Press Ahead

coach_freddynoble

By Dr. Freddy Noble, www.iglesiabautistanyc.org 

I recently had a meeting with one of our Hispanic area officials on the National Missions Board at our Southern Baptist Convention. We talked about the ministry of our Church and how we are developing cells throughout the New York metropolitan area. When this official  asked me to explain the “key” for our success, I gave him one word, “persistence.”

From personal experience, I know that many pastors attend conferences on ministry and evangelism in the hope of finding a secret that will free them from their church’s stagnation. They hope to find a quick solution that will solve the difficulties of the church’s development.

The result is that often the pastor becomes even more discouraged and turns to the next conference—then to the next one and next one, in an endless search for the key. Sadly, the pastor rarely finds it.

The reality is that there are no easy and quick solutions for church  ministry.

We have been highly blessed in our transition to a cell-based church, but in the process we have faced many challenges of all kinds. I’m referring to the defection of some leaders and members.  Some people have repeatedly wanted to return to the earlier mentality of endless ministries and programs that often have no real purpose. In other words, we have experienced resistance in our transition from a traditional church to a cell-based church.

So we have had to continually emphasize and reemphasize the principles of the cell church over the years. We have had to train our staff and retrain them to ensure the quality and efficiency of the ministry.

It has not been easy. It has been a long road on which we have continued. However, today I can say that although the growth of the Church has been gradual and not explosive like we thought in the beginning, it’s certainly been worth it.

The reality is that we no longer have to depend on evangelistic professionals or special events to do God’s work. Rather, cell ministry has allowed us to apply God’s Word: “And every day in the temple, and in the houses, they did not cease to teach and preach Jesus Christ” (Acts 5:42).

The fact that we now see a high percentage of Church members involved in cells and an equal number of people serving in ministry is the fulfillment of the New Testament emphasis on the priesthood of all believers.  So yes, it has been worth it.

But again, there are no easy solutions. The key is persistence and perseverance. We have to continue in the midst of challenges and difficulties. Remembering the words of Scripture that say, “Therefore, my dear brothers and sisters, stand firm. Let nothing move you. Always give yourselves fully to the work of the Lord, because you know that your labor in the Lord is not in vain”(1 Corinthians 15:58).

Let’s move forward!

Freddy

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Pressione Para Frente

Pelo Pastor Freddy Noble, www.iglesiabautistanyc.org

Recentemente, tive uma reunião com um dos funcionários da área hispânica no Conselho Nacional de Missões em nossa Convenção Batista do Sul. Conversamos sobre o ministério da nossa Igreja e sobre como estamos desenvolvendo células em toda a área metropolitana de Nova York. Quando este funcionário me pediu para explicar a “chave” para o nosso sucesso, eu dei uma palavra: “persistência”.

Por experiência pessoal, sei que muitos pastores participam de conferências sobre ministério e evangelismo na esperança de encontrar uma chave que os liberte da estagnação de sua igreja. Eles esperam encontrar uma solução rápida que irá resolver as dificuldades do desenvolvimento da igreja.

O resultado é que, muitas vezes, o pastor fica ainda mais desanimado e se volta para a próxima conferência, depois para a próxima e a próxima, em uma busca interminável pela chave. Infelizmente, o pastor raramente a encontra.

A realidade é que não há soluções fáceis e rápidas para o ministério da igreja.

Nós fomos altamente abençoados em nossa transição para uma igreja baseada em células, mas no processo enfrentamos desafios de todos os tipos. Estou me referindo à deserção de alguns líderes e membros. Nós experimentamos resistência em nossa transição de uma igreja tradicional para uma igreja baseada em células. Algumas pessoas repetidamente queriam retornar à mentalidade anterior de ministérios e programas sem fim que muitas vezes não têm nenhum propósito real.

Então nós tivemos que enfatizar continuamente e ressaltar os princípios da igreja celular ao longo dos anos. Tivemos que treinar nossos funcionários e depois treiná-los mais uma vez para garantir a qualidade e eficiência da obra.

Não tem sido fácil. Foi uma longa estrada na qual continuamos. No entanto, hoje posso dizer que, embora o crescimento da Igreja tenha sido gradual e não explosivo, como pensamos no início, certamente valeu a pena.

