Cell Leadership and Missions

By Gerardo Campos, district pastor at Elim Church, San Salvador, El Salvador, www.elim.org.sv

The work of worldwide evangelism and disciple-making will only be possible through missionaries who have also been cell leaders since those who have led, multiplied and cared for new leaders can repeat the process anywhere in the world, thus, achieving the expansion of the kingdom of God.

We know that the most effective evangelism is one that is achieved through relationships with people, and therefore, the work of mission is really all about loving people to Jesus. But it doesn’t end there. We need to disciples them and help them to become leaders.

Very few people stay in the same place forever. Many migrate to different countries, just like in the early church when people were scattered because of persecution. There are different reasons why people migrate today, but if those people have a cell vision, they will be ready to evangelize and plant new churches wherever they go. For these reasons, cells are the perfect environment to prepare and send future missionaries.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Liderança e missões das células

 

Por Gerardo Campos, pastor de distrito da Igreja Elim, San Salvador, El Salvador, www.elim.org.sv

 

O trabalho de evangelismo e formação de discípulos em todo o mundo só será possível através de missionários que também foram líderes de células, já que aqueles que lideraram, multiplicaram e cuidaram de novos líderes podem repetir o processo em qualquer lugar do mundo, alcançando assim a expansão do reino  de Deus.

 

Sabemos que o evangelismo mais eficaz é aquele alcançado através do relacionamento com as pessoas e, portanto, o trabalho da missão é realmente amar as pessoas e levá-las a Jesus. Mas não para por aí. Precisamos discipulá-las e ajudá-las a se tornarem líderes.

 

Pouquíssimas pessoas ficam no mesmo lugar para sempre. Muitos se mudam para diferentes países, assim como na Igreja Primitiva, quando as pessoas foram espalhadas por conta da perseguição. Existem diferentes razões pelas quais as pessoas se mudam hoje, mas se elas tiverem uma visão celular, estarão prontas para evangelizar e implantar novas igrejas por onde quer que forem. Por essas razões, as células são o ambiente perfeito para preparar e enviar futuros missionários.

Spanish blog:

El liderazgo celular y las misiones

por Gerardo Campos, pastor del districto, Iglesia Elim, www.elim.org.sv

La misión evangelizadora de la iglesia de ir hasta lo último de la tierra y hacer discípulos solo será posible por medio de misioneros que también hayan sido líderes celulares ya que quienes han liderado, multiplicado y asesorado a nuevos líderes pueden repetir el proceso en cualquier lugar del mundo logrando así la expansión del reino de Dios.

Bien sabemos que el evangelismo más efectivo es aquel que se logra por medio de las relaciones con las personas y todo lo que necesita alguien que va al campo misionero es amar a las personas procurando que crean en Cristo y, luego, continuar con el proceso del discipulado que les llevará a convertirse en nuevos líderes.

Viviendo en un mundo de migrantes, existen diferentes razones por las que algunos cristianos podrían también migrar llevando consigo el entrenamiento necesario para realizar la forma más efectiva de evangelización y plantar nuevas iglesias. Por estas razones es que las células son el ambiente perfecto para preparar y enviar futuros misioneros.

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

Everyone is Different!

By Gerardo Campos, district pastor at Elim Church, www.elim.org.sv

Paul says, “ Even so the body is not made up of one part but of many. 15 Now if the foot should say, “Because I am not a hand, I do not belong to the body,” it would not for that reason stop being part of the body. 16 And if the ear should say, “Because I am not an eye, I do not belong to the body,” it would not for that reason stop being part of the body. 17 If the whole body were an eye, where would the sense of hearing be? If the whole body were an ear, where would the sense of smell be? 18 But in fact God has placed the parts in the body, every one of them, just as he wanted them to be. 19 If they were all one part, where would the body be? 20 As it is, there are many parts, but one body.21 The eye cannot say to the hand, “I don’t need you!” And the head cannot say to the feet, “I don’t need you!” 22 On the contrary, those parts of the body that seem to be weaker are indispensable.” 1 Corinthians 12: 14-22

In this analogy of the body I am fascinated to know that God has uniquely placed each believer in his body, the church. I highlight two things:

1- We should not marginalize ourselves for not being like others: «Since I am not an eye, I am not part of the body».

