Coronavirus … an opportunity!

By Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

As nations shake, as people fear and are vulnerable – it is time for the church to rise up and seize the moment. God is moving in this moment – it is Him we must keep our eyes on. I offer these suggestions:

  • Be aware: Realize that many, whether in your streets or in your cells, are battling fear and anxiety. There is no condemnation but there is a God who says, “Fear not – I am with you” It might be good to put cell agendas on one side over the next few weeks and give space for people to process, seek the Father, and spend time in worship and prayer.
  • Be prepared: We need to “be the church” as we respond to those in need.  “All things in common” was the New Testament answer when some had lack. Walking into the unknown of economic uncertainty could once again be God’s way to ensure that there is no need among the cell members
  • Be informed: We are all experiencing so much media hype. You can present reliable information that can help your cells respond to factual situations. Be informed about what God is saying in this hour. He is still Lord of the nations, still King of the universe and still has a plan and a purpose.
  • Be bold. Be wise: as Pastors, cell leaders, coaches, your boldness will encourage and lead clearly when sprinkled with wisdom. Take time to seek the Lord, listen to what the Spirit is saying, and minister to one another. 
  • Be adaptable: people matter, even more so when they feel they are in crises. Cell gatherings at times like this need to be adaptable and sensitive to the members. Each one will have their own journey of processing the impact on them and their families. Pray and let them know they are not alone (hugs may not be the best expression with physical contact being a means of transmission)
  • Be creative: video people into the cell gathering if they are unable to attend. Go out into the streets and ask if anyone needs prayer instead of meeting in a home. People are very vulnerable right now. Find new ways to meet and reach your neighbors as you face this new situation
  • Be teachable: we can learn from each other in the coming weeks, but we can also learn how to respond as these things are prophetically declared to increase.
  • Be supportive: Remember that your Pastor is leading a church into unknown and unchartered waters. Pray for Him and hold up his arms.
  • Be generous: without finances there are numerous problems both within the local church and missions that are supported. On-line giving and giving through the cells will help facilitate this. Ensure cells have a procedure for taking offerings (eg. Accountability in counting, a lockable bag that can be secured in front of the cell). Don’t be afraid of speaking about the blessing of giving and God’s promise to those who do. This is not the time to stop tithes and offerings on a personal or wider church level

Moses stood between the people and God. He led them through the plagues, and they were protected. God led them to the land He had promised. Now is the time for you to be “Moses” and hear what God is saying for your cells, for individuals and your neighborhoods.

This is your day!

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Esta é uma tradução do Google. Assim que a tradução normal for recebida, ela será publicada no site do JCG:

Coronavírus … uma oportunidade!

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk
Enquanto as nações tremem, as pessoas temem e são vulneráveis ​​- é hora da igreja se levantar e aproveitar o momento. Deus está se movendo neste momento – é nele que devemos manter nossos olhos.

Eu ofereço estas sugestões:
• Esteja ciente: perceba que muitos, nas ruas ou nas celas, estão lutando contra o medo e a ansiedade. Não há condenação, mas há um Deus que diz: “Não tema – eu estou com você”. Pode ser bom colocar as agendas das células de lado durante as próximas semanas e dar espaço para que as pessoas processem, busquem o Pai e gaste tempo em adoração e oração.
• Esteja preparado: precisamos “ser a igreja” ao respondermos aos necessitados. “Todas as coisas em comum” foi a resposta do Novo Testamento quando alguns tiveram falta. Entrar no desconhecido da incerteza econômica poderia, mais uma vez, ser o caminho de Deus para garantir que não há necessidade entre os membros da célula
• Esteja informado: todos nós estamos experimentando tanto hype na mídia. Você pode apresentar informações confiáveis ​​que podem ajudar suas células a responder a situações de fato. Seja informado sobre o que Deus está dizendo nesta hora. Ele ainda é o Senhor das nações, ainda é o rei do universo e ainda tem um plano e um propósito.
Seja ousado. Seja sábio: como pastores, líderes de célula, treinadores, sua ousadia incentivará e liderará claramente quando salpicada de sabedoria. Tire um tempo para buscar o Senhor, ouvir o que o Espírito está dizendo e ministrar um ao outro.
• Seja adaptável: as pessoas são importantes, ainda mais quando sentem que estão em crise. Reuniões de células em momentos como esse precisam ser adaptáveis ​​e sensíveis aos membros. Cada um terá sua própria jornada de processamento do impacto sobre eles e suas famílias. Ore e diga a eles que não estão sozinhos (abraços podem não ser a melhor expressão, pois o contato físico é um meio de transmissão)
• Seja criativo: participe das pessoas de vídeo na célula se elas não puderem comparecer. Saia pelas ruas e pergunte se alguém precisa de oração em vez de se encontrar em uma casa. As pessoas estão muito vulneráveis ​​agora. Encontre novas maneiras de conhecer e alcançar seus vizinhos ao enfrentar esta nova situação
• Seja educável: podemos aprender um com o outro nas próximas semanas, mas também podemos aprender a responder, pois essas coisas são profeticamente declaradas como aumentando.
• Seja solidário: lembre-se de que seu pastor está liderando uma igreja em águas desconhecidas e desconhecidas. Ore por Ele e levante os braços.
• Seja generoso: sem finanças, existem numerosos problemas tanto na igreja local quanto nas missões que são apoiadas. A doação on-line e a doação através das células ajudarão a facilitar isso. Certifique-se de que as células tenham um procedimento para receber ofertas (por exemplo, prestação de contas na contagem, uma bolsa trancável que possa ser presa na frente da célula). Não tenha medo de falar sobre a bênção de dar e a promessa de Deus àqueles que o fazem. Não é hora de parar o dízimo e as ofertas em nível pessoal ou mais amplo da igreja
 
