Treated like Family

By Steve Cordle, www.crossroadsumc.org 

A true story: A family returned to their car after eating dinner at a restaurant. The parents got in the front seat while a young boy and his sister climbed into the back. The girl was eating an ice cream cone and did not shut the door properly. As the car pulled away, the back door swung open and the boy watched his sister roll slowly out of the car and onto the parking lot. As the car turned the door swung shut again. Then the car drove off.

The boy thought about what he saw, and about the fact his sister was no longer in the back seat, but he did not say anything. A few miles down the road the mother, suspicious of the quiet, looked in the back seat. Seeing only one child, she shouted in alarm, “Where is your sister?!” The boy just pointed out the back window. The family immediately turned the car around and returned to the parking lot to find the little girl unharmed but quite upset to be left alone.

Parents know exactly how many children they have! It is unthinkable to go on without one. No parent says, “Well, we have most of our kids, that’s good enough. We can go home now.”

A cell group is to operate as a family. If one member is missing at the meeting, it should be unthinkable not to follow up and find out if he or she is alright. This is not just the group leader’s responsibility. As a group member, be sure to act like family and contact a missing brother or sister every time they are not present. Otherwise, they may think they are not loved!

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Tratados Como Família

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Uma história verdadeira: uma família retornou ao carro depois de jantar em um restaurante. Os pais entraram no banco da frente enquanto um menino e sua irmã subiam na parte de trás. A menina estava comendo uma casquinha de sorvete e não fechou a porta corretamente. Quando o carro se afastou, a porta dos fundos se abriu e o menino viu sua irmã rolar devagar do carro e cair no estacionamento. Quando o carro virou a porta se fechou novamente. Então o carro partiu.

O garoto pensou no que viu e no fato de sua irmã não estar mais no banco de trás, mas ele não disse nada. Alguns quilômetros à frente na estrada, a mãe, desconfiada do silêncio, olhou para o banco de trás. Vendo apenas uma criança, ela gritou alarmada: “Onde está sua irmã?!” O menino apenas apontou para a janela de trás. A família imediatamente virou o carro e voltou para o estacionamento para encontrar a menina ilesa, mas bastante chateada por ficar sozinha.

Os pais sabem exatamente quantos filhos eles têm! É impensável seguir sem um deles. Nenhum pai diz: “Bem, temos a maioria de nossos filhos, isso é bom o suficiente. Nós podemos ir para casa agora”.

Uma célula deve operar como uma família. Se um membro estiver faltando na reunião, seria impensável não acompanhar e descobrir se ele está bem. Isso não é apenas responsabilidade do líder do grupo. Como um membro do grupo, certifique-se de agir como uma família e contatar um irmão ou irmã sumidos toda vez que eles não estiverem presentes. Caso contrário, eles podem pensar que não são amados!

Spanish blog:

Tratandonos Como Familia

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Una historia real: una familia regresó a su automóvil después de cenar en un restaurante. Los padres se subieron al asiento delantero mientras un niño y su hermana se subían a la parte de atrás. La niña estaba comiendo un helado y no cerró la puerta correctamente. Cuando el automóvil se alejó, la puerta trasera se abrió y el niño vio a su hermana salir lentamente del auto y caer en el estacionamiento, cuando el auto giró, la puerta se cerró nuevamente. Luego siguieron su camino.

El niño pensó en lo que vio y en el hecho de que su hermana ya no estaba en el asiento trasero, pero no dijo nada. A unos pocos kilómetros, la madre, sospechando por el silencio y la tranquilidad, miró el asiento trasero. Al ver a un solo niño, ella gritó alarmada, “¿Dónde está tu hermana ?!” El niño solo señaló por la ventana trasera. La familia inmediatamente giró el auto y regresaron al estacionamiento; encontraron a la niña ilesa pero bastante molesta por haberse quedado sola.

¡Los padres saben exactamente cuántos hijos tienen! Es impensable seguir sin uno. Ningún padre dice: “Bueno, tenemos a la mayoría de nuestros hijos, eso es suficiente”. Podemos irnos a casa ahora “.

Un grupo celular debe operar como una familia. Si un miembro falta en la reunión, sería impensable no hacer un seguimiento y averiguar si él o ella está bien. Esta no es solo la responsabilidad del líder del grupo, como miembro del grupo, asegúrate de actuar como una familia y ponerte en contacto con un hermano o hermana cada vez que no estén presentes. De lo contrario, ¡pueden pensar que no son amados!

Leave a Reply

Your email address will not be published.