2 – We must not marginalize anyone else for being different from us: “The eye cannot say to the hand:” «I do not need you». Nor can the head say to the feet: «I don’t need you. »”

Integrating people is a challenge that can only be carried out when we value each person as they are.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Todos São Diferentes!

Por Gerardo Campos, pastor de distrito da Igreja Elim, www.elim.org.sv

Paulo diz: “O corpo não é feito de um só membro, mas de muitos. Se o pé disser: ‘Porque não sou mão, não pertenço ao corpo’, nem por isso deixa de fazer parte do corpo. E se o ouvido disser: ‘Porque não sou olho, não pertenço ao corpo’, nem por isso deixa de fazer parte do corpo. Se todo o corpo fosse olho, onde estaria a audição? Se todo o corpo fosse ouvido, onde estaria o olfato? De fato, Deus dispôs cada um dos membros no corpo, segundo a sua vontade. Se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? Assim, há muitos membros, mas um só corpo. O olho não pode dizer à mão: ‘Não preciso de você!’ Nem a cabeça pode dizer aos pés: ‘Não preciso de vocês!’ Ao contrário, os membros do corpo que parecem mais fracos são indispensáveis”  1 Coríntios 12:14-22.

Nesta analogia do corpo, sou fascinado por saber que Deus colocou cada convertido de forma única em Seu corpo, a Igreja. Destaco duas coisas:

1- Não devemos nos marginalizar por não sermos como os outros: «Porque não sou olho, não pertenço ao corpo».

2 – Não devemos marginalizar ninguém por ser diferente de nós: «O olho não pode dizer à mão: ‘Não preciso de você!’ Nem a cabeça pode dizer aos pés: ‘Não preciso de vocês!»

Integrar pessoas é um desafio que só pode ser realizado quando valorizamos cada pessoa como ela é.

Spanish blog:

Valorar para integrar

por Gerardo Campos, pastor del distrito de Igresia Elim, www.elim.org.sv

1 de Corintios 12:14-22

14 “Ahora bien, el cuerpo no consta de un solo miembro, sino de muchos. 15 Si el pie dijera: «Como no soy mano, no soy del cuerpo», no por eso dejaría de ser parte del cuerpo. 16 Y, si la oreja dijera: «Como no soy ojo, no soy del cuerpo», no por eso dejaría de ser parte del cuerpo. 17 Si todo el cuerpo fuera ojo, ¿qué sería del oído? Si todo el cuerpo fuera oído, ¿qué sería del olfato? 18 En realidad, Dios colocó cada miembro del cuerpo como mejor le pareció. 19 Si todos ellos fueran un solo miembro, ¿qué sería del cuerpo? 20 Lo cierto es que hay muchos miembros, pero el cuerpo es uno solo…21 El ojo no puede decirle a la mano: «No te necesito». Ni puede la cabeza decirles a los pies: «No los necesito». 22 Al contrario, los miembros del cuerpo que parecen más débiles son indispensables”

En esta analogía del cuerpo me fascina saber la importancia que Dios da a cada persona en su iglesia. Destaco dos cosas:

  • No debemos marginarnos por no ser como otros:

«Como no soy ojo, no soy del cuerpo».

  • No debemos marginar a nadie por ser distinto a nosotros:

“El ojo no puede decirle a la mano: «No te necesito». Ni puede la cabeza decirles a los pies: «No los necesito».

Integrar a las personas es un desafío que solo se puede llevar a cabo cuando valoramos a cada persona tal cual es.

Mutual care in the cell church

By Gerardo Campos, district pastor at Elim Church, www.elim.org.sv

Without a doubt we live under the tyranny of the urgent and immediate. The hustle and bustle of every day life makes it difficult for many members to even attend the cell meeting and, much less, additional meetings. How can we take care of them?

