Focus

By Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Al Ries writes in his book, Focal Point, that there are four things you can do to improve the quality of your life and work.

  1. You can do more of certain things.
  2. You can do less of certain things.
  3. You can start to do things you are not doing at all today.
  4. You can stop doing certain things altogether.

Dave Browning in his book, Deliberate Simplicity (a great read, by the way!), comments on the four options above. He writes, “While the traditional church tends to choose doors 1 and 3, the Deliberately Simple church looks at what is behind doors 2 and 4. By doing less of certain things, and stopping other things altogether, energy and resources can be reinvested in the few things really worth doing.”

Pastor Wade Hodges once stated, “If becoming a part of a church places people in an environment that encourages them to live more frenetic lives than they were living before, then we are going about doing church the wrong way.”

Browning writes, “What is the simplest thing that could possibly work?” He suggests that we “jettison other elements even if they have traditionally been associated with progress.”

One more thought from Browning: “One of the questions that takes the church back to basics is, how would we do church if we didn’t have electricity? Your answer will undoubtedly push you back to the essence of the church and away from the artificiality of modernity.”

Comments?

Rob
Korean blog (click here)

Portuguese blog:

“Foco”

por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Al Ries escreve em seu livro Ponto Focal que existem quatro coisas que você pode fazer para melhorar a qualidade da sua vida e do seu trabalho.

  1. Você pode fazer mais de certas coisas.
  2. Você pode fazer menos de certas coisas.
  3. Você pode começar a fazer coisas que não está fazendo hoje.
  4. Você pode parar totalmente de fazer certas coisas.

Dave Browning em seu livro, Deliberate Simplicity (uma ótima leitura, por sinal!), comenta sobre as quatro opções acima. Ele escreve: “Enquanto a igreja tradicional tende a escolher as portas 1 e 3, a igreja deliberadamente simples olha o que está atrás das portas 2 e 4. Ao fazer menos certas coisas e parar totalmente outras, energia e recursos podem ser reinvestidos nas poucas coisas que realmente valem a pena serem feitas”.

O pastor Wade Hodges declarou uma vez: “Se se tornar parte de uma igreja coloca as pessoas em um ambiente que as encoraja a viverem vidas mais frenéticas do que viviam antes, então estamos vivendo a igreja do jeito errado”.

Browning escreve: “Qual é a coisa mais simples que poderia funcionar?” Ele sugere “descarte os outros elementos, mesmo que eles tradicionalmente tenham sido associados ao progresso”.

Mais um pensamento de Browning: “Uma das perguntas que leva a igreja de volta ao básico é: como faríamos a igreja se não tivéssemos eletricidade? Sua resposta, sem dúvida, o levará de volta à essência da igreja e longe da artificialidade da modernidade”.

Comentários?

Rob

Spanish blog:

La Importancia de Enfocar

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Al Ries escribe en su libro, Focal Point, que hay cuatro cosas que se pueden hacer para mejorar la calidad de tu vida y trabajo.

  1. Puedes hacer más de ciertas cosas.
  2. Puedes hacer menos de ciertas cosas.
  3. Puedes comenzar a hacer cosas que no estás haciendo en absoluto ahora.
  4. Puedes dejar de hacer ciertas cosas por completo.

Dave Browning en su libro, Deliberate Simplicity (¡una gran lectura, por cierto!), Comenta las cuatro opciones anteriores. Él escribe: “Mientras que la iglesia tradicional tiende a elegir las puertas 1 y 3, la iglesia Deliberadamente simple mira lo que está detrás de las puertas 2 y 4. Al hacer menos cosas y detener otras cosas por completo, la energía y los recursos se pueden reinvertir en las pocas cosas que realmente vale la pena hacer “.

El pastor Wade Hodges dijo una vez: “Si convertirse en parte de una iglesia coloca a las personas en un entorno que las anime a llevar vidas más frenéticas que antes, entonces haremos iglesia de la manera equivocada”.

Browning escribe: “¿Cuál es la cosa más simple que podría funcionar?” Sugiere que “abandonemos otros elementos, incluso si tradicionalmente se han asociado con el progreso”.

Un pensamiento más de Browning: “Una de las preguntas que lleva a la iglesia a los fundamentos básicos es, ¿cómo haríamos iglesia si no tuviéramos electricidad? Tu respuesta, sin duda, te empujará de regreso a la esencia de la iglesia y lejos de la artificialidad de la modernidad “.

¿Comentarios?