Moisés ficou entre o povo e Deus. Ele os conduziu através das pragas, e eles foram protegidos. Deus os levou à terra que Ele havia prometido. Agora é a hora de você ser “Moisés” e ouvir o que Deus está dizendo para suas células, indivíduos e seus bairros.
Este é o seu dia!

Spanish blog:

Coronavirus … una oportunidad!

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

A medida que las naciones tiemblan, las personas temen y son vulnerables, es hora de que la iglesia se levante y aproveche el momento. Dios se está moviendo en este momento: es a Él a quien debemos ver. Ofrezco estas sugerencias:

  • Este al pendiente: Tenga en cuenta que muchos, ya sea en sus calles o en sus células, están luchando contra el miedo y la ansiedad. No hay condena, pero hay un Dios que dice: “No temas, estoy contigo”. Sería bueno poner las agendas celulares de un lado durante las próximas semanas y dar espacio para que las personas procesen, busquen al Padre y pasen tiempo en adoración y oración.
  • Esté preparado: necesitamos “ser la iglesia” cuando respondemos a los necesitados. “Todas las cosas son para el uso común” fue la respuesta del Nuevo Testamento cuando algunos que tenían necesidad. Caminar hacia lo desconocido de la incertidumbre económica podría ser una vez más la forma en que Dios se asegura de que no haya necesidad entre los miembros de la célula.
  • Esté informado: todos estamos experimentando tanta publicidad de los medios. Usted tiene la oportunidad de presentar información confiable que puede ayudar a sus células a responder a situaciones reales. Infórmese sobre lo que Dios está diciendo en esta hora. Él sigue siendo el Señor de las naciones, sigue siendo el Rey del universo y aún tiene un plan y un propósito.
  • Sea audaz, Sea sabio: como pastores, líderes celulares, supervisores, su valentía alentará y liderará claramente cuando esté rociado con sabiduría. Tómese el tiempo para buscar al Señor, escuchar lo que el Espíritu está diciendo y ministrarse unos a otros.
  • Sea adaptable: las personas importan, más aún cuando sienten que están en crisis. Las reuniones celulares en momentos como este, deben ser adaptables y sensibles para los miembros. Cada uno tendrá su propio viaje de procesamiento del impacto en ellos y sus familias. Ore y hágales saber que no están solos (los abrazos pueden no ser la mejor expresión con el contacto físico como medio de transmisión)
  • Sea creativo: envíe videos a las personas a la reunión celular si no pueden asistir. Salga a las calles y pregunte si alguien necesita oración en lugar de reunirse en un hogar. La gente es muy vulnerable en este momento. Encuentre nuevas formas de conocer y llegar a sus vecinos mientras se enfrenta a esta nueva situación.
  • Sea enseñable: podemos aprender unos de otros en las próximas semanas, pero también podemos aprender cómo responder a medida que estas cosas se declaran proféticamente en aumento.
  • Sea solidario: recuerde que su pastor está dirigiendo una iglesia a aguas desconocidas. Ora por Él y levante sus brazos.