Cell churches live in a new model which doesn’t depend on one pastor doing everything. Cell church ministry is a return to the New Testament church model in which care was mutual.

Caring for people requires that everyone is involved in practicing the values of the Kingdom.  The concept of mutual mentorship needs to be developed, but it’s clearly taught in the New Testament. Notice what the New Testament teaches:

  • “Pray for one another to be healed” James 5:15
  • “Confess your offenses to one another” James 5:15
  • “Exhort one another every day” Hebrews 3:13
  • “And let us consider one another in order to stir up love and good Works” Hebrews 10:24

When I was a new convert, I remember a young man who passed by my house to announce that the time to go to church had arrived. He was always there to remind and mentor me. He offered tender, loving help that I needed as a young convert.

We need to practice this same type of mutual care for one another in cell ministry.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Esta é uma tradução do google. Quando a tradução normal chegar, ela será postada no site da JCG.

Cuidado mútuo na igreja celular

Por Gerardo Campos, pastor do distrito na Igreja Elim, www.elim.org.sv

Sem dúvida, vivemos sob a tirania do urgente e imediato. A agitação do dia-a-dia dificulta a participação de muitos membros na reunião da célula e, muito menos, em reuniões adicionais. Como podemos cuidar deles?

As igrejas celulares vivem em um novo modelo que não depende de um pastor fazer tudo. O ministério da igreja celular é um retorno ao modelo de igreja do Novo Testamento, no qual o cuidado era mútuo.

Cuidar das pessoas requer que todos estejam envolvidos na prática dos valores do Reino. O conceito de orientação mútua precisa ser desenvolvido, mas é claramente ensinado no Novo Testamento. Observe o que o Novo Testamento ensina:

“Orem uns pelos outros para serem curados” Tiago 5:15
“Confessem suas ofensas uns aos outros” Tiago 5:15
“Exortar um ao outro todos os dias” Hebreus 3:13
“E consideremo-nos uns aos outros, a fim de suscitar amor e boas obras” Hebreus 10:24

Quando eu era um novo convertido, lembro-me de um jovem que passou pela minha casa para anunciar que chegara a hora de ir à igreja. Ele estava sempre lá para me lembrar e me orientar. Ele ofereceu ajuda carinhosa e amorosa que eu precisava quando era um jovem convertido.

Precisamos praticar esse mesmo tipo de cuidado mútuo um pelo outro no ministério celular.

Spanish blog:

El cuidado mutuo en la iglesia celular

por Gerardo Campos, www.elim.org.sv

Sin lugar a dudas vivimos baja la tiranía de lo inmediato. El ajetreo de cada día hace que a muchos miembros les resulte difícil incluso asistir a la reunión celular y, mucho menos, a reuniones adicionales. ¿Cómo podemos cuidar de ellos?

Las iglesias celulares deberían vivir un nuevo modelo en donde se comprenda que ya no es posible continuar con la idea de que el pastor es quien debe hacerlo todo y rescatar el modelo de la iglesia del Nuevo Testamento en el cual el cuidado era mutuo.

Cuidar de las personas requerirá poner en practica la solidaridad como uno de los valores del reino de Dios. Se debe desarrollar el concepto de ser mentores de nuestros hermanos, ser la persona que está al cuidado de otra.

¿Cómo cuidaba la iglesia a las personas en el Nuevo Testamento?

  • “Orad unos por oros para que seáis sanados” Santiago 5:15
  • “Confesaos vuestras ofensas unos a otros” Santiago 5:15
  • “Exhortaos los unos a los otros cada día” Hebreos 3:13
  • “Considerémonos unos a otros para estimularnos al amor y a las buenas obras” Hebreos 10:24

Cuando yo era recién converso, recuerdo a un joven que pasaba frente a mi casa para anunciar que la hora de ir a la iglesia había llegado, cada noche de culto estaba allí sin desmayar, ofreciendo tiernos y amorosos cuidados que nadie más me podían dar.