Rob

Unfolding a Vision

By Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

In a Peanuts cartoon strip, Lucy and Charlie Brown are engaged in an interesting conversation.  Lucy exclaims, “Life is like a deck chair on a beautiful cruise ship.  You can see where you’ve been, where you are at present, and where you are going.”  Charlie Brown looking quite puzzled and disgusted with Lucy’s comment responds boldly, “If life is like a deck chair, then I can’t even get my unfolded!”

Indeed, unfolding a vision for a church family can be an arduous task.

Let me touch on a few aspects of vision.

Vision is foresight with insight based on hindsight.  It is seeing the invisible and making it visible.  Vision is a God-inspired strategic understanding of a different future.  Furthermore, it is a clear mental image of a preferable future imparted by God to his people based upon an accurate understanding of God, self and circumstances.

Please note the following characteristics of vision:  Change oriented, Challenging, Long-term, Reveals a promising future, Provides stability, Customized, People-oriented, Driving force, Encourages giving, Allows for evaluation.

A church’s vision is the driving force behind who we are and what we do.  It provides us with refreshment and solidifies our purpose.  When faced with issues and concerns in the future, we can turn our focus on the vision that God has given to us.

Remember, the future belongs to those who see possibilities before they become obvious.

“Where there is no vision, the people perish…” Proverbs 29:18

A thought to ponder:  There exists a seemingly endless lineup of activities on any cruise ship.  In like manner, a church can be consumed with activities that (at the end of the day) have nothing to do with the church’s vision.

Unfold your deck chair!  Take a look around.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Desdobrando uma Visão

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Em uma história em quadrinhos do Snoopy, Lucy e Charlie Brown estão engajados em uma conversa interessante. Lucy exclama: “A vida é como uma cadeira de praia em um belo navio de cruzeiro. Você pode ver onde você esteve, onde você está no presente, e para onde você está indo”. Charlie Brown, parecendo bastante confuso e revoltado com o comentário de Lucy, responde prontamente: “Se a vida é como uma cadeira de praia, então eu não consigo nem desdobrar a minha!”

De fato, desdobrar uma visão para a família da igreja pode ser uma tarefa árdua. Deixe-me tocar em alguns aspectos da visão.

A visão é uma previdência com uma visão baseada em retrospectiva. É ver o invisível e torná-lo visível. A visão é um entendimento estratégico inspirado por Deus de um futuro diferente. Além disso, é uma imagem mental clara de um futuro preferível concedido por Deus ao seu povo com base em uma compreensão exata de Deus, de si mesmo e das circunstâncias.

Observe as seguintes características da visão: Mudança orientada, Desafio, Longo prazo, Revela um futuro promissor, Fornece estabilidade, Personalizada, Orientada para as pessoas, Força motriz, Dá incentivo, Permite a avaliação.

A visão de uma igreja é a força motriz por trás de quem somos e do que fazemos. Ela nos proporciona refresco e solidifica o nosso propósito. Quando confrontados com questões e preocupações no futuro, nós podemos mudar o nosso foco na visão que Deus deu para nós. Lembre-se, o futuro pertence àqueles que veem possibilidades antes de essas se tornarem óbvias.

“Onde não há visão, o povo perece” (Provérbios 29:18)

Um pensamento para refletir: Existe uma linha aparentemente interminável de atividades em qualquer navio cruzeiro. Da mesma maneira, uma igreja pode ser consumida com atividades que (no final do dia) não têm nada a ver com a visão da igreja. Desdobre sua cadeira de praia! Dê uma olhada ao redor.

Spanish blog:

Desplegando la visión

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

En una tira cómica de Peanuts, Lucy y Charlie Brown, todos participan en una conversación interesante. Lucy exclama: “La vida es como la silla en cubierta de un hermoso crucero. Puedes ver dónde has estado, dónde estás ahora y hacia dónde vas”. Charlie Brown, que parece bastante perplejo y disgustado con el comentario de Lucy, responde con valentía: “Si la vida es como una silla de cubierta, ¡ni siquiera puedo desenvolverme!”

De hecho, desplegar una visión para la familia de la iglesia puede ser una ardua tarea.

Déjame tocar algunos aspectos de la visión.

La visión es previsión con perspicacia basada en la retrospectiva. Es ver lo invisible y hacerlo visible; la visión es una comprensión estratégica inspirada por Dios de un futuro diferente. Además, es una imagen mental clara de un futuro preferible impartido por Dios a su pueblo, basado en una comprensión precisa de Dios, el yo y las circunstancias.

Ten en cuenta las siguientes características de la visión: orientado al cambio, desafiante, a largo plazo, revela un futuro prometedor, proporciona estabilidad, personaliza, orientado a las personas, fuerza motriz, alienta a dar, permite la evaluación.