A realidade é que não precisamos mais depender de profissionais evangelísticos para fazer o trabalho de Deus ou eventos especiais. Em vez disso, o ministério celular nos permitiu aplicar a Palavra de Deus quando diz: “E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo.”
Atos 5:42.

O fato de que agora vemos uma alta porcentagem de membros da Igreja envolvidos em células e um número igual de pessoas servindo no ministério é o cumprimento da ênfase do Novo Testamento no sacerdócio de todos os crentes. Então sim, valeu a pena.

Mas, novamente, não há soluções fáceis. A chave é persistência e perseverança. Temos de continuar em meio a desafios e dificuldades. Recordando as palavras da Escritura que dizem: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.”
1 Coríntios 15:58

Avançemos!

Freddy

Spanish blog:

Seguir Adelante

Por Pastor Freddy Noble, www.iglesiabautistanyc.org

Recientemente tuve una provechosa reunión con uno de nuestros funcionarios del área hispana de la junta de Misiones Nacionales en nuestra Convención Bautista del Sur. Conversamos básicamente acerca del ministerio que nuestra Iglesia está desarrollando por medio de las células en el área metropolitana de New York. Cuando nuestro hermano me preguntó cuál era la clave de todo esto le contesté que el nombre del asunto era persistencia.

En efecto por experiencia personal sé que muchos pastores asisten a conferencias sobre ministerio y evangelización con la esperanza de encontrar una clave que los libere del estancamiento en el que se encuentran en sus iglesias. Esperan encontrar una especie de panacea que resuelva rápidamente las dificultades de desarrollo de la Iglesia.

El resultado es que a menudo, todo queda en una lamentable decepción y el pastor se vuelve hacia la próxima conferencia y hacia la siguiente y de esa manera de forma interminable continúa buscando una clave que no encuentra.

La realidad es que no hay soluciones fáciles y rápidas dentro del trabajo el ministerio. Nosotros hemos sido altamente bendecidos en nuestra transición hacía una Iglesia basada en células, pero en el proceso hemos enfrentado desafíos de todo tipo.

Desde la defección de algunos líderes o miembros, hasta la inercia de alguno de nuestros dirigentes de células. Hemos experimentado que la tendencia de una iglesia tradicional hace la transición hacia una Iglesia basada en células es siempre regresar a la mentalidad anterior del desarrollo de interminables ministerios y comisiones que muchas veces no tienen ninguna razón de ser para fines reales del ministerio de la Iglesia.

Así que hemos tenido que estar continuamente enfatizando y volviendo enfatizar los principios de la Iglesia celular a lo largo de los años. Hemos tenido que entrenar a nuestro personal y volver a entrenarlo para garantizar la calidad y la eficacia del trabajo.

No ha sido fácil. Ha sido un camino largo en el que hemos continuado. Sin embargo, hoy puedo decir que a pesar de que crecimiento de la Iglesia ha sido más bien gradual y no explosivo, no obstante, ha valido la pena. Sin ninguna duda nuestra iglesia ha experimentado grandes beneficios al hacer dicha transición.

El hecho de que no tenemos que depender de profesionales de la evangelización para que la obra de Dios se haga, o de temporadas especiales para que el trabajo se realice, constituye una gran diferencia que nos permite acercarnos a lo que el Nuevo Testamento dice cuando afirma “ y todos los días en el templo y por las casas no cesaban de enseñar y predicar a Jesucristo”.(Hechos 5:42)

El hecho de que podamos ver un alto porcentaje de miembros de la Iglesia involucrados en las cédulas, y la gran cantidad de personas sirviendo de ministerio, en cumplimiento de lo que enseña la Palabra de Dios cuando habla del sacerdocio de todos los creyentes, indica que el trabajo ha valido la pena.

Pero no hay, no hay soluciones fáciles. El nombre de este asunto es persistencia y perseverancia. Tenemos que continuar adelante en medio de los desafíos y las dificultades. Recordando las palabras de las Escrituras que dicen ‘ así que hermanos  míos amados estad firmes y constantes; creciendo la obra del Señor, siempre sabiendo que vuestro trabajo en el Señor no es en vano ‘. (1 de Corintios 15:58) Sigamos adelante!

One thought on “Press Ahead

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *