Blog

Simple Cell Church Planting

By Joel Comiskey, check out, Groups that Thrive

I’m writing this blog here in Cuba. As we’ve traveled around the country, we were saddened by the poverty and lack of freedom but encouraged by the power and humility of Christ’s church. During the three-day seminar, I met many bold church planters who are starting simple cell churches or house church networks. These warriors are changing the culture. They will be victorious because Jesus Christ, the head of the church, is fighting for them. I heard testimony after testimony of God’s power and provision to plant simple cell churches.

It is true that many cell churches are huge, yet the vast majority are small and flexible. More and more leaders around the world are attracted to a simple form of church life, one that doesn’t require huge budgets and super-talented preachers but follows the pattern of the New Testament church. I now find myself desiring a simple, reproducible, New Testament model.

Tomorrow’s cell church won’t depend on large buildings or technology to make it work. One reason the megachurches appear so complicated is that they are. One influential megachurch in the suburbs of Los Angeles, for example, is embarking on a ten-year expansion project with a 4000-seat worship center, an artificial lake, food court, coffee house, and recreational attractions including a rock-climbing wall and jumbo video screens.

The beauty of a simple cell church is that it’s reproducible.

A person who has led a cell, multiplied it, and coached the daughter cell leader(s) has completed the core basics of cell church planting. Such a person is a prime candidate for future church planting—anywhere in the world.

Undoubtedly, a potential church planter will seek out biblical education and grow in the knowledge of Jesus Christ. Fruitfulness on the cell level builds confidence for future church planting and allows the candidate to then make it happen. The order is clear cut:

  • Attend a cell.
  • Receive training.
  • Plant a cell.
  • Multiply the cell several times.
  • Coach the leaders who have multiplied into other groups.
  • Receive more biblical training.
  • Plant a church in the US or overseas using the same strategy.

Cell churches don’t require a huge budget, a large plot of land, modern buildings, or super-talented pastors. The cell strategy uses the houses of people all over the city as the primary meeting locations. Instead of laboring to get people out of their houses once a week for an hour-long service, it seeks to utilize those same houses to reach an entire city and nation.

Cell churches can give birth to new cell churches of any size. Some will grow large, but I sense a new wave of planting simple, reproducible cell churches.

As I reflect back on my time in Cuba, I’m encouraged that God is producing new life through waves of church planting. One mission pastor told that it’s hard to find a town in Cuba without a local church. God is on the move and just like in the days of the New Testament Church, God will establish his church and the gates of hell won’t prevail against it.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Plantação Simples de Igrejas em Células

Por Joel Comiskey

Estou escrevendo este blog aqui em Cuba. Ao viajarmos pelo país, ficamos entristecidos pela pobreza e falta de liberdade, mas encorajados pelo poder e pela humildade da Igreja de Cristo. Durante o seminário de três dias, conheci muitos ​​plantadores de igrejas ousados que estão iniciando igrejas simples ou redes de igrejas domésticas. Esses guerreiros estão mudando a cultura. Eles serão vitoriosos porque Jesus Cristo, o cabeça da igreja, está lutando por eles. Eu ouvi testemunho após testemunho do poder e provisão de Deus para plantar igrejas em células simples.

É verdade que muitas igrejas celulares são enormes, mas a grande maioria é pequena e flexível. Mais e mais líderes em todo o mundo são atraídos por uma forma simples de vida da igreja, que não requer orçamentos enormes e pregadores super talentosos, mas segue o padrão da igreja do Novo Testamento. Eu agora me encontro desejando um modelo simples e reproduzível do Novo Testamento.

A igreja celular de amanhã não dependerá de grandes prédios ou tecnologia para funcionar. Uma razão pela qual as mega-igrejas parecem ser tão complicadas é que elas de fato são. Uma mega-igreja influente nos subúrbios de Los Angeles, por exemplo, está embarcando em um projeto de expansão de dez anos com um centro de adoração de 4.000 lugares, um lago artificial, praça de alimentação, cafeteria e atrações recreativas, incluindo uma parede de escalada e telas de vídeo jumbo.

