discussion of children takes a back seat—or is not discussed at all. Children are the silent majority that can’t argue their case and are often overlooked because they are not a source for revenue or immediate church leadership.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Não esqueça as crianças

Por Joel Comiskey

Em 2002, um garoto de cinco anos chamado Carlos veio à célula de Marisol – uma das centenas de reuniões de grupos de crianças da Igreja Elim nos bairros de San Salvador em El Salvador. Embora ele fosse criança, Carlos era rebelde, incomodava as outras crianças e causou estragos no grupo. Marisol foi paciente e continuou convidando Carlos para o grupo, corrigindo gentilmente seus problemas de disciplina.

As outras crianças disseram a Marisol para não convidar Carlos porque sua família estava envolvida no crime. Os pais das outras crianças também a avisaram que, se Carlos continuasse a participar do grupo, eles não permitiriam que seus filhos fossem para a célula.

Marisol sentiu que o comportamento de Carlos era fruto de seu desejo de atrair atenção, então ela decidiu visitar a família de Carlos para saber o que estava acontecendo. Quando ela chegou à sua casa, descobriu que o pai o abandonara e que ele havia crescido com a mãe, que agora estava presa por roubo. Carlos agora morava sozinho com seu irmão mais velho e outro garoto de doze anos que fazia parte de uma gangue violenta. Marisol também soube que Carlos tinha dois tios que foram mortos pela violência de gangues. Os vizinhos disseram que a família de Carlos estava amaldiçoada.

Marisol decidiu defender Carlos e continuou convidando-o para a célula.  

Alguns pais pararam de mandar seus filhos, querendo evitar a exposição a ele. Marisol continuou orando e ministrando a ele, alertando Carlos para não seguir o exemplo de seus irmãos, mas seguir Jesus e a Bíblia. Carlos acabou recebendo Jesus como seu Salvador.

Lentamente, Cristo começou a mudar Carlos e, como Marisol observou essas mudanças, ela permitiu que ele liderasse momentos do grupo. À medida que ele assumiu mais responsabilidade, seu comportamento mudou ainda mais. Com o passar dos anos, Carlos cresceu em fé e seu caráter e se tornou mais parecido com Cristo. Eventualmente, ele se juntou a uma célula de jovens e foi batizado nas águas. Carlos tem agora dezoito anos. Ele ama a Jesus, respeita os outros e se formou no ensino médio, algo que nenhum outro membro de sua família jamais realizou. Atualmente, ele planeja estudar educação física na Universidade de El Salvador com o objetivo de se tornar um professor de educação física.

Crianças, como Carlos, estão sendo transformadas em El Salvador através do ministério de células infantis da Elim. Mario Vega, o pastor principal da Igreja Elim, disse: “Se as crianças não são nosso foco atual, a igreja não tem futuro”. O objetivo da Elim é desenvolver mais pessoas como Carlos e mudar a cultura de El Salvador no processo.

Livros e seminários são abundantes sobre a dinâmica de pequenos grupos, multiplicação, treinamento, plantação de igrejas e muitos outros tópicos sobre células. No entanto, o foco geralmente está no ministério adulto e a discussão das crianças fica em segundo plano – ou nem é discutida. As crianças são a maioria silenciosa que não pode argumentar e é frequentemente ignorada porque não é fonte de renda ou liderança imediata da igreja.

Spanish blog:

No Olvides a los Niños

por Joel Comiskey

En el 2002, un niño de cinco años de edad llamado Carlos llegó al grupo celular de la casa de Marisol, una de los cientos de reuniones de grupos celulares de niños en los vecindarios a lo largo y ancho de San Salvador, El Salvador. A pesar de que era sólo un niño, Carlos era rebelde, perturba a los otros niños, y creaba el caos en el grupo. Marisol fue paciente y continuó invitando a Carlos al grupo, corrigiendo gentilmente sus problemas de disciplina.

Los otros niños le dijeron a Marisol que no invitara a Carlos porque su familia estaba involucrada en el crimen. Los padres de los otros niños también le advirtieron que, si Carlos continuaba asistiendo al grupo, ellos no les permitirían a sus hijos ir a la célula.