Moisés se paró entre el pueblo y Dios. Los condujo a través de las plagas, y fueron protegidos. Dios los llevó a la tierra que había prometido. Ahora es el momento para que usted sea “Moisés” y escuche lo que Dios está diciendo para sus células, para las personas y sus vecindarios.

Este es tu dia!

It Takes You!

By Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

I used to be a Physical Education teacher; Gymnastics and athletics were my primary sports. I was passionate… I was committed… I practiced… I was in it to win!

However, the time came when I transitioned from wanting personal success to wanting the success of others. Gradually something in me changed – I wanted everyone to enjoy and have success in something that was my passion.

Now I had to find a different starting place, not initially focused on winning but enjoying!

I looked at each of my students and asked, “What would it take for you to enjoy this experience?” The answer came back from heaven,

“Daphne, it will take you. Their relationship with you!”

“But they did not teach me that at college, I am their teacher, not their friend!”

I began to focus on the students, to really notice them, to laugh with and value them. Gradually I began to see the difference. Even students who had previously hated the lesson began to enjoy it, they bought their kit, they beamed when I helped them achieve even the smallest success, they became each other’s cheerleaders. Those who were gifted enjoyed seeing the less able make small improvements. Why? Because they loved being in my class, because the changes in my attitude and approach affected everyone – we were in it together.

Wow! Coaching is about me! It starts with my being conformed into the image of Christ, and  that Christ-likeness creating the environment for coaching: before skills, before achievements, before goals, before anything! The disciples chose to hang with Jesus, Timothy was happy and willing to be coached by Paul, Joshua knew Moses as a man, not just as a leader.

When our relationship with Jesus and those we are coaching becomes an overflow and they say, ”I want to be like that”, “I have caught your passion”, Then coaching is set in an environment that breeds success and is evaluated and cheered on primarily through personal achievement.

Skills – yes! Goals -yes! Evaluations -yes!

But,

as coaches, we first need to create an environment where motivation, a sense of self-worth and even fun abound. Then you can experience moments as I did, when a girl who had never bought any gym kit to school arrived with a pair of tennis shoes and the whole class cheered just as they had in the same class for another girl that had broken the school record for sprinting.

It Takes You!

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Você é necessário!

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

Eu costumava ser professor de Educação Física; Ginástica e atletismo eram meus esportes principais. Eu era apaixonado … eu estava comprometido … eu pratiquei … eu estava nisso para ganhar!

No entanto, chegou o momento em que deixei de desejar sucesso pessoal para desejar o sucesso de outras pessoas. Gradualmente, algo em mim mudou – eu queria que todos gostassem e tivessem sucesso em algo que fosse minha paixão.

Agora eu tinha que encontrar um ponto de partida diferente, não focado inicialmente em vencer, mas em aproveitar!

Olhei para cada um dos meus alunos e perguntei: “O que seria necessário para você aproveitar essa experiência?” A resposta voltou do céu,

“Daphne, você é necessário!”. O relacionamento deles com você!

“Mas eles não me ensinaram que na faculdade, eu sou professora deles, não amiga deles!”

Comecei a focar nos alunos, realmente notá-los, rir e valorizá-los. Gradualmente, comecei a ver a diferença. Até os alunos que odiavam a lição começaram a gostar, compraram seu kit, sorriram quando eu os ajudei a alcançar o menor sucesso, eles se tornaram líderes de torcida. Quem era dotado gostava de ver os menos capazes de fazer pequenas melhorias. Por quê? Porque eles adoravam estar na minha classe, porque as mudanças na minha atitude e abordagem afetavam a todos – estávamos juntos nisso.

Uau! Treinar é sobre mim! Começa com a minha adaptação à imagem de Cristo e a semelhança de Cristo criando o ambiente para o treinamento: antes das habilidades, antes das realizações, antes das metas, antes de qualquer coisa! Os discípulos escolheram sair com Jesus; Timóteo estava feliz e disposto a ser treinado por Paulo; Josué conhecia Moisés como homem, não apenas como líder.

Quando nosso relacionamento com Jesus e com aqueles que estamos treinando se torna transbordante e eles dizem: “Quero ser assim”, “Eu peguei sua paixão”, então o treinamento é definido em um ambiente que gera sucesso e é avaliado e aplaudido. principalmente através de conquistas pessoais.

Habilidades – sim! Objetivos – sim! Avaliações – sim!