A beleza de uma igreja em células simples é que ela é reproduzível.

Uma pessoa que liderou uma célula, multiplicou e treinou o líder da “célula filha” completou os princípios básicos da plantação de igrejas em células. Essa pessoa é um excelente candidato para futuras plantações de igrejas – em qualquer lugar do mundo.

Sem dúvida, um potencial plantador de igrejas buscará a educação bíblica e crescerá no conhecimento de Jesus Cristo. A fecundidade no nível da célula aumenta a confiança para o futuro plantio de igrejas e permite que o candidato faça isso acontecer. A ordem é clara:

  • Frequentar uma célula.
  • Receber treinamento.
  • Plantar uma célula.
  • Multiplicar a célula várias vezes
  • Treinar os líderes que multiplicaram para outras células.
  • Receber mais treinamento bíblico.
  • Plantar uma igreja em seu próprio país ou em outro país usando a mesma estratégia.

As igrejas em células não exigem um orçamento enorme, um grande terreno, edifícios modernos ou pastores super talentosos. A estratégia celular usa as casas de pessoas de toda a cidade como os principais locais de reunião. Em vez de trabalhar para tirar as pessoas de suas casas uma vez por semana para um culto de uma hora de duração, ela busca utilizar essas mesmas casas para alcançar uma cidade e uma nação inteira.

Igrejas em células podem dar origem a novas igrejas de qualquer tamanho. Algumas crescerão muito, mas sinto uma nova onda de plantação de igrejas celulares simples e reproduzíveis.

Ao refletir sobre meu tempo em Cuba, estou encorajado de que Deus está produzindo nova vida através de ondas de plantação de igrejas. Um pastor da missão disse que é difícil encontrar uma cidade em Cuba sem uma igreja local. Deus está em movimento e, assim como nos dias da Igreja do Novo Testamento, Deus estabelecerá sua Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

Spanish blog:

Plantación de iglesias celulares simples.

Por Joel Comiskey

Estoy escribiendo este blog desde Cuba. Cuando viajamos por todo el país, nos sentimos tristes por la pobreza y la falta de libertad, pero nos alentó el poder y la humildad de la iglesia de Cristo. Durante el seminario de tres días, conocí a muchos plantadores de iglesias audaces que están comenzando iglesias celulares simples o redes de iglesias en casas. Estos guerreros están cambiando la cultura. Saldrán victoriosos porque Jesucristo, el jefe de la iglesia, lucha por ellos. Escuché testimonio tras el testimonio del poder y provisión de Dios para plantar iglesias celulares simples.

Es cierto que muchas iglesias celulares son enormes, pero la gran mayoría son pequeñas y flexibles. Cada vez más líderes de todo el mundo se sienten atraídos por una forma simple de vida de iglesia, una que no requiere presupuestos enormes ni predicadores con gran talento, sino que sigue el patrón de la iglesia del Nuevo Testamento. Ahora me encuentro deseando un modelo simple y reproducible del Nuevo Testamento.

La iglesia celular del mañana no dependerá de los grandes edificios o la tecnología para que funcione. Una de las razones por las que las mega iglesias parecen tan complicadas es que lo son. Una influyente mega iglesia en los suburbios de Los Ángeles, por ejemplo, se está embarcando en un proyecto de expansión de diez años con un centro de adoración de 4.000 asientos, un lago artificial, un patio de comidas, un café y atracciones recreativas que incluyen un muro de escalada y Pantallas de video jumbo.

La belleza de una iglesia celular simple es que es reproducible.

Una persona que ha liderado una célula, la ha multiplicado y ha entrenado a los líderes celulares, ha completado los principios básicos de la plantación de iglesias celulares. Tal persona es un candidato principal para la plantación de iglesias en el futuro, en cualquier parte del mundo.