Marisol sintió que la conducta de Carlos era producto de su deseo de llamar la atención, por lo que decidió visitar a la familia de Carlos para saber lo que estaba sucediendo. Cuando llegó a la casa de Carlos, se enteró de que su padre lo había abandonado y que él había crecido con su madre, quien ahora se encontraba en la cárcel por robo. Carlos ahora vivía solo con su hermano mayor y otro niño de doce años de edad, quien era parte de una pandilla violenta. Marisol también se dio cuenta que Carlos tenía dos tíos que habían muerto en medio de la violencia de pandillas. Los vecinos dijeron que la familia de Carlos estaba bajo una maldición.

Marisol decidió apoyar a Carlos y continuó invitándolo a la célula. Algunos padres dejaron de enviar a sus hijos, queriendo evitar su exposición a él. Marisol continuó orando y ministrándolo, advirtiéndole a Carlos a no seguir el ejemplo de sus hermanos, sino a seguir a Jesús y la Biblia. Carlos finalmente recibió a Jesús como su salvador.

Poco a poco Cristo comenzó a cambiar a Carlos y mientras Marisol observaba esos cambios, le fue permitiendo dirigir partes de la reunión. A medida que él fue asumiendo más responsabilidad, su comportamiento cambió aún más. Mientras transcurrían los años, Carlos creció en la fe y su carácter se hizo más como el de Cristo. Con el tiempo, se comenzó a reunir en una célula juvenil y fue bautizado en agua. Carlos ahora tiene dieciocho años de edad, ama a Jesús, respeta a los demás, y se ha graduado de bachillerato, algo que ningún otro miembro de la familia jamás había logrado. Actualmente planea estudiar educación física en la Universidad de El Salvador con el objetivo de convertirse en un maestro de educación física.

Los niños como Carlos, están siendo transformados alrededor de El Salvador a través del ministerio celular de niños de iglesia Elim. Mario Vega, el pastor general de la iglesia, dijo: “Si los niños no son nuestro enfoque en el presente, la iglesia no tiene futuro”.[i]  La meta de Elim es preparar a más personas como Carlos y cambiar la cultura de El Salvador en el proceso.

Los libros y seminarios abundan en la dinámica de grupos pequeños, en la multiplicación, la supervisión, la plantación de iglesias, y muchos otros temas sobre células. Sin embargo, el enfoque generalmente se centra en el ministerio de adultos y la discusión sobre niños es dejada a un lado—o no se discute en absoluto. Los niños son la mayoría silenciosa que no pueden defenderse, y a menudo son pasados por alto porque no son una fuente de ingresos o de liderazgo inmediato de la iglesia.

Esto tiene que cambiar.

Cuando he realizado seminarios al rededor del mundo, he hablado sobre todo acerca de cómo las células se aplican a los adultos. Me hacen unas dos preguntas acerca de los niños en el ministerio celular, pero esto no ha sido mi enfoque principal.

He necesitado cambiar.


Saved from the Abyss of Alcoholism

By Mario Vega, www.elim.org.sv

Jorge was an alcoholic.  His problem was so severe that he had been hospitalized several times. When he was at home, recovering from a recent crisis in his health, one of his neighbors visited him to greet him and invite him to a nearby cell. He was struck that someone was interested in a person like him, who had lost his marriage, his children and his job.

Attending the cell was a pleasant experience as people greeted him with respect. After a while he ended up believing in Jesus. The chains of alcoholism were broken and his health improved markedly. Then, he began an effort to win back again. His goal was to recover his home and dignity. His wife did not believe that his change was real. But, after attending the same cell several times, she also came to faith in Christ. They came back to together as a couple and rebuilt their marriage.

Jorge became a Bible school teacher in the church and his wife became a deaconess. Unfortunately, he could no longer recover his children who were very hurt by his alcoholic past. Because of the damage to his health, his body did not resist much and after a few years of passionate service to the Lord, he passed away to see Jesus face to face. His wife continues to be a deaconess and continues to fight for the salvation of her children. Not all stories have a perfect ending. Sin causes so much damage that sometimes repairing it is very difficult. But, in the midst of all this, the redemptive work of Jesus continues to be shown and the meetings in the houses continue to be the place where many people are transformed.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Salvo do abismo do alcoolismo

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Jorge era alcoólatra. Seu problema era tão grave que ele havia sido hospitalizado várias vezes. Quando ele estava em casa, se recuperando de uma crise recente em sua saúde, um de seus vizinhos o visitou para cumprimentá-lo e convidá-lo para uma célula próxima. Ele ficou impressionado que alguém estivesse interessado em uma pessoa como ele, que havia perdido o casamento, os filhos e o emprego.

