Modeling Leadership through Exemplary Behavior

By Mario Vega, www.elim.org.sv

Leaders will attract attention because people want to know they are living out their faith. Those who lead cell groups inevitably become an emblem of what is expected of a believer. Hence, effective leadership is far more than words—conduct matters.

And between the two, leadership behavior is most important. Every leader must keep in mind that they are watched all the time and that their behavior will influence others. This should not inhibit the leader. Rather, it should encourage him or her to take advantage of their privileged position to embody the teachings of Jesus and, thus, disciple others.

The attitude that best models the Savior is a servant attitude.  Most people are selfish and think primarily of themselves. Yet, when a person breaks that pattern and serves others, they break the selfish pattern that is common in the world. Selfless service is the concrete way to love. When such service is directed to people who do not deserve it, the leader is giving a palpable sign of the love that Jesus spoke of, when he said that we should love our enemies.

In this way, members of the cell receive ministry that they will not forget.  The exact words may fade over time, but the behaviors remain vivid in their memories. Modeling Christian teachings produces true, lasting fruit in cell members.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Moldando a Liderança através de um comportamento exemplar

Mario Vega, www.elim.org.sv

Líderes atrairão a atenção para sí porque as pessoas querem saber como eles vivem a sua fé. Aqueles que lideram células tornam-se, inevitavelmente, um símbolo do que é esperado de um crente. Por isso, uma liderança efetiva é bem mais que palavras – o seu agir faz a diferença.

E se tivermos que escolher entre os dois, liderança através do agir é a mais importante. Todo líder deve ter em mente que ele é observado o tempo todo e que seu comportamento influenciará outros. Isso não deve inibir o líder. Antes, ele ou ela deveria se sentir encorajado a tirar vantagem de sua posição privilegiada de poder, personificar os ensinos de Jesus e, assim, discipular outros.

A atitude que melhor exemplifica o Salvador é a de servo. A maioria das pessoas pensa principalmente em sí mesmas. No entanto, quando alguém quebra esse padrão e serve a outros, eles também quebram o padrão do egoísmo que é comum no mundo. O serviço altruísta é a forma concreta do amor. Quando tal serviço é dirigido a pessoas que não o merecem, o líder está dando uma demonstração palpável do amor do qual Jesus falou quando ele disse que devemos amar nossos inimigos.

Dessa forma, membros da célula são ministrados de uma forma da qual jamais esquecerão. As palavras exatas podem ser esquecidas com o tempo, mas a conduta permanece vívida na memória. Ensinos cristãos através do comportamento produzem verdade e frutos duradouros na vida dos membros da célula.

Spanish blog:

Líderes modelando con su conducta

By Mario Vega, www.elim.org.sv

Los líderes se caracterizan por atraer las miradas. Quien dirige una célula inevitablemente se convierte en emblema de lo que se espera de un creyente. De allí que modela a los demás tanto con sus palabras como con su conducta. Pero entre las dos, la conducta es la que causa mayor impresión. Todo líder debe tener presente que es observado todo el tiempo y que su conducta influirá en los demás. Eso no debe cohibirlo, al contrario, debe animarlo a aprovechar su posición privilegiada para encarnar las enseñanzas de Jesús y, así, discipular a los demás.

Una de las cosas que más impresionan y modelan es el servicio. Cuando una persona no vela por lo suyo sino por lo de los demás, rompe el patrón egoísta que es común en el mundo. El servicio desinteresado es la manera concreta de amar. Cuando el servicio va dirigido a personas que no lo merecen, se está dando una muestra palpable del amor del que Jesús habló, cuando dijo que debíamos amar a los enemigos. De esta manera, los miembros de la célula reciben lecciones que les impresionan y no olvidan. Las palabras exactas pueden diluirse con el tiempo, pero las conductas permanecen vivas en la memoria. El modelar con la vida las enseñanzas cristianas produce frutos perdurables en los miembros de la célula.

