3 Reasons to Include the Phrase To All Nations in Disciple-Making

By Tito Roberts, pastor and missions visionary, www.iglesiasenmision.org; Whatsapp 5491159369297; www.enmision.org

3 Reasons to Include the Phrase To All Nations in Disciple-Making

By Tito Roberts, www.enmision.org

Why is it important to include the phrase “To All Nations” every time we speak or teach about the great commission?

First of all, we must include the phrase  to all nations  because this phrase is  in Scripture (Matthew 28:18-20).  If for different reasons we begin to include what is not in the bible or take out what does not seem convenient to us, we will quickly be out of God’s will.

Remember that God said in Revelation that we should not add or take away from God’s Word (Revelation 22:18-19). The phrase to all nations is part of great commission to make disciples and like any mandate we must do all that it says.

And I know that you’re reading this blog because you want to obey God and do his will. The first step is to do everything possible to make disciples of all nations.

The second reason to include all nations is because it’s  the remedy to the selfishness that consumes  the lives of Christians and leads them to live for themselves or only for their closest circle of family, city and church.

Those who God used greatly, like  Abraham (in you all the families of earth will be blessed), David (All peoples will praise you forever) and Jesus himself (the gospel will be preached to all nations) shows us that God calls us to look at “all the nations He has created” by placing our eyes  “outward” and not limiting it to our close circles of family, city or church.

When as Christians we begin to “make disciples” only in our family, neighborhood, or my church, we can become selfish.

Focusing on making disciples of all nations helps us to focus on the lost, prioritizing people who have never heard and do not have the opportunity to be disciples of Jesus.

Finally, we must include the phrase  to all nations  because it is the remedy to the “egocentrism” of the church. This has been going on for a long time. In Acts 8.1 the disciples were still focusing on Jerusalem and God had to scatter them to the nations. God brought persecution to stir them to reach out.

The phrase to all nations solves the natural egocentrism that leads churches to look inward. Rather, God wants us to  be a blessing to all nations. Every Christian, church and ministry is responsible for seeking the Lord’s guidance about how to live each day by administering everything that God has given him to “make disciples of all nations.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Três razões para incluir a frase “todas as nações” ao fazer discípulos

Por Tito Roberts, www.enmision.org

Por que é importante incluir a frase “todas as nações” toda vez que falamos ou ensinamos sobre esse mandamento?

Antes de tudo, devemos incluir a frase todas as nações, porque esta frase está nas Escrituras (Mateus 28:18-20). Se, por razões diferentes, começarmos a incluir o que não está na Bíblia ou retirar o que não nos parece conveniente, estaremos rapidamente fora da vontade de Deus.

Lembre-se de que Deus disse em Apocalipse que não devemos adicionar ou tirar da Palavra de Deus (Apocalipse 22:18-19). A frase para todas as nações faz parte de uma grande comissão para fazer discípulos e, como com qualquer mandamento, devemos fazer tudo o que ele diz.

E eu sei que você está lendo este blog porque quer obedecer a Deus e fazer a vontade dEle.  O primeiro passo é fazer todo o possível para fazer discípulos de todas as nações.

A segunda razão para incluir todas as nações é porque esse é o remédio para o egoísmo que consome a vida dos cristãos e os leva a viver por si mesmos ou apenas pelo seu círculo mais próximo de família, cidade e igreja.

Aqueles que Deus usou grandemente, como Abraão (em você todas as famílias da terra serão abençoadas), Davi (todos os povos te louvarão para sempre) e o próprio Jesus (o evangelho será pregado a todas as nações) nos mostra que Deus sempre nos chama a olhar para “todas as nações que Ele criou” colocando nossos olhos “para fora” e não limitando-os a nossos círculos íntimos de convivência na família, cidade ou igreja.

Quando, como cristãos, começamos a “fazer discípulos” apenas em nossa família, bairro ou igreja, podemos nos tornar egoístas.

Focar em fazer discípulos de todas as nações nos ajuda a focar nos perdidos, priorizando as pessoas que nunca ouviram e não têm a oportunidade de serem discípulos de Jesus.