Mas,

como treinadores, primeiro precisamos criar um ambiente em que abundam a motivação, o senso de autoestima e até a diversão. Então você pode experimentar momentos como eu, quando uma garota que nunca havia comprado nenhum kit de ginástica para a escola chegou com um par de tênis e toda a turma aplaudiu da mesma forma que na mesma classe por outra garota que quebrou o recorde da escola para correr.

Você é necessário

Spanish blog:

Te llega!

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

Yo solía ser maestra de educación física; la gimnasia y el atletismo fueron mis deportes principales. Me apasionaba … estaba comprometida … practiqué … ¡Estaba en ello para ganar!

Sin embargo, llegó el momento en que hice la transición de querer tener éxito personal a querer el éxito en los demás. Poco a poco, algo en mí cambió: quería que todos disfrutaran y tuvieran éxito en algo que era mi pasión.

¡Ahora tenía que encontrar un punto de partida diferente, no enfocado inicialmente en ganar sino en disfrutar!

Miré a cada uno de mis alumnos y pregunté: “¿Qué se necesitaría para disfrutar de esta experiencia?”. La respuesta regresó del cielo:

Daphne, te llegará. ¡Su relación contigo!

“¡Pero no me enseñaron que en la universidad, soy su maestra, no su amiga!”

Comencé a centrarme en los estudiantes, a notarlos realmente, a reírme y valorarlos. Poco a poco comencé a ver la diferencia, incluso los estudiantes que antes odiaban la lección empezaron a disfrutarla, compraron su kit, sonrieron cuando los ayudé a lograr el más mínimo éxito, se convirtieron en animadores de los demás. Aquellos que fueron mejor dotados disfrutaron viendo a los menos capaces hacer pequeñas mejoras. ¿Por qué? Porque les encantaba estar en mi clase, porque los cambios en mi actitud y enfoque afectaron a todos, estábamos juntos en esto.

¡Guauu! ¡El entrenamiento se trata de mí! Comienza con mi conformación a la imagen de Cristo, y esa semejanza de Cristo creando el ambiente para el entrenamiento: ¡antes que habilidades, antes de logros, antes de metas, antes de nada! Los discípulos decidieron estar con Jesús, Timoteo estaba feliz y dispuesto a ser entrenado por Pablo, Josué conocía a Moisés como un hombre, no solo como un líder.

Cuando nuestra relación con Jesús y los que estamos entrenando se convierten en un desbordamiento y ellos dicen: “Quiero ser así”, “He entendido tu pasión”. Luego, el entrenamiento se desarrolla en un entorno que genera éxito y es evaluado y animado, principalmente a través del logro personal.

Habilidades – si! Metas -si! Evaluaciones -si!

Pero,

Como entrenadores, primero tenemos que crear un entorno en el que abundan la motivación, la autoestima e incluso la diversión. Entonces puedes experimentar momentos como yo, cuando una chica que nunca había comprado un kit de gimnasia en la escuela llegó con un par de zapatillas de tenis y toda la clase aplaudió como lo había hecho en la misma clase con otra chica que rompió el récord escolar para correr

Te llega!

Daphne

Therefore the nations will praise you forever and ever

By Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

Suppose there was a verse that ended “Therefore the nations will praise you forever.”

Suppose there was something we could all engage in as a lifestyle and the result was “Therefore the nations will praise you forever and ever.”

Suppose, hidden in Scripture, is a key to world evangelism that ended “Therefore nations will praise you forever and ever.”

Suppose we took very seriously the power of the word, “therefore” and understood it means consequently “the nations will praise you forever and ever.” Would you want to know what came before that powerful word, “therefore”?

Well, here is the full verse, written by King David, a warrior King, previously a shepherd, writer of psalms, worshipper after Gods own heart:

“I will cause your name to be remembered in all generations; therefore nations will praise you forever and ever.” Psalm 45: 17

When the body of Christ returns to the Biblical generational culture, His people return to Biblical generational discipleship, once again relating and flowing generationally then the impact is that the nations will praise Him eternally, with every people group at the throne.

However, I have never heard this focus in world evangelism, discipleship or eschatology conferences or preaching.

“To turn a nation you must take the next generation.”  The command for every believer to disciple the generation coming after them is so serious there is an eternal impact.

