Will It Work Here?

steve

by Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Years ago, when I first considered adopting a cell church philosophy of ministry, I wondered, “Cell ministry obviously works in Latin America, but will it work here?”
Let me share what I wrote about this in my book The Church in Many Houses.

“Some have said that the reason huge cell churches emerged in Africa, Asia and South America is that those cultures are more suited to the cell model. Asian respect for authority and South American prioritization of personal relationships are thought to make people more open to the cell model. On the other hand, North American cultural values are often believed to be unfriendly to cell ministry.

While the growth of the world’s huge cell churches cannot be explained simply in cultural terms, there is some truth to this observation. Cell ministry can cut against the grain of our American radical individualism, entertainment orientation, and consumerism. For example, we Americans are a busy people, and cell ministry takes time. Cell ministry won’t work if faith is considered an optional activity, or as one more avenue to self-actualization. It is a lifestyle commitment which may not be reinforced by American values.

The question becomes: How biblical are North American values? Throughout history we see that the effectiveness of Christ’s church does not depend on how closely it reflects cultural values. The Bible calls us strangers and aliens in the world (1 Peter 2:11), and urges us not to be shaped by the world (Romans 12:2). Just because cell ministry cuts against the grain of our culture does not mean we should discard it. In fact, it might be one more reason to embrace it.”

There will always be differences of methodology, even among cell churches. But the core of what cell church offers will always resonate in any culture when it is practiced in a healthy way, because we are all created for authentic relationship with others and experience with God.

Steve

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Isso Vai Funcionar Aqui?

por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Anos atrás, quando eu considerei adotar uma filosofia de ministério da igreja em células pela primeira vez, eu me questionava: “O ministério celular obviamente funciona na América Latina, mas ele vai funcionar aqui? ”. Deixe-me compartilhar o que eu escrevi sobre isso em meu blog The Church in Many Houses (“A Igreja em Muitas Casas”, tradução livre).

"Algumas pessoas disseram que a razão para igrejas em células enormes terem surgido na África, Ásia e América do Sul é porque essas culturas são mais adequadas ao modelo celular. O respeito asiático pela autoridade e a priorização sul-americana de relacionamentos pessoais tornam as pessoas mais abertas para o modelo celular. Por outro lado, acredita-se muitas vezes que os valores culturais norte-americanos são hostis para o ministério celular.

Enquanto o crescimento das igrejas em células grandes do mundo não pode ser explicado simplesmente em termos culturais, há alguma verdade nessa observação. O ministério celular pode ir na contramão do individualismo radical, da orientação para o entretenimento e do consumismo americanos. Por exemplo, nós americanos somos um povo ocupado, e o ministério celular exige tempo. O ministério de células não vai funcionar se a fé é considerada uma atividade opcional, ou como mais um caminho para a autorrealização. É um compromisso de estilo de vida que não pode ser reforçado pelos valores americanos.

A questão torna-se: Quão bblicos são os valores norte-americanos? Ao longo da história, nós vemos que a eficácia da Igreja de Cristo não depende de quão perto ela reflete valores culturais. A Bblia nos chama de estrangeiros e peregrinos no mundo (1 Pedro 2:11), e exorta-nos a não sermos moldados pelo mundo (Romanos 12:2). Só porque o ministério celular vai na contramão da nossa cultura, não significa que devemos descartá-lo. Na verdade, esse pode ser mais um motivo para abraçá-lo.". 

Sempre haverá diferenças de metodologia, mesmo entre as igrejas em células. Mas o núcleo do que a igreja oferece sempre vai ressoar em qualquer cultura quando é praticado de uma forma saudável, porque todos nós somos criados para relacionamentos autênticos com os outros e experiências com Deus.

Steve

Spanish blog:

Isso Vai Funcionar Aqui?

por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Anos atrás, quando eu considerei adotar uma filosofia de ministério da igreja em células pela primeira vez, eu me questionava: “O ministério celular obviamente funciona na América Latina, mas ele vai funcionar aqui? ”. Deixe-me compartilhar o que eu escrevi sobre isso em meu blog The Church in Many Houses (“A Igreja em Muitas Casas”, tradução livre).

"Algumas pessoas disseram que a razão para igrejas em células enormes terem surgido na África, Ásia e América do Sul é porque essas culturas são mais adequadas ao modelo celular. O respeito asiático pela autoridade e a priorização sul-americana de relacionamentos pessoais tornam as pessoas mais abertas para o modelo celular. Por outro lado, acredita-se muitas vezes que os valores culturais norte-americanos são hostis para o ministério celular.

Enquanto o crescimento das igrejas em células grandes do mundo não pode ser explicado simplesmente em termos culturais, há alguma verdade nessa observação. O ministério celular pode ir na contramão do individualismo radical, da orientação para o entretenimento e do consumismo americanos. Por exemplo, nós americanos somos um povo ocupado, e o ministério celular exige tempo. O ministério de células não vai funcionar se a fé é considerada uma atividade opcional, ou como mais um caminho para a autorrealização. É um compromisso de estilo de vida que não pode ser reforçado pelos valores americanos.

A questão torna-se: Quão bblicos são os valores norte-americanos? Ao longo da história, nós vemos que a eficácia da Igreja de Cristo não depende de quão perto ela reflete valores culturais. A Bblia nos chama de estrangeiros e peregrinos no mundo (1 Pedro 2:11), e exorta-nos a não sermos moldados pelo mundo (Romanos 12:2). Só porque o ministério celular vai na contramão da nossa cultura, não significa que devemos descartá-lo. Na verdade, esse pode ser mais um motivo para abraçá-lo.". 

Sempre haverá diferenças de metodologia, mesmo entre as igrejas em células. Mas o núcleo do que a igreja oferece sempre vai ressoar em qualquer cultura quando é praticado de uma forma saudável, porque todos nós somos criados para relacionamentos autênticos com os outros e experiências com Deus.

Steve

1 thought on “Will It Work Here?

  • ANTE TODO MUCHAS GRACIAS POR LOS PRECIOSOS ARTÍCULOS QUE NOS HACEN LLEGAR MEDIANTE ESTE BELLO BLOG. DIOS LOS BENDIGA.
    PD:
    Please, olvidaron traducir al español, la parte que dice Spanish blog: está en portugués.
    Atte.
    Juan

Leave a Reply

Your email address will not be published.