Following the Spirit in Cell Ministry, Part-2

By Ryan Faust, for eight years now, Ryan Faust has been pastoring Grace Church Seattle through a transition from the attractional events and program-driven model to a missional and cell-driven model.  He is married to his lovely wife Katy; they have four children.  Pastor Ryan is the author of Recontextualizing Church, a thesis project for his Gordon-Conwell doctoral dissertation.”

The day I preached 1 Corinthians 12:1-11 our church was inspired to learn to be Spirit-filled and live life out of the strength God supplies instead of out of our own. Really, this is the difference between religion and the Gospel.

Often Christians accept the Gospel (the grace of God as a free gift by faith) and feel the weight of the world lifted off their shoulders as they are forgiven (Ephesians 2:8-9). In this moment we are born again and the Spirit testifies internally as we are made a new creation in Christ (2 Corinthians 5:17). In this moment we feel full, but as time passes the feeling fades; and then when we sin we experience the grieving of the Spirit (Ephesians 4:30). We may not understand what is happening, all we know is we feel distant from God and we begin to doubt our faith and make pledges to solve the problem by trying harder. But all we have done in this moment is forget the Gospel to move on to religion. This is not what Christ intended.

One reason God gives you the Spirit when you accept Jesus as Lord and Savior is to cause you to be born again. You can’t cause yourself to be born again; God does the active work through the Spirit. All you do is passively receive the gift the Lord supplies by faith. Your active role in salvation is confession and faith (Romans 10:9-10). The Spirit’s role is to change you from within. The second reason God gives the Spirit is to continually sanctify you, hence the need to continually tap into the bubbling spring from the Spirit, which God supplied at your conversion (1 Corinthians 12:13; John 4:7-26). Do you realize because of your salvation the Spirit is in you and you never need be spiritually thirsty again? All you need is to ask to be Spirit-filled. But if you do not ask, you will do Christianity in your strength, which is Pharisaic religion.

A few weeks ago I preached the above, and then came home to bickering children. I was poured out after preaching and in my strength I was ready to yell at my youngest. Instead, I went into the closet and practiced what I had just preached; I prayed to be filled with the Spirit to display the fruits of the Spirit to engage my youngest. The Lord worked powerfully that day.

The next day at our cell meeting we walked through Repent, Learn, Ask, Practice (see yesterday’s blog). We included the children, and each person listened intently as we talked through the lesson. When we repented, I led the way. Surprisingly each of my children (starting with the youngest) repented and prayed to be Spirit-filled in how they interact as family members and with friends. It was amazing as we saw the fruit of the Spirit on full display.

May you be filled with the Spirit, may you walk by the power God supplies, in Jesus’ name. Amen.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Seguindo o Espírito no Ministério de Células, Parte 2

Por Ryan Faust. “Há cerca de oito anos, Ryan Faust tem pastoreado a Grace Church Seattle (Igreja da Graça de Seattle, em tradução livre) através de uma transição dos eventos apelativos e do modelo orientado por programas para um modelo missionário e dirigido por células. Ele é casado com sua encantadora esposa Katy; eles têm quatro filhos. O Pastor Ryan é o autor do Recontextualizing Church (Recontextualizando a Igreja, em tradução livre), um projeto de tese para sua dissertação de doutorado Gordon-Conwell”.

No dia em que eu preguei 1 Coríntios 12:1-11, nossa igreja foi inspirada a aprender a ser cheia do Espírito e viver a vida a partir da força que Deus fornece, em vez da nossa própria. Realmente, essa é a diferença entre a religião e o Evangelho.

Frequentemente, os cristãos aceitam o Evangelho (a graça de Deus como um dom gratuito pela fé) e sentem o peso do mundo tirado de seus ombros conforme eles são perdoados (Efésios 2: 8-9). Neste momento, nascemos de novo e o Espírito testifica internamente enquanto nos tornamos uma nova criação em Cristo (2 Coríntios 5:17). Neste momento nos sentimos cheios, mas com o passar do tempo, o sentimento se apaga; e então, quando pecamos, experimentamos o sofrimento do Espírito (Efésios 4:30). Podemos não entender o que está acontecendo; tudo o que sabemos é que nos sentimos distantes de Deus e começamos a duvidar da nossa fé e a fazer promessas para resolver o problema, tentando mais. Mas tudo o que fizemos neste momento foi esquecer o Evangelho para se mover para a religião. Isso não é o que Cristo pretendia.

Uma razão pela qual Deus lhe dá o Espírito quando você aceita Jesus como Senhor e Salvador é fazer você nascer de novo. Você não pode se fazer nascer de novo; Deus faz o trabalho ativo através do Espírito. Tudo o que você faz é receber passivamente o presente que o Senhor fornece pela fé. Seu papel ativo na salvação é a confissão e a fé (Romanos 10: 9-10). O papel do Espírito é mudar você de dentro. A segunda razão pela qual Deus dá o Espírito é a de te santificar continuamente, por isso a necessidade de entrar de maneira contínua na temporada de expectativa do Espírito, que Deus forneceu em sua conversão (1 Coríntios 12:13, João 4: 7-26). Você percebe que, por causa da sua salvação, o Espírito está em você e você nunca precisa estar sedento espiritualmente novamente? Tudo o que você precisa é pedir para ser cheio do Espírito. Mas se você não pedir, você fará o cristianismo em sua força, que é a religião farisaica.