So, there it is, go disciple the next generation for Jesus’ sake who died and paid the price that “He will see of the travail of His soul and be satisfied” when we perpetuate His Name through all generations and therefore the nations will praise Him forever.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

“Por isso, as nações te louvarão para todo o sempre” 

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

Suponha que houvesse um versículo que terminasse “… por isso, as nações te louvarão para sempre”

Suponha que houvesse algo em que todos pudéssemos adotar um estilo de vida e o resultado fosse “… por isso, as nações o louvarão para todo o sempre”

Suponha que, oculto nas Escrituras, esteja chave para o evangelismo mundial que terminou “… por isso, as nações o louvarão para todo o sempre”.

Suponha que levemos muito a sério o poder da palavra “por tanto” e entendamos que isso significa, conseqüentemente, “as nações o louvarão para todo o sempre”. Você gostaria de saber o que veio antes dessa palavra poderosa, “por isso”?

Bem, aqui está o versículo completo, escrito pelo rei Davi, um rei guerreiro, anteriormente pastor, escritor de salmos, adorador do coração de Deus:

Farei lembrado o teu nome de geração em geração; por isso os povos te louvarão eternamente (Salmo 45: 17). 

Quando o corpo de Cristo retorna à cultura bíblica geracional, Seu povo retorna ao discipulado bíblico geracional, mais uma vez se relacionando e fluindo geracionalmente, o impacto é que as nações o louvarão eternamente, com todos os grupos de pessoas no trono.

No entanto, nunca ouvi esse foco nas conferências ou pregações mundiais de evangelismo, discipulado ou escatologia.

“Para transformar uma nação, você deve tomar a próxima geração.” A ordem para todo crente discipular a geração que vem depois deles é tão séria que há um impacto eterno.

Então, é isso, vá discipular a próxima geração, por amor a Jesus, que morreu e pagou o preço que “Ele verá o trabalho da Sua alma e ficará satisfeito” quando perpetuarmos o Seu Nome por todas as gerações e, por isso, as nações louvarão Ele para sempre.

Spanish blog:

“Por lo tanto las naciones te alabarán eternamente y para siempre”

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

Supongamos que hay un versículo que termina “… Por lo tanto las naciones te alabarán eternamente y para siempre”. 

Supongamos que hay algo en lo que todos podríamos participar como un estilo de vida y el resultado fuera “… Por lo tanto las naciones te alabarán eternamente y para siempre”. 

Supongamos que, oculto en las Escrituras, hay una clave para la evangelización mundial que termina en “… Por lo tanto las naciones te alabarán eternamente y para siempre”. 

Supongamos que tomamos muy en serio el poder de la frase, “por lo tanto” y entendimos que significa, en consecuencia, “las naciones te alabarán eternamente y para siempre”. ¿Quieres saber qué vino antes de esa poderosa palabra, “por lo tanto”?

Bueno, aquí está el versículo completo, escrito por el Rey David, un Rey guerrero, anteriormente pastor, escritor de salmos, adorador del corazón de Dios:

“Haré que tu nombre se recuerde por todas las generaciones; por lo tanto las naciones te alabarán eternamente y para siempre.” Salmo 45:17

Cuando el cuerpo de Cristo regresa a la cultura generacional bíblica, su pueblo regresa al discipulado generacional bíblico, una vez más relacionándose y fluyendo generacionalmente, y así el impacto es que las naciones lo alabarán eternamente, con cada grupo de personas en el trono.

Sin embargo, nunca he escuchado este enfoque en evangelismo mundial, discipulado o conferencias de escatología o en predicaciones. 

“Para convertir una nación, debes tomar la próxima generación”. El mandato para cada creyente de discipular a la generación que viene después de ellos es tan serio que tiene un impacto eterno.

Así que, ahí está, ve a discipular a la próxima generación por el amor de Jesús que murió y pagó el precio y que ahora “Verá el fruto de la aflicción de su alma, y quedará satisfecho.” Cuando Su Nombre sea recordado por todas las generaciones y por lo tanto las naciones le alabarán eternamente y para siempre. “

Listening to Testimonies for Prophetic Insight

By Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

“The testimony of Jesus is the spirit of prophesy” (Revelations 19: 10). 

When I reflected on this verse it changed by whole attitude to testimonies. Up to this point I listened to them as a “Hallelujah, thank you Jesus for what you did in this life,” which is part of listening. However, it added a whole new dynamic as I now listen prophetically and can hear it as a prophetic declaration over my own life that He surely will do for me what he has done in this life. This is a profound difference. Testimonies are prophetic.