The Conversion Process

By Gerardo Campos, district pastor at Elim Church, www.elim.org.sv

Nelson waited in the street, inside his vehicle, for his wife’s cell meeting to end in order to come in, and sometimes he would wait until the group was praying, and then he would slip in and lock himself in his room.

He fell into a life of moral debauchery and believed he could stay in control and, not surprisingly, the consequences took  hold. Quickly relations worsened at home.

It was impossible for him to stop living in sin. He felt like a fish that bites the bait and struggles to free himself, but in the end, it digs in deeper. He didn’t know if he was running away or if he was sinking in more. His young daughters still insisted on saying, “Daddy, we’re going to heaven and you’re not going to see us anymore.”  His answer was always the same: “I have to fix some things in my own life first. People like me can’t go there.”

One Saturday while in his room he heard a different voice, the cell coach had come and was saying, “Everything is possible with God and for those who believe in him.” Those words sparked faith in him and give him hope. God changed his life and he is now a cell leader and a member of Elim’s board of elders in San Salvador!

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O processo de Conversão

Por Gerardo Campos, pastor de distrito na Igreja Elim, www.elim.org.sv

Nelson esperava na rua, dentro de seu veículo, que a célula de sua esposa terminasse para entrar, e às vezes ele esperava até que o grupo estivesse orando, e então ele entrava e se trancava em seu quarto.

Ele caiu em uma vida de devassidão moral e acreditou que poderia permanecer no controle e, não surpreendentemente, as consequências se consolidaram. Rapidamente as relações pioraram em casa.

Era impossível para ele parar de viver em pecado. Ele se sentia como um peixe que morde a isca e se esforça para se libertar, mas no final, ela entra mais fundo. Ele não sabia se estava fugindo ou se estava afundando mais. Suas filhas ainda insistiam em dizer: “Papai, vamos para o céu e você não vai mais nos ver”. Sua resposta foi sempre a mesma: “Tenho que consertar algumas coisas em minha vida primeiro. Pessoas como eu não podem ir para lá”.

Um sábado, enquanto estava em seu quarto, ele ouviu uma voz diferente; o treinador da célula veio e estava dizendo: “Tudo é possível com Deus e para aqueles que acreditam nele”. Essas palavras foram suficientes para ele acreditar e dar-lhe esperança. Deus alcançou sua vida e agora ele é um líder de célula e membro do conselho de anciãos da Igreja Elim em San Salvador!

Spanish blog:

El proceso de la conversión

Por Gerardo Campos, pastor de distrito de Misión Elim, www.elim.org.sv

Nelson esperaba en la calle, adentro de su vehículo, a que finalizara la reunión de célula que hacía su esposa para entrar, y en algunas ocasiones aprovechaba el momento de la oración para pasar y encerrarse en su habitación.

Cayó en una vida de desenfreno moral y creyó que podía mantenerse en control y, como era de esperar, las consecuencias no tardaron. Pronto las relaciones se agravaron en su hogar.

Le era imposible dejar de vivir de esa forma sintiéndose como un pez que muerde el azuelo y lucha por liberarse pero, al final, se lo clava más hondo. Ya no sabía si estaba escapando o si se estaba hundiendo más. Sus hijas pequeñas aun insistían en decirle: “Papi, nosotras nos vamos a ir al cielo y tú ya no nos vas a ver.”  Su respuesta siempre era la misma: “tengo que arreglar algunas cosas para poder acompañarles a las reuniones… ahí no pueden ir personas como yo.”

Un día sábado estando ya en su habitación  escuchó una voz diferente, el supervisor de la célula había llegado y decía: “Así como para Dios todo es posible también lo es para los que creen en él.” Esas palabras bastaron para darle esperanza y creer. Ahora es también un líder de célula y además miembro de la directiva de ancianos de Elim en San Salvador.