Finalmente, devemos incluir a frase em todas as nações, porque esse é o remédio para o “egocentrismo” da igreja. Isso vem acontecendo há muito tempo.  Em Atos 8:1, os discípulos ainda estavam concentrados em Jerusalém e Deus teve que espalhá-los para as nações. Deus trouxe perseguição para incitá-los a alcançar outros povos

A frase “todas as nações” resolve o egocentrismo natural que leva as igrejas a olharem para si mesmas, investirem em si mesmas e usarem recursos humanos e financeiros para si mesmas.

Pelo contrário, Deus quer que sejamos uma bênção para todas as nações. Todo cristão, igreja e ministério são responsáveis por buscar a orientação do Senhor sobre como viver todos os dias, administrando tudo o que Deus lhes deu para “fazer discípulos de todas as nações”.

Spanish blog:

3 razones para incluir la frase “A TODAS LAS NACIONES”  al hacer discípulos.

por Tito Robert, www.enmision.org

¿Porque es importante incluir la frase “A TODAS LAS NACIONES” cada vez que hablemos o enseñemos sobre este mandato?

En primer lugar debemos incluir la frase “A TODAS LAS NACIONES” porque esta frase es palabra de Dios para nosotros. Si por diferentes motivos comenzamos a incluir lo que no esta en la biblia o sacar lo que no nos parece conveniente rápidamente estaremos viviendo una vida cristiana y de iglesia lejos de la voluntad de Dios. La llamada de la misma Biblia a “no agregar ni quitar una tilde de su palabra” tiene sus razones y una de ellas es que lo que Dios quiere decirnos pierde su sentido verdadero si nosotros al azar incluimos o sacamos partes de la escritura.

La frase “A TODAS LAS NACIONES”  es parte del mandato de “hacer discípulos” y como todo mandato si no lo tomamos de forma completa no podremos ser obedientes a el.

Creyendo que usted desea obedecer a Dios y hacer su voluntad el primer paso es tomar con todo nuestro corazón el hecho de que para Dios su mandato de “hacer discípulos” incluye el enfoque, la planificación y la ejecución responsable de “hacer discípulos “A TODAS LAS NACIONES””.

En segundo lugar debemos incluir la frase “A TODAS LAS NACIONES” porque es el remedio al egoísmo que carcome la vida de los cristianos llevándolos a vivir para ellos mismos o para su circulo mas cercano de familia, ciudad e iglesia.

La identidad de hombres de Dios como Abraham (en ti serán benditas todas las familias de tierra), David (Todos los pueblos te alabaran por siempre) y el mismo Jesus (será predicado el evangelio a todas las naciones” nos demuestra que Dios siempre llama a mirar a “todas las naciones que El ha creado” colocando la mirada de los cristianos “hacia afuera” y no limitándola a nuestro circulo mas cercano ya sea familia, ciudad o iglesia.

Cuando como cristianos comenzamos a “hacer discípulos” solo en mi familia, solo en mi barrio, solo en mi iglesia podemos empezar a caminar el peligroso camino del egoísmo.

La mirada de “hacer discípulos“A TODAS LAS NACIONES”” nos coloca con un enfoque en los perdidos, priorizando justamente a los pueblos que nunca han escuchado y no tienen la oportunidad de ser discípulos de Jesus.

En tercer lugar debemos incluir la frase “A TODAS LAS NACIONES” porque es el remedio al “egocentrismo” de la iglesia. Este es un hecho que viene de hace tiempo ya que leemos en Hechos 8.1 que los primeros discípulos después de haber escuchado a Jesus decir “deben ir a Jerusalem,Judea, Samaria y hasta lo ultimo de la tierra” (Hechos 1.8) no obedecieron y se quedaron solo en Jerusalem. El correctivo de Dios incluyo una persecusion que los llevo exactamente por las zonas que deban ir voluntariamente en obediencia  para matar el egocentrismo que ya se habia apoderado de la primera iglesia.

La frase “A TODAS LAS NACIONES” soluciona el egocentrismo natural que lleva a las iglesias a solo mirarse a si mismas, a invertir en si mismas, a usar los recursos humanos y financieros en si mismas, en definitiva a desarrollar una cultura egocentrista en una iglesia que fue llamada a ser de bendición a “todas las naciones”.

Cada cristiano, iglesia y ministerio es responsable de buscar con la guía del Señor la forma de vivir cada dia administrando todo lo que Dios le ha dado para “hacer discípulos A TODAS LAS NACIONES”

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

Leave a Reply

Your email address will not be published.