In the light of this – these testimonies, which are of Jesus, are surely prophetic declarations over every cell group that chooses to walk in them.

One cell had a message that a cell member had a bad headache and could not attend. A child prayed, “Dear Lord Jesus, please heal _____and don’t let her die.” The cell gave a gentle laugh and assured the child that one did not die from a headache. When the cell leader called to see how ____was, she was told that she had meningitis. And she did not die” Let this prophetic testimony release faith in your cells that even, or maybe especially, the youngest members walk in faith, words of knowledge and prayer that can turn around life threatening sickness.

Another occasion a child asked a cell to pray for her father as she thought someone was going to try to  kill him. The cell prayed – the following week that father was attacked with a knife and it missed major arteries by millimeters. Once again, a life was saved by childlike faith, unquestioning and prophetic knowledge through a cell that took it seriously enough to pray when there was no indication of such an event happening.

These testimonies of Jesus, for that is what they are, are surely the spirit of prophecy for your cells.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Ouvir testemunhos para uma visão profética

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

“O testemunho de Jesus é o espírito da profecia” Apocalipse 19:10.

Quando refleti sobre esse versículo, ele transformou toda a minha atitude em relação aos testemunhos. Até esse momento, eu os ouvia como “Aleluia, obrigado Jesus pelo que você fez nesta vida”, o que faz parte da escuta. No entanto, ele acrescentou uma dinâmica totalmente nova, pois agora ouço profeticamente e posso ouvir cada testemunho como uma declaração profética sobre minha própria vida de que Ele certamente fará por mim o que fez na vida daquela pessoa. Esta é uma diferença profunda. Os testemunhos são proféticos.

À luz disso – esses testemunhos, que são de Jesus, são certamente declarações proféticas sobre todas as células que escolhem andar neles.

Uma célula recebeu uma mensagem informando que uma mulher membro da célula estava com uma forte dor de cabeça e não pôde comparecer. Uma criança orou: “Querido Senhor Jesus, por favor, cure _____ e não o deixe morrer”. A célula deu uma risada suave e garantiu à criança que uma pessoa não morreria de dor de cabeça. Quando a líder da célula ligou para _____ para ver como estava, ela foi informada de que a mulher tinha meningite. E ela não morreu. Deixe esse testemunho profético liberar fé em suas células de que até, ou talvez especialmente, os membros mais jovens andam em fé, palavras de conhecimento e oração que podem mudar a doença que ameaça a vida.

Em outra ocasião uma criança pediu à célula que orasse por seu pai, pois achava que alguém tentaria matá-lo. A célula orou – na semana seguinte, o pai foi atacado com uma faca e faltou milímetros para atingir as principais artérias. Mais uma vez, uma vida foi salva pela fé de uma criança, o conhecimento inquestionável e profético através de uma célula que levou a sério o suficiente para orar quando não havia indicação de que tal evento pudesse acontecer.

Esses testemunhos de Jesus, pois é isso que são, certamente são o espírito de profecia para suas células.

Spanish blog:

Escuchando Testimonios para una Visión Profética

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

“El testimonio de Jesús es el espíritu de profecía”. Apocalipsis 19: 10

“Cuando reflexioné sobre este versículo, cambió por completo la actitud hacia los testimonios. Hasta este punto, escuchaba los testimonios, como un “Aleluya, gracias Jesús por lo que hiciste en esta vida”, que es parte de escuchar. Sin embargo, esto agregó una dinámica completamente nueva ya que ahora escucho proféticamente y puedo escucharlo como una declaración profética sobre mi propia vida, de que Él seguramente hará por mí lo que ha hecho en esta vida. Esta es una profunda diferencia; los testimonios son proféticos.

A la luz de esto, estos testimonios, que son de Jesús, son seguramente declaraciones proféticas sobre cada grupo celular que elige caminar en ellos.

Una célula tenía un mensaje de que un miembro de la célula tenía un fuerte dolor de cabeza y no podía asistir. Un niño oró: “Querido Señor Jesús, por favor, cura _____ y ​​no la dejes morir”. La célula soltó una carcajada y le aseguró al niño que no moría de dolor de cabeza. Cuando el líder de la célula llamó para ver cómo estaba ____, le dijeron que tenía meningitis. Y ella no murió ”. Deja que este testimonio profético libere fe en tus células que incluso, o quizás especialmente, los miembros más jóvenes que caminan con fe, den palabras de conocimiento y oración que pueden cambiar la enfermedad que amenaza la vida.