Mutual Edification in Houses

By Mario Vega, www.elim.org.sv

The Lord gave Christians diverse gifts for the purpose of edifying one another. Paul spoke about the primary criterion for the exercise of the gifts, which is edification. This was understood by the first believers as everyone´s task. First Corinthians chapter 14 talks about the relationship between gifts and edification and Paul exhorts the believers in Corinth, « But the one who prophesies speaks to people for their strengthening, encouraging and comfort (v. 3), « The one who prophesies is greater than the one who speaks in tongues, unless someone interprets, so that the church may be edified» (v. 5), Since you are eager for gifts of the Spirit, try to excel in those that build up the church (v. 12), « Everything must be done so that the church may be built up.» (v. 26), « For you can all prophesy in turn so that everyone may be instructed and encouraged. » (v. 31).

All believers possess at least one gift that must be exercise to edify others. All this becomes more relevant when considering that, during the first centuries, the Christians did not have buildings for worship. They met in houses. Therefore, the above instructions were directed to Christian meetings in the houses. That was the space of mutual edification. The ministers had an important role in teaching, but all the believers participated in the edification of others with the special abilities that God had given them. That is the pattern of the New Testament and should be the norm for the church today.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Edificação Mútua nas Casas

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

O Senhor deu aos cristãos diversos dons com o propósito de edificar uns aos outros. Paulo falou sobre o critério primordial para o exercício dos dons, que é a edificação. Isso foi entendido pelos primeiros crentes como tarefa de todos. Primeira Coríntios capítulo 14 fala sobre a relação entre dons e edificação e Paulo exorta os crentes em Corinto, “Mas aquele que profetiza fala aos homens para seu fortalecimento, encorajamento e conforto (v. 3), aquele que fala em línguas, a menos que alguém as interprete, para que a igreja seja edificada» (v. 5), Visto que estais ansiosos pelos dons do Espírito, procurai sobressair naqueles que edificam a igreja (v. 12). , “Tudo deve ser feito para que a igreja seja edificada”. (v. 26), «Pois todos vocês podem profetizar por sua vez, para que todos sejam instruídos e encorajados. » (v. 31).

Todos os crentes possuem pelo menos um dom que deve ser exercitado para edificar os outros. Tudo isso se torna mais relevante quando se considera que, durante os primeiros séculos, os cristãos não possuíam prédios para cultos. Eles se encontravam em casas. Portanto, as instruções acima foram direcionadas às reuniões cristãs nas casas. Essas eram o espaço de edificação mútua. Os ministros tinham um papel importante no ensino, mas todos os crentes participavam da edificação de outros com as habilidades especiais que Deus lhes havia dado. Esse é o padrão do Novo Testamento e deve ser a norma para a igreja hoje.

Spanish blog:

La edificación mutua en las casas

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

El Señor entregó a los cristianos dones diversos con el propósito de edificarse los unos a los otros. Pablo habló sobre el criterio primordial para el ejercicio de los dones que es la edificación. Esta era entendida por los primeros creyentes como una tarea de todos. Veamos el capítulo 14 de Primera de Corintios como ejemplo de algunos pasajes donde Pablo habla de la relación entre los dones y la edificación: «El que profetiza habla a los hombres para edificación, exhortación y consolación» (v. 3), «el que profetiza, edifica a la iglesia» (v. 4), «que las interprete [las lenguas] para que la iglesia reciba edificación» (v. 5), «procurad abundar en ellos [en dones] para edificación de la iglesia» (v. 12), «hágase todo para edificación» (v. 26), «podéis profetizar todos uno por uno, para que todos aprendan, y todos sean exhortados» (v. 31).

Todos los creyentes poseían un don que debería ser ejercido para la edificación de los demás. Todo esto cobra mayor relevancia al tener en cuenta que, durante los primeros siglos, los cristianos no tuvieron locales para el culto. Ellos se reunían en las casas. Por tanto, las instrucciones anteriores iban dirigidas a las reuniones cristianas en las casas. Ese era el espacio de la edificación mutua. Los ministros tenían un papel importante en la enseñanza, pero todos los creyentes participaban en la edificación de los demás con las habilidades especiales que Dios les había entregado. Ese es el modelo del Nuevo Testamento y debería ser la norma de la iglesia actual.

Caring for Members through the Cell System

By Mario Vega, www.elim.org.sv

Many families at the Elim church in El Salvador earn their living through small commercial activities or with temporary jobs. When the lockdown occurred during the pandemic in 2020, their fragile domestic economy was broken. They could no longer go out to sell or work. The government organized a delivery of food to the houses, but they did not reach all the houses. How do we know? Through the structure of cells!

The geographical organization of the cells allowed us to have network communication with all the people. Through the zone pastors, it was possible to identify the households in greatest need that had not received government aid. The church was able to focus and help nearly a thousand families to secure their basic food needs. The cell supervision system is not only useful to take care of the spiritual aspects of people but of all areas.

Each country and each church have their own characteristics. But I tell this recent story to let you know how the cell system has allowed us to care for our people through very difficult times. This example serves to illustrate that it is possible to care for members beyond church activities. When people feel loved and valued, they will show enduring faithfulness to their congregation.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Cuidando de Membros através do Sistema Celular

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Muitas famílias da igreja de Elim em El Salvador ganham a vida com pequenas atividades comerciais ou com empregos temporários. Quando o lockdown ocorreu durante a pandemia em 2020, sua frágil economia doméstica foi destruída. Eles não podiam mais sair para vender ou trabalhar. O governo organizou uma entrega de alimentos nas casas, mas não chegaram a todas as casas. Como nós sabemos? Através da estrutura das células!

A organização geográfica das células permitiu que tivéssemos comunicação em rede com todas as pessoas. Por meio dos pastores de área, foi possível identificar as famílias mais necessitadas que não receberam ajuda do governo. A igreja conseguiu concentrar e ajudar quase mil famílias a garantir suas necessidades alimentares básicas. O sistema de supervisão celular não é útil apenas para cuidar dos aspectos espirituais das pessoas, mas de todas as áreas.

Cada país e cada igreja têm suas próprias características. Mas eu conto esta história recente para que você saiba como o sistema de células nos permitiu cuidar de nosso povo em tempos muito difíceis. Este exemplo serve para ilustrar que é possível cuidar de membros além das atividades da igreja. Quando as pessoas se sentem amadas e valorizadas, mostram fidelidade duradoura à sua congregação.

Spanish blog:

Cuidando a los miembros a través de las células

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Una buena parte de las familias que forman parte de la iglesia Elim en El Salvador se ganan la vida con trabajos informales. La mayor parte de ellos sobreviven con pequeñas actividades comerciales o con trabajos temporales. Cuando se produjo el confinamiento durante la pandemia en 2020, su frágil economía doméstica fue quebrada. Ya no pudieron salir a vender y tampoco a trabajar. El gobierno organizó una entrega de víveres por las casas, pero no llegaron a todas las viviendas. ¿Cómo lo sabemos? ¡Por medio de la estructura de las células!

La organización geográfica de las células permite tener comunicación de red con todas las personas. A través de los pastores de zona, fue posible identificar los hogares de mayor necesidad y que no habían recibido la ayuda del gobierno. La iglesia pudo enfocarse y ayudar a casi mil familias para asegurar sus necesidades básicas de alimento. El sistema de supervisión celular no solo es útil para cuidar de los aspectos espirituales de las personas sino de todas las áreas.

Cada país y cada iglesia poseen características propias. Pero relato esta historia reciente para exponer el cuidado que la iglesia puede dar basándose en su sistema de células. El ejemplo sirve para ilustrar que sí que es posible cuidar de los miembros más allá de las actividades eclesiásticas. Cuando las personas se sienten amadas y valoradas, mostrarán fidelidad perseverante hacia su congregación.

Caring for the Fruit of Evangelism

By Mario Vega, www.elim.org.sv

In 1986, when we started our cell ministry in El Salvador, we knew almost nothing about cells. At that time there were no books on the subject and the little that was known were the sporadic comments that Pastor Cho made in his books. Despite this great limitation, there were two things that we were very clear about: the two main goals of cell ministry were evangelism and mutual care. Without a doubt, it was the grace of God that led us to understand this logic. The only way to reach others for Christ was by caring for those who received Jesus.

So, from the beginning, our philosophy of cell ministry included mutual care. And this truth has permeated the members of the church to the present. All the people who have believed in Jesus in our congregation in the last 36 years have learned by experience that the Christian life includes mutual care for one another. Everyone is born into Jesus with that focus in mind.

That care in the small group, in the houses, is what gives identity to each believer. Anyone can think that being part of a mega church means living in anonymity, but if that mega church is a cell church, it will be almost impossible to escape the knowledge mutual care and love. Mutual care is the best way to close the back door.

Korean blog (click here)

Portuguese Blog:

Cuidando do fruto do evangelismo

Mario Vega, www.celulas.org.sv

Em 1986, quando iniciamos nosso ministério em células em El Salvador, não sabíamos praticamente nada sobre células. Naquela época ainda não havia livros sobre este assunto e tudo que sabíamos vinha de comentários esporádicos que o Pastor Cho fazia em seus livros. Apesar desta grande limitação, havia duas coisas muito claras para nós: os dois maiores objetivos do ministério em células eram o evangelismo e o cuidado mútuo. Sem dúvida alguma, foi a Graça de Deus que nos levou a entender isto. A única maneira de alcançar outras pessoas para Cristo era cuidando das pessoas que aceitavam a Jesus.

Portanto, desde o início, a filosofia do nosso ministério em células envolveu o cuidado mútuo. E esta verdade tem permeado nossa igreja e sido passada aos membros até hoje. Todas as pessoas que creram em Jesus nos últimos 36 anos aprenderam pela própria experiência que a vida cristã inclui o cuidado de uns pelos outros. Todos nascem em Cristo com este foco em suas vidas.

Este cuidado nos pequenos grupos, nos lares, é o que traz a identidade a cada crente. As pessoas podem até pensar que fazer parte de uma mega igreja significa viver no anonimato, mas se esta mega igreja é uma igreja em células, será praticamente impossível escapar do entendimento sobre o cuidado mútuo e do amor. Cuidar uns dos outros é a melhor maneira de fechar as portas do fundo das igrejas.

Spanish blog:

Evangelismo y cuidado, las metas de las células

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

En 1986, cuando iniciamos nuestro trabajo celular en El Salvador, no sabíamos casi nada sobre células. En ese tiempo no había libros sobre el tema y lo poco que se sabía eran las esporádicas menciones que el pastor Cho hacía en sus libros. A pesar de esa gran limitación, hubo dos cosas que tuvimos muy claras sobre las metas de las células: la evangelización y el cuidado mutuo. Sin dudas fue la gracia de Dios la que nos guio a entender esa lógica. Si habíamos de alcanzar a otros para Cristo, solo cuidando de ellos podríamos retener los resultados.

De manera que desde un principio la filosofía del trabajo con células incluyó el cuidado mutuo y eso permeó a los miembros de la iglesia hasta el presente. Todas las personas que han creído en Jesús en nuestra congregación en los últimos 36 años, han aprendido por experiencia que la vida cristiana incluye el cuidado del hermano. Todos nacen en Jesús con ese enfoque en mente.

Ese cuidado en el grupo pequeño, en las casas, es lo que le da identidad a cada creyente. Cualquiera puede pensar que ser parte de una mega iglesia supone vivir en el anonimato, pero si esa iglesia es celular será casi imposible escapar al conocimiento de los hermanos. El cuidado mutuo es la mejor forma de cerrar la puerta trasera.