Participar da célula foi uma experiência agradável, pois as pessoas o cumprimentavam com respeito. Depois de um tempo, ele acabou crendo em Jesus. As cadeias do alcoolismo foram quebradas e sua saúde melhorou acentuadamente. Então, ele começou um esforço para reconquistar. Seu objetivo era recuperar seu lar e sua dignidade. Sua esposa não acreditava que sua mudança fosse real. Mas, depois de frequentar a mesma célula várias vezes, ela também veio à fé em Cristo. Eles voltaram juntos como casal e reconstruíram o casamento.

Jorge tornou-se professor de escola bíblica na igreja e sua esposa tornou-se diaconisa. Infelizmente, ele não conseguiu recuperar seus filhos que estavam muito magoados com seu passado alcoólico. Devido ao dano à sua saúde, seu corpo não resistiu muito e, após alguns anos de serviço apaixonado ao Senhor, ele faleceu para ver Jesus face a face. Sua esposa continua a ser diaconisa e continua a lutar pela salvação de seus filhos. Nem todas as histórias têm um final perfeito. O pecado causa tanto dano que às vezes repará-lo é muito difícil. Mas, no meio de tudo isso, a obra redentora de Jesus continua sendo mostrada e as reuniões nas casas continuam sendo o local onde muitas pessoas são transformadas.

Spanish blog:

Salvado del pozo del alcoholismo

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Jorge era un hombre alcohólico. Su problema era tan agudo que había sido hospitalizado en varias ocasiones. Al estar en su casa, recuperándose de una reciente crisis en su salud, uno de sus vecinos le visitó para saludarlo e invitarlo a una célula cercana. Le llamó la atención que alguien se interesara en una persona como él, que había perdido su matrimonio, sus hijos y su empleo. Alguien en quien nadie pensaba.

El asistir a la célula fue toda una experiencia ya que las personas le saludaban con respeto. Después de un tiempo terminó creyendo en Jesús. Las cadenas del alcoholismo fueron rotas y su salud mejoró notablemente. Luego, inició un esfuerzo por ganar el corazón de su esposa. Su meta era recuperar su hogar. Su esposa no le creía que esta vez su cambio fuera real. Pero, después de asistir varias veces a la misma célula, terminó también creyendo en Jesús. Ellos volvieron a vivir juntos y reconstruyeron su matrimonio.

Jorge llegó a ser un maestro de escuela bíblica en la iglesia y su esposa diaconisa. Lastimosamente, ya no pudo recuperar a sus hijos quienes estaban muy heridos por su pasado de alcohólico. A causa de los daños en su salud, su cuerpo no resistió mucho y después de unos años de servicio apasionado para el Señor, partió para verle cara a cara. Su esposa continúa siendo diaconisa y sigue luchando por la salvación de sus hijos. No todas las historias tienen un final perfecto. El pecado causa tanto daño que a veces repararlo resulta muy difícil. Pero, en medio de todo ello, la obra redentora de Jesús sigue mostrándose y las reuniones en las casas continúan siendo el lugar donde muchas personas son transformadas.

Listening to Testimonies for Prophetic Insight

By Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

“The testimony of Jesus is the spirit of prophesy” (Revelations 19: 10). 

When I reflected on this verse it changed by whole attitude to testimonies. Up to this point I listened to them as a “Hallelujah, thank you Jesus for what you did in this life,” which is part of listening. However, it added a whole new dynamic as I now listen prophetically and can hear it as a prophetic declaration over my own life that He surely will do for me what he has done in this life. This is a profound difference. Testimonies are prophetic.

In the light of this – these testimonies, which are of Jesus, are surely prophetic declarations over every cell group that chooses to walk in them.