En otra ocasión, un niño le pidió a una célula que orara por su padre, ya que pensó que alguien iba a tratar de matarlo. La célula oró: la semana siguiente, el padre fue atacado con un cuchillo y no hirieron las arterias principales por milímetros. Una vez más, una vida fue salvada por la fe infantil, el conocimiento incuestionable y profético a través de una célula que lo tomó tan en serio como para orar cuando no había indicios de que tal evento ocurriera.

Estos testimonios de Jesús, porque eso es lo que son, seguramente son el espíritu de profecía para sus células.

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

Don’t Take Them to Church

By Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

We have been asked over and over, if we are going to bring Muslims to in our local community to church. Our answer is NO! That is not our goal.Many of them have a different language. They all have a different culture.

We go to their homes; they come to our home. They are our friends. They all love us! We eat together, have fun and talk about anything and everything – and I mean “everything” including Jesus. This relationship has been built over years.

Why would we “take them to church,” where they have no identity with the culture and language there. No – absolutely not!

So what is our vision? To plant a cell among that community. To see that cell multiply… and reach other Muslims who are mostly from Pakistan.

We have spoken to a local cell church Pastor who is open to relating to them, and we are believing that this vision will begin to take off. And as it does, the church will be birthed among them. But remember that cell is church! Cells will multiply and have leaders who speak the same language and understand the culture.

So – we are not “taking” them to church; Rather we are taking the church to them. And they will be the church! 

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Não, nós não os estamos levando para a igreja!

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

Nos perguntaram várias vezes se vamos levar os muçulmanos de nossa comunidade local para a igreja. Nossa resposta é NÃO! Esse não é o nosso objetivo. Muitos deles têm um idioma diferente. Todos eles têm uma cultura diferente.

Nós vamos para as casas deles; eles vêm para a nossa casa. Eles são nossos amigos. Todos eles nos amam! Comemos juntos, nos divertimos e conversamos sobre tudo e qualquer coisa – e eu quero dizer “tudo” incluindo Jesus. Esse relacionamento foi construído ao longo de anos.

Por que nós os “levaríamos à igreja”, onde eles não se identificam com a cultura e a linguagem de lá? Não – absolutamente não!

Então, qual é a nossa visão? Plantar uma célula nessa comunidade. Ver essa célula se multiplicar … e alcançar outros muçulmanos que são principalmente do Paquistão.

Conversamos com um pastor de uma igreja em células local que está aberto a se relacionar com eles, e acreditamos que essa visão começará a decolar. E, à medida que cresce, a igreja nascerá entre eles. Mas lembre-se que a célula é a igreja! As células se multiplicam e têm líderes que falam a mesma língua e entendem a cultura.

Então, não estamos “levando-os” para a igreja; pelo contrário, estamos levando a igreja à eles. E eles serão a igreja!

Spanish blog:

¡No, no los llevaremos a la iglesia!

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

Se nos ha preguntado una y otra vez si vamos a traer a los musulmanes de nuestra comunidad local a la iglesia. Nuestra respuesta es NO! Ese no es nuestro objetivo. Muchos de ellos tienen un idioma diferente, todos tienen una cultura diferente.

Vamos a sus casas, vienen a nuestra casa, son nuestros amigos. ¡Todos nos aman! Comemos juntos, nos divertimos y hablamos de todo un poco y me refiero a “todo”, incluido Jesús. Esta relación se ha construido a lo largo de los años.

¿Por qué los “llevaríamos a la iglesia”, donde no tienen identidad con la cultura y el idioma de ese lugar? ¡No absolutamente no!

Entonces, ¿cuál es nuestra visión? Plantar una célula entre esa comunidad. Para ver esa célula multiplicarse … y llegar a otros musulmanes que son en su mayoría de Pakistán.

Hemos hablado con un pastor local de la iglesia celular que está abierto a relacionarse con ellos, y creemos que esta visión comenzará a despegar. Y como lo hace, la iglesia nacerá entre ellos. ¡Pero recuerda que la célula es iglesia! Las células se multiplicarán y tendrán líderes que hablan el mismo idioma y entienden la cultura.

Entonces, no los estamos “llevando” a la iglesia; Más bien les estamos llevando la iglesia. ¡Y ellos serán la iglesia!