Go and Do

By Gerardo Campos, district pastor at Elim Church, www.elim.org.sv

The phrase “come and see” describes the practice of traditional churches. The idea is that the program or celebration service is so attractive that people end up staying. To achieve this goal, time and energy is spent preparing the welcome, attraction, and to have a staff with extraordinary talents, on whom you can depend to achieve an “impressive ministry.”

Success  depend on the emotional responses that people during the event. Those attending  are spectators and watch the talented people perform .

However, God’s Word teaches that each believer is a temple of the living God. Paul says that we have this treasure in earthen vessels (2 Corinthians 4: 7). Each person receives precious gifts that enable them to minister to others; it is not about a few, but about everyone. So how is it  possible that everyone ministers and not just a few? It’s in the change of thinking to “Go and Do” rather than “Come and See.” And the “Go and Do” mentality takes place in cell ministry.  Cells are a place of every member ministry where each believer can exercise their gifts. The celebration service is the time of rejoicing in what God has already done through the “Go and Do” strategy.

Korean blog (Click here)

Portuguese blog:

Vá e Faça

Por Gerardo Campos, pastor de distrito na Igreja Elim, www.elim.org.sv

A frase “venha e veja” descreve a prática das igrejas tradicionais. A ideia é que um programa ou o culto de celebração seja tão atraente que as pessoas acabem ficando. Para atingir esse objetivo, o tempo e a energia são gastos preparando o acolhimento, a atração e a ter uma equipe com talentos extraordinários, em quem você pode confiar para alcançar um “ministério impressionante”.

O sucesso depende das respostas emocionais que as pessoas recebem durante o evento. Os participantes são espectadores e assistem as pessoas talentosas se apresentarem.

No entanto, a Palavra de Deus ensina que cada crente é um templo do Deus vivo. Paulo diz que temos este tesouro em vasos de barro (2 Coríntios 4:7). Cada pessoa recebe dons preciosos que lhes permitem ministrar aos outros; não se trata de algumas pessoas específicas, mas de todas. Então, como é possível que todos ministrem, e não apenas algumas pessoas? É através da mudança de pensamento para “Vá e Faça” em vez de “Venha e veja”. E a mentalidade de “vá e faça” acontece no ministério de células. As células são um lugar para o ministério de todos membros, onde cada crente pode exercer seus dons. O culto de celebração é o tempo de regozijar-se no que Deus já fez através da estratégia “vá e faça”.

Spanish blog:

Vamos y hagamos

Por Gerardo Campos, pastor del distrito del Iglesia Elim, www.elim.org.sv

La frase “venga y vea” describe la práctica de las iglesias tradicionales. La idea es que el programa que se desarrolle pueda ser tan atractivo que las personas que se logren invitar terminen quedándose. Para lograr dicho objetivo se busca tener un auditorio completamente acogedor y contar con el personal que posea talentos extraordinarios, de quienes se dependerá para lograr una “ministración impresionante”. Los resultados dependerán de las respuestas emocionales que las personas reciban a sus deseos y miedos. Siguiendo ese método los protagonistas estarían limitados al grupo de “personas talentosas” de la congregación convirtiendo al resto en simples espectadores.

La Palabra de Dios enseña que cada uno de quienes hemos venido a Cristo hemos sido hechos la morada del Espíritu Santo, a eso se refiere el apóstol Pablo cuando dice que “el tesoro está en vasos de barro”. Cada persona recibe preciosos dones que les capacitan para ministrar a los demás; no se trata de unos pocos sino de todos. ¿En dónde será posible que el protagonismo no solo sea de unos cuantos sino de todos? Se trata entonces de un cambio de pensamiento al de “vamos y hagamos”, lo cual tendría lugar en cada una de las células de las que la iglesia disponga. Ellas son el lugar de integración de los miembros para ejercer sus dones a favor de las personas. La reunión congregacional será la celebración de lo que en las células está sucediendo, no a través de un pequeño grupo de personas sino de todas.