Everyone is Challenged to Multiply

By Roberto Bottrel [serving European churches, challenging them to make disciple-makers through cells that multiply (centraldna.org). Author of the book Multiplication, The challenge before every Christian, every Leader, and the Church (available@amazon.com in English, Portuguese, Spanish and German)]

Our vision is multiplication and our goal is to multiply everything–people saved, leaders, cells, churches. But the greatest challenge is to multiply people and the cell strategy is always challenging and helping people to achieve this goal. If we manage to do this, the other multiplications will follow.

A cell leader faces a great challenge. To multiply his cell? No. It is not up to the leader to multiply the cell. The group of people that form the cell are responsible to multiply the cell. Only the cell can multiply itself. Obviously, the cell leader has to lead the multiplication process, but he can (and should) multiply himself into another cell leader. How does he do it? He chooses somebody in the cell and disciples him as his “leader in training” who will in the future also become a cell leader. We can only multiply what we are.

The “leader in training” also has a huge challenge before him; in addition to preparing himself to be a quality cell leader, he must also raise up other “leaders in training”, challenging cell participants to commit themselves to God and to begin to serve. Just like him.

And how can a cell participant multiply? What must he generate? A new cell participant.  For this, he has to invite someone to the cell and invest on him until the visitor becomes a regular participant like himself.

Even the visitor is challenged to multiply since his first visit to a cell meeting. At the end of the meeting, we may ask him if he liked it, and if he did, we invite him to come again… and to bring someone with him. That is, to multiply. A visitor brings in another visitor.

What about a cell coach?  Usually he is a successful cell leader whose cell has multiplied several times, who has raised up new leaders, and is now helping other leaders to do the same. What is his challenge? Besides improving cell leaders, he needs to multiply himself into someone that will become like him, that is, a cell coach!

For me, as a cell network pastor of a local church in Brasil (ibcbh.com.br), raising up a cell leader was a relatively easy task.  I could also raise up a cell coach without much pain. However, these were not my greatest challenge. My challenge was to multiply myself. What was I? A cell network pastor. So, my goal was to raise new cell network pastors. And thank God, through the power of the Holy Spirit, in the last years my wife and I multiplied our cell network into four new ones, raising four new network couples. What a privilege to see multiplication on the move!

Now we live in Europe developing the Central DNA program, challenging pastors all over the continent to transition their churches to the multiplication mode. What is the general idea? Go and make disciples. In other words: multiply yourself.

Roberto Bottrel, Coordinator of Central DNA for Europe (centraldna.org); (author of the book: Multiplication, The challenge before every Christian, every Leader, and the Church available @amazon.com)

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Todos são desafiados a multiplicar!

Por Roberto Bottrel [servindo igrejas europeias, desafiando-as a serem fazedoras de discípulos através de células que multiplicam (centraldna.org). Autor do livro Multiplicação, o desafio do cristão, do líder e da Igreja (disponível na loja central.online em Português e @amazon.com em Inglês, Espanhol e Alemão]

Nossa visão é multiplicação e nosso objetivo é multiplicar tudo – pessoas salvas, líderes, células, igrejas. Mas o maior desafio é multiplicar as pessoas e a estratégia celular está sempre desafiando e ajudando as pessoas a atingirem esse objetivo. Se conseguirmos alcançar isso, as outras multiplicações virão.

Um líder de célula enfrenta um grande desafio. Para multiplicar sua célula? Não. Não cabe ao líder multiplicar a célula. O grupo de pessoas que formam a célula é responsável por multiplicá-la. Apenas a célula pode se multiplicar em uma nova célula. Obviamente, o líder da célula tem que liderar o processo de multiplicação, mas ele pode (e deve) se multiplicar em outro líder de célula. Como ele faz isso? Ele escolhe alguém no grupo e o discipula como seu “líder em treinamento”, que no futuro também se tornará um líder de célula. Nós só podemos multiplicar o que somos.

O “líder em treinamento” também tem um enorme desafio diante dele: além de se preparar para ser um líder de célula de qualidade, ele também deve levantar outros “líderes em treinamento”, desafiando os participantes da célula a se comprometerem com Deus e começarem a servir, assim como ele.

E como um membro da célula pode se multiplicar? O que ele deve gerar? Um novo participante de célula. Para isso, ele tem que convidar alguém para a célula e investir nele até que o visitante se torne um participante regular como ele.

Até mesmo o visitante é desafiado a se multiplicar desde sua primeira visita a uma reunião de célula. No final da reunião, podemos perguntar se ele gostou e, caso afirmativo, o convidamos a voltar… e trazer um amigo . Isto é, se multiplicar. Um visitante traz outro visitante.

E quanto a um supervisor de células? Normalmente, ele é um líder de célula de sucesso, cuja célula se multiplicou várias vezes, levantou novos líderes e está ajudando outros líderes a fazerem o mesmo. Qual é o seu desafio? Além de desenvolver seus líderes, ele precisa se multiplicar em alguém que, em breve, se tornará como ele, isto é, um supervisor de células!

Para mim, como pastor da rede de células de uma igreja local no Brasil, levantar um líder de célula era uma tarefa relativamente fácil. Eu também poderia levantar um supervisor de células sem muito trabalho. No entanto, estes não foram meu maior desafio. Meu desafio era me multiplicar. O que eu era? Um pastor da rede de células. Então, meu objetivo era levantar novos pastores de rede. E graças a Deus, através do poder do Espírito Santo, nos últimos anos minha esposa e eu multiplicamos nossa rede de células em quatro novas, levantando quatro novos casais pastores de rede. Que privilégio ver a multiplicação em movimento!

Agora vivemos na Europa desenvolvendo o programa DNA Central, desafiando pastores de todo o continente a fazer a transição de suas igrejas para o modo de multiplicação. Qual é a ideia geral? Vá e faça discípulos. Em outras palavras: multiplique-se.

Spanish blog:

¡Todos tienen el desafío de multiplicarse!

Por Roberto Bottrel [sirviendo a las iglesias europeas, desafiándolas a hacer discípulos a través de células que se multiplican (centraldna.org). Autor del libro Multiplicación, El desafío ante cada cristiano, cada Líder y la Iglesia (disponible en @amazon.com en inglés, portugués, español y alemán)]

Nuestra visión es la multiplicación y nuestro objetivo es multiplicar todo: personas salvas, líderes, células, iglesias. Pero el mayor desafío es multiplicar personas y la estrategia de la célula siempre es desafiante y ayuda a las personas a lograr este objetivo. Si logramos hacer esto, las otras multiplicaciones ocurrirán.

Un líder celular enfrenta un gran desafío. ¿Para multiplicar su célula? No. No le corresponde al líder multiplicar la célula. El grupo de personas que forman la célula es responsable de multiplicar la célula. Solo la célula puede multiplicarse. Obviamente, el líder de la célula debe liderar el proceso de multiplicación, pero puede (y debe) multiplicarse a sí mismo en otro líder celular. ¿Cómo lo hace? Él elige a alguien en la célula y lo discípula como su “líder en entrenamiento” que en el futuro también se convertirá en un líder celular. Solo podemos multiplicar lo que somos.

El “líder en entrenamiento” también tiene un gran desafío ante él; además de prepararse para ser un líder celular de calidad, también debe levantar a otros “líderes en capacitación”, desafiando a los participantes de la célula a comprometerse con Dios y comenzar a servir. Tal como él.

¿Y cómo puede un participante celular multiplicarse? ¿Qué debe generar? Un nuevo participante celular. Para esto, tiene que invitar a alguien a la célula e invertir en él hasta que el visitante se convierta en un participante regular como él.

Incluso el visitante tiene el desafío de multiplicarse desde su primera visita a una reunión celular. Al final de la reunión, podemos preguntarle si le gustó, y si lo hizo, lo invitamos a venir otra vez… y traer a alguien con él. Eso es, multiplicación. Un visitante trae a otro visitante.

¿Qué tal un entrenador celular? Por lo general, es un exitoso líder celular cuya célula se ha multiplicado varias veces, ha creado nuevos líderes y ahora está ayudando a otros líderes a hacer lo mismo. ¿Cuál es su desafío? Además de mejorar a los líderes celulares, él necesita multiplicarse a sí mismo en alguien que se convertirá en él, es decir, ¡un entrenador celular!

Para mí, como pastor de una red celular de una iglesia local en Brasil (ibcbh.com.br), criar a un líder de célula era una tarea relativamente fácil. También podría levantar un entrenador celular sin mucho esfuerzo. Sin embargo, estos no fueron mi mayor desafío. Mi desafío fue multiplicarme. ¿Qué era yo? Un pastor de la red celular. Entonces, mi objetivo era crear nuevos pastores de redes celulares, y gracias a Dios, a través del poder del Espíritu Santo, en los últimos años, mi esposa y yo multiplicamos nuestra red de células en cuatro nuevas, creando cuatro nuevas parejas de redes. ¡Qué privilegio ver la multiplicación en movimiento!

Ahora vivimos en Europa desarrollando el programa Central DNA, desafiando a los pastores de todo el continente para que cambien sus iglesias al modo de multiplicación. ¿Cuál es la idea general? Ve y haz discípulos. En otras palabras: multiplícate a ti mismo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Free Facilitator PDF download

This book on how to facilitate a small group will help your ministry

You have Successfully Subscribed!