Sin lugar a dudas, un posible plantador de iglesias buscará la educación bíblica y crecerá en el conocimiento de Jesucristo. La fructificación a nivel celular genera confianza para la futura plantación de iglesias y permite que el candidato lo haga realidad. El orden es claro:

  • Asistir a una célula.
  • Recibir capacitación.
  • Plantar una célula.
  • Multiplica la célula varias veces.
  • Entrena a los líderes que se han multiplicado en otras células.
  • Recibe más formación bíblica.
  • Planta una iglesia en los Estados Unidos o en el extranjero usando la misma estrategia.

Las iglesias celulares no requieren un gran presupuesto, una gran parcela de tierra, edificios modernos o pastores de gran talento. La estrategia celular utiliza las casas de personas de toda la ciudad como lugares principales de reunión. En lugar de esforzarse por sacar a la gente de sus casas una vez a la semana por un servicio de una hora, busca utilizar esas mismas casas para llegar a una ciudad y una nación completas.

Las iglesias celulares pueden dar a luz nuevas iglesias celulares de cualquier tamaño. Algunos crecerán, pero siento una nueva ola de plantación de iglesias celulares simples y reproducibles.

Al reflexionar sobre mi tiempo en Cuba, me alienta que Dios esté produciendo una nueva vida a través de oleadas de plantación de iglesias. Un pastor de la misión dijo que es difícil encontrar un pueblo en Cuba sin una iglesia local. Dios está en movimiento y al igual que en los días de la Iglesia del Nuevo Testamento, Dios establecerá su iglesia y las puertas del infierno no prevalecerán contra ella.

The Importance of Vision in Church Planting

By Mario Vega, www.elim.org.sv

An essential element in the establishment of new churches is the cell pastor’s vision. I’m referring to the vision to understand the needs of the city and then God’s plan and response for the planting of new churches. I’m referring to the ability to anticipate and contemplate in advance what God will do in the following years. The vision becomes the guiding light and helps stir God’s people to respond. Vision ignites and unites the congregation to move towards a common goal.

The vision stirs inspiration and motivates people to offer their best efforts for God’s work.  Vision was what Paul had when, at night, he saw a Macedonian man inviting him to bring them the gospel. It was that same vision that stirred Paul to take the gospel first to Jerusalem, then to Rome, and then to Spain. Paul’s vision guided him into the future. Without a vision the churches turn inward and only exist for themselves. They do not see themselves as part of God’s greater plan to fulfill the great commission.

Vision guides the goal, the meaning, the purpose, the inspiration, the challenge and the hope that guides God’s work. Can you say that you have a vision?

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Esta é uma tradução do google. No momento em que a tradução normal é recebida, nós a postaremos no site da JCG

A importância da visão no plantio de igrejas

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Um elemento essencial no estabelecimento de novas igrejas é a visão do pastor de células. Estou me referindo à visão para entender as necessidades da cidade e depois o plano e a resposta de Deus para o plantio de novas igrejas. Estou me referindo à capacidade de antecipar e contemplar com antecedência o que Deus fará nos anos seguintes. A visão se torna a luz guia e ajuda a estimular o povo de Deus a responder. A visão inflama e une a congregação para avançar em direção a um objetivo comum.

A visão provoca inspiração e motiva as pessoas a oferecer seus melhores esforços para o trabalho de Deus. Visão era o que Paulo tinha quando, à noite, ele via um macedônio convidando-o a levar o evangelho. Foi essa mesma visão que levou Paulo a levar o evangelho primeiro a Jerusalém, depois a Roma e depois à Espanha. A visão de Paul o guiou para o futuro. Sem uma visão, as igrejas se voltam para dentro e só existem por si mesmas. Eles não se vêem como parte do plano maior de Deus para cumprir a grande comissão.

A visão orienta o objetivo, o significado, o propósito, a inspiração, o desafio e a esperança que orientam o trabalho de Deus. Você pode dizer que você tem uma visão?

