Using the Springboard! (Español Abajo)

By Andrew Kirk, Director of Generation 2 generation, Website – www.G2gMandate.org, Social Media – @G2gMandate

Since lockdowns and the pressure of the last few years, I am hearing more and more church leaders talk about how to “do church differently.” In a nutshell, they are wondering if they should transition to cell church ministry. Bringing an awareness of that sense of the “need to do things differently” and creating space for that desire to be expressed, is a great starting point and a moment not to be missed.

Many pastors and leaders have completely closed down their large gatherings and are wondering what to do next. Some are only meeting online and not satisfied. Disillusionment is rife. Dependency on big Church gatherings has failed people. Pastors are seeing the lack of relationships and wondering what to do next. This is a perfect time to go back to New Testament principles of house to house ministry and to align small group ministry with God’s Word. In fact, pastors and leaders must not miss this God-given opportunity to empower lay leaders to do the work of the ministry.

So leading people from where they are to the Word, and how God has given a plan “for such a time as this” creates a natural flow to bring the vision and values of Cell Church to the forefront of their thinking.

But I’ve also noticed that many cell churches are going through a time of re-evaluation, not of the vision or values but of their application. This is always healthy. Some have reorganized their members so they can attend a cell near to home and within walking distance, or de centralizing to the extent that even the Big Wing is moved from place to place. Pressure on the Church, especially in the west has increased, and this means pressure on people.

Don’t lose this moment! Use it as a springboard for better things to come.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Usando o Trampolim!

Por Andrew Kirk, Diretor da  Generation 2 generation, Site –  www.G2gMandate.org, Mídia Social – @G2gMandate

Desde os bloqueios e a pressão dos últimos anos, estou ouvindo cada vez mais líderes da igreja falarem sobre como “fazer a igreja de maneira diferente”. Em poucas palavras, eles estão se perguntando se devem fazer a transição para o ministério da igreja em células. Trazer a consciência desse sentido da “necessidade de fazer diferente” e criar espaço para que esse desejo se expresse, é um grande ponto de partida e um momento a não perder.

Muitos pastores e líderes fecharam completamente suas grandes reuniões e estão se perguntando o que fazer a seguir. Alguns estão apenas se reunindo online e não estão satisfeitos. A desilusão é abundante. A dependência de grandes reuniões da Igreja falhou com as pessoas. Os pastores estão vendo a falta de relacionamentos e se perguntando o que fazer a seguir. Este é um momento perfeito para voltar aos princípios do Novo Testamento do ministério de casa em casa e alinhar o ministério de pequenos grupos com a Palavra de Deus. De fato, pastores e líderes não devem perder esta oportunidade dada por Deus de capacitar líderes leigos para fazer o trabalho do ministério.

Então, liderar as pessoas de onde elas estão para a Palavra, e como Deus deu um plano “para um tempo como este”, cria um fluxo natural para trazer a visão e os valores da Igreja em Células à frente de seu entendimento.

Mas também notei que muitas igrejas em células estão passando por um momento de reavaliação, não da visão ou valores, mas de sua aplicação. Isso é sempre saudável. Alguns reorganizaram seus membros para que possam frequentar uma célula perto de casa e a uma curta distância, ou descentralizando a ponto de até mesmo a Grande Celebração seja movida de um lugar para outro. A pressão sobre a Igreja, especialmente no ocidente, aumentou, e isso significa pressão sobre as pessoas.

Não perca este momento! Use-o como um trampolim para coisas melhores que virão.

Spanish blog:

¡Usando el trampolín!

Por Andrew Kirk, Director de Generación 2, Sitio web – www.G2gMandate.org, Medios sociales – @G2gMandate

Desde los cierres y la presión de los últimos años, estoy escuchando a más y más líderes de la iglesia hablar sobre cómo “hacer la iglesia de manera diferente”. En pocas palabras, se preguntan si deben hacer la transición al ministerio de la iglesia celular. Concienciar de esa sensación de “necesidad de hacer las cosas de forma diferente” y crear un espacio para que ese deseo se exprese, es un gran punto de partida y un momento que no debe perderse.

Muchos pastores y líderes han cerrado por completo sus grandes reuniones y se preguntan qué hacer a continuación. Algunos sólo se reúnen en línea y no están satisfechos. La desilusión es generalizada. La dependencia de las grandes reuniones de la Iglesia ha fallado a la gente. Los pastores están viendo la falta de relaciones y se preguntan qué hacer a continuación. Este es un momento perfecto para volver a los principios del Nuevo Testamento del ministerio de casa en casa y alinear el ministerio de grupos pequeños con la Palabra de Dios. De hecho, los pastores y líderes no deben perder esta oportunidad dada por Dios para empoderar a los líderes para hacer el trabajo del ministerio.

Así que guiar a las personas desde donde están a la Palabra, y cómo Dios ha dado un plan “para un tiempo como este” crea un flujo natural para traer la visión y los valores de la Iglesia Celular a la vanguardia de su pensamiento.

Pero también he notado que muchas iglesias celulares están pasando por un tiempo de reevaluación, no de la visión o los valores sino de su aplicación. Esto siempre es saludable. Algunas han reorganizado a sus miembros para que puedan asistir a una célula cerca de su casa y a poca distancia, o se han descentralizado hasta el punto de que incluso el Ala Grande se traslada de un lugar a otro. La presión sobre la Iglesia, especialmente en Occidente, ha aumentado, y esto significa presión sobre las personas.

No perdamos este momento. Utilízalo como trampolín para que vengan cosas mejores.

1 thought on “Using the Springboard! (Español Abajo)

  • Lo que he mirado, y que se ha convertido en el enemigo mayor del congregacionalusmo esta en la mente de muchos pastores, que cambiaron la vision del Evangelio , poor la apostacia, pasaron de ser siervos DOUBLOS a siervos MISTIOS amantes del dinero, dejando la veerdad a un lado, ya no se predica el ARREPENTIMUENTO , NI EL NUEVO NACIMIENTO , NO SE PREDICA DE LA SALVACION POR GRACIA. Tenemos que VOLVER A LA ANTIGUA SENDA. Jeremias 6:16.

Leave a Reply

Your email address will not be published.