La visión de una iglesia es la fuerza detrás de quiénes somos y qué hacemos. Nos proporciona refrigerio y solidifica nuestro propósito. Cuando nos enfrentemos con problemas y preocupaciones en el futuro, podemos enfocarnos en la visión que Dios nos ha dado.

Recuerda, el futuro pertenece a aquellos que ven las posibilidades antes de que se vuelvan obvias.

“Sin profecía el pueblo se desenfrena…” Proverbios 29:18

Un pensamiento para reflexionar: Existe una alineación aparentemente interminable de actividades para hacer en cualquier crucero. De la misma manera, una iglesia puede consumirse con actividades que (al final del día) no tienen nada que ver con la visión de la iglesia.

¡Despliega tu silla en la cubierta! Mira a tu alrededor.

“Buy Some Spurs” (Part Two)

By Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Many of our cell leaders are working 40-50 hours/week, raising families, doing their best to make ends meet, AND shepherding a group of 5-15 people (maybe more!).  They are the backbone of the church.  It’s imperative that they serve with a healthy heart.  Encouraging them consistently and sincerely will put a wind in their sail.

As a reminder, please know that the practice of encouraging others is contagious.  Once it begins, an encouragement explosion will be released in the cell and church.

A few years ago, I bought an actual pair of spurs (like what a cowboy would use to “encourage” his horse to respond in the desired way) for one of my leaders.  I was commending him for his gift of encouragement.  He wore those spurs to Celebration the very next Sunday.  He was stoked over the gift.

I have an antique spur in my office that I bought a few years ago in Cuzco, Peru.  A friend framed it for me.  With that said, go and buy you a pair of spurs AND place them in a prominent place in your home or office.

They will remind you to “spur one another on.”

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

“Compre Umas Esporas” (Parte Dois)

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Muitos de nossos líderes de célula estão trabalhando de 40 a 50 horas semanais, criando famílias, fazendo o melhor para dar conta das despesas e pastoreando um grupo de 5-15 pessoas (talvez mais!). Eles são a espinha dorsal da igreja. É imperativo que eles sirvam com um coração saudável. Encorajá-los de forma consistente e sincera colocará um vento em suas velas.

Para te lembrar, saiba que a prática de encorajar os outros é contagiante. Assim que começar, uma explosão de encorajamento será liberada na célula e na igreja.

Alguns anos atrás, eu comprei um par de esporas (como o que um vaqueiro usaria para “encorajar” seu cavalo a responder da maneira desejada) para um dos meus líderes. Eu estava elogiando ele por seu dom de encorajamento. Ele usou essas esporas para o culto de celebração no domingo seguinte. Ele estava feliz com o presente.

Eu tenho esporas antigas no meu escritório que comprei há alguns anos em Cusco, no Peru. Um amigo as emoldurou para mim. Dito isto, vá e compre um par de esporas e coloque-as em um local de destaque em sua casa ou escritório.

Elas vão lembrá-lo de “estimular uns aos outros”.

Spanish blog:

“Compra algunos incentivos” (Parte Dos)

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Muchos de nuestros líderes celulares están trabajando 40-50 horas / semana, con sus familias, haciendo todo lo posible para llegar a fin de mes, y pastoreando un grupo de 5-15 personas (¡quizás más!). Ellos son la columna vertebral de la iglesia, es imperativo que sirvan con un corazón sano. Animándolos de manera consistente y sincera pondremos un viento en su vela.

Como recordatorio, ten en cuenta que la práctica de alentar a otros es contagiosa. Una vez que comiences, se lanzará una explosión de estímulo en la célula y la iglesia.

Hace unos años, compré un par de espuelas reales (como lo que un vaquero usaría para “alentar” a su caballo a responder de la manera deseada) para uno de mis líderes. Lo estaba felicitando por su don de alentar. Llevaba esas espuelas a la celebración el domingo siguiente. Estaba emocionado por el regalo.

Tengo una espuela antigua en mi oficina que compré hace unos años en Cuzco, Perú. Un amigo me lo enmarcó. Dicho esto, ve y compra un par de espuelas y colócalas en un lugar prominente en tu hogar u oficina.

Te recordarán a “animarse unos a otros”.

“Buy Some Spurs” (Part One)

By Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

One of the most effective and respected pastors that I know once stated, “Everybody on the planet is starving for three things.

Everybody is starving for understanding, everybody is starving for encouragement, and everybody is starving for affection.  When you give those three things to a little child or a senior citizen or anybody in between, you are fulfilling the mission of God.  You are blessing other people.  You are blessing them the way Jesus would bless people.  You give them a look, a word and a touch.”