Algumas semanas atrás eu preguei o descrito acima e depois fui para minha casa, com crianças briguentas. Eu estava derramado após a pregação e, na minha força, eu estava pronto para gritar com o meu filho mais novo. Em vez disso, entrei no closet e pratiquei o que tinha acabado de pregar; orei para ser cheio do Espírito para poder mostrar os frutos do Espírito e assim envolver o meu filho mais novo. O Senhor trabalhou poderosamente naquele dia.

No dia seguinte, na nossa reunião celular, nós caminhamos ao longo do “Arrependa-se, Aprenda, Peça e Pratique” (veja o blog de ontem). Nós incluímos as crianças, e cada pessoa ouviu atentamente enquanto conversávamos através da lição. Quando nos arrependíamos, eu que guiei o caminho. Surpreendentemente, cada um dos meus filhos (começando com o mais novo) se arrependeu e orou para ser cheio do Espírito em como eles interagem como membros da família e com amigos. Foi surpreendente conforme vimos o fruto do Espírito em exibição completa.

Que você seja cheio do Espírito e que você ande pelo poder que Deus fornece, em nome de Jesus. Amém.

Spanish blog:

Siguiendo al Espíritu en el Ministerio Celular Parte-2

Por Ryan Faust, desde hace ocho años, Ryan Faust ha pastoreado Grace Church Seattle a través de una transición de eventos de atracción y el modelo impulsado por programas, a un modelo misional e impulsado por células. Está casado con su encantadora esposa Katy; tienen cuatro hijos. El pastor Ryan es el autor de Recontextualizing Church, un proyecto de tesis para su disertación doctoral de Gordon-Conwell”.

El día que prediqué en 1 Corintios 12: 1-11 nuestra iglesia fue inspirada para aprender a estar llenos del Espíritu y llevar una vida con la fuerza que Dios provee, en vez de la nuestra. En realidad, esta es la diferencia entre la religión y el Evangelio.

Muchas veces los cristianos aceptan el Evangelio (la gracia de Dios como un obsequio por fe) y sienten que el peso del mundo es levantado de sus hombros al ser son perdonados (Efesios 2: 8-9). En este momento nacemos de nuevo y el Espíritu testifica internamente que somos hechos una nueva creación en Cristo (2 Corintios 5:17). En este momento nos sentimos llenos, pero a medida que pasa el tiempo, la sensación se desvanece; y luego, cuando pecamos, experimentamos el dolor del Espíritu (Efesios 4:30). Es posible que no entendamos lo que está sucediendo, todo lo que sabemos es que nos sentimos distantes de Dios y comenzamos a dudar de nuestra fe y nos comprometemos a resolver el problema esforzándonos más. Pero todo lo que hemos hecho hasta este momento es olvidar el Evangelio para pasar a la religión; esto no es lo que Cristo pretendió.

Una razón por la cual Dios te da el Espíritu cuando aceptas a Jesús como Señor y Salvador es para que nazcas de nuevo. No puedes hacerte nacer de nuevo; Dios hace el trabajo activo a través del Espíritu. Todo lo que hacen es recibir pasivamente el regalo que el Señor provee por fe. Tú papel activo en la salvación es la confesión y la fe (Romanos 10: 9-10); el rol del Espíritu es cambiarte desde dentro. La segunda razón por la que Dios te da al Espíritu es para santificarte continuamente, de ahí la necesidad de aprovechar continuamente la fuente burbujeante del Espíritu, que Dios suministró en tu conversión (1 Corintios 12:13; Juan 4: 7-26). ¿Te das cuenta que a causa de tu salvación, el Espíritu está en ti y nunca más necesitas estar espiritualmente sediento? Todo lo que necesitas es pedir ser lleno del Espíritu. Pero si no preguntas, harás cristianismo en tu fortaleza, que es religión farisaica.

Hace unas semanas, prediqué lo anterior y luego volví a casa con niños que discutían. Estaba agotado después de la predicación y en mi fuerza estaba listo para gritarle a mi hijo menor. En lugar de eso, entré al armario y practiqué lo que acababa de predicar; ore para ser lleno del Espíritu, para mostrar los frutos del Espíritu para involucrar al más pequeño. El Señor trabajó poderosamente ese día.

Al día siguiente, en la reunión de nuestra célula, trabajamos con: Arrepentirse, Aprender, Preguntar, Practicar (ver el blog de ayer). Incluimos a los niños, y cada persona escuchó atentamente mientras hablábamos de la lección. Cuando nos arrepentimos, yo guio el camino. Sorprendentemente, cada uno de mis hijos (comenzando por el más joven) se arrepintió y oró para que Espíritu se presentara en la manera que interactúan como miembros de la familia y con sus amigos. Fue increíble, ya que vimos el fruto del Espíritu en gran escala.

Que seas lleno del Espíritu, que puedas caminar por el poder que Dios te da, en el nombre de Jesús. Amen.

Leave a Reply

Your email address will not be published.