The Cell Group Is Just a Wineskin

scott

by M. Scott Boren, The Center for Community and Mission, www.mscottboren.com,
Twitter@mscottboren

I’ve had a unique opportunity. I began working with Ralph Neighbour and his team at TOUCH Outreach Ministries when I was 23 in 1993. My sole focus was cell church. I wanted to see the church embrace what Ralph called the Second Reformation. Old structures of the church were dying away and the cell church was the way of the future.

Along the way, the school of hard knocks has taught me a few things. One of the first occurred when I was pastoring in Vancouver, Canada and an church elder told me that he had no desire for the church to be a “pure” cell church. I was conflicted. This man embodied in his life and his group leadership the way that lined up with the cell church vision. I could not understand why he didn’t want to talk about the structure. But he was just not interested in labels like I was. He was much more interested in the how we were living out community. He wanted to see the “way of Jesus” in community and in our neighborhood.

We both wanted to see the same thing, however, my allegiance to the labels of “cell church” got I the way. He understood that the cell church structure means very little if we are not leading and living in a way that supports the life of the structure. To put it another way: the wineskin doesn’t make the wine. The only reason we would ever need a new wineskin is because we are a people who embody the new wine of Jesus.

Meeting in a small group is not magical. It’s just a wineskin. The question is What is the new wine? In my new book Leading Small Groups in the Way of Jesus I write,

“If my group reaches lost people and grows but there is no love, we are only a growing shell of emptiness. If my group raises up new leaders and multiplies but there is no love, we are only multiplying a form of spiritual cancer. If my group gets serious about discipleship and dives deep into the Word but there is no love, we are puffed up hoarders of information. If my group serves and goes forth on mission but there is no love, we are like a chicken with its head cut off. If my group gets lots of people in my church connected but there is no love, we are no better than a salesperson who sells products for a living.”

Without the wine of the love of Christ, the kind of self-sacrificial love expressed by Jesus on the cross, then groups will fall far short of what we hope and long to see. The elder in my church really only cared about the love of Christ in our cell structures. The structures, I realized, were important but played an underground role. The love of God drives the structures. To flip the order is to miss what God is doing.

Scott

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Grupo Celular é Apenas um Odre de Vinho

por M. Scott Boren, O Centro para a Comunidade e Missão, www.mscottboren.com, Twitter@mscottboren

Eu tive uma oportunidade única. Comecei a trabalhar com Ralph Neighbour e sua equipe na TOUCH Outreach Ministries (Tradução Livre: “Ministérios de Evangelismo TOQUE”), quando eu tinha 23 anos em 1993. O meu único foco era a igreja em células. Eu queria ver a igreja abraçar o que Ralph chamou de a Segunda Reforma. As velhas estruturas da igreja estavam morrendo e a igreja em células era o caminho do futuro.

Ao longo do caminho, a dura escola da vida me ensinou algumas coisas. Uma das primeiras coisas ocorreu quando eu estava pastoreando em Vancouver, no Canadá, e um ancião da igreja me disse que ele não tinha nenhum desejo de que a igreja se tornasse uma igreja “puramente” em células. Eu entrei em conflito. Este homem incorporou em sua vida e sua liderança de grupo a maneira que alinhou com a visão da igreja em células. Eu não conseguia entender por que ele não queria falar sobre a estrutura. Mas ele simplesmente não estava interessado em rótulos como eu estava. Ele estava muito mais interessado em como nós estávamos vivendo a comunidade. Ele queria ver a "maneira de Jesus" na comunidade e no nosso bairro. 

Nós dois queramos ver a mesma coisa, no entanto, minha lealdade para os rótulos da "igreja em células" ficou no caminho. Ele entendeu que a estrutura da igreja em células significa muito pouco se não estamos liderando e vivendo de uma forma que dê suporte à vida da estrutura. Colocando de outra maneira: o odre não faz o vinho. A única razão para precisarmos de um novo odre é porque somos um povo que incorpora o vinho novo de Jesus.

