A Biblical Symbol of Submission: The Yoke

by Dr. Bill Beckham [William A. (Bill) Beckham has been a pastor in Texas, missionary in Thailand, church planter in Houston, conference speaker in many parts of the world, and a strategy consultant for cell ministry. He has written many books on the cell movement, including The Second Reformation]

In the Bible the yoke is a powerful symbol of submission. Jesus uses it as a picture of the Christian life.

“Come to me, all you who are weary and burdened, and I will give you rest. Take my yoke upon you and learn from me, for I am gentle and humble in heart, and you will find rest for your souls. For my yoke is easy and my burden is light” (Matthew 11:29-30).

The yoke is a tool designed to join two oxen, mules or horses together so they can carry or pull a load. A yoke also allows the animals to be controlled and directed. One ox, horse or mule can triple or even quadruple their strength when they pull with a partner in harness. To be technically correct, we should understand Jesus is talking about a double yoke.

Jesus calls us to first come to Him with our weariness and burden and then to get into His yoke so we can learn from Him. He promises rest for our soul: Rest on the inside and outside.

This Scripture is one of the few places where Jesus actually describes His heart. “I am gentle and humble in heart.” With this profoundly simple statement, Jesus ties together submission and spiritual fruit because gentleness is a fruit of the Spirit. The word “gentle” is from the root word for horse. A powerful horse may be gentle: that means it is under control. Someone said, “gentleness is a strong hand with a soft touch”. C.S. Lewis makes a great observation: “Humility is not thinking less of yourself but thinking of yourself less.”

We learn to be gentle and humble when yoked with Jesus. A gentle and humble heart is necessary for expressing authority and submission in relation to God and each other.

Jesus had probably made dozens of yokes in the carpenter’s shop in Nazareth. Perhaps he had the slogan written in Hebrew over the door: “My yoke is easy!” Those who yoke up with Jesus, will actually find rest in their souls while toiling and laboring with him. Our burdens will be lighter because His yoke is ‘easier.’ We share both burdens and blessings with our Lord. The yoke of submission to Christ is not grievous; it is joyous!

What an amazing concept; we work for and with Jesus while at the same time acquiring rest! We are at rest about submitting and we are at rest about being in authority because these are attached to Jesus’ yoke that we share with Him.

A teacher read Matthew 11:29-30 to her Sunday School class. “Who can tell me what a yoke is?” she asked. A boy said, “A yoke is something they put on the necks of animals.” Then the teacher asked, “What is the yoke God puts on us?” A little girl said, “It is God putting His arms around our necks.”

Yoked to Jesus I learn to submit in humility and gentleness. In this same yoked condition I also learn to exercise authority in gentleness and humility.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Um Símbolo Bíblico de Submissão: O Jugo 

Por Dr. Bill Beckham [William A. (Bill) Beckham é um pastor no Texas, missionário na Tailândia, implantador de igreja em Houston, palestrante em muitos lugares do mundo e um consultor de estratégias para o ministério celular. Ele já escreveu muitos livros sobrenome movimento das células, incluindo The Second Reformation(“A Segunda Reforma”, em tradução livre)].

Na Bíblia o jugo é um símbolo poderoso de submissão. Jesus o usa como uma imagem da vida cristã.

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” Mateus 11:28-30 NVI.

O jugo é uma ferramenta projetada para unir dois bois, mulas ou cavalos para que possam carregar ou puxar uma carga.  Um jugo também permite que os animais sejam controlados e direcionados.  Um boi, cavalo ou mula pode triplicar ou mesmo quadruplicar sua força quando puxa com um parceiro no arreio. Para ser tecnicamente correto, devemos entender que Jesus está falando de um jugo duplo.

Jesus nos chama para primeiro irmos a Ele com nosso cansaço e fardo e então entrar em Seu jugo para que possamos aprender com Ele.  Ele promete descanso para nossa alma: Descanso por dentro e por fora.

Este trecho das Escrituras é um dos poucos lugares onde Jesus realmente descreve o Seu coração. “Sou gentil e humilde de coração”. Com essa afirmação profundamente simples, Jesus une a submissão e o fruto espiritual, porque a gentileza é um fruto do Espírito.  A palavra “gentil” deriva da palavra raiz de “cavalo”.  Um cavalo poderoso pode ser gentil: isso significa que ele está sob controle.  Alguém disse: “a gentileza é uma mão forte com um toque suave”.  C.S. Lewis faz uma grande observação: “A humildade não é pensar menos de você mesmo, mas pensar em si mesmo menos”.

Aprendemos a ser gentis e humildes quando unidos a Jesus.  Um coração gentil e humilde é necessário para expressar autoridade e submissão em relação a Deus e uns aos outros.

Jesus provavelmente fez dezenas de jugos em sua oficina de carpintaria em Nazaré. Talvez ele tivesse o slogan escrito em hebraico sobre a porta: “Meu jugo é leve!”. Aqueles que se unem a Jesus realmente encontrarão descanso em suas almas enquanto trabalham duro com Ele. Nossos fardos serão mais leves porque Seu jugo é “mais suave”. Compartilhamos os fardos e bênçãos com nosso Senhor.  O jugo de submissão a Cristo não é grave;  é alegre!

Aprendemos a ser gentis e humildes quando nos unimos a Jesus. Um coração gentil e humilde é necessário para expressar autoridade e submissão em relação a Deus e uns aos outros.

Que conceito incrível! Nós trabalhamos para e com Jesus enquanto, ao mesmo tempo, adquirimos descanso!  Estamos tranquilos quanto a nos submeter e estamos tranquilos sobre a autoridade, porque isso está ligado ao jugo de Jesus que compartilhamos com Ele.

Uma professora leu Mateus 11:28-30 para a classe da Escola Dominical. “Quem pode me dizer o que é um jugo?”, perguntou ela. Um menino disse: “Um jugo é algo que eles colocam nos pescoços dos animais”. Então a professora perguntou: “Qual é o jugo que Deus coloca em nós?”. Uma garotinha disse: “Ele coloca Seus braços ao redor de nossos pescoços”. 

Unido a Jesus, aprendo a me submeter com humildade e mansidão.  Nesta mesma condição de jugo eu também aprendo a exercer autoridade em gentileza e humildade.

Spanish blog:

Un símbolo bíblico de sumisión: el yugo

Por el Dr. Bill Beckham [William A. (Bill) Beckham ha sido pastor en Texas, misionero en Tailandia, plantador de iglesias en Houston, ponente de conferencias en muchas partes del mundo y consultor de estrategia para el ministerio celular. Ha escrito muchos libros sobre el movimiento celular, incluyendo La Segunda Reforma]

En la Biblia el yugo es un poderoso símbolo de sumisión. Jesús lo usa como un cuadro de la vida cristiana.

“Llevad mi yugo sobre vosotros, y aprended de mí, que soy manso y humilde de corazón; y hallaréis descanso para vuestras almas; porque mi yugo es fácil, y ligera mi cargo. ”(Mateo 11: 29-30).

El yugo es una herramienta diseñada para unir dos bueyes, mulas o caballos para que puedan transportar o jalar una carga. Un yugo también permite que los animales sean controlados y dirigidos. Un buey, un caballo o una mula pueden triplicar o incluso cuadruplicar su fuerza cuando tiran con un compañero en el arnés. Para ser técnicamente correctos, debemos entender que Jesús está hablando de un yugo doble.

Jesús nos llama a venir primero a Él con nuestro cansancio y cargas y luego a entrar en Su yugo para que podamos aprender de Él. Él promete descanso para nuestra alma: Descanso por dentro y por fuera.

Este pasaje de la Escritura es uno de los pocos lugares donde Jesús realmente describe como es su corazón. “Soy manso y humilde de corazón”. Con esta declaración profundamente simple, Jesús une la sumisión y el fruto espiritual porque la gentileza es un fruto del Espíritu. La palabra “gentil” viene de la raíz de la palabra caballo. Un caballo poderoso puede ser amable: eso significa que está bajo control. Alguien dijo: “la delicadeza es una mano fuerte con un toque suave”. También C.S. Lewis hace una gran observación: “La humildad no es pensar menos de ti, sino pensar menos en ti”.

Aprendemos a ser mansos y humildes cuando nos unimos con Jesús. Un corazón manso y humilde es necesario para expresar autoridad y sumisión en relación con Dios y con los demás.

Jesús probablemente había elaborado docenas de yugos en el taller de carpintería en Nazaret. Tal vez tenía el eslogan escrito en hebreo en la puerta: “¡Mi yugo es fácil!” Aquellos que se unen con Jesús, encontrarán descanso en sus almas mientras trabajan duro junto a él. Nuestras cargas serán más livianas porque su yugo es “más fácil”. Compartimos las cargas y las bendiciones con nuestro Señor. El yugo de la sumisión a Cristo no es penoso; ¡Es alegre!

Qué concepto tan asombroso; ¡Trabajamos para y con Jesús mientras que al mismo tiempo obtenemos descanso!. Estamos tranquilos acerca de someternos y estamos tranquilos acerca de estar en autoridad porque los dos conceptos están unidos al yugo de Jesús, el cual compartimos con él.

Una maestra leyó Mateo 11: 29-30 en su clase de la Escuela Dominical. “¿Quién puede decirme qué es un yugo?”, Preguntó. Un niño dijo: “Un yugo es algo que ponen en el cuello de los animales”. Entonces el maestro preguntó: “¿Qué es el yugo que Dios pone sobre nosotros?” Una niña dijo: “Es Dios poniendo sus brazos alrededor de nuestros cuellos. ”

Con el yugo de Jesús aprendí a someterme con humildad y amabilidad. En esta misma condición acerca del yugo, también aprendo a ejercer la autoridad con amabilidad y humildad.

Leave a Reply

Your email address will not be published.