One cell had a message that a cell member had a bad headache and could not attend. A child prayed, “Dear Lord Jesus, please heal _____and don’t let her die.” The cell gave a gentle laugh and assured the child that one did not die from a headache. When the cell leader called to see how ____was, she was told that she had meningitis. And she did not die” Let this prophetic testimony release faith in your cells that even, or maybe especially, the youngest members walk in faith, words of knowledge and prayer that can turn around life threatening sickness.

Another occasion a child asked a cell to pray for her father as she thought someone was going to try to  kill him. The cell prayed – the following week that father was attacked with a knife and it missed major arteries by millimeters. Once again, a life was saved by childlike faith, unquestioning and prophetic knowledge through a cell that took it seriously enough to pray when there was no indication of such an event happening.

These testimonies of Jesus, for that is what they are, are surely the spirit of prophecy for your cells.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Ouvir testemunhos para uma visão profética

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

“O testemunho de Jesus é o espírito da profecia” Apocalipse 19:10.

Quando refleti sobre esse versículo, ele transformou toda a minha atitude em relação aos testemunhos. Até esse momento, eu os ouvia como “Aleluia, obrigado Jesus pelo que você fez nesta vida”, o que faz parte da escuta. No entanto, ele acrescentou uma dinâmica totalmente nova, pois agora ouço profeticamente e posso ouvir cada testemunho como uma declaração profética sobre minha própria vida de que Ele certamente fará por mim o que fez na vida daquela pessoa. Esta é uma diferença profunda. Os testemunhos são proféticos.

À luz disso – esses testemunhos, que são de Jesus, são certamente declarações proféticas sobre todas as células que escolhem andar neles.

Uma célula recebeu uma mensagem informando que uma mulher membro da célula estava com uma forte dor de cabeça e não pôde comparecer. Uma criança orou: “Querido Senhor Jesus, por favor, cure _____ e não o deixe morrer”. A célula deu uma risada suave e garantiu à criança que uma pessoa não morreria de dor de cabeça. Quando a líder da célula ligou para _____ para ver como estava, ela foi informada de que a mulher tinha meningite. E ela não morreu. Deixe esse testemunho profético liberar fé em suas células de que até, ou talvez especialmente, os membros mais jovens andam em fé, palavras de conhecimento e oração que podem mudar a doença que ameaça a vida.

Em outra ocasião uma criança pediu à célula que orasse por seu pai, pois achava que alguém tentaria matá-lo. A célula orou – na semana seguinte, o pai foi atacado com uma faca e faltou milímetros para atingir as principais artérias. Mais uma vez, uma vida foi salva pela fé de uma criança, o conhecimento inquestionável e profético através de uma célula que levou a sério o suficiente para orar quando não havia indicação de que tal evento pudesse acontecer.

Esses testemunhos de Jesus, pois é isso que são, certamente são o espírito de profecia para suas células.

Spanish blog:

Escuchando Testimonios para una Visión Profética

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

“El testimonio de Jesús es el espíritu de profecía”. Apocalipsis 19: 10

“Cuando reflexioné sobre este versículo, cambió por completo la actitud hacia los testimonios. Hasta este punto, escuchaba los testimonios, como un “Aleluya, gracias Jesús por lo que hiciste en esta vida”, que es parte de escuchar. Sin embargo, esto agregó una dinámica completamente nueva ya que ahora escucho proféticamente y puedo escucharlo como una declaración profética sobre mi propia vida, de que Él seguramente hará por mí lo que ha hecho en esta vida. Esta es una profunda diferencia; los testimonios son proféticos.

A la luz de esto, estos testimonios, que son de Jesús, son seguramente declaraciones proféticas sobre cada grupo celular que elige caminar en ellos.

Una célula tenía un mensaje de que un miembro de la célula tenía un fuerte dolor de cabeza y no podía asistir. Un niño oró: “Querido Señor Jesús, por favor, cura _____ y ​​no la dejes morir”. La célula soltó una carcajada y le aseguró al niño que no moría de dolor de cabeza. Cuando el líder de la célula llamó para ver cómo estaba ____, le dijeron que tenía meningitis. Y ella no murió ”. Deja que este testimonio profético libere fe en tus células que incluso, o quizás especialmente, los miembros más jóvenes que caminan con fe, den palabras de conocimiento y oración que pueden cambiar la enfermedad que amenaza la vida.

En otra ocasión, un niño le pidió a una célula que orara por su padre, ya que pensó que alguien iba a tratar de matarlo. La célula oró: la semana siguiente, el padre fue atacado con un cuchillo y no hirieron las arterias principales por milímetros. Una vez más, una vida fue salvada por la fe infantil, el conocimiento incuestionable y profético a través de una célula que lo tomó tan en serio como para orar cuando no había indicios de que tal evento ocurriera.

Estos testimonios de Jesús, porque eso es lo que son, seguramente son el espíritu de profecía para sus células.

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

Family

by Jeff Tunnel

Passing through two airports in North America this holiday season, it is easy to observe the importance of family and friends. I see people greeting one another and traveling together with their children to many diverse destinations. When they arrive they will be received by additional family, friends, and long-term relationships.

A gentle thought comes to my mind. It is not a new thought by any means, but one that is reinforced in this moment: Cell church or cell-driven ministry has a similar feel. Christians learn to live and accept each other, experiencing much of life together intimately. Bonding and commitments that have the strength of natural family is a blessed outcome.

Immersion in a life-giving system of intimate worship, mutual care, natural evangelism and building family relationships in the body of Christ will challenge many concepts of what you think church should be.

Having this cell life experience makes attending program-driven church more difficult over time. While I am aware that sincere believers attend such churches, I know the formation of deep, lasting, family-type relationships does not occur as readily.

Please consider the great benefits of aligning yourself and your family with a cell church.

Jeff

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Família

Por Jeff Tunnel

Ao passar por dois aeroportos na América do Norte nesta temporada de férias, é fácil observar a importância da família e dos amigos. Vejo pessoas cumprimentando umas às outras e viajando juntas com seus filhos para diversos destinos. Quando eles chegarem, serão recebidos por familiares, amigos e relacionamentos a longo prazo.

Um pensamento bom vem à minha mente. Não é um pensamento novo, de forma alguma, mas reforçado neste momento: a igreja em células ou o ministério movido a células tem uma sensação semelhante. Os cristãos aprendem a viver e aceitar uns aos outros, experimentando grande parte da vida juntos. Os vínculos e compromissos que têm a força da família natural são um resultado abençoado.

A imersão em um sistema vivificante de adoração íntima, cuidado mútuo, evangelismo natural e construção de relacionamentos familiares no corpo de Cristo desafiará muitos conceitos do que você acha que a igreja deveria ser.

Ter essa experiência de vida celular torna mais difícil frequentar a igreja guiada por programas. Embora eu saiba que fiéis sinceros frequentam essas igrejas, sei que a formação de relacionamentos profundos e duradouros como uma família não ocorre com tanta facilidade.

Por favor, considere os grandes benefícios de alinhar você e sua família com uma igreja celular.

Jeff

Spanish blog:

Familia

Por Jeff Tunnel

Al pasar por dos aeropuertos en América del Norte esta temporada de vacaciones, es fácil observar la importancia de la familia y los amigos. Veo personas que se saludan y viajan juntas con sus hijos a muchos destinos diversos. Cuando lleguen, serán recibidos por más familiares, amigos y relaciones a largo plazo.

Un gentil pensamiento viene a mi mente. No es un pensamiento nuevo de ninguna manera, pero se refuerza en este momento: la iglesia celular o el ministerio impulsado por las células tiene una sensación similar. Los cristianos aprenden a vivir y aceptarse mutuamente, experimentando gran parte de la vida juntos íntimamente. Los lazos y compromisos que tienen la fuerza de la familia natural es un resultado de bendición.

La inmersión en un sistema vital de adoración íntima, cuidado mutuo, evangelismo natural y construcción de relaciones familiares en el cuerpo de risto que desafiará muchos conceptos de lo que tu crees que debería ser la iglesia.

Tener esta experiencia de vida celular hace que asistir a la iglesia impulsada por programas sea más difícil con el tiempo. Si bien soy consciente de que los creyentes sinceros asisten a tales iglesias, sé que la formación de relaciones profundas, duraderas y de tipo familiar no ocurre tan fácilmente.

Considera los grandes beneficios de alinearte a ti mismo y a tu familia con una iglesia celular.

Jeff