A Vision that Makes all the Difference

By Roberto Bottrel, Author of the book Multiplication, The challenge before every Christian, every Leader, and the Church (available @amazon.com)]

I started as a pastor in 2004 with 27 cells, after having served as a volunteer youth leader for several years. In my mind, I would just lead that big group of 200 youths. I had no idea or interest in making that group grow a lot. It was already big enough for me. Today, when I look back, I am amazed at how far I was from what has been in God’s heart since the beginning of time.

In his mercy God lead me through a long process of showing what it was all about. He poured love for the lost in my heart, he broke my mental and spiritual limits, even challenging me to ask for the crowds (I tell these episodes in details in my book). I resisted badly, but in the end we always loose. During this long process, one specific Bible passage really hit me. And it changed my whole perspective.

“After this I looked, and there before me was a great multitude that no one could count, from every nation, tribe, people and language, standing before the throne and before the Lamb. They were wearing white robes and were holding palm branches in their hands.” Revelation 7:9 NIV

Everybody loves this passage and many know it by heart. So did I… but one day, something just struck me like never before: a great multitude that no one could count. It was not just a lot of people, it was so big that nobody could count. God is revealing to the Apostle John (and to us) how it is going to be in the end of time. Not a dream, not a wish. This is how the future will be! It is his will. Then the whole Bible made sense – that is what he wanted from the beginning with Adam and Eve – be fruitful and fill the earth! The same with Noah – be fruitful and fill the earth! Later on with Abraham – Look up at the sky and count the stars- if you can count them… A great multitude that no one can count! Wow! That is what God wants. People. And perfection will be like: “Look! God’s dwelling place is now among the people, and he will dwell with them. They will be his people, and God himself will be with them and be their God.” Revelation 21:3 NIV

From this point on, my ministry changed completely. It wasn’t even about the ministry anymore. It was about building this crowd. Making disciples that make disciples. It is not about how many people we have in our church, it is about how many people are out there to be reached. Since there are no limits, we can never stop reaching the lost. Now can you imagine the youth being challenged to change the world for real? Well, ten years later, there were more than 500 cells in our youth network. Yes, this vision really made a difference!

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Uma visão que faz toda a diferença

Por Roberto Bottrel [servindo igrejas europeias, desafiando-as a fazer discípulos através de células que se multiplicam (centraldna.org). Autor do livro Multiplication, The challenge before every Christian, every Leader, and the Church (“Multiplicação, o desafio de todo cristão, todo líder e a Igreja”, em tradução livre), disponível em amazon.com]

Comecei como pastor em 2004 com 27 células, depois de servir como líder voluntário de jovens por vários anos. Na minha opinião, eu ia apenas liderar aquele grande grupo de 200 jovens. Eu não tinha ideia ou interesse em fazer esse grupo crescer muito. Ele já era grande o suficiente para mim. Hoje, quando olho para trás, fico impressionado com o quão longe eu estava do que está no coração de Deus desde o início dos tempos.

Em sua misericórdia, Deus me conduziu por um longo processo de mostrar sobre o que aquilo se tratava. Ele derramou amor pelos perdidos em meu coração, quebrou meus limites mentais e espirituais, até me desafiou a pedir por multidões (eu conto esses episódios em detalhes no meu livro). Eu resisti muito, mas no final nós sempre perdemos. Durante esse longo processo, uma passagem específica da Bíblia realmente me atingiu. E isso mudou toda a minha perspectiva.

“Depois disso olhei, e diante de mim estava uma grande multidão que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé, diante do trono e do Cordeiro, com vestes brancas e segurando palmas” Apocalipse 7:9.

Todo mundo adora essa passagem e muitos a conhecem de cor. Eu também… mas um dia, algo me atingiu como nunca antes: uma grande multidão que ninguém podia contar. Não era apenas muita gente, era uma multidão tão grande que ninguém podia contar. Deus está revelando ao apóstolo João (e a nós) como será no fim dos tempos. Não é um sonho, não é um desejo. É assim que o futuro será! É a vontade dEele. Então toda a Bíblia fez sentido – era o que Ele queria desde o começo com Adão e Eva – ser frutíferos e encher a terra! O mesmo com Noé – seja frutífero e encha a terra! Mais tarde, com Abraão – olhe para o céu e conte as estrelas – se você pode contá-las… Uma grande multidão que ninguém pode contar! Uau! É isso que Deus quer. Pessoas. E a perfeição será como: “Agora o tabernáculo de Deus está com os homens, com os quais Ele viverá. Eles serão o Seu povo; o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus” Apocalipse 21:3.

A partir daí, meu ministério mudou completamente. Não era mais sobre o ministério. Era sobre construir essa multidão, fazendo discípulos que fazem discípulos. Não é sobre quantas pessoas temos em nossa igreja, é sobre quantas pessoas estão lá fora para serem alcançadas. Como não há limites, nunca podemos parar de alcançar os perdidos. Agora você pode imaginar os jovens sendo desafiados a mudar o mundo de verdade? Bem, dez anos depois, havia mais de 500 células em nossa rede de jovens. Sim, essa visão realmente fez a diferença!

Spanish blog:

Una visión que marca la diferencia.
Por Roberto Bottrel [sirviendo a las iglesias europeas, desafiándolas a hacer discípulos a través de células que se multiplican (centraldna.org). Autor del libro Multiplicación, El desafío ante cada cristiano, cada Líder y la Iglesia (disponible en amazon.com)]

Comencé como pastor en 2004 con 27 celdas, después de haber servido como líder juvenil voluntario durante varios años. En mi opinión, solo lideraría a ese gran grupo de 200 jóvenes. No tenía idea ni interés en hacer que ese grupo creciera mucho. Ya era lo suficientemente grande para mí. Hoy, cuando miro hacia atrás, me sorprende lo lejos que estaba de lo que ha estado en el corazón de Dios desde el principio de los tiempos.
En su misericordia, Dios me guió a través de un largo proceso para mostrarme de qué se trataba. Derramó amor por los perdidos en mi corazón, rompió mis límites mentales y espirituales, incluso me desafió a pedir las multitudes (cuento estos episodios en detalles en mi libro). Me resistí mucho, pero al final siempre perdemos. Durante este largo proceso, un pasaje bíblico específico realmente me impactó. Y cambió toda mi perspectiva.
“Después de esto miré, y allí delante de mí había una gran multitud que nadie podía contar, de cada nación, tribu, gente e idioma, de pie ante el trono y ante el Cordero. Llevaban túnicas blancas y sostenían ramas de palma en sus manos ”. Apocalipsis 7: 9 NVI
Todos aman este pasaje y muchos lo saben de memoria. Yo también … pero un día, algo me sorprendió como nunca antes: una gran multitud que nadie podía contar. No era solo mucha gente, era tan grande que nadie podía contar. Dios está revelando al apóstol Juan (y a nosotros) cómo será en el fin de los tiempos. No es un sueño, no es un deseo. ¡Así será el futuro! Es su voluntad. Entonces toda la Biblia tuvo sentido, eso es lo que quería desde el principio con Adán y Eva, ¡ser fructífero y llenar la tierra! Lo mismo con Noé: ¡sé fructífero y llena la tierra! Más tarde con Abraham – Mira hacia el cielo y cuenta las estrellas, si puedes contarlas … ¡Una gran multitud que nadie puede contar! ¡Guauu! Eso es lo que Dios quiere, “personas” la perfección será como: “¡Mira! La morada de Dios está ahora entre la gente, y él morará con ellos. Ellos serán su pueblo, y Dios mismo estará con ellos y será su Dios ”. Apocalipsis 21: 3 NVI
A partir de este momento, mi ministerio cambió por completo. Ya ni siquiera se trataba del ministerio. Se trataba de construir esta multitud. Haciendo discípulos que hacen discípulos. No se trata de cuántas personas tenemos en nuestra iglesia, se trata de cuántas personas hay para ser contactadas. Como no hay límites, nunca podemos dejar de alcanzar a los perdidos. Ahora, ¿te imaginas a los jóvenes siendo desafiados a cambiar el mundo de verdad? Bueno, diez años después, había más de 500 células en nuestra red juvenil. ¡Sí, esta visión realmente marcó la diferencia!

1 thought on “A Vision that Makes all the Difference

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *