A New Family

By Stephen Daigle, College and Young Adult Pastor at Celebration Church, www.celebrationchurch.org

Salvation is a community-creating event. From the moment we are born, we are wired to connect with our parents out of necessity. The same is true spiritually, when an individual is ‘born again’, we become wired to connect to our new family, the body of Christ [John 3:3-6;1 Corinthians 12:13]. When we get a new Father, we also get new brothers and sisters. This is why Paul used the word ‘brother/sister’ more than 139x in his letters. He was trying to get the church to understand how important their relationship to each other is.

Following Jesus and becoming like Him happens in community. So many church members have yet to understand this because of their absence from the cell, where community is developed. Here are some practical tips for helping to get those in your church to engage in cell ministry:

Text Messaging Groups:  Providing info for how an individual may join specific chat groups easily in each weekend service can encourage those who are skeptical about cell to get their feet wet and start communicating with the cell. Depending upon which texting platform is used [WhatsApp, Facebook Messenger, etc..], you can creatively share the ways to connect.

Cell Leaders Posting on Social Media: One of the most effective ways I have seen growth in my personal group is by posting photos each time we meet on social media. I’ve had a number of individuals reach out and want to join my cell because of what they have seen on my posts.

Consistent Communication from the platform: Are the weekend sermons promoting cells? What is fed, grows. Are you feeding the idea that cells are critical to spiritual growth to the congregation? Making sure that there is a consistent promotion and communication of cell ministry is critical for non-cell members to hear.

Leveraging Seasons with Strategic Planning:  Every culture is different. Football is a big deal in the U.S… We’ve been able to leverage the start of each season with a promotion to ‘Join A Team’, meaning the cell. Think and pray about what you can leverage in your culture to get people connected to cells.

These four things can greatly impact our non-cell members to get them interested in joining a cell and ultimately live in community. Pray specifically how you can use these tips in the days ahead. Be creative and open to the Spirit leading you with new ideas.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Uma Nova Família

Por Stephen Daigle, pastor universitário e jovem adulto da Celebration Church, www.celebrationchurch.org

A salvação é um evento de criação de comunidade. Desde o momento em que nascemos, estamos programados para nos conectar com nossos pais em caso de necessidade. O mesmo é verdade espiritualmente, quando um indivíduo “nasce de novo”, nós nos conectamos a nossa nova família, o corpo de Cristo [João 3:3-6; 1 Coríntios 12:13]. Quando recebemos um novo Pai, também recebemos novos irmãos e irmãs. É por isso que Paulo usou a palavra “irmão / irmã” mais de 139 vezes em suas cartas. Ele estava tentando fazer a igreja entender o quão importante é o relacionamento entre eles.

Seguir Jesus e tornar-se como Ele acontece em comunidade. Muitos membros da igreja ainda não entenderam isso por causa de sua ausência da célula, onde a comunidade é desenvolvida. Aqui estão algumas dicas práticas para ajudar a fazer com que aqueles em sua igreja se envolvam no ministério de células:

Grupos de mensagens de texto: fornecer informações sobre como um indivíduo pode ingressar em grupos de bate-papo específicos facilmente em cada serviço de fim de semana pode encorajar aqueles que são céticos sobre o celular a começar a se comunicar com o celular. Dependendo de qual plataforma de mensagens de texto é usada [WhatsApp, Facebook Messenger, etc.], você pode compartilhar criativamente as maneiras de se conectar.

Líderes de célula postando nas mídias sociais: uma das maneiras mais eficazes de crescer em meu grupo pessoal é postar fotos cada vez que nos encontramos nas redes sociais. Várias pessoas entraram em contato e querem entrar na minha célula por causa do que viram em minhas postagens.

Comunicação consistente da plataforma: Os sermões de fim de semana estão promovendo células? O que é alimentado cresce. Você está alimentando a ideia de que as células são essenciais para o crescimento espiritual da congregação? Certificar-se de que haja uma promoção e comunicação consistente do ministério de células é fundamental para os membros ainda não em célula ouvirem.

Aproveitando as estações com planejamento estratégico: Cada cultura é diferente. O futebol americano é um grande negócio nos EUA … Conseguimos alavancar o início de cada temporada com uma promoção para ‘Junte-se a Um Time’, ou seja, o celular. Pense e ore sobre o que você pode alavancar em sua cultura para conectar as pessoas às células.

Essas quatro coisas podem causar um grande impacto em nossos membros que não estão em célula para torná-los interessados em se juntar a uma célula e, finalmente, viver em comunidade. Ore especificamente sobre como você pode usar essas dicas nos próximos dias. Seja criativo e aberto ao Espírito que o conduz com novas idéias.

Spanish blog:

Una nueva familia

Por Stephen Daigle, pastor universitario y de jóvenes adultos en Celebration Church, www.celebrationchurch.org

La salvación es un evento de creación de comunidad. Desde el momento en que nacemos, estamos programados para conectarnos con nuestros padres por necesidad. Lo mismo ocurre espiritualmente, cuando una persona ‘nace de nuevo’, nos conectamos a nuestra nueva familia, el cuerpo de Cristo [Juan 3: 3-6; 1 Corintios 12:13]. Cuando obtenemos un nuevo Padre, también obtenemos nuevos hermanos y hermanas. Por eso Pablo usó la palabra “hermano / hermana” más de 139 veces en sus cartas. Estaba tratando de que la iglesia entendiera cuán importante es la relación entre ellos.

Seguir a Jesús y llegar a ser como Él ocurre en comunidad. Muchos miembros de la iglesia aún tienen que entender esto debido a su ausencia de la célula, donde se desarrolla la comunidad. Aquí hay algunos consejos prácticos para ayudar a que los miembros de su iglesia se involucren en el ministerio celular:

Grupos de mensajería de texto: proporcionar información sobre cómo un individuo puede unirse a grupos de chat específicos fácilmente en cada servicio de fin de semana puede alentar a aquellos que son escépticos sobre el celular a mojarse los pies y comenzar a comunicarse con el celular. Dependiendo de la plataforma de mensajes de texto que se utilice [WhatsApp, Facebook Messenger, etc.], puede compartir creativamente las formas de conectarse.

Líderes celulares que publican en las redes sociales: una de las formas más efectivas en que he visto un crecimiento en mi grupo personal es publicando fotos cada vez que nos reunimos en las redes sociales. Varias personas se acercaron y quisieron unirse a mi célula debido a lo que vieron en mis publicaciones.

Comunicación consistente desde la plataforma: ¿Las predicaciones del fin de semana promueven las células? Lo que se alimenta, crece. ¿Está alimentando la idea de que las células son fundamentales para el crecimiento espiritual de la congregación? Asegurarse de que haya una promoción y comunicación constante del ministerio celular es fundamental para que los miembros que no están en la célula lo escuchen.

Aprovechamiento de las temporadas con planificación estratégica: cada cultura es diferente. El fútbol es un gran problema en los EE. UU … Hemos podido aprovechar el comienzo de cada temporada con una promoción para “Unirse a un equipo”, es decir, la célula. Piense y ore sobre lo que puede aprovechar en su cultura para que las personas se conecten a las células.

Estas cuatro cosas pueden tener un gran impacto en nuestros miembros no celulares para que se interesen en unirse a una célula y, en última instancia, vivir en comunidad. Ore específicamente para saber cómo puede usar estos consejos en los días venideros. Sea creativo y esté abierto al Espíritu que lo guía con nuevas ideas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.