Spanish blog:

La visión al establecer nuevas iglesias

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Un elemento esencial en el establecimiento de nuevas iglesias es la visión del pastor celular. La visión se entiende como la capacidad de ver el conjunto de las situaciones de una ciudad y la respuesta que Dios tiene para ellas. Es la capacidad de anticiparse en el tiempo y contemplar de antemano lo que Dios hará en los siguientes años. La visión se convierte en el elemento rector del trabajo y las iniciativas del pueblo de Dios. Es el elemento que une los esfuerzos de la congregación para encaminarse hacia un objetivo común.

La visión provoca inspiración y motiva a las personas a ofrecer sus mejores esfuerzos a favor de la obra de Dios. Visión fue la que Pablo tuvo cuando, por la noche, vio a un hombre macedonio que le invita a llevarles el evangelio. Pero, también fue visión cuando hablaba a los Romanos de sus planes para llevar el evangelio primero a Jerusalén, luego a Roma y después a España. La visión marcaba el plan a seguir en el futuro. Sin una visión las iglesias solamente existen para sí mismas. No se ven como parte de un plan en el que tienen un propósito de servicio que cumplir.

La visión es entonces la meta, el sentido, el propósito, la inspiración, el desafío y la esperanza que mueve a la obra de Dios. ¿Puedes decir que tienes una visión?

What Makes a Good Church Planter?

By Bill Mellinger, www.crestlinefbc.com

There are several lists that describe the characteristics of successful church planters. Most will talk about things like vision, faith, resiliency, relational, inspirational, integrity, calling, evangelist, discipler, planner, leader, and similar abilities. Take some time to think through the words I have noted and you will come up with some strategic abilities that make up the best church planters.

Actually, I would like to change the question from “What makes a good planter” to “Who” makes a good planter? The obvious answer is the Lord. Since it is so obvious, shouldn’t I get back to explaining the list of characteristics?

Several years ago I watched as my associate pastor was assessed as a church planter. He was selected to work in a new church start. As we talked, I thought he was much better for a more traditional established church than for church planting. After a couple of years it became painfully obvious that my assessment was more on target than that of the assessment process. I also realized that God had placed some passions in my heart that later compelled me to plant a couple of churches and to work with several other church plants in their development.

Some of the characteristics I noted above are invaluable to church planting. Planters really need to be able to build relationships with unchurched people. Planters have to have a calling to love people for Christ and even a calling to a certain community or group of people. The calling helps so much when ministry gets difficult. If married, the spouse must be as committed to planting as the planter. Both need to realize the dangers and attacks of darkness that will come against them and the ministry. Planters must believe in the Lord, the Word and the anointing of the Holy Spirit to connect with people who are far from Christ.

I have known a variety of planters with different personalities and skills. More important than all of these characteristics is that compelling calling of God on a person’s life to plant a church. God won’t let go when He has called you to do His work. Study the different lists. There are several available online like “Characteristics of Successful Church Planter” by Stadia; John Wimber’s “Twelve Characteristics of a Church Planter”; or “Ten Characteristics of a Church Planter” by Acts 29. Examine the lists and see how you line up. But more than anything ask the Lord if He is calling you and listen to what He says.

It is important to evaluate “what makes a good church planter?” However, I believe that the most important focus is on “Who makes a good church planter?” God help you to listen well and follow Him wholeheartedly.

Korean blog (Click here)

Portuguese blog:

Esta é uma tradução do google. Assim que a tradução normal for recebida, ela será postada no site da JCG:

O que faz um bom plantador de igrejas?

Bill Mellinger, www.crestlinefbc.com

Existem várias listas que descrevem as características de plantadores de igrejas bem-sucedidos. A maioria vai falar sobre coisas como visão, fé, resiliência, relacional, inspiradora, integridade, chamado, evangelista, discipulador, planejador, líder e habilidades similares. Tire algum tempo para pensar nas palavras que eu anotei e você descobrirá algumas habilidades estratégicas que compõem os melhores plantadores de igrejas.

Na verdade, eu gostaria de mudar a pergunta “O que faz um bom plantador” para “Quem” faz um bom plantador? A resposta óbvia é o Senhor. Já que é tão óbvio, não devo voltar a explicar a lista de características?