Se reunir em um pequeno grupo não é mágico. É apenas um odre. A questão é O que é o vinho novo? Em meu novo livro Liderando Pequenos Grupos na Maneira de Jesus eu escrevo,

"Se o meu grupo alcança pessoas perdidas e cresce, mas não há amor, somos apenas uma casca crescente de vazio. Se o meu grupo levanta novos lderes e se multiplica, mas não há amor, só estamos multiplicando uma forma de câncer espiritual. Se o meu grupo leva a sério o discipulado e mergulha profundamente na Palavra, mas não há amor, somos estocadores pomposos de informação. Se o meu grupo serve e sai em missão, mas não há amor, somos como uma galinha com a cabeça cortada. Se o meu grupo tem muitas pessoas em minha igreja conectadas, mas não há amor, não somos melhores do que um vendedor que vende produtos para ganhar a vida. " 

Sem o vinho do amor de Cristo, o tipo de amor auto sacrificial expressado por Jesus na cruz, os grupos vão cair muito aquém do que esperamos e almejamos ver. O ancião na minha igreja realmente só se preocupava com o amor de Cristo em nossas estruturas celulares. As estruturas, eu percebi, eram importantes, mas desempenharam um papel secundário. O amor de Deus conduz as estruturas. Inverter a ordem é perder o que Deus está fazendo. 

Scott

Spanish blog

El Grupo celular es solo un odre

Por M. Scott Boren, El Centro para la Comunidad y Misión, www.mscottboren.com, Twitter@mscottboren

He tenido una oportunidad única. Comencé a trabajar con Ralph Neighbour y su equipo El ministerio de alcance el Toque (Touch Outreach Ministries) cuando tena 23 años en 1993. Mi único objetivo era la iglesia celular. Quera ver que la iglesia abrazara lo que Ralph llamó la Segunda Reforma. Las viejas estructuras de la iglesia estaban muriendo y la iglesia celular era el camino del futuro.

En el camino, a la escuela de la vida me ha enseñado unas cuantas cosas. Uno de la primera ocurrió cuando yo estaba pastoreando en Vancouver, Canadá, y un anciano de la iglesia me dijo que no tena ningún deseo que la iglesia fuera "pura" iglesia celular. Yo estaba en conflicto. Este hombre encarno en su vida y su liderazgo de grupo la forma en que se alinearon con la visión de la iglesia celular. Yo no poda entender por qué no quera hablar de la estructura. Pero él no estaba interesado en las etiquetas como yo. Él estaba mucho más interesado en la comunidad en cómo vivamos fuera. Quera ver el "camino de Jesús" en la comunidad y en nuestro vecindario.

Los dos queramos ver lo mismo, sin embargo, mi lealtad a las etiquetas de "iglesia celular" consiguió el camino. Él entendió que la estructura de la iglesia celular significa muy poco si no estamos liderando y vivir de una manera que apoya la vida de la estructura. Para decirlo de otra manera: la bota de vino no hace el vino. La única razón por la que podramos llegar a necesitar un odre nuevo es porque somos un pueblo que encarna el vino nuevo de Jesús.

Reunirse en un grupo pequeño no es mágico. Es sólo un odre. La pregunta es ¿Cuál es el vino nuevo? En mi nuevo libro Dirigiendo Pequeños grupos en el Camino de Jesús escribo,

"Si mi grupo llega a las personas perdidas y crece, pero no hay amor, somos sólo una cáscara creciente de vaco. Si mi grupo levanta nuevos lderes y se multiplica, pero no hay amor, sólo estamos multiplicando una forma de cáncer espiritual. Si mi grupo se pone serio sobre el discipulado y se sumerge profundamente en la Palabra, pero no hay amor, solo somos acaparadores de información. Si mi grupo sirve y sale en misión, pero no hay amor, somos como un pollo con la cabeza cortada. Si mi grupo recibe mucha gente en la iglesia, pero no hay amor, no somos mejores que un vendedor que vende productos para ganarse la vida".

Sin el vino del amor de Cristo, el tipo de amor abnegado expresado por Jesús en la cruz, entonces los grupos están muy por debajo de lo que esperamos y anhelamos ver. El anciano en mi iglesia en realidad sólo se preocupaba por el amor de Cristo en nuestras estructuras celulares. Las estructuras, me di cuenta, que eran importantes pero desempeñaron un papel subterráneo. El amor de Dios impulsa las estructuras. Para invertir el orden es no ver lo que Dios está haciendo.

Scott,

1 thought on “The Cell Group Is Just a Wineskin

Leave a Reply to Rick Diefenderfer Cancel reply

Your email address will not be published.