Let’s concentrate briefly on encouragement.  The scriptures state, “Encourage one another” OR “Spur one another on.”  Encouragement means to inspire courage, spirit, and confidence.  The consistent practice of encouraging others is desperately needed in your church family.  I trust that encouragement is a strong fiber in the DNA of the church where you serve.

We know that God is the “lifter of our head.”  He will use you to see that discouraged, lonely and fearful cell leader experience a “lifted head.”  Take the opportunity to encourage.  You will be putting healthy deposits into your leaders’ hearts that they will not soon forget.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Esta é uma tradução do Google. Assim que o blog normal for recebido, ele será postado no site da JCG:

“Compre algumas esporas” (primeira parte)

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Um dos pastores mais eficazes e respeitados que conheço disse certa vez: “Todos os habitantes do planeta estão famintos por três coisas.
Todo mundo está faminto por entender, todo mundo está faminto por encorajamento, e todo mundo está morrendo de fome. Quando você dá essas três coisas para uma criança pequena ou uma pessoa mais velha ou qualquer outra pessoa, você está cumprindo a missão de Deus. Você está abençoando outras pessoas. Você está abençoando-os da maneira como Jesus abençoaria as pessoas. Você lhes dá uma olhada, uma palavra e um toque “.

Vamos nos concentrar brevemente no estímulo. As Escrituras dizem: “Incentive um ao outro” ou “Encoraje um ao outro”. Foster significa inspirar coragem, espírito e confiança. A prática consistente de encorajar os outros é desesperadamente necessária na família de sua igreja. Eu confio que a respiração é uma fibra forte no DNA da igreja onde ela serve.

Sabemos que Deus é o “levantador da nossa cabeça”. Ele vai usá-lo para ver que o líder desanimado, solitário e medroso experimenta um “head-up”. Aproveite a oportunidade para incentivar. Você colocará depósitos saudáveis ​​nos corações de seus líderes que logo não esquecerão.

Spanish blog:

“Compra algunos incentivos” (primera parte)

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Uno de los pastores más efectivos y respetados que conozco una vez dijo: “Todos los habitantes del planeta están hambrientos de tres cosas.

Todos tienen hambre de comprensión, hambre de estímulo, y todos tienen hambre de aprecio. Cuando le das esas tres cosas a un niño pequeño o una persona mayor o cualquier otra persona, estás cumpliendo la misión de Dios. Estás bendiciendo a otras personas. Los estás bendiciendo de la manera en que Jesús bendeciría a la gente. Les das una mirada, una palabra y un toque “.

Concentrémonos brevemente en el estímulo. Las Escrituras dicen: “Anímense unos a otros” O “Motivense unos a otros”. Fomentar significa inspirar valor, espíritu y confianza. La práctica consistente de alentar a otros es desesperadamente necesaria en la familia de su iglesia. Confío en que el aliento es una fibra fuerte en el ADN de la iglesia donde sirves.

Sabemos que Dios es el “que levanta nuestra cabeza”. Él te usará para ver que el líder celular desanimado, solitario y temeroso pueda “levantar su cabeza”. Aprovecha la oportunidad para alentar. Pondrás depósitos saludables en los corazones de tus líderes que no olvidarán pronto.

Why Plant Churches?

By Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Jesus says to go and make disciples of all the nations. One way to fulfill Jesus’ command is through establishing local churches, as shown in the New Testament.

Peter Wagner, missiologist, former church planter, and author of books on the subject says, “The simple, most effective evangelistic method under heaven is planting churches.” Founder and International Director of Gospel for Asia, K. P. Yohanan, says, “In the New Testament, while the saving of individuals is significant, it is so because such evangelism is a necessary part of planting churches. You cannot plant churches without evangelizing, but you can evangelize without bringing new congregations into being. I am not implying that para-church organizations are necessarily misguided. But I am saying that they should not see their ministries as an end in themselves, but as valuable only to the extent to which they help strengthen existing churches and to plant new ones.”

Considering our desire to plant churches in unreached areas of the world, K. P. Yohanan says, “What is missionary work all about? …To do good, to preach the Gospel, to save souls, to heal the sick, to baptize bodies are all good and true answers but fall short of what stands out a mile in the NT account in Acts. What did the first apostolic missionaries like Paul, Barnabas, Silas, and Timothy do? Certainly, they did preach and teach, heal and serve — but why? For what purpose? Not just to save individual souls. Acts is absolutely clear. They planted churches.”