Vários anos atrás eu assisti como meu pastor associado foi avaliado como um plantador de igrejas. Ele foi selecionado para trabalhar em um novo começo da igreja. Enquanto conversávamos, achei que ele era muito melhor para uma igreja mais tradicional do que para o plantio de igrejas. Depois de alguns anos, tornou-se dolorosamente óbvio que minha avaliação estava mais no alvo do que no processo de avaliação. Eu também percebi que Deus colocou algumas paixões em meu coração que mais tarde me obrigaram a plantar algumas igrejas e a trabalhar com várias outras igrejas em desenvolvimento.

Algumas das características que observei acima são inestimáveis ​​para o plantio de igrejas. Os plantadores precisam realmente ser capazes de construir relacionamentos com pessoas sem igreja. Os plantadores precisam ter um chamado para amar as pessoas por Cristo e até mesmo um chamado para uma determinada comunidade ou grupo de pessoas. O chamado ajuda muito quando o ministério se torna difícil. Se casado, o cônjuge deve estar tão comprometido em plantar como o plantador. Ambos precisam perceber os perigos e ataques das trevas que virão contra eles e o ministério. Os plantadores devem crer no Senhor, na Palavra e na unção do Espírito Santo para se conectar com pessoas que estão longe de Cristo.

Eu conheci uma variedade de plantadores com diferentes personalidades e habilidades. Mais importante do que todas essas características é o chamado convincente de Deus na vida de uma pessoa para plantar uma igreja. Deus não vai deixar ir quando Ele te chamou para fazer o Seu trabalho. Estude as diferentes listas. Existem vários on-line disponíveis como “Características do Plantador de Igrejas de Sucesso” por Stadia; “Doze características de um plantador de igrejas” de John Wimber; ou “Dez Características de um Plantador de Igrejas” por Atos 29. Examine as listas e veja como você se alinha. Mas mais do que qualquer coisa, pergunte ao Senhor se Ele está chamando você e escute o que Ele diz.

É importante avaliar “o que faz um bom plantador de igrejas?” No entanto, acredito que o foco mais importante é “Quem faz um bom plantador de igrejas?”. Deus ajude você a ouvir bem e segui-lo de todo o coração.

Spanish blog:

Esta es una traducción de google. Tan pronto como se reciba la traducción normal, se publicará en el sitio web de JCG:

¿Qué hace un buen plantador de iglesias?

Bill Mellinger, www.crestlinefbc.com

Hay varias listas que describen las características de los plantadores de iglesias exitosos. La mayoría hablará sobre cosas como la visión, la fe, la capacidad de recuperación, la relación, la inspiración, la integridad, el llamamiento, el evangelista, el discipulador, el planificador, el líder y otras habilidades similares. Tómese un tiempo para reflexionar sobre las palabras que he anotado y se le ocurrirán algunas habilidades estratégicas que conforman los mejores plantadores de iglesias.

En realidad, me gustaría cambiar la pregunta de “¿Qué hace una buena sembradora” a “¿Quién” hace una buena sembradora? La respuesta obvia es el Señor. Como es tan obvio, ¿no debería volver a explicar la lista de características?

Hace varios años vi como mi pastor asociado era evaluado como un plantador de iglesias. Fue seleccionado para trabajar en un nuevo comienzo de la iglesia. Mientras hablábamos, pensé que era mucho mejor para una iglesia más tradicional que para la plantación de iglesias. Después de un par de años, se hizo dolorosamente obvio que mi evaluación estaba más enfocada que la del proceso de evaluación. También me di cuenta de que Dios había colocado algunas pasiones en mi corazón que luego me obligaron a plantar un par de iglesias y trabajar con varias otras iglesias en su desarrollo.

Algunas de las características que mencioné anteriormente son invaluables para la plantación de iglesias. Los plantadores realmente necesitan poder construir relaciones con personas sin iglesia. Los plantadores deben tener un llamado a amar a las personas para Cristo e incluso un llamado a una determinada comunidad o grupo de personas. El llamado ayuda mucho cuando el ministerio se vuelve difícil. Si está casado, el cónyuge debe estar tan comprometido a plantar como el plantador. Ambos necesitan darse cuenta de los peligros y ataques de la oscuridad que vendrán contra ellos y el ministerio. Los plantadores deben creer en el Señor, la Palabra y la unción del Espíritu Santo para conectarse con personas que están lejos de Cristo.

He conocido una variedad de plantadores con diferentes personalidades y habilidades. Más importante que todas estas características es el llamamiento convincente de Dios en la vida de una persona para plantar una iglesia. Dios no lo dejará ir cuando te haya llamado a hacer su trabajo. Estudia las diferentes listas. Hay varios disponibles en línea como “Características de un sembrador de iglesias exitoso” por Stadia; “Doce características de un plantador de iglesias” de John Wimber; o “Diez características de un sembrador de iglesias” según Hechos 29. Examina las listas y observa cómo te alineas. Pero más que nada pregúntale al Señor si Él te está llamando y escucha lo que dice.

Es importante evaluar “¿qué hace un buen plantador de iglesias?” Sin embargo, creo que el enfoque más importante es “¿Quién hace un buen plantador de iglesias?” Dios te ayuda a escuchar bien y seguirlo de todo corazón.

Why Plant Churches?

By Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Jesus says to go and make disciples of all the nations. One way to fulfill Jesus’ command is through establishing local churches, as shown in the New Testament.

Peter Wagner, missiologist, former church planter, and author of books on the subject says, “The simple, most effective evangelistic method under heaven is planting churches.” Founder and International Director of Gospel for Asia, K. P. Yohanan, says, “In the New Testament, while the saving of individuals is significant, it is so because such evangelism is a necessary part of planting churches. You cannot plant churches without evangelizing, but you can evangelize without bringing new congregations into being. I am not implying that para-church organizations are necessarily misguided. But I am saying that they should not see their ministries as an end in themselves, but as valuable only to the extent to which they help strengthen existing churches and to plant new ones.”

Considering our desire to plant churches in unreached areas of the world, K. P. Yohanan says, “What is missionary work all about? …To do good, to preach the Gospel, to save souls, to heal the sick, to baptize bodies are all good and true answers but fall short of what stands out a mile in the NT account in Acts. What did the first apostolic missionaries like Paul, Barnabas, Silas, and Timothy do? Certainly, they did preach and teach, heal and serve — but why? For what purpose? Not just to save individual souls. Acts is absolutely clear. They planted churches.”

If God is leading you to plant a church, then be deliberate.  One church health consultant writes, “In church planting, passion is overrated, and preparedness underrated.”  Find a healthy mentor.  Research church planting trends in your geographical area.  Study the demographics.  Don’t go it alone.  Develop a healthy team.  Pray.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Por que Plantar Igrejas?

 Por Rob Campbellm www.cypresscreekchurch.com

Jesus nos diz para irmos e fazermos discípulos de todas as nações. Uma maneira de cumprir o mandamento de Jesus é através do estabelecimento de igrejas locais, conforme mostrado no Novo Testamento.

Peter Wagner, missiologista, ex-plantador de igrejas e autor de livros sobre o assunto, diz: “O método evangelístico mais simples e eficaz sob o céu é plantar igrejas”. O fundador e diretor internacional do Gospel for Asia, KP Yohanan, diz: “No Novo Testamento, enquanto a salvação dos indivíduos é significativa, isso só é assim porque esse evangelismo é uma parte necessária do plantio de igrejas. Você não pode plantar igrejas sem evangelizar, mas você pode evangelizar sem trazer novas congregações à existência. Não estou insinuando que as organizações para-eclesiásticas sejam necessariamente mal orientadas. Mas estou dizendo que eles não devem ver seus ministérios como um fim em si mesmos, mas tão valiosos apenas na medida em que ajudam a fortalecer as igrejas existentes e a plantar novas igrejas”.

Considerando nosso desejo de plantar igrejas em áreas não-alcançadas do mundo, K. P. Yohanan diz: “O que é o trabalho missionário? … Fazer o bem, pregar o Evangelho, salvar almas, curar doentes, batizar corpos são respostas boas e verdadeiras, mas ficam aquém do que se destaca no relato do NT em Atos. O que os primeiros missionários apostólicos como Paulo, Barnabé, Silas e Timóteo fizeram? Certamente, eles pregaram e ensinaram, curaram e serviram – mas por quê? Para qual propósito? Não apenas para salvar almas individuais. Atos é absolutamente claro. Eles plantaram igrejas”.

Se Deus está te levando a plantar uma igreja, então seja deliberado. Um consultor de saúde da igreja escreve: “Na plantação de igrejas, a paixão é superestimada e a preparação subestimada.” Encontre um mentor saudável. Pesquise tendências de plantação de igrejas em sua área geográfica. Estude a demografia. Não vá sozinho. Desenvolva uma equipe saudável. Ore.

Spanish blog:

¿Por qué plantar iglesias?

Por Rob Campbellm www.cypresscreekchurch.com

Jesús dice que vayan y hagan discípulos de todas las naciones. Una forma de cumplir el mandato de Jesús es estableciendo iglesias locales, como se muestra en el Nuevo Testamento.

Peter Wagner, misiólogo, antiguo sembrador de iglesias y autor de libros sobre el tema dice: “El método de evangelización más simple y eficaz bajo el cielo es plantar iglesias”. Fundador y Director Internacional del Evangelio para Asia, KP Yohanan, dice: “En el El Nuevo Testamento, si bien la salvación de individuos es importante, lo es porque tal evangelismo es una parte necesaria para plantar iglesias. No puedes plantar iglesias sin evangelizar, pero puedes evangelizar sin crear nuevas congregaciones. No estoy insinuando que las organizaciones parroquiales estén necesariamente equivocadas. Pero estoy diciendo que no deberían ver sus ministerios como un fin en sí mismos, sino como valiosos solo en la medida en que ayudan a fortalecer las iglesias existentes y a plantar nuevas “.

Considerando nuestro deseo de plantar iglesias en áreas no alcanzadas del mundo, K. P. Yohanan dice: “¿De qué se trata el trabajo misionero? … Hacer el bien, predicar el Evangelio, salvar almas, sanar a los enfermos, bautizar cuerpos son todas respuestas buenas y verdaderas, pero no alcanzan lo que se destaca mucho en el relato del NT en Hechos. ¿Qué hicieron los primeros misioneros apostólicos como Pablo, Bernabé, Silas y Timoteo? Ciertamente, ellos predicaron y enseñaron, sanaron y sirvieron, pero ¿por qué? ¿Con qué propósito? No solo para salvar almas individuales. Hechos es absolutamente claros. Ellos plantaron iglesias.

Si Dios te está guiando a plantar una iglesia, entonces sé deliberado. Un consultor de salud de la iglesia escribe: “En la plantación de iglesias, la pasión está sobrevalorada y la preparación subestimada”. Encuentra un mentor saludable. Investiga las tendencias de plantación de iglesias en tu área geográfica, estudia la demografía, no lo hagas solo, desarrollar un equipo sano. Ora.

Traits of a Church Planter

By Steve Cordle, www.crossroadsumc.org 

The desire to plant a church is not the same as a call to plant. Before we release people to start churches, we need to honestly evaluate their readiness to do so.  I encourage anyone who is seeking to plant to go through an assessment process that will give them an objective read-out of their readiness.