The Rapid Expansion of Christianity through Mutual Care and Love

By Mario Vega, www.elim.org.sv

Romans chapter 16 highlights Paul’s greetings to one of the Christian congregations. He mentions a total of 26 people whom he knew very well and with whom he had strong ties of affection. These greetings point out Paul’s awareness of being part of a larger Christian community within which the Spirit of God was at work to carry out God’s plan. Paul did not see himself as someone exceptional, but as one of many who worked for the kingdom of God.

This deep knowledge of people becomes interesting when you consider that Paul did not usually stop for a long time in the same city. That level of deep relationship was made possible by the fact that at that time the church met only in homes. The relationship in small groups allowed people to feel part of an intimate family. That was the way the early Christians built  each other up and cared for each other.

The generosity that Paul shows in his greetings is a clear testimony to the love, tenderness, and care that believers gave each other. The New Testament clearly teaches that our foundation must be built on love and care.

May God help us return to this New Testament model of mutual care among God’s people. It was this loving care that allowed the rapid expansion of Christianity during its first centuries.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

A Rápida Expansão do Cristianismo Através do Cuidado Mútuo e do Amor

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

O capítulo 16 de Romanos destaca as saudações de Paulo a uma das congregações cristãs. Ele cita um total de 26 pessoas que ele conhecia muito bem e com quem tinha fortes laços de afeto. Essas saudações apontam para a consciência de Paulo de fazer parte de uma comunidade cristã maior dentro da qual o Espírito de Deus estava trabalhando para realizar o plano de Deus. Paulo não se via como alguém excepcional, mas como um dos muitos que trabalhavam para o reino de Deus.

Esse profundo conhecimento das pessoas torna-se interessante quando se considera que Paulo não costumava parar por muito tempo na mesma cidade. Esse nível de relacionamento profundo foi possível pelo fato de que naquela época a igreja se reunia apenas nos lares. O relacionamento em pequenos grupos permitiu que as pessoas se sentissem parte de uma família íntima. Foi assim que os primeiros cristãos construíram e cuidaram uns dos outros.

A generosidade que Paulo mostra em suas saudações é um testemunho claro do amor, ternura e cuidado que os crentes davam uns aos outros. É o modelo que o Novo Testamento mostra de como a igreja era um fundamento de amor e cuidado. Que Deus nos ajude a retornar a este modelo do Novo Testamento de cuidado mútuo entre o povo de Deus. Foi esse cuidado amoroso que permitiu a rápida expansão do cristianismo durante seus primeiros séculos.

Spanish blog:

Las comunidades primitivas

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Lo que hoy conocemos como el capítulo 16 de Romanos contiene los saludos de Pablo a una de las congregaciones cristianas. Menciona un total de 26 personas a quienes conocía muy bien y con quien poseía lazos de afecto firmes. Lo que muestran estos saludos es la conciencia de Pablo de ser parte de una comunidad cristiana más grande dentro de la cual el Espíritu de Dios estaba obrando para llevar a cabo el plan de Dios. Pablo no se veía a sí mismo como alguien excepcional, sino como uno de muchos que trabajaban por el reino de Dios.

Este conocimiento profundo de las personas se vuelve interesante al tener en cuenta que Pablo no solía detenerse por mucho tiempo en una misma ciudad. Ese nivel de relación profunda era posible por el hecho de que en ese tiempo la iglesia se reunía solamente en las casas. La relación en grupos pequeños permitía a las personas sentirse parte de la misma familia. Esa era la manera cómo los primeros cristianos se edificaban y cuidaban los unos a los otros.

La generosidad que Pablo muestra en sus saludos es un testimonio claro del amor, ternura y cuidado que se brindaban los creyentes. Es el modelo que el Nuevo Testamento muestra de cómo la iglesia era edificada en el plan de Dios. Un modelo que haríamos bien en retomar para que el pueblo de Dios vuelva a su cuidado mutuo. Esa fue una de las cualidades que permitió la expansión rápida del cristianismo en sus primeros siglos.