If God is leading you to plant a church, then be deliberate.  One church health consultant writes, “In church planting, passion is overrated, and preparedness underrated.”  Find a healthy mentor.  Research church planting trends in your geographical area.  Study the demographics.  Don’t go it alone.  Develop a healthy team.  Pray.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Por que Plantar Igrejas?

 Por Rob Campbellm www.cypresscreekchurch.com

Jesus nos diz para irmos e fazermos discípulos de todas as nações. Uma maneira de cumprir o mandamento de Jesus é através do estabelecimento de igrejas locais, conforme mostrado no Novo Testamento.

Peter Wagner, missiologista, ex-plantador de igrejas e autor de livros sobre o assunto, diz: “O método evangelístico mais simples e eficaz sob o céu é plantar igrejas”. O fundador e diretor internacional do Gospel for Asia, KP Yohanan, diz: “No Novo Testamento, enquanto a salvação dos indivíduos é significativa, isso só é assim porque esse evangelismo é uma parte necessária do plantio de igrejas. Você não pode plantar igrejas sem evangelizar, mas você pode evangelizar sem trazer novas congregações à existência. Não estou insinuando que as organizações para-eclesiásticas sejam necessariamente mal orientadas. Mas estou dizendo que eles não devem ver seus ministérios como um fim em si mesmos, mas tão valiosos apenas na medida em que ajudam a fortalecer as igrejas existentes e a plantar novas igrejas”.

Considerando nosso desejo de plantar igrejas em áreas não-alcançadas do mundo, K. P. Yohanan diz: “O que é o trabalho missionário? … Fazer o bem, pregar o Evangelho, salvar almas, curar doentes, batizar corpos são respostas boas e verdadeiras, mas ficam aquém do que se destaca no relato do NT em Atos. O que os primeiros missionários apostólicos como Paulo, Barnabé, Silas e Timóteo fizeram? Certamente, eles pregaram e ensinaram, curaram e serviram – mas por quê? Para qual propósito? Não apenas para salvar almas individuais. Atos é absolutamente claro. Eles plantaram igrejas”.

Se Deus está te levando a plantar uma igreja, então seja deliberado. Um consultor de saúde da igreja escreve: “Na plantação de igrejas, a paixão é superestimada e a preparação subestimada.” Encontre um mentor saudável. Pesquise tendências de plantação de igrejas em sua área geográfica. Estude a demografia. Não vá sozinho. Desenvolva uma equipe saudável. Ore.

Spanish blog:

¿Por qué plantar iglesias?

Por Rob Campbellm www.cypresscreekchurch.com

Jesús dice que vayan y hagan discípulos de todas las naciones. Una forma de cumplir el mandato de Jesús es estableciendo iglesias locales, como se muestra en el Nuevo Testamento.

Peter Wagner, misiólogo, antiguo sembrador de iglesias y autor de libros sobre el tema dice: “El método de evangelización más simple y eficaz bajo el cielo es plantar iglesias”. Fundador y Director Internacional del Evangelio para Asia, KP Yohanan, dice: “En el El Nuevo Testamento, si bien la salvación de individuos es importante, lo es porque tal evangelismo es una parte necesaria para plantar iglesias. No puedes plantar iglesias sin evangelizar, pero puedes evangelizar sin crear nuevas congregaciones. No estoy insinuando que las organizaciones parroquiales estén necesariamente equivocadas. Pero estoy diciendo que no deberían ver sus ministerios como un fin en sí mismos, sino como valiosos solo en la medida en que ayudan a fortalecer las iglesias existentes y a plantar nuevas “.

Considerando nuestro deseo de plantar iglesias en áreas no alcanzadas del mundo, K. P. Yohanan dice: “¿De qué se trata el trabajo misionero? … Hacer el bien, predicar el Evangelio, salvar almas, sanar a los enfermos, bautizar cuerpos son todas respuestas buenas y verdaderas, pero no alcanzan lo que se destaca mucho en el relato del NT en Hechos. ¿Qué hicieron los primeros misioneros apostólicos como Pablo, Bernabé, Silas y Timoteo? Ciertamente, ellos predicaron y enseñaron, sanaron y sirvieron, pero ¿por qué? ¿Con qué propósito? No solo para salvar almas individuales. Hechos es absolutamente claros. Ellos plantaron iglesias.

Si Dios te está guiando a plantar una iglesia, entonces sé deliberado. Un consultor de salud de la iglesia escribe: “En la plantación de iglesias, la pasión está sobrevalorada y la preparación subestimada”. Encuentra un mentor saludable. Investiga las tendencias de plantación de iglesias en tu área geográfica, estudia la demografía, no lo hagas solo, desarrollar un equipo sano. Ora.