Having trained and sponsored a number of church planters, and having planted a church myself, I have come to look for a several characteristics in someone who would start a new work. If the person has already started and multiplied a cell group (a vital pre-requisite), it is essential that they have:

  • A vital, growing relationship with Jesus. Church planting is spiritual warfare. We need to be connected to the Lord.
  • The drive to see others come to Christ. Without this, the church plant will fail, even if it survives.
  • A healthy marriage and a supportive spouse. Church planting puts a strain on a marriage. If your spouse is not convinced that you should start a church, then it is not yet time to do it.
  • The ability to love and gather people. It is OK to be an introvert, but you need to be able to connect with people and motivate them toward a common goal.
  • The ability to teach and communicate effectively. Casting vision, teaching the scripture and equipping the saints requires the ability to communicate clearly and with impact.

There are many other helpful characteristics for a church planter, but these are some non-negotiables.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Traços de um Plantador de Igrejas

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

O desejo de plantar uma igreja não é o mesmo que o chamado para plantar. Antes de liberarmos as pessoas para iniciar igrejas, precisamos avaliar honestamente sua prontidão para fazê-lo. Encorajo qualquer pessoa que esteja desejando abrir uma igreja a passar por um processo de avaliação que lhe dará uma leitura objetiva de sua prontidão.

Tendo treinado e patrocinado uma série de plantadores de igrejas, e após plantar uma igreja eu mesmo, eu encontrei várias características de alguém que vai começar um novo trabalho. Se a pessoa já iniciou e multiplicou uma célula (este é um pré-requisito vital), é essencial que ela também tenha:

  • Um relacionamento vital e crescente com Jesus. O plantio de igrejas é uma guerra espiritual. Precisamos estar conectados ao Senhor.
  • O desejo de ver os outros se achegarem a Cristo. Sem isso, a nova igreja falhará, mesmo que ela sobreviva.
  • Um casamento saudável e um cônjuge que apoia. O plantio de igrejas coloca uma pressão sobre o casamento. Se o seu cônjuge não estiver convencido de que você deve começar uma igreja, então ainda não é hora de fazer isso.
  • A capacidade de amar e reunir pessoas. Não há problema em ser introvertido, mas você precisa ser capaz de se conectar com as pessoas e motivá-las em direção a um objetivo comum.
  • A capacidade de ensinar e comunicar de forma eficaz. Projetar a visão, ensinar as Escrituras e equipar os santos requerem a capacidade de se comunicar com clareza e impacto.

Há muitas outras características úteis para um plantador de igrejas, mas estas são algumas não-negociáveis.

Spanish blog:

Rasgos de un plantador de iglesias

Esta es una traducción de google. El blog normal se publicará en el sitio web de JCG cuando se reciba.

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

El deseo de plantar una iglesia no es lo mismo que un llamado a plantar. Antes de liberar a las personas para que comiencen iglesias, debemos evaluar honestamente su disposición para hacerlo. Aliento a cualquier persona que esté tratando de plantar a pasar por un proceso de evaluación que les dará una lectura objetiva de su preparación.

Habiendo entrenado y patrocinado a varios plantadores de iglesias, y habiendo plantado una iglesia yo mismo, he venido a buscar varias características en alguien que comenzaría un nuevo trabajo. Si la persona ya ha iniciado y multiplicado un grupo celular (un requisito previo vital), es esencial que tenga:

Una relación vital y creciente con Jesús. La plantación de iglesias es una guerra espiritual. Necesitamos estar conectados con el Señor.
El impulso de ver a otros venir a Cristo. Sin esto, la planta de la iglesia fallará, incluso si sobrevive.
Un matrimonio sano y un cónyuge solidario. La plantación de iglesias pone una tensión en un matrimonio. Si su cónyuge no está convencido de que debe comenzar una iglesia, entonces todavía no es el momento de hacerlo.
La capacidad de amar y reunir personas. Está bien ser introvertido, pero necesitas poder conectarte con las personas y motivarlos hacia un objetivo común.
La capacidad de enseñar y comunicarse efectivamente. Hacer una visión, enseñar las Escrituras y equipar a los santos requiere la capacidad de comunicarse claramente y con impacto.
Hay muchas otras características útiles para un sembrador de iglesias, pero estas son algunas no negociables.